Direito de Resposta caso Rosema / Federico Viriott ou José Luis

“Lanço um repto ao “PGR” para que venha desmentir publicamente as grave acusações feitas por mim contra ele, caso contrário, se ainda lhe restar um pouco de dignidade enquanto pessoa humana que peça a sua demissão, aliás, ele e o Senhor Leite que são na realidade autêntico autistas”. Juíz Augério Amado Vaz

A História me absolverá

Direito de Resposta caso Rosema / Federico Viriott ou José Luis

Sou daqueles que digo publicamente, que a minha vida é um livro aberto, e que todos aqueles que têm algo contra mim, que venham a praça pública, e apresentem as suas versões dos factos, que eu a cada um, saberei responder com verdade, refrescando-lhes a memória, porque julgo, que todos quantos estamos investidos nas mais altas funções do Estado, deixamos de ter vida privada.

Não queria entrar em detalhes agora, para não prejudicar o inquérito que esta sendo conduzido pelo Senhor Dr. Flaviano, e estranha-me que o Senhor Procurador Geral Da Republica, pessoa visada por mim, não tenha a mesma postura. Mas, por estado de necessidade e como diz o ditado, «quem cala consente», vejo-me forçado a entrar prematuramente em alguns detalhes.

E, começo por fazer muito sinteticamente algumas acusações contra o Senhor Procurador Geral da Republica, adiante designado por PGR e outros, para que se possam compreender melhor, em que quadro encaixa as intervenções do Senhor Federico Viriott, pessoa que em momento algum, tivesse dito, não ter tido contactos com o mesmo.

Aquilo que teria dito, na Comunicação social, e reafirmo aqui e foi a mesma coisa que disse pessoalmente ao PGR, aquando do meu interrogatório fantoche, aliais, como argumento legal, para que ele não me interrogasse, apesar de saber que não tem competência para tanto e que devia, se não tivesse interesse directo na causa, declarar-se impedido, disse isso, na presença do meu Advogado, Ângelo de Jesus Bonfim, (mais que Advogado, minha testemunha, pois, modesta aparte, sei me defender) e da funcionária que não sei o nome, porque não assinou o auto da minha constituição fantoche de Arguido, em que vil e grosseiramente a TVS, Televisão de todos nós, deturpou os factos narrados por mim, e me apresentou como sendo eu, indiciado de crime de falsificação de documento, quando na realidade o verdadeiro falsificador de documento era o Senhor Silvestre Leite, que atestou e certificou um documento falso, material e formalmente falso, sem competência para tanto (por essas e por outras que eu penso sinceramente em voltar de novo a escola para apreender esquerdo).

Lanço um repto ao “PGR” para que venha desmentir publicamente as grave acusações feitas por mim contra ele, caso contrário, se ainda lhe restar um pouco de dignidade enquanto pessoa humana que peça a sua demissão, aliás, ele e o Senhor Leite que são na realidade autêntico autistas.

Após terem recomendado, um processo-crime contra minha pessoa, que não deu entrada oficial nos serviços da Secretaria da Procuradoria Geral da Republica, por causa de umas fotografias tiradas há mais de dois anos atrás, (na casa do Senhor Mello Xavier, aquando da sua estadia em São Tomé, em que ao pedido deste e com consentimento do Socio Representante da JAR em São Tomé, tentei patrocinar um encontro entre ambos, para resolução deste caso), sem autorização judicial, o Procurador-Geral da Republica, utilizou estas fotos que deviam ser mandadas destruir, por ele, pois enquanto Jurista de Profissão e Fiscal da legalidade devia saber que não se Instaura Processos Crimes contra quem quer que seja, com provas ilegais, muito menos, a um Juiz, (o mesmo que ele passava o tempo a incomodar a quando da distribuição das custas do referido processo, e actualmente, ele no papel de inquiridor no processo do Tribunal de Contas, quando enquanto Vice-Presidente do Cofre dos Tribunais com incumbência de fiscalizar o Cofre, não o fez e por causa dessas funções encomendou a Auditória na ausência do seu Presidente, grandes duplas), portanto estas fotos são passiveis de ser provas de crime de difamação por parte de quem as publicita, e que as tem utilizado como seu trunfo, (parece que querem que toda gente tenha rabo na estrada, para que possam continuar na delinquência de forma impune, desviando grandes somas de dinheiro do Estado, com objectivo de dividir entre irmãs, amantes e cunhados, sem ter ninguém que os acuse publicamente).

Se o Sr. PGR pensa que com essas fotos e com as declarações encomendadas me vergam esta muito engado, já dizia o meu falecido Avó «que alguém para acusar outrem tem que ter autoridade moral», coisa que nem de perto, nem de longe o PGR, tem.

Entendo que o PGR, tem medo daquilo que eu sei e por razões que ele sobejamente sabe.

O PGR, ao se aperceber de que não era possível safar o nosso mano, enviou um processo-crime fantoche, criado por ele para o Supremo Tribunal de Justiça, o referido processo-crime, sem acusação formada, apenas com aquelas fotos e prenha de mentiras foi rejeitada a procedência pelo Juiz- Conselheiro Dr. Bandeira.

Posteriormente, o PGR aproveitou essas mesmas fotografias, para formular outro Processo- Crime, contra o Juiz, (Augerio tem que ser condenado a qualquer preço, assim o Procurador Geral da Republica aparece como gente séria, honesta, um grande defensor da Legalidade e combatente implacável da corrupção, que lhe tresanda por todos os lados e que ele não vê, justificando desta forma a sua ascensão, via elevador, ao topo da carreira, na flor da vida. Só em São Tomé!).

No referido processo, constam como arguidos, eu e os Senhores, Dr. Pósser da Costa e Mário Henrique Melo Xavier, caso caricato, quando na realidade, pelos factos narrados e por tudo quanto se sabe, dele, desde a não prestação de alimentos a filhos até favorecimento aos familiares e amigos e perseguição implacável contra os que julga ser seu inimigos, (Por Incrível que pareça, o PGR, chegou ao cumulo de me telefonar, altas horas da noite, porque não tem nada para pensar, questionando-me, se eu estava em companhia de Melo Xavier, como se este facto de per-si, fosse crime, e dá-se o luxo de estar com os seus amigos e patrões em locais públicos e privado há qualquer hora). Tenha ao menos vergonha na cara!

Em relação a problemática dos títulos das acções da Fabrica Rosema, o PGR, que as atestou, como não entende nada de acções, nem de títulos, não se apercebeu o que estava atestando e muito menos sabe dizer quem o mandou atestar, seguramente ira disser que foi o Juiz Augerio Amado Vaz, que lhe responderá se o mesmo também recebe ordens do referido Juiz que por sinal tem vários processos fantoches na sua Procuradoria. Estes títulos não estavam averbados no livro de registo das acções que ele nem sequer conhecia da sua existência, na rapidez com que quis agradar o seu Mano, estas prestações de serviço seguramente tem um preço, talvez por isso prestou um péssimo serviço a Nação, nem sequer se preocupou com as irregularidades processuais, o que demostra claramente o seu caracter, que esta patente também na sua dupla acção no processo de Tribunal de Contas.

Não entrarei em mais detalhes porque como se trata de um processo Kafkaniano, o PGR poderá mudar de estratégia de acordo com as dicas que subtilmente estão contidas nos meus depoimentos. Porém, quando terminar o inquérito encomendado estarei na disponibilidade total de contar todos os factos ocorridos no já polémico processo Rosema.

PGR  esquece que quando eu era Magistrado do Ministério Publico, ele ainda estava no Liceu.

Quanto a entrega dos três títulos que se encontravam todos num determinado Banco, ao contrário do desejo da PGR, retirei os referidos títulos que são codificantes.

A sua entrega obedeceu a dois pressupostos:

1-      Demostrar que o Senhor Procurador Geral da Republica age como menino de recado de alguns Senhores.

2-      Impedir que a Fabrica fosse mais uma vez hipotecada por somas avultadíssimas. Objectivos que modesta parte, com genica e muita imaginação, orgulho-me em ter conseguido.

Não me restam dúvidas nenhumas, relativamente as imputações feitas por mim ao Senhor Procurador Geral da Republica, corresponderem a mais pura verdade e nas instancias próprias irei provar, mas como poderão compreender, nunca ele poderia instruir um processo em que ele é visado, até porque a sua manha já enfada.

Não sei, a quem responder, se é ao Senhor José Luís, Cidadão Português, ou ao Senhor Federico Virriot, cidadão Espanhol, pois ambas as identidades pertencem a uma mesma pessoa, ou seja, ele e o espirito santo, dois em um.

Mas, como se trata da mesma pessoa, supostamente mandatada pelo Sr. Procurador-Geral da Republica, para limpar a sua face, cabe-me esclarecer o seguinte:

1-Relativamente a Beca (roupa de Juiz), que me foi “oferecida pelo Senhor Federico Virriott,” acontece  que  em momento algum lhe pedi para que me oferece-se a Beca, alias quem me conhece sabe que é meu habito, dar mais do que receber, perguntem ao Senhor Procurador Geral da Republica, não sou pedinte, nem nunca fui. Como o Senhor Federico é um homem, muito solicito, mandei-lhe comprar a referida Beca, e umas pomadas para pele, porque ele vinha para São Tomé e quando chegou, há dois anos atrás, perguntei-lhe quanto custava e ele disse-me que não me preocupasse com o pagamento, pois, eu lhe tinha sido de uma utilidade extrema, quando ele andava a pagar um Advogado em Portugal, uma pipa de massa para lhe resolver o problema da sua mansão em Cascais, e este Advogado introduziu um processo cível, que arrastava vários anos nos tribunais Portugueses sem resolver e eu orientei-lhe para que seguisse por via criminal o que resultou, e ele em jeito de agradecimento não me cobrou a beca que lhe pedira para comprar, mas, faço questão de as pagar, com juros de mora, e seus legais acréscimos desde que ele me devolva o meu roupão de banho que está na sua posse.

Quanto a verguinhas, eu compro verguinhas em Dubai, para comercializar, pois a minha mãe além de Enfermeira também dedica- se ao comércio, e como o Senhor Federico, me dissera que tem melhores cotações, pedi- lhe para me enviar as cotações, de 20 toneladas de cada, incluindo a sua comissão, pois ele se dedica também entre outras coisas ao comércio, (me disse que não queria comissões), para eu comparar e se valesse a pena, ordenava a minha mãe que fizesse as transferências, mas, como os valores de Dubai são mais favoráveis, não chegamos a realizar essa operação meramente comercial na Europa, mas sim na Asia, o que não prova que eu tenha relação de amizade ou seja sócio do referido Senhor.

Entre nós, seguramente, ele deve- me muito mais favores do que eu a ele, deve estar consciente disso.

Todos esses factos aconteceram a dois anos atrás, antes de eu saber quem na realidade era esse Senhor, que tem dupla identidade, pois, logo que fui informado pela Advogada e prima do Senhor Amílcar, em Lisboa, que este Senhor estava envolvido na morte de um cidadão Português, e que já esteve preso, a única correspondência que tivemos via correio electrónico, foi quando ele me enviou a certidão do registo Comercial da Cajoa, para devidos efeitos, tendo ele próprio já contactado a senhora Dulce informando a mesma Senhora de que ele tinha as acções da Rosema, para negociar.

A CERTIDÃO do Registo da Canjoa que fora enviada via email pelo Senhor Viriott ao Juiz Amado Vaz e que este ocultou agora nas suas declarações, tinha como objectivo, executar outros bens do Senhor Melo Xavier, incluindo as suas viaturas privadas, foram por varias vezes, desde o inicio deste processo, motivos de cobiça e que o Juiz Augerio Amado Vaz, nunca permitiu que fosse praticado tamanha injustiça

Para quem tem dois nomes é normal, que num dos nomes não conste nenhum cadastro criminal.

O Senhor Federico não veio a S.Tomé para esclarecimento de nenhum caso de Rosema, ele é um dos fornecedores da Rosema  e sócio da Arasquio, com alguns santomenses  e veio ver se consegue  cobrar o seu rico dinheirinho, que está a ver  a voar.

Peço-lhes encarecidamente “aos Senhores Frederico, ou José Luís, dois em um ” que façam ou faça a réplica que estou na disponibilidade de fazer a resposta e a treplica.

Todos os intervenientes desse caso, graças a deus, ainda estão vivos, tenho os seus respectivos endereços e esse, é um caso de Policia, que envolve cidadãos de vários países e que deve ser investigado pela Interpol com apoio da polícia Judiciaria Portuguesa e os serviços da SIS, no quadro da cooperação com essas instituições e que requeiro a quem de direito de assim proceder para o esclarecimento cabal de toda a verdade que rodeia o processo Rosema.

As verdadeiras acções da Cervejeira Rosema  S.A.R.L, que estão devidamente registadas nos respectivos livros de registos, com o devido enquadramento Jurídico da Cervejeira Rosema S.A.R.L., no quadro do Decreto Lei Publicado no Diário da Republica Democrática de São Tomé e Príncipe, encontra-se na posse do seu verdadeiro, dono, o Sócio maioritário da Ridux, o senhor Melo Xavier, que no quadro do Processo Executivo 2 / 2009, nunca foi citado para fazer a entrega das mesmas.

As outras acções todas foram feitas, com o único objectivo de impedir a venda para Coca- Cola, Barcelona da Cervejeira, e dos Empréstimo de USD 3.000 000,00 (três milhões de dólares, quase conseguidos com interferência de uma alta individualidade nacional que até quis por em causa, o Emprego do Dr. Pósser no referido Banco. O que tornou também evidente o interesse do PGR, que se prontificou em atestar as referidas acções e depois de …Enfim.

Augerio dos santos Amado Vaz

  1. img
    Cidadao Responder

    Força Gegé, abre todo o jogo e vai até ao fim!

    • img
      observador Responder

      ja agora senhor GEGE porque nao diz porque o todos politicos e advogados incluindo senhor nao quer um bom sistema de saude em sao tome. porque EXISTE UM ACORDO ENTRE PORTUGAL E STP COM TODO ELITE SAOTOMENSE TEM TRATAMENTO NO HOSPITAL DOS LUSIEDAS (HOSPITAL PARTICULAR) INCLHUINDO VOSSAS CONCUBINAS E BICHAS? se fizer uma acariçao vai ver quantas pessoas tem cartao sem nunca ter sido politico ou advogado.

  2. img
    DA e DOI Responder

    Afinal que está falando verdade? Que pouca vergonha.

  3. img
    Leopaldo Responder

    O jornal tem que começar a seleccionar o artigo….daqui a pouco vai ser um jornal judicial para tratar dos assuntos pessoas de cada Juiz…..por outro lado, evita de escrever muito….pouca palavra basta para falar a verdade….

    • img
      The Politics Responder

      Concordo plenamente.
      Este jornal passou de puclicar noticias e se converteu em moral de contendas entre cidadões. Acho que o Sr. Jornalista Abel Veiga ou se cansou de elaborar noticias ou perdeu o noção de o que é jornalismo.
      Tem de se dedicar a elaborar as noticias, porque todo este texto pode ser resumido.

      • img
        Dr. Evilazio dos Ramos Responder

        Ainda bem que existe este jornal, e que mais casos desses possam ser infinitamente divulgados, graças a Deus nem todo mundo pensa como os senhores, felizmente nem todo mundo esta envolvido com bandidos e estelionatários, então q se publique, país para se tornar livre tem que ter coisas jornais livres , uma comunicação social livre, isso eh democracia, tomará STP se torne Livre.. apoiadores de gatunos se não gatunos, isso q vcs são.

        A TVS eh completamente manipulada, mas ao menos, e ainda bem que temos o telanon, que a revolução chegue logo, pois a vida é muito curto pra se estar vivendo na miseria devido alguns larapios

    • img
      Baga-Telá Responder

      Sinceramente…sinto-me muito triste, quando vejo pessoas com esse tipo de pensamento…como que queres que não publiquem noticias completa caro….e outro que apoia esse teu comentario, onde o mesmo fez jornalismo…Meus senhores é simples…ouvi dizer que em determinadas situações de leitura opta-se por resumo, que nada mais mostra-se o seu lado preguiçoso ao hábito da leitura…nossa terra(STP)muito atrazada então tem alguns…com essa mentalidade e vir experessar esse tipo de opnião…como é democratido expor, as vezes é melhor pensar bem antes de escrevrer abrobinhas no espaço como esse onde queremos ver a verdade ….outra sabe de que resumo por vezes oculta factos que por vezes são relevantes…

  4. img
    gisa Teixeira Responder

    isso mesmo. quem tem telhado d vidro, nao atira pedra ao telhado do outro.
    Estou a ver que essa história ainda vai dar muito que falar.
    .
    Gostaria muito de ouvir a outra versão da história.

  5. img
    gisa Teixeira Responder

    concordo consigo, leopaldo, ta muita coisa desnecessaria nisso. esta coisas que enteressa e nao enteressa ao público. sertos detalhos sao p ser dito nos depoimentos, ou no banco dos réus.

  6. img
    zeme Almeida Responder

    Meu caro compatriota,apesar de nao o conhecer pessoalmente,eu aconcelho-o a nao responder certos comentarios ali passado por alguns que vem utilizando este espaco para denegrir a sua imagem.Pelo que estou a ver o senhor tem qualidades para nao sujeito a isto.Faca o seu trabalho e siga em frente.

  7. img
    zeme Almeida Responder

    quero dizer{tem qualidades suficiente para nao estar sujeito a isto}

  8. img
    Almeida Paquito Responder

    Dr, Augerio, esclareça por favor se corresponde a verdade que uma juiza conselheira, tambem envolvida neste processo, teria ido passar feria na Africa do Sul, em casa do senhor Melo Xavier, tendo ate recebido dele, cem mil dolares americanos. Que essa mesma juiza conselheira, fez um pedido a CIM para lhe importar uma viatura top de gama!
    Mas que talvez, devido apmlitude que o caso tomou, ela mandou revender a referida viatura para uma malta angolana!

    Esclareça.

    Almeida Paquito

  9. img
    jamaicano Responder

    Vai dar muito que falar porque ha varios elementos envolvidos nesta contenda que nem se quer foram mencionados.Sinceramente que ja estou cansado com essa historia toda, vê-se claramente que são todos bandos de incompetentes porque não têm o que fazer. Como é que o País avança? A justiça Santomense precisa sim, é ser desmontada, mandar todos pra casa e recrutar gentes com competencia e não têm vergonha em dizer: Sou formado em direito ou por outra sou Jurista;se nem esplicar as coisas sabem,não têm postura,são aldrabões e arrogantes, é pena não terem sido confrontados por jornalistas com calibre para lhes testar a capacidade profissional que exercem como juristas. Desde de tribunal passando pela procuradoria geral da republica aos demais orgãos judiciais do País,o titulo é (VERGONHA E DESGRAÇA)

  10. img
    Bragança Responder

    Meu caro,

    Eu tenho acompanhado com alguma atenção, esta novela toda, e só posso dizer descrever a mesma como “palhaçada, vergonha, mesquinhice…”.
    Ditos senhores da justiça em são tome, já que vocês não fazem vosso serviço como deveria ser feito, ao menos que não nos envergonhem junto da opinião pública internacional.
    Há expressões que não ficam bem ser dita em público por qualquer cidadão comum, quanto mais na pessoa de um juiz.
    Eu não sou muito entendido na matéria jurídica, e caso esteja errado corrija-me se faz favor.
    Caso o senhor saiba que as acusações feitas contra si não correspondem a verdade, porquê não apresentar uma queixa de crime por calunia e difamação? Caso o senhor tenha tanta certeza assim dos “crimes” cometidos pelo senhor PGR, porque não apresentar queixa do crime de abuso de poder e outras mais que o senhor conhece muito melhor do que eu.
    Agora vir cá ao site de um jornal, falar de coisas que a meu ver não tem nada que ver com processo em si, como por exemplo, a devolução do roupão; “oferta” da beca; onde custuma fazer compras; o tipo que bebida que consome, não abona muito ao seu favor. Até parece que estão as comadres, de costas viradas a “baterem boca na feira”. Voces estão a fazer jus ao velho ditado que diz “zangam-se as comadres e descobrem-se as verdade” Dêem-se ao respeito para que possam ser respeitados como magistrados que são.
    Eu sugiro que arranje outro mecanismo, seja lá qual for a metodologia que estará a usar em sua defesa.
    Se não poder dizer mais, enquanto estiver a decorrer o inquérito, então aguarde pelo final do mesmo. E se o inquérito passar a fase de julgamento aí sim terá a sua oportunidade como diz de provar a sua inocência.
    Torna cansativos estes artigos que por palavras diferentes dizem sempre a mesma coisa ou seja nada que nos esclarecesse, caso seja essa a sua intenção.

    Um abraço de quem prima pela ética profissional.

  11. img
    Jordao Melacia Responder

    Meus Srs,

    Este sr.Augerio que todos conhecemos bem, ja levou uma chapada do sr. Adelino Isidro, e teve o cumulo de retirar a acusaçao contra o mesmo depois de o Adelino Isidro ter-lhe dado 10000 euros. Este Homem nao vale nada, nao tem caracter….

  12. img
    Bragança Responder

    Sr. Augerio Amado Vaz, na sequência do comentário acima por mim proferido, para não ser mal interpretado, venho salientar que nada tenho contra si, não lhe conheço de lado nenhum, não tenho intenção nenhuma de fazer juízo de valor da sua pessoa. Mas a verdade seja dita os nossos tribunais então completamente infestado de pessoas que andam a servir-se dele e não estarem ao serviço do povo através dele. De certeza que há-de haver alguém que não pertença a este grupo, e a estes minhas sinceras desculpas. Mas o velho ditado “diz-me com quem andas e dir-te-ei quem és”, obriga-me a inclui-los num só.
    Mas como todos são inocentes até que provém o contrário cabe a mim dar-vos a todos o benefício da dúvida.
    Eu sei que é difícil quando nos criticam por algum motivo, mesmo sendo construtiva é difícil vê-la por esse lado. Mas as minhas foram meramente construtivas para o bem do nosso São Tomé e Príncipe.

    Bem haja

  13. img
    Coladura Responder

    Está bem claro!

    Tantas afirmações com acusações tão comprometeras, Mas nenhum dos acusados, sentem com a coragem de reagir.

    Este fungi tem muito caroço.

    Já houve tempo para os acusados pronunciarem.

    Quem cala consente.

  14. img
    safu pontado Responder

    we dont know what we want and what we r doing n where we r going to end up .

    • img
      Antonio Responder

      Esse caiu de madeira ou bateu com a cabeça

    • img
      mosssad Responder

      What a F..k you think you are? You are not only person in the country that can write or speak english… don’t try to show off … there all the time some one better then you.

      Aqui fala-se Portugues.. ou o nosso dialeto….

      quem nao se sente confortavel em exprimir em portugues que o faca na lingua nacional. e nao em linguas estranjiras, isso nao passa mais do que exibisionismo.

  15. img
    manager Responder

    Eu já estou cansado dessa novela sem fim, bandos de vadios e preguiçosos, enquanto as pessoas estão a passar fome e miséria vocês estão ai comportando como atores de novelas preocupando com maquiagem, físico, fama e dinheiro. Só gostaria de saber que mercado vai absorver esta novela com atores velhos e sem jeito como vocês.

  16. img
    mosssad Responder

    Ainda bem que existe este jornal..esta e a unica forma que o povo tem de se manifestar sem sofrer represalias dos MAFIOSOS SANTOMENSES, que andam a estorquir o pouco que resta.
    A populacao esta cansada de viver na miseria emquando os MACACOS saltam de ARVORES como se ja nao tivessem seu proprio galho para comer.

    As viajens nos ultimos anos em saotome para os membros do governo e como se estivessem a sair de Cidade para Trindade

  17. img
    Piter P Responder

    A PIC ja devia averiguar e investigar casos desses generos, que raio de pouca vergonha, Man Pat toma medidas.

  18. img
    N.C Responder

    Se querem fazer um favor ao pais e a sociedade,comecam a se matar uns aos outros,e o povo ficara livre desses corruptos

  19. img
    Augerio Amado Vaz Responder

    cada vez eu chego a uma unica conclusão eu não sou daqui

    • img
      mosssad Responder

      Es Es, e sabes que sim……

  20. img
    Tiago Santos Responder

    Força Gege povo está contigo

  21. img
    Justiça burlada Responder

    Senhor proculador, senhor pelo que sei é neto do senhor PÉpÈ de Trindade, não mete com, bisneto do senhor Quaresma Amado, neto de senhor Rosário de Almas porque quem sai aos seus não degenera.
    Bom entendedor poucas palavras basta.

    • img
      gadhadfi Responder

      Justiça burlada, antes de escrever alguma coisa, tem que ter a certeza daquilo que escreve, pra teu governo o PGR não é neto do Sr. PéPé. Vai-te informar primeiro.

  22. img
    FIJALTAO Responder

    MAIS UMA NOVELA DAS MUITAS QUE NÓS TEMOS ASSISTIDO! A NOVELA EM SEU TODO SE CHAMA ” JUSTIÇA SANTOMENSE EM BALBÚRIA”. OS CAPÍTULOS DA TAL NOVELA É QUE MUDAM DE NOMES! BOM, POR ACASO É MUITO BOM PORQUE QUANDO NÃO TEMOS QUE FAZER VAMOS ENTRETENDO COM OS SEUS CAPÍTULOS E PRÓXIMOS EPISÓDIOS! mAS, CONFESSO QUE JÁ NÃO ESTOU A GOSTAR MUITO DA NOVELA. CONVÉM MUDARMOS!

  23. img
    Takora Mohamed Responder

    Caro Gegé, forca e continue denunciando as trafulhices do Sr PGR, a sua sogra Alice V.C. e outros da escomalha.
    A republica agradece.
    Bem haja STP!

  24. img
    STP = CONDOMÍNIO FECHADO Responder

    depois das provas apresentadas pelo O cidadão espanhol Federico Virrott (“quem cala consente”), o Sr.Juiz decidiu mudar a sua estratégia de defesa, a praça pública……..

    PS- TÊM QUE FAZER UM JORNAL MAIS RESUMIDO, PARA OUTROS LEITORES…..LOL

  25. img
    João Bosco Menezes de Pinho Responder

    De tudo isso alguma Justiça tem de ser feita. O Procurador Geral Rapouso deve ser imediatamente demitido enquanto O Sr. Silvestre leite deve pedir imediatamente a sua dimissão. É de mais. Como acreditar num sistema de Justiça com estes autores envolvidos directamente na teia da corrupção. Que vergonha!

    • img
      Manuel Responder

      E o Sr.Joao Bosco devia apartir de agora usar uma murdaça para deixar de falar asneiras.

  26. img
    E agora.?!...Falo eu Responder

    “Mulher do césar não basta ser séria é necessário parecer”.
    Caro juiz, assim como todos os que acusas, vocês não são nem parecem ser sérios.

  27. img
    ZEDADO Responder

    Meritíssimo Juiz Augerio Amado Vaz. Chegou mesmo a hora da verdade. Acabamos de saber que a corrupção ja esta generalizado neste pais. Ate a casa da justiça pratica injustiça fazendo cambalacho com os processos.Caso da Rosema e outros mais. Coitadinho do povo que rouba uma pinha de banana e que e julgado e condenado. Os verdadeiros artistas desta praça com processos de STP traiding, GGA e que são os famosos desta praça, alguns escondidos atrás da cortina da Assembleia Nacional. Mas fiquem sabendo que S.Tome e Príncipe e de todos nos.

Deixe um comentario

*