Sociedade

Droga usada para combater HIV pode servir contra câncer de colo uterino

Uma equipe da Universidade de Manchester, no Reino Unido, revela que a droga lopinavir, usada no combate ao vírus HIV também pode combater o vírus do papiloma humano (HPV, na sigla em inglês), que pode causar câncer de colo uterino. A descoberta foi divulgada na publicação científica “Antiviral Therapy”.

 Lopinavir ataca também vírus responsável por causar os tumores. Descoberta foi divulgada na revista ‘Antiviral Therapy’. 

Uma equipe da Universidade de Manchester, no Reino Unido, revela que a droga lopinavir, usada no combate ao vírus HIV também pode combater o vírus do papiloma humano (HPV, na sigla em inglês), que pode causar câncer de colo uterino. A descoberta foi divulgada na publicação científica “Antiviral Therapy”. 

Segundo os cientistas, o medicamento consegue alterar um sistema de defesa do vírus em células infectadas nas mulheres. O estudo consolida um trabalho anterior da mesma equipe, feito em 2006, que identificou o efeito do lopinavir contra cânceres ligados ao HPV em testes de laboratório.

Apesar de já existirem vacinas contra o HPV, as imunizações não funcionam em mulheres que já adquiriram o vírus. Outro problema está no fato de nem todas as versões do micro-organismo serem combatidas pelas vacinas disponíveis atualmente. Há ainda o problema do preço: são medicamentos caros, fabricados por poucas empresas no mundo.

Mas apesar do otimismo, a equipe de Manchester alerta que o efeito do lopinavir contra o HPV só acontece quando são administradas doses até 15 vezes maiores que as recebidas normalmente por pacientes com Sida. Para os cientistas, o melhor método de aplicação seria por meio de cremes. Atualmente, o medicamento é disponível em formato de comprimidos.

O HPV mata – por meio do desenvolvimento de tumores malignos – 290 mil pessoas por ano. O vírus, transmissível sexualmente, ainda pode causar outros tipos de câncer na boca, no pescoço e no ânus de homens e mulheres. 

Fonte: Do G1

Por : Leonildo Barreto

 

    Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo