Piratas do Golfo da Guiné assaltaram navio Grego

No último fim-de-semana, um navio de bandeira grega foi assaltado por piratas no Golfo da Guiné, quando fazia trajecto entre a Costa do Marfim e a Nigéria. Com 22 tripulantes o navio designado Orfeas, dado como desaparecido desde o último fim-de-semana, foi libertado pelos piratas na terça-feira. A embarcação transportava 32 toneladas de gás. Segundo a imprensa sub-regional, os piratas apoderaram-se de boa parte do gás para depois libertarem o navio. Autoridades da zona do Golfo da Guiné, consideram que este tipo de pirataria contra embarcações que transportam hidrocarbonetos, tem vindo a aumentar na região. Note-se que São Tomé e Príncipe está localizado mesmo no centro do Golfo da Guiné.

  1. img
    transparencia Responder

    Imagino que voces como eu, começaram a pensar:… será que estes navios que estão aqui têm algo a ver com isso? O Patrice não disse nada de nada. Só Chingou os reboquinos. Precisa-se de quatro barcos para fazer transbordo? Mostrem na TV os barcos fazendo transbordos pa todo mundo ver.Isso é que seria transparencia e luta contra corupção, nao acham?

    • img
      Mimi Responder

      Em relaçao aos barcos e outras acusaçoes, o PM só veio ao público confundir mais as coisas. Afinal é tao difícil esclarecer? Será que o povo que o elegeu (e tambem o que nao lhe deu o seu voto) nao merece, por respeito, um esclarecimento?

      Porque nao nos informa antes e depois do que se passa relamente? Afinal S. Tome e Principe também é dos santomenses nao dirigentes e nao políticos deste país! Quando nao se informa é óbvio que se levanta suspeitas, e das grandes!

  2. img
    Cobra Responder

    STP é quintal de Patrice e Pinto da Costa é guarda!

  3. img
    keblancaná Responder

    S.Tomé e Príncipe brevemente começará a ser as paragens destes piratas somalis/gaboneses.

  4. img
    Carlos Jorge da Silva Responder

    enfim so com cristo

Deixe um comentario

*