Sociedade

“Um país que não acredita na sua juventude é um país sem futuro”

Posição defendida pelo Presidente da República Manuel Pinto da Costa, na graduação de cerca de 100 jovens finalistas do Instituto Superior Politécnico. Na cerimónia o Chefe de Estado são-tomense, realçou a juventude como orça motriz da sociedade para combater a falta de perspectivas no futuro.

O Instituto Superior Politécnico, colocou no último fim de semana 100 novos licenciados no difícil mercado de emprego. A maioria dos novos licenciados é jovem em busca do primeiro emprego. Uma preocupação para o Presidente da República que graduou os cerca de 100 novos quadros nacionais. « Sei que a situação que o país atravessa é particularmente desfavorável para todos, especialmente para a juventude. Faltam oportunidades. Faltam empregos dignos. Falta ainda um sistema educativo que promova a igualdade de acesso ao conhecimento. Faltam perspectivas de futuro. Faltam, sobretudo, valores.Mas sei também, recordando outros tempos da minha vida, que é na juventude que reside, em grande parte, a força necessária para mudar este estado de coisas», referiu o Chefe de Estado são-tomense.

Gestão de empresa, biologia, física e química, língua portuguesa, relações públicas, e turismo são as áreas de formação administradas pelo Instituto Superior Politécnico. Dentre os 100 novos graduados, alguns fizeram bacharelato em Geografia, História e Matemática.

O leitor tem acesso na íntegra o discurso do PR – pr isp

    12 comentários

12 comentários

  1. E. Santos

    18 de Março de 2013 as 8:51

    E falta também vergonha na cara para vir dizer que falta uma série de coisas e não ser capaz de diante disso ajudar a dignificar o país. Antes pelo contrário, toma medidas que têm posto em causa esta juventude e a sua força para mudar o estado de coisas.
    Manter no “seu” elenco governativo um Ministro da Juventude que vem enganar descarradamente os jovens tomando-os como parvos, com a intenção sabe-se lá qual, um Ministro que oprime publicamente os jornalistas pondo em causa o direito de informar e o de acesso a informação, com sinais ditatoriais visíveis…então mais uma vez, o Sr. Presidente diz uma coisa e na prática assiste-se a outra coisa bem diferente. Já nem lhe deviam convidar para as cerimónias e muito menos para discursar…se o seu discurso já não é orientador para ninguém, de que vale a poluição sonora.

  2. tarcizo junior

    18 de Março de 2013 as 11:02

    blá… blá… blá.

  3. Andersone

    18 de Março de 2013 as 12:52

    Boa sorte aos Graduados.

  4. graca

    18 de Março de 2013 as 21:26

    queriam o pinto da costa ?…aque esta o pai grande a forca toda…mostra esse povo que a vinganca , o prato que se serve frio…foca pinto da costa(pai grande ) mostra esse povo que tambem ficaste muito tempo a espera deste momento¡…

  5. Cassuma-sofredor

    19 de Março de 2013 as 11:24

    Vamos saber se o Pai Grande era carne podre que estava aquecer na grelha no fogo ou é a carne boa? acho eu que sendo a carne boa o desemprego não deve existir em grande quantidades que o país se nota ainda com seu acolito Alberto ministro da juventude com muitas conversas bonias chega conversas queremos trabalho, emprego, para os jovens na maioria deles que depositou confiaça no Pinto da Costa hoje diz melhor que seria Evariso Carvalho embora com os outros conornos ainda nada de melhor por Pinto da Cosa.

  6. Santomé Plodôsu

    19 de Março de 2013 as 15:44

    Parabéns rapazes. Mesmo que não encontrem o emprego de imediato, não desanimem. Força e coragem para o novo desafio.

  7. graca

    19 de Março de 2013 as 18:31

    a nossa democracia ja esta salva…
    o “pinto” o pai grande juntou-se a podredao para salvar S.T.P…
    …agora !…tarde de mais…
    quando era novo foi o que foi…
    o galo depois de velho quer; puleiro …que se dane o povo…

  8. graca

    19 de Março de 2013 as 18:44

    … “non cunda cuma dhaje sa lumon conce;maje non quece cuma ploco manjoca a po pe kua nhe dentche a po mude de chito sa kua ce mee ”
    pensava-se que ele “o pai grande” pudesse mudar, ter uma visao construtiva…
    afinal !… os ditadores sao iguais a se propio…

  9. fala Serio

    20 de Março de 2013 as 2:41

    “Um país que não acredita na sua juventude é um país sem futuro” meus carros esse descurso ve se logo que é um discurso de um demagogo feito o Pinto da Costa, agora que a vergonha ja lhe tapou a carra esta tentando usar outra mascara para se livrar.Agora gostaria de saber que politicas o senhor Presidente tem desenvolvido, ou orientado ao Governo para o beneficio da Juventude,Estudante no exterior estao a mais de um ano sem receber um tustão se quer, o senhor como o chefe maximo da naçao orienta o governo como forma de tentar saber como e que esses estudantes estão até entao nada foi feito. temos problema com a juventude de santa catarina que encontra numa situação disumana o senhor pelo menos pegou no carro e foi la ver oke se passa? Por isso a lingua pesa nada mas a conversa que ela traz feri os sentimentos.
    Por isso os nossos jovens precisam ver os seus horizontes para alem
    os jovens precisam de uma vida condigna
    Jovens precisam de oportunidade,Habitação, saúde, lazer, não so de palavras porque a palavra nao se come nem tao pouco se veste.
    Ja la foram os 37 anos de falar agora na era moderna e de Fazer e Agir.
    Temos um centro da Juventude que estao apenas a tirar proveito em nome da juventude um grande centro que poderia tirar vantagem mobilizam apoio mas o mesmo apoio e canalizado para os fins familiar

    Viva STP
    Viva a Joventude de Stp
    Abaixo todos aqueles que pensam na distruição de stp, dos seus povos e da sua Juventude.

    Quem tem um bem aja a todos.

  10. santos

    20 de Março de 2013 as 8:18

    boa sorte a todos

  11. Raimundo dos santos

    20 de Março de 2013 as 15:50

    Estamos a falar da Juventude, muitos falam desta franja da sociedade muito necessita dos nossos dirigentes. Falar e cuidar da Juventude, significa manter estabilidade no Pais, não contribuir para quedas de governos, deixar os governos terminarem o seu mandato ate o fim. Estamos cansado com estes discursos dos nossos dirigentes. Convido a todos a visitar o site: Club-k, para compreenderem como os Angolanos julgam a atitude dos nossos dirigentes.

  12. Fernando Castanheira

    21 de Março de 2013 as 9:05

    Vamos dar as maos para que o Pais avance. Sejamos tolerantes, flexiveis e optimistas.
    Deixemos de maus habitos.
    Quem quer governar espera pelas eleicoes.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo