Incidência da SIDA tende a reduzir em São Tomé e Príncipe

O lema escolhido este ano pela OMS  para celebrar o dia mundial de luta contra o SIDA  é “Zero novas infecções, Zero Óbitos por HIV/SIDA e Zero   Descriminação”.    o acto central das comemorações   teve lugar na cidade de Neves  presidido pelo ministro da saúde e assuntos Sociais e porque se tem verificado segundo as ultimas estatísticas um aumento de casos de infecções  nas áreas rurais do pais por isso a escolha do distrito de Lemba para esta Comemoração.

Apesar da prevalência  de 1,5 % do caso de HIV/SIDA na população geral, desde 2005 que as autoridades sanitárias nacionais têm envidado todo o esforço para combater este flagelo.« Os últimos dados nos apontam para um aumento da epidemia no mundo rural então temos que começar a incentivar esforços na informação e sensibilização da população das zonas rurais , neste momento nós temos a prevalência  1,5% na população geral.» Explicou Alzira do Rosario  Directora do Centro Nacional de Endemias.

O ministro da saúde  e assuntos  Sociais  que  presidiu ao acto  foi quem deu o pontapé de saída na na testagem voluntária  no local disse que todo o cidadão deve conhecer o seu estado serológico  e aproveito para deixar uma mensagem a nação « Aproveito a oportunidade para convidar todos os cidadãos a conhecer o seu estado serológico  ou o de seja o seu estado de saúde» Disse Carlos Gomes Ministro da Saúde e Assuntos Sociais, para depois apelar a consciência nacional. « Tomem a consciência de que o SIDA existe de que SIDA mata e se existe e mata temos que ser mais responsáveis  nos nossos comportamentos e nas nossas atitudes tendo em conta as consequências  negativas que o SIDA traz, », apelou.

Apesar da doença  continuar a matar  principalmente em  África, segundo o coordenador  do programa  nacional de luta contra o SIDA em  São Tomé e Príncipe  regista-se uma diminuição  desta infecção.« Com relação a situação epidemiológico  nota-se um declínio uma diminuição da infecção a semelhança também  dos outros países, a prevalência nacional em São Tomé e Príncipe  é de 1,5 %» garantiu Bonifácio  Sousa  Coordenador  do programa Nacional de Luta Contra o SIDA.

Ainda  no dia mundial de luta contra o SIDA  o Director Regional  da OMS   para África proferiu uma mensagem  ao mundo. Luís Sambo disse  que o  aumento do acesso ao tratamento  para o HIV  reduziu  o numero de pessoas vitimas  de causas  relacionadas com o SIDA.

Sónia Lopes

Notícias relacionadas

  1. img
    dhaniel Pires Responder

    é sempre bom termos conhecimento do caso no país e desmaterializar a nossa mente quanto a ignorancia que damos a esta epedimia!! é sério e mata por isso temos todos que previnir!! Amar os próximos como a nós mesmo, mas antes temos que ter um amor prórpio a nossa saude!!

  2. img
    Paulo queiroz Responder

    Registei com agrado esta notícia, mas acho ariscado dá a notícia de diminuição, pode levar as pessoas a se negligenciarem e acharem que á partir de agora podem estar mais a vontade

Deixe um comentario

*