Sociedade

Barcos da empresa Bluesky terão encontrado “abrigo” em São Tomé na fuga da justiça internacional

A empresa com a qual o anterior governo assinou acordo para explorar porto flutuante, extrair gás natural nas águas nacionais e realizar outros negócios, faliu desde finais do ano passado. Os barcos que colocou em São Tomé e que foram visitados pelo ex-Primeiro Ministro estariam em fuga da justiça internacional.

O escàndalo em torno da empresa taiwanesa TMT, proprietária da Bluesky, veio ao público através do mais importante jornal internacional especializado em negócios de transportes marítimos, o “Trade Winds”.

Num artigo de 3 de Maio último, emitido a partir de Singapura, pelo jornalista Jonathan Boonzaier, o “Trade Winds”, anuncia o arresto de 3 navios da empresa TMT, sendo um navio de categoria Elephant – F, e dois outros de categoria Whale.

Dá conta também que outro navio gigante de categoria Ladybug, igual ao que o ex-Primeiro Ministro Patrice Trovoada visitou em Abril de 2012 ao largo de São Tomé, foi preso na Bélgica em Março deste ano.

A notícia diz que o navio Elephant – F foi arrestado e vendido no dia 29 de Abril último, por ordem de um tribunal da cidade de Ningbo da China Popular.

Os outros 2 navios de categoria Whale, foram arrestados e vendidos no quadro de um processo judicial, como garantia para um grande banco taiwanês, o Mega International Bank co .

Outro barco da empresa TMT, que o anterior governo negociou a exploração do porto flutuante em São Tomé, foi arrestado há mais de 1 ano, no porto sul africano de Cap Town. A ordem de arresto emitida pela justiça sul africana, foi a pedido de um tribunal arbitral de Londres, explica o jornal “Trade Winds”.

O advogado Alan Godbert, que está a acompanhar o caso do navio arrestado há 1 ano na África do Sul, disse que a empresa TMT, abandonou a tripulação do navio de categoria Whale, a sua sorte, tendo o barco se transformado num fantasma sobre o mar de Cap Town.

Na Singapura, outro navio da empresa TMT, foi arrestado e vendido, para pagar as despesas contraídas pelos tripulantes.

A caça pela justiça aos navios da Bluesky-TMT, por ordem judicial, prosseguiu no canal de Suez, onde outro navio foi arrestado em março último.  Jubair Niaz Khan, comandante do navio, expressou frustação pelo facto da TMT, não atender ao SOS lançado pela tripulação, que já não tem mantimentos, e o navio sem combusível. Disse que tem mais de 20 anos de trabalho, e nunca viveu siuação igual.«It is horrible»,  – É horrivel», afirmou.

Pelo mundo inteiro, navios e bens da empresa TMT, são arrestados desde o ano 2012, por ordem de tribunais. No entanto a empresa em causa terá conseguido “abrigo” e oportunidade de negócios em São Tomé e Príncipe.

Na negociação com o ex-Primeiro Ministro Patrice Trovoada conseguiu colocar 4 navios gigantes ao largo da ilha de São Tomé a vista de todos, enquanto outros 4, segundo o novo governo liderado por Gabriel Costa, circulavam mais distantes nas águas territoriais nacionais. «Desta vez eles trouxeram cá um navio que carrega máquinas e automóveis esse navio transporta 7 mil e 600 carros. Para nós existe um interesse nessa óptica de São Tomé e Príncipe, ser um centro de prestação de serviços, de podermos enquanto nós não tivermos um porto on shore, podermos ter uma plataforma logística no mar de transbordo de mercadoria», declarou o ex-Primeiro Ministro Patrice Trovoada, durante a visita a um dos barcos em Abril de 2012.

Junto aos serviços competentes o Téla Nón, apurou que o Estado são-tomense, tem registo de apenas 4 embarcações que eram visívies ao largo da ilha, e que por aqui ficaram durante 6 meses. São eles : Elephant C, Elephant B, Whale C e Whale D.

A Bluesky-TMT conseguiu avançar negócio com o anterior executivo, para criar um porto flutuante, para os seus barcos, enquanto a justiça internacional perseguia outras embarcações suas em diferentes regiões do mundo. «O facto de termos conseguio atrair para o nosso país, grandes empresas internacionais, grandes comerciantes internacionais, coloca o nosso país no mapa mundial das oportunidades. Isso é fundamental», precisou Patrice Trovoada na longa entrevista dada no barco da Bluesky-TMT.

Patrice Trovoada garantiu que no porto flutuante não deveriam operar navios de petróleo Mas a maioria dos 4 barcos que a Bluesky estacionou ao largo de São Tomé, era petroleiros. «Essa plataforma de transbodo de mercadoria que não são contentores nem produtos petrolíferos estou convencido que encontrará mercado no golfo da Guiné», declarou em Abril de 2012.

O ex-Primeiro Ministro disse mais «é evidente que nós vamos ter que finalizar o contrato». Algumas semanas depois, polémica tomou conta da actualidade nacional. Denuncias foram feitas, sobre a presença dos navios. Algumas instituições do Estado responsáveis pela fiscalizam dos navios que chegam ao país, deixaram entender que não tinham conhecimento do tipo de operações que os barcos ancorados ao largo da ilha realizavam.

O ex-Chefe do Governo, anunciou também que investidores como aqueles, querem transparência, menos corrupção, uma justiça a funcionar, qerem segurança, não querem pirataria.

No entanto os 4 navios acumularam dívidas para com a ENAPORT por taxa de estacionamento, na ordem de 300 mil dólares, e zarparam de São Tomé desde Dezembro do ano passado sem pagar nenhum tostão ao Estado são-tomense. Acto que contradiz a determinação manifestada pelo ex-Primeiro Ministro. « Esses barcos vêm cá e pagam, vão reforçar a capacidade do Estado a nível orçamental, para depois poder financiar alguns investimentos», disse Patrice Trovoada, em Abril de 2012.

Os ex-Ministros da Defesa Carlos Stock, da Saúde Ângela Pinheiro, e do Plano e Desenvolvimento Agostinho Fernandes, marcaram presença na visita ao barco que representava o início das operações do porto flutuante. A mesma empresa já tinha acordo com o anterior governo para explorar gás natural em São Tomé e Príncipe. Em parceria com o Governo da altura, criou a empresa “STP Gás Company Lda”, em que a  BLUESKY FLNG CORPORATION, S.A, sociedade por acções, com sede na Libéria, registada em Agosto 2011  detem 75% do capital social, e o Estado são-tomense apenas 25%.

Depois de 6 meses nas águas territoriais são-tomenses os barcos da Bluesky, abandonaram o país, logo a seguir a queda do décimo quarto governo constitucional.

O leitor tem acesso aos artigos publicados pelo jornal “Trade Winds” para melhor compreender o escândalo da TMT- BLUESKY/PORTO FLUTUANTE EM STP.

CLIQUE –TMT0001

Abel Veiga

    68 comentários

68 comentários

  1. Male

    6 de Junho de 2013 as 14:03

    Eu diria que nao so e o barco que foge da justica Internacional e encontra abrigo em Sao Tome bem como a propia pessoa do Ex-Primeiro Ministro.Para este individuo ja e altura de abertura de um mandato de captura Internacional bem como a instauracao de processos criminais ligados a corrupcao e abuso de poder.

    • João Carlos

      6 de Junho de 2013 as 15:48

      Caro,

      Posso saber onde é que tiras-te o teu curso de Direito? Tem mestrado ou doutoramente em Direito Internacional? Isso de ouvir as pessoas falarem e falarmos também porque é bonito, e parece chique, intelectual e tal, é muito triste.

    • edy

      6 de Junho de 2013 as 18:57

      Uma vergonha, povinho, partem para accao envez de debaterem coisinha entre vos.

    • Verdade Crua e Nua

      7 de Junho de 2013 as 10:12

      Deixemos de rodeios chamem ou intimem o Director da BLUESKS STP. O Salvador dos Ramos tem que falar. Ele sabe de todos os negócios.

  2. terra a mão

    6 de Junho de 2013 as 14:10

    Todos nós devíamos exigir que esta divida acumulada por essa tal empresa devia ser responsabilizada pelo sr.patrice trovada ,visto que ele enquanto chefe do governo não deveria permitir isto.Nós é que ficamos lesados,porque senão vejamos,onde é que esta o sr.patrice?na Europa….vagabundando plo mundo fora…enfim….
    Mas uma pergunta fica no ar..
    será que o srº patrice não terá recebido esse valor de mais de 300 mil dólares como seu??????deixando o povo pequeno ai a sua sorte e a Deus dará?
    Só com este valor já se conseguia resolver a problemática do orçamento geral do estado,mas enfim….Peço ao actual governo que chame responsabilidades civil e criminal contra o senhor patrice trovada.
    Deus que venha ao mundo …. a que se deve ,a que se paga……

    • Responsabilidade

      6 de Junho de 2013 as 22:39

      Senhor Gabriel Costa
      Tanta coisa que ouvimos que o senhor Pattrice Trovoada fez no Pais em prejuizo do povo e o senhor não toma nenhuma decisão? Nao será que o senhor está encobrir tudo para Trovoada? Fico com essa impressão porque senhor nomeou um Procurador do ADI para precisamente encobrir tudo- Nao é compreensivel tantos meses que o senhor ja esta no governo e os Adeistas continuarem soltos a fazer o que estão fazendo.

  3. atento ao dossier

    6 de Junho de 2013 as 14:11

    CAROS AMIGOS,A PROCISSÃO AINDA VAI NO ADRO
    ENTÃO AONDE ESTÃO ESTES QUATRO NAVIOS??
    FUGIRÃO CARREGADOS OU VAZIOS??
    SE CARREGADOS DE ONDE ERA O PETROLEO??
    E QUEM FOI O CLIENTE FINAL??
    E QUEM METEU O DINHEIRO AO BOLSO??
    ESPERAMOS PARA VER…

  4. O destemido

    6 de Junho de 2013 as 14:18

    Caro Jornalista! Situa-me só numa questão.
    Não eram esses mesmos barcos que o actual Ministro das Obras Públicas disse ser um bem negócio para o país e que iriam tentar a negociação? Em que ficamos então? Eu espero ver os documentos comprovativos e não um artigo de um jornal. Isso é o contra ataque das denúncias feitas aos seus chefes e as trapalhadas do Alcino Pinto?

  5. Bota

    6 de Junho de 2013 as 14:20

    Amigo ñ tem cabimento, pk que o atual Governo de( Gabriel Costa) já contactos de a empresa, e que estariam de volta para STomé . Inventa outra Abel.

  6. bem ni wê mali ni tlachi

    6 de Junho de 2013 as 14:32

    Mas uma vez que Ex primeiro ministro veio pra cabar com esse pais e com esse povo…Mas sabe o que faz…

  7. Ancrajoty

    6 de Junho de 2013 as 14:32

    Caro ADI
    O Povo santomense do qual voces fazem parte nao merecia nem merece esta inqualificavel TRAMOIA, do vosso lado. Venderam a vossa alma a um diabo que nem e’ carne nem e’ peixe de nome Patrice Trovoada, mas, asseguro-vos que muito em breve
    voces terao uma resposta adequada devido a vossa
    malvadez e com propositos ilicitos dado pelo proprio POVO de São Tomé e Principe.
    SOS para autoridades Judiciais, buscam o apoio da Interpol e fazem sentar o cabecilha e seus acolitos no banco de reu. Chegou a hora de dizer basta e que estamos fartos de tudo isto.

    • Carlitos

      6 de Junho de 2013 as 14:41

      Sr Ancrajoty,
      Eu não sou ADI mas quero perguntar o sr uma coisa? Barco Pagué onde é que está? Mercadorias que veio do brasil que podia matar gente? Arroz que nem dá pra cão comer (coitado de cão), Casa de Beirão no pantufo? Caso air são tomé? Caso dos gados? Caso GGA? Quer mais? Isso chega? Esses é que são os bons da fita? Coitado!

      • GR

        6 de Junho de 2013 as 16:43

        Não sei quem és, mas quero pedir ao senhor um favor. que nos mostra o tal arroz que nem o cão come…. Pensa primeiramente depois escreve,…. estás a insultar o teus próprios familiares, irmãos, primos e tios. chamando-lhes de cães. Quero ver o tal arroz que tu tanto falas, pega o tal arroz e leva a televisão, ou melhor mostra aos pessoais da inspeção económica…. A qualidade de um produto não se determina como está na sua débil cabeça,,, são feita utilizando normas e critérios( é uma engenharia assim se pode dizer). Estamos falando do barco, faça o comentário do arroz no artigo relacionado ao arroz. Muito obrigado.

      • Ancrajoty

        6 de Junho de 2013 as 17:22

        Sr. Carlitos
        Boa e’ a sua pergunta.
        Sinceramente nao o posso responder porque nao sou juiz e nem tenho vocacao para para este cargo. Somente no Tribunal e’ que podera obter a resposta desejada. Entretanto digo-lhe , e isto estou certo, que o povo santomense, inclusive o Sr, esta cansado e saturadissimo desta e outras falcatruas sempre em prejuizo do povo desta terra e por isso alguem tem que por travao nisto.

      • Rui Castro

        6 de Junho de 2013 as 19:45

        Meu amigo,tu dizes que não és do ADI e devo acreditar, mas gostaria de saber se é mesmo santomense? se sim acho que o senhor não é no mínimo honesto! Então as perguntas que faz não têm cabimento, grande parte delas são questões que foram submetidas a justiça e tiveram um desfecho, Quer estejamos de acordo com a decisão final ou não. Sendo um santomense que se preze devia o senhor é apelar que casos como este também devem subir as barras dos tribunais. Os famosos barcos de portos flutuantes que do porto não tem absolutamente nada senão exploração e contrabando de petróleo e gás que o povo de STP ainda não está a beneficiar mas algumas pessoas e sobretudo o senhor Patrice Trovoada tem vida feita com estes recursos soberanos do povo.Espero que alguém e por maioria da razão o governo da (RE)publica deve aproveitar esta denúncia e intyroduzir um processo-crime, contra o senhor Patrice Trovoada. Vamos ver aonde este dossier irá parar.
        Ja que não é do ADI diz ao seus amigos deste partido para deixar de sabotagem. Eles estão a introduzir no mercado o arroz em más condições que havia sido importado pelo governo do ADI e que grande parte ficou enchogado de água salgada aquando do naufragio de duas embarcações (lanchas) da enaport de fronte a Miramar ( praia perigosa) a dizer que se trata do arroz que acabou de chegar de Douala. Isto não se faz! É pura má fé! Não se brinca com a vida de um povo! Os senhores acham que se arroz vindo de Douala não tivesse a qualidade necessária para o consumo humano as autoridades aduaneiras, portuária, fiscais e sanitárias haviam de autorizar a saída doçporto e colocar a venda há mais de uma semana? Não viram que a vossa estratégia irá cair no redículo. Na verdade só alguns dirigentes do ADI sabem onde é que se encontra o arroz preto e mal cheiroso. Cuidado! Mucluclu fé xitchi mata sun dê êlê só pótó ni son plumelo, fui….

    • Alcino

      6 de Junho de 2013 as 14:59

      Eu sou Alcino mas não sou Pinto (Deus que me livre).
      Meus senhores o que Patrice e o seu governo fizeram em dois anos, em trinta e tal voces não fizeram. O que voces fizeram é delapidar o bem público e enriquecer. Abel, diz teu Pai Grande para marcar eleições para tirarmos esses abutres de onde nem deviam ter estado.

    • Carlitos

      6 de Junho de 2013 as 15:02

      Abel, quida lê ôoooooooooo!!! Pública meu comentário pá! fecha isso ou diz que só aceita comentários a favor dos teus patrões.

  8. Deus Mafoma

    6 de Junho de 2013 as 14:39

    Tas mesmo ao serviço do Pinto da Costa!Vê-se.

  9. verdade

    6 de Junho de 2013 as 14:40

    Credo Patrice! Militantes do ADI, abram olho, senão o Partice zarpa, tal como aqueles navios, e vocês ficam a “ver navios”, ops, nem isso!!!

  10. E. Santos

    6 de Junho de 2013 as 14:48

    Não vejo nada de estraordinário nesta notícia Abel.

    É bom ficarmos informados, mas isto ainda não incrimina ninguém, se é que é esta a tua pretenção.

    Só incriminará se ficarmos a saber que o 1-º ministro Patrice Trovoada tinha conhecimento da incapacidade da empresa operar com sucesso e agiu com má fé.

    Caso contrário, não há nada na lei que diga que as empresas estão proibidas de falir….

    Se as justiças dos vários paízes agiram e confiscaram os bens da TNT então, está resolvido o assunto.

    Agora, é preciso pensar que este negócio com STP poderia para eles representar uma lufada de ar fresco num negócio que já não lhes estava a correr bem.
    E para nós também ser uma vantagem, porque nos dias que correm quem quereia ir meter dinheiro para realizar operações num país tão estável como o nosso.
    E orisco de STP é tão grande que, coitados, se já estavam a afundar mergulhados em dívidas, com a suspensão do contrato em Dezembro pelo Governo de Gabriel Costa, aí é que se devem ter afundado ainda mais. Coitados.

    E é preciso dizer que eles não fugiram. Foi o Governo de Gabriel Costa que lhes deu ordem de expulsão. Convidou-lhes a se retirarem.

    Parem de fazer filme com tudo.

  11. E. Santos

    6 de Junho de 2013 as 14:49

    E ainda hoje fui forçado a comer arroz amarelo e partido do Sr. Delfim Neves.

    • ahahah

      6 de Junho de 2013 as 14:58

      O chefe p. trovouda esqueceu de enviar arroz branco comprido este mês? Tadinho… essa noticia não nada a ver com arroz mas sim com transportadora. Abre os olhos.

      • E. Santos

        6 de Junho de 2013 as 23:16

        não amigo. Não foi o Patrice que escreveu os termos do concurso ou os requisitos da compra do arroz.
        Foi mesmo o camarada Demóstenes. Pediu taxativa e claramente “arroz branco e comprido”
        Só que Delfim Neves não ligou esse requisito para nada, achou que éramos cegos ou como se costuma dizer “na terra de cegos quem tem olho é rei” e trouxe-nos este arroz amarelo e partido.
        Arroz branco e comprido é e será sempre diferente da qualidade amarelo e partido. E nós pagamos para ter melhor qualidade e deram-nos uma porcaria para comer.
        Vamos ser honestos…

        • ahahah

          7 de Junho de 2013 as 6:45

          Oh meu caro, eu estava me referindo ao arroz que o patrão do ADI envia aos seus vassalos para que esses passem a vida a criar caos e caos na nossa terra. Ao dinheiro que ele vos da para fazerem comentários ao seu favor sem pensarem no bem da vossa terra e do povo. Até parecem uma equipa de terroristas treinados para defenderem as ideias malucas do chefe, criando instabilidade em vários serviços com objective único de ganharem as eleições por qualquer custo. Entretanto, obrigado pela sua resposta.

          • h silva

            7 de Junho de 2013 as 13:15

            E.SANTOS so comenta o que lhe da jeito.Ate parece que as noticias sao sempre a msm.Deveria ir fazer comentarios no jornal do seu partido ,que assim dava mais jeito.Quero saber a tua opiniao em diversas materias.Nao responder coisas com coisas.Ate que gosto de alguns comentarios teus.Mas esse fizestes de palhaco

          • E. Santos

            7 de Junho de 2013 as 15:38

            Se o bem da nossa terra e do nosso POVO se resume a comer arroz amarelo e partido, leite impróprio para consumo, manteiga fora de prazo e ficar calados a assistir cada um a nos enganar de forma baixa e sórdida enquanto o país continua sem rumo, sem oportunidades, sem perspectivas e sem porcaria alguma…só com gatunagem, por conta destas pessoas,então meu amigo…prefiro o mal deste país.
            Quem sabe o mal (PT e ADI) conseguem ser melhor do que este bem que vocês nos querem impor a todo o custo.

    • GR

      6 de Junho de 2013 as 16:54

      Antes desculpa por fazer comentário dos vossos comentários…. é absurdos o vcs escrevem…… até parece que não fizeram a quarta classe…… está a se falar de um problema pontual. deves é dar a tua contribuição referente ao tema, e assim sairás a ganhar alguma coisa dando o teu contribuição e lendo a dos outros.
      Quanto ao arroz partido, como conhecedor da área concernente a segurança e qualidade alimentar este arroz não trará problemas a saúde, este arroz está certificado no laboratório onde nós mandamos sempre qd temos problemas de análises laboratoriais em camarões. a cor não determine a qualidade do produto.. O açúcar branco e castanho qual preferes?

      • E. Santos

        6 de Junho de 2013 as 23:25

        Se eu lhe pedir para ir ao supermercado comprar açúcar branco e você me trás açúcar mascavado…heheheheh…não será por acaso, certo?
        Então o meu rico Ministro D pede para comprarem para o seu tão amado POVO arroz branco e comprido e trazem-nos arroz amarelo e partido e você quer que fique por isso mesmo? Se o Tribunal é conivente pelo menos temos de demonstrar a nossa indignação. É o mínimo. Quem nos garante que a nossa saúde está em segurança???

        Já falei dos barcos mais acima, mas não me vou esquecer do arroz enquanto ele andar por aí a circular. Deviam ter vergonha.

        • ahahah

          7 de Junho de 2013 as 6:50

          E se um primeiro-ministro assina acordo para exploração de gás natural e promove coberturas de barcos internacionalmente procurados pela justiça e diz ao povo que os barcos são para porto das águas profundas, isso não será matéria para processo criminal?

    • Samuel

      6 de Junho de 2013 as 19:58

      Afinal comeste?
      Ja não é preto e mal cheiroso?
      Agora dizes que é amarelo e comeste?
      Na proxima semana vas chegar ao real da consciência e dizer a verdade sobre a qualidade do arroz que finalmente comeste.
      Muito bem!

      • E. Santos

        6 de Junho de 2013 as 23:29

        Vou repetir o que eu disse. Acho que Português não é tão difícil assim “E ainda hoje fui forçado a comer arroz amarelo e partido do Sr. Delfim Neves.”

        Comi com Deus na boca….a pedir ao Sr. que nada de mal me aconteça.

  12. pedro

    6 de Junho de 2013 as 14:54

    Será que tela nom acredita mesmo nessa sua campanha contra Patrice e ADI ou é a resposta do que ouve na rua contra o sistema político instalado em S. Tomé e Príncipe? Hoje alguém foge da justiça internacional e escolhe o nosso país como abrigo? Tela nom não viu o que aconteceu com os supostos traficantes de droga da Guiné Bissau? Aconselha-se ser mais rigoroso, isento, independente e sério.

  13. jose pedro

    6 de Junho de 2013 as 15:02

    Bem, não importa se o Tela Non está ou não ao serviço do Pinto da Costa, o que importa é que foram apresentados factos demonstrativos da teia de corrupção em que se encontra mergulhado o Patrice Trovoada e o seu Governo, algo que deve servir de reflexão a cada um dos cidadãos destas ilhas, para que não se deixar por promessas e discursos bonitos de campanha quando sabemos que depois´o resultado é este….

    • Arroz de pobre

      6 de Junho de 2013 as 15:18

      Não importa Sr. José? Já agora que factos? um artigo? Sinceramente, eu que estive a pensar que a taxa de analfabetismo estava a diminuir!!!!!!

  14. Estão Preparado ( Mé-zochi

    6 de Junho de 2013 as 15:03

    Abel, deixa de brincadeira e engano ao povo de S. Tomé e príncipe. Fala do arroz, mentira do Alcino pinto, corrupção no ministério do comércio, agricultura, infra-estrutura e 242 mil hectares da de gonga – para que mãos vão parar? Para que fim?

  15. ca de longe

    6 de Junho de 2013 as 15:26

    vocês estão a pagar pelo que merecem devia ser pior DIABO vos levam a todos

  16. 3 Macucu

    6 de Junho de 2013 as 15:27

    é mesmo assim alguns povitos gostam de gritar viva sem que o discursso acaba agora todos jà estao e ver que mao dereita levanta para dizer viva e mao esquerda desce para dizer abaixo vivar alguém nao quer dizer que esse individo é bonito e fala bom portugués, o que sai da sua boca e realidade que vamos ver no futuro mais tudo acontrario que vimos e estamos aver kéééééé santomé télàooooo

  17. A Vóz do Povo

    6 de Junho de 2013 as 15:34

    Muito sinceramente não vejo nada de extraordinário neste artigo e não vejo nada que indicia práticas de atos de corrupção por parte de Dr. Patrice Trovoada e os outros membros do XIV Governo Constitucional, mas os juristas saberão dizer melhor do que eu.

  18. jose pedro

    6 de Junho de 2013 as 15:51

    Ó senhor “Arroz de pobre”, creio que o mais ignorante é aquele que por conveniencia não vê o que é obvio……

    • Arroz de pobre

      6 de Junho de 2013 as 17:06

      Obvio é essa noticia (quer dizer, algo que acham noticia), estar a serviço do poder. Eu quero acreditar na sua inteligência para perceber isso.

  19. Chiquinho Cabral

    6 de Junho de 2013 as 15:55

    Só não entendo porquê não se avança com uma queixa crime e arrestação das pessoas envolvidas neste e noutros processos que causaram dados ao Estado Santomense. Para mim já esta mais do que na hora, da justiça funcionar nesta terra. Até onde vai parar o nosso marrasmo.

    • E. Santos

      6 de Junho de 2013 as 23:34

      Dizes bem. Justiça funcionar. Não se manda as pessoas para cadeia para nos livrarmos delas porque elas nos incomodam de alguma forma….temos de agir com elevação e só fazer isso quando houver provas. Não contos de Jornal.

  20. Barão de Água Izé

    6 de Junho de 2013 as 16:38

    Governar de olhos fechados mas de bolsos abertos. Foi o que se passou. Então aparecem, sem mais nem menos(?), navios de grande porte e o governo não trata de saber da sua situação, da sua legalidade? A troco de taxas de estadia, o Governo olhas para o lado? Imaginemos que eram navios que recolhiam o resultado da pirataria no golfo da Guiné, como ficaria a imagem de STP? Ainda há muita coisa a esclarecer, e só o Sr. Trovoada saberá esclarecer, se assim quiser.

  21. Kúa de BôBô Só.....mordomiaaaa

    6 de Junho de 2013 as 17:07

    Acho melhor mudarem de estratégia porque estão a perder em todas as frentes…quanto mais falam do ADI e do Patrice Trovoada, mais popularidade eles ganham, eles estão a se fazerem de vítimas e as vítimas são sempre protegidas e defendidas…É que fica claro aos olhos nus que téla nón tomou lugar de MLSTP, PCD e MDFM. Estes sim são partidos políticos… Publique…

  22. Revoltado e indignado

    6 de Junho de 2013 as 17:08

    Sinceramente gostaria que o Ministério Publico, a PIC, Interpol começassem a investigar. Eu não sou fã do Patrice Trovoada não o acho santo nem quero acreditar sem provas que ele seja este diabo, aldrabão e tudo mais que se ser lhe imputar, de modo que exorto as autoridades de uma vez por toda a iniciar investigações, apurar responsabilidades…poder-se-á encontrar muito mais coisa ou se não tudo isso não passar de “fogo de palha”. Srs Magistrados, agem por favor, o país é de todos nós, queremos todos viver aqui com dignidade. Os barcos devem ao país, então que se busque forma de cobrar o valor da divida, que se responsabilize ou areste bens de pessoas implicadas. Somos míseros mas muitos de nós esta deixando o país pior e todos estamos a ver e ficar nos bares papa-figo, avenida, parque popular como autênticos juízos de causas com réus ausentes; só falando mal dos que não estão presentes.

  23. jovens de 90 anos

    6 de Junho de 2013 as 17:14

    e triste essa cituaçao , o que mais me doi nao e o facto de coisas anomolas estarem acontecendo , e a falta de uniao que nos nao temos , se o A d i fez mal para justificar desemos outros partidos fiserao ninguem fez a seguinte pergunta EM QUEM VAMOS COMFIAR ,e altura de prestar comtas quem erou tem que pagar por seu erro . eu acredito povo de s tome que nos resta um pouco de degnidade e hora de disermos basta . o que esta acontesendo com nosco eramos jente honesta , humilde e imparcial .

  24. Úsua temperada

    6 de Junho de 2013 as 17:20

    Gostaria de perguntar ao téla nón porquê que não metem os comentários? Isso demonstra que esse jornal é uma farça ou assim se tornou………….

  25. Úsua temperada

    6 de Junho de 2013 as 17:21

    Queria dizer “farsa”…………….

  26. jovens de 90 anos

    6 de Junho de 2013 as 17:21

    POVO UNIDO JAMAIS SERA VENCIDO
    ABAIXO POLITICA SUJA
    ABAIXO FALCIDADE
    ABAIXO POBRESA
    ABAIXO ABOIXO POLITICOS LADRAO
    ABAIXO JENTE SEM DÒ NEM PIEDADE DOS MAIS DESFAVORECIDO.

  27. Original

    6 de Junho de 2013 as 18:54

    Brinca-se com tanta coisa de responsabilidade neste País que qualquer dia isto vai cheirar mal a todos.

  28. Mé plêto

    6 de Junho de 2013 as 19:53

    Já tinha saudades do Primeiro Ministro Patrice Trovoada, obrigado téla nón por matar-nos a saudade deste grande filho da terra. É sempre bom ir mostrando de vez em quando a sua fotografia para nós não esquecermos dele….

  29. minus

    6 de Junho de 2013 as 20:21

    quem sao os bobos da corte que ao capricho ( bel prazer) de sua majestade fazem as delicias dos leitores do tela nom? eu nao sei dizer,porem, o que sei e que a muita palhacada nessa pagina e hilariante e gozado…

  30. Desgraçado

    6 de Junho de 2013 as 20:56

    Já não sei como descrever Patrice e os seus bufos miseráveis, mas sei que justiça será feita, tenho fé que ela será feita, varela você era exemplo para jovens mas agora jovens quero te ver condenado da mesma forma como será o
    Patrice…

  31. Antagónico

    6 de Junho de 2013 as 21:44

    Quem é Patrice Trovoada?
    R: É o maior corrupto que já se conheceu na senda política de São Tomé e Príncipe. Alguém venera Patrice Trovoada?
    R: Sim, muitos; Sobre tudo aqueles que têm cara de pau e desavergonhado.
    Alguma vez o Patrice Trovoada esteve no barco.
    R: Sim, dia e noite com alguns dos seus aliados, no contrabando noturno e enganando o povo de São Tomé e Príncipe.
    O Patrice Trovoada teria recebido algum benefício financeiro desse ato?
    R: Esse e os outros atos e tanto é que, além do Salario e subsídios que os ex-ministros tinham direito, o tal corrupto pagava valor acrescendo aos mesmos ministros em dólar, alcançou um rendimento nunca visto, encontra-se radicado em Portugal numa propriedade que comprou em Cash, “pronto pagamento”.
    O Estado Santomense deveria punir esses atos cometidos pelo Patrice Trovoada?
    R: 90% dos santomenses concordam que se comunique a Interpol e a GNR para repatriamento deste de forma a ser julgado em São Tomé e Príncipe.
    Ps: Não tenho cor partidária, conheço bem a vida do Patrice Trovoada e sinto-me triste como existe santomense que venera Patrice Trovoada….

    • E. Santos

      6 de Junho de 2013 as 23:42

      Como diziam os FAPLA “Mostra papel cu foto”.
      Ninguém o venera meu amigo. Só não estamos disponíveis para acreditar em qualquer anedota que vocês vêm dizer.
      Mais a mais quando a vossa credibilidade é ZERO.
      Alguém, por acaso vai acreditar em quem lhe dá arroz amarelo e partido para comer? Ou vai buscar 7 milhões e fica com 2 ainda no caminho e não entrega tudo o que lhe deram para entregar? Dá para acreditar?

      • ahahah

        7 de Junho de 2013 as 6:59

        Estranho é ver alguém que se parecendo inteligente com você se disponibilizarem para acreditar em qualquer anedota que o P. Trovoada vos disser.

        • E. Santos

          7 de Junho de 2013 as 15:43

          Atenção, não confunda coisas. Não acreditar em PCD, MLSTP ou neste Governo sem rumo, não significa acreditar Piamente no PT e ADI.
          Acredito sim, em coisas que foram visíveis, e que se estavam a ver os frutos da boa Governação deles.
          Não sou o único, todas as entidades parceiras de STP interna e internacionalmente reconheceram.
          Não foi conversa de Patrice Trovoada. Não é na conversa dele que estamos a acreditar.
          Há relatórios de entidades isentas e alheias as nossas baixarias. Não têm porque mentir. E eu acredito, claro.

  32. Pedro Simões

    6 de Junho de 2013 as 22:11

    Fiquei tão expectante de manhã com o anúncio de uma bomba que o téla nón teria sobre os barcos, que fiquei um pouco dececionado quando li este artigo, isto porque estava a espera de atos de corrupção por parte do Patrice Trovoada e dos seus ministros de modo a calar esses defensores do ADI de uma vez para todas e nada, isto não significa nada. E acho mesmo que estas notícias só fortalecem e dão mais publicidade ao ADI….

  33. esanto

    6 de Junho de 2013 as 23:11

    Será que não estão a dar conta que desta forma o povo jamais esquecerá o ADI e o seu líder Patrice Trovoada? Acho melhor ignorar esses ADÍstas, é exatamente isto que eles querem Publicidade… Este artigo não lhes criam problemas de forma alguma, fica a parecer mais uma perseguição. Pensem comigo: A maioria da população acha que houve um assalto ao poder, isto é, o ADI foi vítima, pior ainda quando mesmo fora do poder continuam a ser perseguidos…assim o povo estará sempre com eles…acordam meus senhores….

  34. jawikler

    7 de Junho de 2013 as 1:06

    eu acho que esse país só muda, mudando todas as cabeças dos poder!

    • Ké, di Vá plegá cú pávu.

      10 de Junho de 2013 as 13:08

      Você em tua casa já é um poder. Concordarias com essa mudança?

  35. zeme Almeida

    7 de Junho de 2013 as 2:00

    Somos mesmos atrazados sem mentalidade para o desnvolvimento.

  36. zeme Almeida

    7 de Junho de 2013 as 2:07

    Com todos estes ataques apoiados pelo Jornal Tela-Non do Abel Veiga,a cada dia que passam o ADI e o Patrice Trovoada, estao a ganhar mais popularidade.O povo agradece

    • ahahah

      7 de Junho de 2013 as 7:08

      Tem razão sr. Zeme Almeida. Devem estar a crescer de pessoas que adoram andar de vendas nos olhos para não ver os pobres do chefe, como o seu caso.

  37. zeme Almeida

    7 de Junho de 2013 as 2:08

    Popularidades{quiz eu dizer}

  38. Bingo

    7 de Junho de 2013 as 4:28

    SIM, SIM…Quanto mais corrupto, mais popular, nao é, senhor Zeme Almeida?
    E andam aí a falar do arroz para tapar os olhos das pessoas…hipócritas!

  39. Verdade Crua e Nua

    7 de Junho de 2013 as 10:10

    “STP Gás Company Lda”, em que a BLUESKY FLNG CORPORATION, S.A, sociedade por acções, com sede na Libéria, registada em Agosto 2011 detem 75% do capital social, e o Estado são-tomense apenas 25%. Este mesmo País foi visitado de forma clandestina por Salvador dos Ramos cinco (5) vez, em visitas privadas sem orientação do Chefe do Estado.

    FOI LÁ FAZER O QUÊ?

  40. Brillho

    7 de Junho de 2013 as 11:30

    Meus caros leitores do Tela Non, é bom que saibam que os 300 Mil que se veem repetindo como a divida dos navio gigantes para com a ENAPORT constitui uma migalha, pois que quando se sabe que este valor é o valor arquitectado e orientado pela a anterior Administração e não só, ao menino comercial para a emissão das facturas. Enquanto que, sabe-se de que por cada um dos Navios daqueles e pelo o tempo real que do qual ai permaneceram nas nossas águas a ENAPORT deveria arrecardar cerca de 500.000 Dolares. Agora se são 3 0u 6 navios é só uma questão de multiplicar pelas quantidades. Agora pergunta-se quanto é que o tesouro público perdeu em temos de imposto de consumo?

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo