Liberdade de imprensa – “Falar Sem Medo” animou palestra organizada pelo Conselho Superior de Imprensa

Filinto Costa Alegre enquanto jurista e São de Deus Lima jornalista, foram os principais oradores da palestra que marcou a celebração do dia da Liberdade de Imprensa em São Tomé e Príncipe. O Presidente da República, Manuel Pinto da Costa, o Presidente do Parlamento e o Primeiro Ministro marcaram presença no evento.

Apesar dos muitos casos de censura e de atropelo a lei de imprensa que se registam no país, São Tomé e Príncipe está no grupo dos poucos países africanos onde a imprensa é considera livre.

Os jornalistas realizam as suas actividades sem carteira profissional, não existe um estatuto dos jornalistas nem tão pouco um código deontológico. Por isso Filinto Costa Alegre, na qualidade de jurista orador da palestra que decorreu no Instituto Superior Politécnico, considera que os órgãos de comunicação social, «não têm funcionado. Há uma actividade desregrada e desnorteada. Há agora uma oportunidade, uma vontade de se alterar a situação. O poder político e os próprios jornalistas não se sentem confortáveis nesta situação, acho que vai-se evoluir para que o mínimo seja feito par dar substância, coerência para direccionar o esforço que deve ser feito para que a comunicação social tenha dias melhores», enfatizou.

A jornalista São De Deus Lima, destacou outros aspectos, que ameaçam a liberdade de imprensa. «O problema quando se trata de liberdade de expressão na imprensa já se põe em termos diferentes, porque dada a ominipresença dos órgãos estatais ciclicamente ora avanços ora recuos, e há momentos em que se sente que a liberdade de expressão, o pluralismo e a liberdade de imprensa estão sob ataques, de um modo geral o quadro é de liberdade relativa e apreciável», precisou a jornalista.

A oradora da palestra, acrescentou que é preciso «criar mecanismos que garantam quer a liberdade dos jornalistas em informar quer o direito do povo e ser informado, quer o direito de qualquer cidadão em exprimir a sua opinião na comunicação social», concluiu.

Jasy Ramos

  1. img
    E. Santos Responder

    Jasy, este texto tem muitos erros. Reveja por favor que está difícil de ler.

    • img
      E. Santos Responder

      Ou ainda lhe vão banir definitivamente do TelaNon….heheheh

Deixe um comentario

*