Sociedade

28 burros chegaram ao país para carregar cargas

Angola ofereceu à São Tomé e Príncipe, 28 burros. Um animal que desempenha papel importante no trabalho agrícola, ainda mais no país onde não há acessibilidade, em termos de estrada asfaltada para muitas comunidades agrícolas.

Os 28 burros estão em quarentena no centro de Nova Olinda. Para além de carga agrícola, e o seu transporte os burros que Angola ofereceu podem contribuir para a actividade turística. «podemos adoptá-los para o turismo, também servirá para transportar carga, apoiar os pequenos agricultores no transporte de produtos» explicou Natalina Vera Cruz, técnica da direcção da pecuária.

Bendsaizon Lima

    107 comentários

107 comentários

  1. Jornalista Amador

    22 de Agosto de 2013 as 15:31

    De facto nós merecemos mesmo….. somos mesmo burros.
    Que vergonha, meus senhores, tenha vergonha.
    Para que serve as vossa licenciaturas, mestrados e doutoramentos….. veja humilhação….. isso é vergonhoso…..

    • Martelo da Justiça

      22 de Agosto de 2013 as 16:27

      Não compreendo tanta indignação desse senhor ou senhora a não ser uma mera vontade de contestar e criticar tudo. Realmente nas nossas condições atuais e se forem bem utilizados esses animais poderão dar um grande contributo ao desenvolvimento rural de São Tomé e Príncipe. Eu prefiro esse tipo de ajudas e não dinheiro em espécie que muitos ficam a espera de Angola para meter nos seus bolsos. Já o outro dizia “E o burro sou eu!!!ahahahah)

      • papagaio

        22 de Agosto de 2013 as 18:28

        EU sou papagaio,vou te explicar o que esta acontecer neste ano de 2013,o nosso governo tem olhos posto no no mundo lá fora pedindo esmola,de tanto pedir inglaterra ofereceu «PORCOS»,brasil ofereceu «VACAS»A angola ofereceu «BURROS» …
        Tradução:porcos…deixem de serem nogento.
        vacas…deixem de ser mão de vaca com um paraiso tropical desses.
        Burro…aprendem conosco santolas.

        • Vagi Ngola

          23 de Agosto de 2013 as 9:58

          Concordo consigo! Hahahahahahhahaahh!

        • soldado

          23 de Agosto de 2013 as 18:52

          não me caro Papagaio…, Vacas é pra nós deixar-mos de mudar de Governo como as vacas mudam de…. kakakakaka

        • ito

          29 de Agosto de 2013 as 14:23

          digo mais existem emigrante em inglaterra que querem mandar bons carros apartir do referido pais para ajudar os seus parentes agricultores e o governo com uma lei estupida nao deixa os carros proviniente dete pais entrarem.

      • CAUE-A-PAGUEÇAGINON

        24 de Agosto de 2013 as 8:36

        Também concordo consigo Martelo da Justiça!
        Já ao senhor Bendsaizon! O senhor não consegue escrever dois parágrafos de notícia sem erros de escrita? Comno é que senhor está a colaborar num jornal com este nível que senhor evidencia?

        *adaptá-los; *direcção…

      • Jornalista Amador

        25 de Agosto de 2013 as 8:57

        O que me deixa indignado, não são os burros, não é oferta de Angola ( com boa ou má intenção)…. por favor lê bem noticia como ela foi publicada, mas ler mesmo sem querer criticar ou discordar apenas para contrariar,
        Acha que um pais como STP mesmo pobre, onde existe tantos desperdiço em tudo ( nem vou citar para não fugirmos do ponto central)…. como cidadão normal, devemos agradecer quem nos chamou de burro, desculpa quem nos ofereceu burro ou agradecer quem com alta qualidade e profissionalismo publicou noticia e a forma como publicou? Por favor faça analise de consciencia

    • graca

      24 de Agosto de 2013 as 7:58

      parece-me coicedencia a mais…
      se nao vejamos…
      A mucao de sensura deu entrada no dia 26 de Julho , no dia 22 chegarao Os 28 burros.
      portanto 22deJulho para 26 de Agosto Sao:28dias
      igual a soma de 21 deputados para mlstp e 7para o pcd= n°28
      Os nossos deputados estiverao de quarentena na quinta …
      os burros vindo de Angola estao de quarentema igualnente na quinta …

      os numeros falam por se…
      deveriamos tirar alguma licao para que no futuro nao aconteca o mesmo sucesso dos burros Angolano tenhem tido em stp

    • buterfly

      24 de Agosto de 2013 as 21:29

      aplaudido vergonhoso muito vergonhoso burros envez d trataren d concertar estradas p o melhoramento da situacao agricula d pais aceitam BURROS poq claro tbm sao BURROS,POQ n foram pedir maquinas que tbm ajudam muito n agricultura saotomenses ja estao a passar dos limites enquanto que o mundo vai acabar poq j se inventou e inventa-se muita coisa ca fora em stp o mundo nem comecou ainda vivem n tempo primitivo, existe uma campanha num pais onde ainda se pode ter uma vida digna e onde a verdadeira democracia existe contra trabalhos ardos feitos por esses animais e em stp ……………………..poxa gente ipocrita ja nem digo mas nada crescen e aparecen pfv

  2. Preguiçoso!

    22 de Agosto de 2013 as 15:43

    28 burros:
    21 de MLSTP + 7 de PCD. desta vez ANGOLA acertou em cheio.
    Ahahahahahahahahahahahah

    • Joice Torres

      22 de Agosto de 2013 as 19:00

      Esses senhores deveriam passar a usar o burro como o seu principal meio de transporte de modo a poupar o errario publico com os custos de viaturas os mesmos usam.

      Sinceramente que nos tempos de hoje oferecer burros a um pais como o nosso deve ter o seu significado.

    • graca

      22 de Agosto de 2013 as 19:49

      Bingo !…
      nossa!..nossa !…
      assim voce me maata…
      por pouco acertavam na lotaria!…
      que pena !…nao terem mandado a conta certa…
      …ate me parece uma boa ideia

    • graca

      23 de Agosto de 2013 as 1:21

      quado a esmola e muito o pobre deconfia!…
      sao burros amais para meu gosto…
      deixem de passar toda hora a pedir….
      comecem a trabalhar …
      paressem filhos de um cego…
      depois da no que da…
      a dignidade nao se da ,nao se vende , e nunca se compra…
      por favor ; meus senhores…
      parem de fazer mais vergonha a este povo!…

    • rsrsrsrrrs

      23 de Agosto de 2013 as 8:11

      Meu amigo acertou em cheio à minha ideia.
      28 deputados…(burros)!

    • Uê dono

      23 de Agosto de 2013 as 9:56

      Fradique anda na sua praia das Conchas muito aborrecido com o MLSTP e PCD.

      MLSTP e PCD orientou Gabriel para pedir apenas 28 e MDFM é o caso perdido. Logo, 28 burros. 21 para MLSTP e 7 para o PCD.

      Fradique, beba o wiski e põe a sua boca no trombone. Você também tem direito. Exija o teu direito. Você também faz parte da troika governamental. O único deputado do MDFM também tem direito.

      Viva pimêro, o gajo é mesmo dinâmico.

      • buterfly

        24 de Agosto de 2013 as 21:42

        o que q o sr Fradique fez em STP ???????
        haaahahhaaaa nada

      • buterfly

        24 de Agosto de 2013 as 21:56

        Realmente os politicos saotomenses deviam aproveitar esses burros (oportunistas como sempre) para transporte pessoal deles pq vejam bem vem com tecnologia de ponta sensor de chuva alta cilindrada um enorma travao de mao ar condicionado automatico a buzina nao fica atraz estofos de camurca “lamento o meu pc n tem c cedilha” anticruise GPS com map de sao tome e google map radio com entrada de usb “tudo isso no burro” direccao hidraulica enfim muito mais

        • Jóia rara

          26 de Agosto de 2013 as 9:08

          Não é só ç é tudo mesmo, tens que ler antes de publicar meu caro butterfly.
          Vocês só vêem o lado mau da coisa, os burros podem realmente ser uma ajuda aos agricultores contanto que sejam destinados para agricultra mesmo e não para cada um desses corruptos fazerem deles animais de estimação nas suas quintas.

    • melo

      23 de Agosto de 2013 as 11:29

      Eles viram que apenas os do ADI é que não são burros.
      os do ADI vão andar apé

  3. joão pedro

    22 de Agosto de 2013 as 16:12

    Isso é no minimo patético. Chama-se a isso desenvolvimento progressivo.O país está a evoluir ao todo vapor. Viva o governo do Gabriel Costa, assim é que se mostra trabalho,mendigando burros para os agricultores e 4×4 para os teus aliados.Agora pergunto os agricultores vão alimentar o burro com que recurso? Deixam de fazer o povo de parvo.

  4. Burro mor

    22 de Agosto de 2013 as 16:26

    Eu, Burro mor, representante dos burros de São Tomé, venho apresentar o meu protesto, pois Angola não tem que mandar seus burros para nosso país.

    Nós já temos burros que chegue aqui e não precisámos dos burros Angolanos

  5. stp

    22 de Agosto de 2013 as 16:49

    Mais burros…já temos burros que chegue nesse País, meus senhores.

  6. stp

    22 de Agosto de 2013 as 16:50

    …burros para animais de estimação também explicou Natalina Vera Cruz, técnica da deirecção da pecuária.O tela non está a ocultar algo que todos ouvimos.

  7. António Silva

    22 de Agosto de 2013 as 16:50

    Se calhar estes são mais espertos do que muito daqueles (humanos) que temos no pais.

  8. VIOGO

    22 de Agosto de 2013 as 17:16

    Isso é para tratar-nos todos burros. De tpo a base. O que fazemos com buirros em termos de prioriade e utilidasde… patetas.

  9. original

    22 de Agosto de 2013 as 17:43

    Por acaso foi mesmo oferecido animais que merecemos.

  10. joão pedro

    22 de Agosto de 2013 as 18:38

    Grande falta de respeito para o país.
    Eu tenho vergonha deste governo.
    Se fossem burros para jardim zoológico,tudo bem,ora para transporte de cargas!!!?
    Em primeira analíse os agricultores precisam é de creditos agricolas. Agora burros!!!! Estamos na idade mediaval? Este governo perdeu o norte.Olhe não seria má ideia se voces usassem esses burros como os vossos meios de transporte para o parlamwento.Só que falta mais um para perfazerem 29.

  11. graca

    22 de Agosto de 2013 as 19:21

    essa oferta ven mesmo a calhar!…
    Os angolanos ainda acham que somos poucos burros….
    meus senhores abram os olhos …

    quem nao sente nao pode ser filho de boa gente.

  12. Tome Gomes

    22 de Agosto de 2013 as 19:22

    Angola quis simplesmente gozar com o governo de Gabriel Costa, nao pode ser outra coisa.

    Usavam-se burros como meio de transporte de mercadorias e para outros fins ha seculos atras quando nao exitiam outros meios de transporte.

    Porque nao Angola nao ofereceu tratores, equipamentos agriculas ou autocarros para transportes de pessoas ou outros fins.

    Realmente meter dinheiro nas maos dessa gente nao e nada recomendavel mas oferecer burros e um grande insulto aos governantes e o PR tambem nao fica de fora.

    O povo apesar de pobre merece um tratamento mais digno. Os dirigentes podem ficar com os burros para si que o povo nao os quer porque prefere outra coisa.

    E porque nao recusar esses burros e sugerir outros equipamentos em troca?

  13. Barão de Água Izé

    22 de Agosto de 2013 as 19:25

    Nem tudo o que se escreve no Tela Non terá que ser sério. Para descontrair também vale sempre uma boa piada! Burros? Só 28? Pobre está Angola. Ainda se fosse uma manada deles…..
    A não ser que este venham competir politicamente com os que já cá estavam….

  14. Mé Gueba

    22 de Agosto de 2013 as 19:37

    acredito que os animais nao sao assim tao burros.
    acredito q sao mais honesto, mais trabalhadores, que muitos santolas.
    de preguiça este burro nao tem nada.
    quem me dera que santolas trabalhassem como burros.
    neste momento estariamos bem a frente bem afrente e longe da miseria

  15. calonga

    22 de Agosto de 2013 as 20:13

    estes burros oferecidos por Angola é pra juntar aqueles k ja lá estao, embora que nao são poucos ja que os macacos estao todos fora do país.

  16. António Silva

    22 de Agosto de 2013 as 21:11

    Só falta nos oferecer URUBUS. Aliás já temos muitos e são aqueles domésticos que acham que já não são “URUBUS” e o país vai-se afundando.

  17. sem medo

    22 de Agosto de 2013 as 21:33

    meu Deus o que chegamos oferecer burros na era colonial haviam tanto burros e cavalos nas roças comeram tudo agora oferecem-nos burros realmente quem ofereceu te razão somos burros

  18. .A. Gomes

    22 de Agosto de 2013 as 22:08

    Concordo com Angola
    O primeiro Burro, vai assessorar o Presidente da Assembleia
    O Segundo burro, vai assessorar o 1º ministro
    O 3º burro vais assessorar os outros órgãos de soberania e o resto de burros vão assessorar os Ministros.
    Quando algum deputado faltar, os burros poderão substituir também.
    Vão ver que até 2016 o país estará na lista dos países desenvolvidos.
    Agora em vez de 187 mil habitantes que o recenseamento apurou, somos 187 mil e 28.
    Welcome to S.Tomé Mister and Ms. Burros(as)
    A.Gomes

  19. Jose Silva

    22 de Agosto de 2013 as 22:11

    Esse jornal e’ lido por todos os estrangeiros e santolas interessados ou nao em Sao tome e Principe. Ate os angolanos tambem leem isso de certeza. Voces dizem que sao intelectuais, educados, esclarecidos e que querem o bem para o vosso pais – STP. Olhem so quao mal agradecidos estao a ser. Se alguem vos oferece pao, diamante ou burro. Acho que devem agradecer (pouco ou muito serve) em vez de reclamarem eternamente. Que especie de nacionalistas sao ? Credo terra, credo voces os santomenses que vivem fora

    • Sonhador

      23 de Agosto de 2013 as 0:43

      Achas mesmo que S.Tomé precisa de mais burros?

    • Pen Drive

      23 de Agosto de 2013 as 7:57

      Nós os santomenses podemos ser de tudo mas mal agradecidos, não. Os angolanos nunca nos deram nada de borlas senão burros!E eu sou demasiado santomense e vivo no meu País!

    • joão pedro

      23 de Agosto de 2013 as 10:13

      Existem ofertas que ofensivas a nossa honra e dignidade.Tudo bem que o governo é que pediu,fezmal.
      Imagine você que alguém te oferece um par de chifres de boi?

      • joão pedro

        23 de Agosto de 2013 as 10:47

        Quiz dizer,”…que são ofensivas…”

    • buterfly

      24 de Agosto de 2013 as 22:27

      Caro Jose Silva n culpamos os Angolanos os Angolanos n tem culpa q os nossos governantes poseram o nosso pais n extrema miseria. vejamos quando foram la mendigar que n ha boas condicoes em termos de estradas p os agricultores pq q n demonstraram boa vontade de querer ajuda em relacao ao melhoramento de estradas????? eles sao maus amigo, hoje em dia ja n se usa esse sistema.

  20. luisó

    22 de Agosto de 2013 as 22:12

    Já chega de burros…

  21. elsa

    22 de Agosto de 2013 as 23:55

    burro selvagens,
    Não precisamos de burro para turismo, inventem outra baboseira!
    Burros selvagens, podem morder as pessoas, veem de ambiente de guerra, com costumes de ouvirem sons de armas pesadas!
    O que fazer com estes animais

    • Eduardo Fernando

      11 de Outubro de 2013 as 22:30

      Sou angolano e acabei de tomar contacto com essa matéria, algo polémica. Estou triste e algo revoltado com o teor de muitos comentários porque, sendo maior (acima dos 50 anos), nunca vi essa espécie de animais(prestáveis) em número tão elevado no meu país. Ademais, em Angola usamos bois na agricultura e na transportacao. Se algum angolano ofereceu os burros, pela certa comprou-os noutra paragem, não vieram directamente de Angola. Logo, os 28 burros não podem ter vindo de Angola, a pátria de Agostinho Neto, porque não é nossa tradição criar burros, mas sim: bois, cabritos, carneiros; deveis encontrar internamente as soluções para os vossos problemas e não dizer impropérios ao país irmão. Passamos anos dificílimos, é verdade, mas vencemos todas as adversidades e hoje estamos empenhados na reconstrução do nosso belo e portentoso país, solidários com as forças progressistas do mundo.

  22. Stwart Afonso

    23 de Agosto de 2013 as 0:20

    Viva a cooperação sul sul.
    Porquê reclamar?
    Afinal o numéro esta certo. 28 burros, façam as contas.

  23. ferpenapandopo

    23 de Agosto de 2013 as 2:49

    Futura composição parlamentar será ???
    Eu bem vos alertei para a grande influencia que Angola estava a ter em S. Tomé,de uma assentada são 28,o resto esperem para ver.

    • graca

      23 de Agosto de 2013 as 19:22

      ver para crer!…
      nesta troica pr ,mlstp,pcd e mdfm
      tudo acontece …
      1° morcegos gegantes que provocam apagao…
      2° arroz da norte …
      3° oclos de praia na assembleia…
      4° aquisicao de 28 burros Angolanos…
      … a intencao tem um sentido conotativo muito forte!…
      Justamente por ser igual ao numeros de
      deputados do mlstp+ pcd apenas faltando dois… para ser a conta certa…
      …o pior burro, aquele que abandonou a escola…
      o mundo tambem pode ser uma escla…
      Deus queira que os burros que nos ofertarao nao sejam velhos…
      porque os burros velhos ja mai conseguimos fazer nada deles…
      se …sendo velhos nunca mais aprendem…

  24. Zé Maria

    23 de Agosto de 2013 as 3:26

    Lamento, a visão dos nossos pares a respeito do assunto.
    Existem pessoas que ainda advogam o entendimento de que os animais devem ser destratados a ponto de servirem de meio de transporte?
    Maus tratos a pobres animais que nada fazem de mal ao homem? Devem eles sofrer pela incompetência dos nossos gestores públicos? Daqueles que dirigem o país desde 1975 até a presente data sem qualquer politica de transporte e transito?
    É por essa e outras que havia ficado longe dessa página. Vamos abrir a nossa mente. Vamos ler jornais, revistas…
    Inacreditável tamanha ignorância…Quando penso, já li de tudo, chego a esse espaço e percebo que não. O burro não nasceu para ser objeto de exploração de nenhum ser humano. Quer fazer algum animal de meio de transporte para locais de dificil acesso?
    Os burros também possuem cérebro (sistema nervoso, experimentam os mesmos sentimentos humanos: dor, cansaço, alegria, tristeza)…
    Cadê educação ambiental?

  25. Ralph

    23 de Agosto de 2013 as 5:01

    Consigo ver que muitas de vocés estão ofendidas. Mas isto conseguiria ser pior. O meu pais da Australia conseguisse mandar-vos cangarus, os quais não são bons para fazer qualquer coisa produtiva. Pelo menos vocés receberão alguns animais que vão estar uteis.

  26. Pen Drive

    23 de Agosto de 2013 as 7:53

    Os burros chegaram mais cedo que gás natural quando a SONANGOL não o importou de propósito.

    • Manuel

      23 de Agosto de 2013 as 15:25

      Africa do sul vai oferecer 1 elefante! Para que será? Lotaria.

      • buterfly

        24 de Agosto de 2013 as 22:35

        Manel ja vi q vou realizar meu grande sonho de abrir um grande zoo em stp.ja tenho BURROS, Vem ai elefantes alguem diz k Australia vai dar canguru quero ouvir mais ofertas.

  27. Homem do campo

    23 de Agosto de 2013 as 8:32

    Meus caros
    Com todo respeito que julgo que estes comentários devam receber quero dizer-vos que muitos dos comentários são reveladores de um total desconhecimento da realidade agricola deste país.
    1. O nosso país, num passado recente, teve burros que eram utilizados na agricultura como animal de tracção,
    2. Existem pequenos agricultores que fazem mais de 3Km carregando na cabeça sacos e mais sacos de banana, matabala e outros produtos agricolas e em terrenos declinados.
    Creio que se estes agricultores forem beneficiados com um ou dois burros eles teriam a sua vida mais facilitada.
    Por vezes temos que ter a corragem de tentar conhecer o meio rural e depois julgar o proposito de determinadas doações. Por ser conhecedor do campo/mato estou certo que muitos agricultores aguardam com ansiedade serem beneficiadores de, no minimo, um animal destes.
    Saudações

  28. Flá ceto

    23 de Agosto de 2013 as 9:34

    Mas será que o governo de Gabriel Costa não percebeu a mensagem?Fizeram ofensiva a Angola pedindo de joelhos que este país financiasse o seu orçamento que se apelidou dum grande e importante orçamento. Convidaram os Empresários angolanos a investirem em STP. Esses vieram para que o governo lhes indicasse as prioridades e as áreas de investimento. Coitados dos Angolanos ao invés de lhes ter sido dado já o trabalho de casa feito, foi-se passeando com eles numa clara acção de turismo. E fala-se que os mesmo saíram decepcionados pois não deviam ser eles a fazer o trabalho de casa para o governo; Outro tem a ver com as reclamações que os dirigentes Angolanos vêm fazendo há já algum tempo que se prende com a má gestão que os dirigentes Santomenses tem feito das ajudas que foram dadas a STP. E continuam a pedir,pedir. Um terceiro caso tem a ver com a cega e mais besta forma de fazer política em STP, com instabilidade permanente e quedas sucessivas de governo. Daí que resposta das autoridades Angolanas, que não só é das autoridades Angolanas, mas é também do povo Angolano, vem no sentido de alertar o´grau de burreza que tem infestado a classe política deste país.Vinte e nove deputados porque queriam taxos,decidiram deixar cair o governo desnecessariamente numa clara vaidade e pura ignorância pondo em causa o futuro colectivo. E agora? O sr Alcino Pinto devia pegar no primeiro burro que saiu do avião cargueiro, os restantes 27 burros seriam montados por outros 27 deputados do MLSTP e PCD, saindo do aeroporto a cidade capital e o único deputado do MDFM, viria a correr seguindo o desfile, pois é o parente pobre da interpartidária. Viva Angola.

    • emiliano-

      24 de Agosto de 2013 as 10:43

      Credo gente. que tristeza,aonde vamos parar com esse tipo de gente.
      A todos aqueles que nos oferecem coisas que no mínimo possam nos ajudar a criar riqueza e a ajudar aqueles que de facto trabalham e contribuem para abastecer o nosso mercado muito obrigado e que se por ventura tiverem acesso ao Tela Nom desvalorizem determinados comportamentos,porque aqueles só querem boa vida e não contribuem em nada para o desenvolvimento do

  29. voz do povo

    23 de Agosto de 2013 as 9:34

    pois né… Agora só faltam mais 27 para se oferecer um burro pra cada DEPUTADO chimboto que temos.

  30. feijoada

    23 de Agosto de 2013 as 9:54

    Falta um burro. MLSTP e PCD so pediram burros para os seus deputados. Esqueceram do MDFM. Acredito q dentro de dias chegará mais um burro para substituir os deputados da troika. Acertado.
    Só quem é burro que não entendeu esta oferta.
    Justamente 28? (22 + 6) que engraçado. Até Gil Costa vai ter um burro. Que pouca vergonha. Ê ssaaa cada cûa!!!

  31. Bubo Na Tchu

    23 de Agosto de 2013 as 9:57

    Hei, nao reclamem. A Assembleia Nacional pediu e aqui esta a ajuda. Nao se notara quando for a troca dos deputados da Troica . Viva BURROLANDIA!!!

  32. Verónica

    23 de Agosto de 2013 as 10:38

    Francamente! Com os comentários que li, salvo o de José Silva, acho que não burros, são lesmas.
    Se os pequenos Agricultores soubessem as vantagens que poderão tirar destes animais, agradeceriam à Deus em primeiro lugar e em segundo quem os ofereceu, que é Angola.
    Coitados dos nossos Agricultores carregam sacos e sacos na cabeça, sobem montanhas, descem montanhas, galgam Kms. e daqui mais algum tempo é a coluna que se vai, etc etc.
    Se fosse 28 4×4, todos bateriam palma e certamente estariam ansiosos em receber um. Como os animais não os vão servir, estão criticando, usando termos super pejorativos.
    Grande parte está na cidade, desviando e depilando bens do povo, onerando o Estado com custos da net e ar condicionado e os coitados que estão lá no interior aonde carro nem mesmo moto-carinhas vão deixando os coitados lá no interior a sofrer. Estes nunca pensaram no povo e alguns até são os que vão lá à noite com caros do Estado roubar banana, porcos e cabras dos agricultores.
    O que deveriam fazer, ao invés de estar com essas bocas, é sensibilizar os Pequenos Agricultores a fazer o bom uso destes animais e orienta-los a educar os animais para o transporte das suas cargas, nos locais de difícil acesso.
    A crítica que fazem é o fruto da miséria extrema.
    Trabalhem e façam críticas construtivas.
    Gabriel, António Dias, mandem vir mais animais e ajude aos Pequenos Agricultores no transporte dos seus produtos. Eles são os que mais precisam. BEM HAJA

    • SERÁ?

      23 de Agosto de 2013 as 11:24

      “Grande parte está na cidade, desviando e depilando bens do povo, onerando o Estado com custos da net e ar condicionado”. Tu fazes parte destas pessoas

    • buterfly

      24 de Agosto de 2013 as 22:42

      Veronica o governo Angolano ofereceu 28 Burros pq se fossem 28 4×4 os deputados levariam cada um p sua casa e entao Angolanos pensaram bem vamos lhes dar Burros assim j n enganam o povo e nem a nos com essa mania de pedintes.

    • Cosme Morgan

      25 de Agosto de 2013 as 12:58

      Veronica voce disse e disse bem. Agora uma pergunta pertinente:- Sera que S.Tome e Principe tornou-se independente agora? Nao.por isso sao 37 anos de independencia e esses governantes nunca souberan fazer nada para os pequenos agricultores que vivem e trabalham em terrenos dificeis. Porque eles so querem saber deles e voce faz parte deste coopulativo e agora apoia-os com rigor e usando o bode despiatorio para fazer querer que os burros sao para grande beneficios dos agricultores. E bom ser o petisco para ter lata e linha. O bom conselho para o Gabriel Costa e para ir ao campo e perceber difficuldades desses agricultores e depois pedir aos Angolanos os seus burros, pois ainda existem muitos e e so pedir. Fim de citacao..,,..

  33. Fédekadochi

    23 de Agosto de 2013 as 10:46

    Verónica,
    Tens razão. Nós somos maus connosco próprios. Só olhamos para o nosso umbigo.
    Coitados de alguns Pequenos Agricultores que não vão entender nada disto e não vão aceitar estes animais.
    Enfim! Alguns Sãotomenses são mesmo miseráveis na memória e pensam todos curtos. Só sabem criticar. Tenho pena de ter nascido nesta nesga de terra.

    • Cosme Morgan

      25 de Agosto de 2013 as 13:09

      Oi caro Fedkadoshi voce queria nascer aonde? Iraque? Pakistao, Siria? Seu ignorante falta de conhecimento burro tal como aqueles que o PM pediu. O pais onde o viu nascer nao e culpado. Santa Terra. O culpado sao voces que nao percebem que o mundo esta em constante desevolvimento e nao podemos ficar fora desse desenvolvimento. Importar burro nesta altura e estar no fim do fim do desenvovimento.

  34. Fédekadochi

    23 de Agosto de 2013 as 10:47

    Os comentaristas é que são os maiores burros.

  35. adriano rosamonte vaz da conceição

    23 de Agosto de 2013 as 11:47

    Os motoqueiros, as motocarinhas,os condutores de Hiaces , Os proprietários das carinhas Dinas,O P/de tratores agrícolas,concerteza que não se aperceberam , que está-se a pensar numa outra era de transporte de mercadorias de roças para cidade, portanto acho que devem concorrer para aquisição de seus Burros , pois estarão mais aliviados porque já não vai ser necessário comprar problema de combustível

  36. E agora.?!...Falo eu

    23 de Agosto de 2013 as 13:21

    Estou intrigado…porquê 28 burros?

    Bingo…fez-se luz. 28 é número dos milhões.

    Ora vejamos…STP pediu a Angola 28 milhões de dólares para o OGE. Cada Burro vale 1 milhão, cá estão os 28 milhões solicitados.

    Por outro lado e pela a imagem da noticia, parece que um dos burros não tem uma orelha. É ai que entra o parlamento. 28 (burros) * 2 (orelhas) – 1 (orelhas) = 55 orelhas. Isto dá uma orelha de burro a cada um dos deputados do nosso parlamento que ganham tanto para fazer nenhum.

  37. tela

    23 de Agosto de 2013 as 14:35

    o mundo esta moderno porque não oferecer tratores, e mais equipamentos agrícolas, burros pra que … parvos .

  38. akeles

    23 de Agosto de 2013 as 14:56

    Angola nô mecê bûdû e não Burru…..

  39. Manuel

    23 de Agosto de 2013 as 15:22

    Que pena! Burros para turismo, nova abordagem. Talvez se confundiu com Camelo.
    Fui!!

  40. sem medo

    23 de Agosto de 2013 as 15:32

    uma terra que os colonos deixaram tudo porcos, cavalos, bois e vacas, burros, pavão perú etc. hoje a receber esmolas de porcos, vacas, e burros . Meu Deus onde isto chegou . Nesta terra o que não falta é doutores professores escritores etc, mas alguém com cabeça para gerir o pais nada.

    • Stwart Afonso

      23 de Agosto de 2013 as 21:56

      Evidente que não, por essa razão vieram uns burros. Digo, temos tantos ai em STP, mas são todos iracionais, não pensam. Apos a independencia, ca em STP comeram todos os bichos que o colono deixou, e são os mesmos que hoje recebem os tais burros. So sabem comer o que é do povo santomense,ai os angolamos vieram para experiencia com os tais burros mas são racionais.

  41. Eu também sou filho da terra

    23 de Agosto de 2013 as 15:34

    Quero agradecer a todos aqueles que têm subscrito os meus comentários. Por um STP livre de hipócritas lutaremos.
    Os burros que ora recebemos pelo menos servem para carregar mercadorias, os que existem no país são manhosos, casmurros e apenas servem para carregar o pecado de terem regredido o país à era primitiva.

  42. Cidadania

    23 de Agosto de 2013 as 15:37

    …buros=meios de transportes…serviram e servem por exemplo para transportar os talibães no Afeganistão. Em Cabo Verde, serviam para transportar os baiões de água para o consumo doméstico num país bastante agreste (muitas rochas e de difícil acesso)..então, não havia ligação domiciliária. Em STP, servem para??? Oferta é bem vinda! Agora, isso de vir a transportar turistas, só pode ser uma brincadeira…Um abraço aqui de Cabo Verde!

  43. Volto Já

    23 de Agosto de 2013 as 15:42

    mais burros? mais para quê?. já chega .

  44. santomense

    23 de Agosto de 2013 as 16:08

    A morte do savimbi e do bin laden nao deixou patrice e os seus subitos alimentados e bem socegados (com dinheiro de lavagem).
    esses amantes de outros sitios menos de s.tome e principe andam perdidos na memoria e na politica. esses terroristas que em vez de chá, tomam drogas ( ja se esqueceram) que angola é das pouquissimas nações que com todas as dificuldades ( guerra, deslcados) sempre deu apoio inestimavel ao pais. quantas vezes recebemos combustivel de angola sem pagar para termos a EMAE a funcionar? somem isso e outros apoios vindo deste país e meçam a vossa burrísse , pacatez e miopia.
    esses palermas que criticam a chegada dos 28 burros prestam mais serviço aos pequenos agricultores e a nação do que a alguns dirigentes do ADI multiplicados por 100. esses crapulas so entendem dinheiro vivo mesmo de lavagem. angola e outros paises que nos apoiam e vêm apoiando o nosso agradecimento.

  45. budu cu tê pézu

    23 de Agosto de 2013 as 16:31

    Dessa nunca esprei tanta humilhaçao, concordo plenamente com opnioes de todos. estamos no seculo XXI burros. tou mui triste.

  46. Calo Duro

    23 de Agosto de 2013 as 16:32

    Os burros estão em quarentena para a “Próxima Sessão Parlamentar”. Um deles não apareceu, provavelmente já entendeu em que curral estava metido.
    Viva STP…..
    Fui…

  47. Mestre do costume juridico

    23 de Agosto de 2013 as 16:34

    Um burro presenciava na TV um politico de renome que discursava, e ele perplexo com tanta propaganda desabafou o seguinte : apesar de tudo é bom assistir em directo um irmão a subir na vida…

  48. Cassuma-sofredor

    23 de Agosto de 2013 as 17:24

    Em S.Tomé existe muita coisa de rir os 28 burros chegarão para carregar os dirigentes que não trabalhão para o bem do povo ou para carregar Cargas? Se calhar os brancos tinham cavalos e os Negros de S.tomé têm os Burros muita das vezes os burros carregam os burros.

  49. ZE MACÚLÚ

    23 de Agosto de 2013 as 23:37

    Epa meu!!!
    Há muito que não entro na cena de comentário neste jornal, mas tinha de ser… nao parei de rir está noticia. ISTO É UMA COMÉDIA… Logo 28 BURROS… è muito, meu… Meus senhores os Mangolês estão a gozar convosco pá!!!!
    ser pobre é mesmo lixado

  50. ZE MACÚLÚ

    23 de Agosto de 2013 as 23:48

    Estou indignado!!!!
    Isto é uma HUMILHAÇÃO… com todas as letras… As vezes é bom assim. Vocês que estão a frente do destino deste belo país e se é que gostam das nossas ilhas tira elação destas oferta. infim, até que ponto nós chegamos…

  51. Mauro

    24 de Agosto de 2013 as 9:53

    Waou,Estes burros Vieram mesmo a calhar,assim ja podem levar agua para Santa Catarina e outros locais,meus amigos nao esquecam de enviar alguns para nos aqui no Principe,porque toda coisa fica so em São Tomé, ate burro voces nao nos oferece?

  52. Paulo Sobral

    24 de Agosto de 2013 as 10:36

    Saúdo alguns comentários positivos, ao mesmo tempo que repudio os outros. Ainda que fossem uma oferta de Angola, os quadrúpedes seriam sempre bem-vindos, porque têm utilidade, principalmente para um país que há muito tempo devia ter feito aposta no campo. Mas fica muito fácil perceber que esta oferta nunca seria do Governo de Angola e muito menos no âmbito da cooperação bilateral. A parceria entre ambos vai muito para além dos 28 burros e até hoje já se conta em milhões de dólares, praticamente rescalunados, devido à impossibilidade de o Governo são-tomense pagar. O máximo que pôde ter acontecido é um empresário angolano ter oferecido os animais a um companheiro/empresário são são-tomense, no âmbito da relação que os une. A propósito, as toneladas de arroz que recentemente chegaram ao Arquipélago, para fazer face ao problema levantado com igual produto importado dos Camarões, também foi oferta de um empresário angolano. Nada teve a ver com o Governo angolano, como se pensa. Portanto, devemos sempre pensar muito além do que sentimos. É preciso nos despirmos do falso patriotismo, da cínica indignação, quando tudo o que os outros pretendem é ajudar-nos, ainda que o façam com um simples litro de água. Pelo menos estão a fazer a sua parte e nem sempre são obrigados a isso …

    • Stwart Afonso

      25 de Agosto de 2013 as 4:13

      Concordo consigo, mas a cooperação vai mais longe sim, o Club Nautico, Roça Agostinho Neto, a Pousada Bela Vista. Sabes apenas na area de petroleo a coisa vai muiiiiito bemmmmmmm. STP recebe aos longos anos combustivel afabal, serviu para que alguns ficassem ricos e para que alguns podessem fazer campanha, isto é partidos ganham com isso, e os politicos nunca dizem como irão pagar. Os santomenses que aquardam. Os santomenses nem bombas de combustivel podem explorar, pois isso é tambem da Sonangol. Enfim, esse STP não tem pernas para andar, sabes porquê? Não temos homens para trabalhar para STP, os nossos politicos são uns extrangeiros, pois adquiriram ca riquesas, têm a nacionalidade extrangeira, casas no extrangeiro eos seus filhos so regressam quando têm um serviço de chefia.
      Tudo isso esta bem planifoicado, os santomenses que se lixem.

  53. Pedro Ceitas

    24 de Agosto de 2013 as 10:47

    Muito Obrigado, por este sério comentário, senhor Sobral. Mas, desculpa, é angolano?

  54. Rio de Janeiro - RJ

    24 de Agosto de 2013 as 12:02

    Por acaso os produtores são-tomenses tem tantos burros assim para que os comentaristas aqui ironizem a doação? Os burros, como animal de transporte em terrenos íngremes, são de grande utilidade no Brasil e em Cabo Verde. Os caboverdianos utilizam o burro para transportar quase tudo nas roças. Enfim, esperemos que a próxima doação seja orientada a Cabo Verde. Lá ela não será enxergada como “ridícula”, já que pelos comentários vistos aqui os são-tomenses parecem não precisar dessa doação.
    Sábios são provérbios correntes na zona rual do Brasil que dizem: A cavalo dado não se olham os dentes; orgulho não enche barriga; etc. abraços a todos

  55. Albertina joao

    24 de Agosto de 2013 as 14:34

    sao mesmo burros voces. ainda nao aprederam toda hora maos estendidas.

  56. E. Santos

    24 de Agosto de 2013 as 14:57

    Não deixa de facto de ser uma ajuda…mas uma ajuda muito pobrezinha. Mas compatível com a nossa fraca âmbição. Porquê pensar em tractor, quando ainda podemos ter burros, porquê pensar em casa de banho, quando a latrina serve perfeitamente, porquê pensar no melhor se “molê ça uâ só”. Não é assim que culturalmente pensamos? Então? Ficamos felizes e contentados com esta oferta, sem dúvida.
    Os Angolanos sabem, e bem (porque já se esforçaram bastante connosco), que nós somos incapazes de olhar para além da ponta do nosso nariz, que não temos qualquer visão de longo prazo, por isso, porquê não nos oferecer os burros, se eles já não precisam deles.
    Ai do Governo Angolano se tivesse a ousadia de oferecer, nos dias de hoje, burro aos seus agricultores…ui.
    Mas também nunca o fariam, porque Angola tem âmbição, tem rumo e sabe onde quer chegar.
    Por isso está a incentivar a sua agricultura para reduzir o peso das receitas petrolíferas no conjunto das receitas do Estado. Por isso abriu crédito a agricultura com bonificação do estado, por isso realiza Feira Internacional de Agricultura onde o mundo inteiro tem a possibilidade de lhes ir mostrar o que de melhor, repito, de melhor, têm a nível da Agricultura.
    Provavelmente, como nenhum participante da Feira apresentou burro como sendo um elemento importante nos dias de hoje para a agricultura, Angola, que sabe bem o que faz, dispensou-os para quem precisa deles.
    Porque sim, Angola quer estar na vanguarda das tecnologias, quer ver o mundo do melhor ângulo, se este melhor ângulo existir. Porque para eles, molê na ça uã só. Há quem morre bem e há quem morre mal. E entre morrer bem e mal, querem morrer bem da vida.
    Ao contrário de nós, os angolanos não são contentados…por isso vão longe.
    De qualquer forma, quem dá o que tem a mais não é obrigado, e a quem recebe só resta agradecer.
    Se é uma ofensa?… cada dirigente deste país interpreta como entender, se a carapuça lhe servir.

  57. Manuel Pontes

    24 de Agosto de 2013 as 22:59

    Como irao sobreviver esses burros sem as eguas ou voltaremos a pedir depois destes coitados morrerem?

  58. loqueto iambongo

    25 de Agosto de 2013 as 11:11

    Burros vindos do estrandeiro!!?…Para qê!?!……Já temos lá tantos!!
    Só por estes terem 4 patas e os nosso 2 pernas!?…
    Mas pensam todos da mesma maneira.
    Parlamento está cheio deles.
    Porque não aproveitam esses!?!
    Estou indignado!!

  59. Jerónimo Xavier de Sousa Pontes

    25 de Agosto de 2013 as 13:40

    Caros são-tomenses, meus amigos e compatriotas!

    Já exteriorizamos os nossos pensamentos, os nossos pontos de vista, a nossa filosofia, etc, e tal, sobre a questão da oferta dos burros por parte do Estado Angolano a S. Tomé e Príncipe!

    Bem, analisando a questão sob o ponto de vista da utilização desses animais na pecuária, vejo que a vergonha jamais deverá estar da parte de quem ofertou nem da parte de quem recebeu.

    A vergonha deve pôr-se na pessoa da Directora da pecuária, que, ao ser entrevistada pela RDP-África, não soube explicar que iriam, em primeiro lugar,canalizar os animais para a quarentena e, depois de verificarem que estavam são, que os mesmos seriam distribuídos aos agricultores.

    Saibam, caros amigos, que esses animais têm sido utilizados nas zonas rurais em todo o cabo-verde, auxiliando, e de que maneira, os agricultores nas zonas mais inóspitas, onde os transportes normais não têm acesso.

    Antes de comentarmos o que quer que seja, primeiro perguntemos.

    Alguém pensaria que o Estado Angolano seria assim tão tolo para oferecer 28 burros a S. Tomé e Príncipe?

    Sabiam que Angola teve e tem a tradição de formar quadros são-tomenses no domínio da agricultura? Quantos regentes agrícolas foram formados em Angola? Têm noção?

    Jerónimo de Sousa Pontes

  60. Jerónimo Xavier de Sousa Pontes

    25 de Agosto de 2013 as 13:49

    quis dizer “animais sãos” e não “animais são”

  61. rapaz de riboque

    25 de Agosto de 2013 as 20:51

    espero ver um artigo sobre este assunto escrito pelo Lúcio Amado ele que escreve tanto que pensara sobre este jumentos oferecidos ? também faltam pouco tempo para o Natal será que estão a pensar em fazer um presépio vivo? espero que sim

  62. Helmer

    26 de Agosto de 2013 as 9:10

    Mais burros pra STP? Já não basta a maioria da população (incluindo eu próprio)?? kkkk

  63. Negro de STP

    26 de Agosto de 2013 as 10:18

    A visita do Pinto da Costa e Primeiro Ministro a Angola ja esta a dar os seus frutos .

    Miseria…Miseria Miseria..

  64. Me Zemé

    26 de Agosto de 2013 as 14:42

    Ai meu Deus..!!!
    Já basta a brincadeira (gozo) dos angolanos paralém da 19ª província…e agora burros, até aonde vamos chegar com isso…
    Os angolanos estão a evoluir e estão cada vez mais sérios e preste a se tornar numa potencia regional, eles vão exigir mais de nós, esse é um sinal a mostrar o que pensam de nós, pois na terra deles certamente essa não é solução para os agricultores transportar os seus produtos. É um sinal que sirva de reflexão

  65. Observador

    27 de Agosto de 2013 as 9:08

    Meus Caros,
    É com muita tristeza que venho lendo publicações de pessoas muito mas muito ignorante mesmo.
    A reintrodução desses animais; Vacas, Burros, Cavalos e outros que podem ser bastante benéfico para o País, São muitos bem-vindos. A pessoas que só nasceram para contrariar. Porque todas aquelas pessoas, que não sabem fazer mais nada na vida, se não contrariar tudo, essas pessoas sim é que devemos dar o atributo de BURROS, Repito BURROS. Pois, se conhecessem melhor S. Tomé e Príncipe, sua Terra, se é que é mesmo sua terra estaria a aplaudir esses actos. Para que não sabe, 1 – BURROS, é um grande animal, que pode contribuir para o desenvolvimento de um País, para não dizer de próprio S. Tomé e Príncipe. Esse animal consegue buscar cargas em lugares extremamente difíceis e trazer para lugares de melhor acessibilidade. 2 – VACAS, como toda gente deveria saber, com uma boa política, daqui a alguns anos, com a reintrodução dessa espécie, São Tomé e Príncipe poderá ser auto-suficiente em leite e carne bovina. 3 – Se também fosse reintroduzido Cavalos, Pois, meus caros, esse animal consegue levar o homem há qualquer parte, também que seja mais difíceis.
    Todos esses críticos de meia tigela, não conhecem realidade da sua própria terra. Se nunca viajaram, precisam poder fazer uma viagem para conhecer Países bastante desenvolvidos, que já fabricam foguetões que vão a Lua, tem esses todos animais com de grande utilidade. O que eu apelaria a essas pessoas todas que ao invés de trabalhar, estão a espreita para poder contrariar tudo, pensassem melhor na sua própria terra. A nossa terra, precisa de muito trabalho para aqueles que querem de facto que S. Tomé e Príncipe desenvolvam e que possamos ter melhor nível de vida, com dignidade.

  66. STP

    27 de Agosto de 2013 as 10:29

    Meus senhores, por favor deixem de politiquice, porque isto não nos trás benefício. Olha não sei a intensão do Governo Angolano em oferecer-nos os Burros, mas seja lá o que for, agora eu pergunto-vos compatriotas santomenses, principalmente os políticos (MLSTP, PCD, ADI, CODÔ, MDFM, PTS, etc.). O quê que cada um de vocês já deram ao povo Angolano, para querer agora escolher? Queriam o quê! Mercedes, 50 tratores, camiões! Porquê? Têm vocês a nução do tamanho da pobreza em Angola? Para dizer que ninguém tem! Há muitas pessoas que vivem fingindo ser amigas das outras só pra tirar proveito, isso é mau! Temos que começar a também estender as mãos aos nossos parceiros pra depois escolherem as recompensas. Um país onde vemos pessoas transportando 100, 200 litros de vinho de palmeira nas bicicletas, velhos com mais de 62 anos carregando sacos de 100 kg para salvaguardar uma refeição, vejo gente contestar oferta de burro. Porque vocês os críticos não oferecem algo de melhor aos agricultores? Tamos tramados. Desculpem a franqueza.

  67. tonga

    27 de Agosto de 2013 as 17:43

    lembro-me antigamente os forros tratarem os Angolanos por Gabão, hoje os Angolanos oferecem burros (JUMENTOS) aos forros quem diria olhem só como as coisas são meu Deus. Quem diria a 40 anos .Esses ministros e companhia limitada devem estar satisfeitos com a oferta, Hoje tudo e todos gozam com o povo de S.TOMÈ que necessidade tínhamos de viver as esmolas se tivéssemos quem governasse bem o pais mas não temos nem nunca vamos ter vivemos numa terra de invejosos, preguiçosos, mulherengos, e de festas e bruxarias, é pena uma ilha pequena mas com tudo se todos trabalhassem mas a maioria querem ser doutores, professores, engenheiros, escritores , poetas agricultura poucos querem quero ver um dia em que a natureza se zangue como alguns cegos lhe morremos todos a fome, Parabéns pai grande como alguns cegos lhe conseguiste uma grande oferta para o pais , os jumentos vão servir para carregar os barris do petróleo que já esta a ser descarregado no porto de aguas profundas meu Deus como este povo é burro e cego

  68. atencioso na diaspora

    29 de Agosto de 2013 as 9:30

    quero aqui deixar o meu comentario e contrariar alguns: temos que ser mais preciso quando referimos ao povo santomense como burro…o burro sim, sao os nossos governantes, desde o lider ate ao seu secretario. uma vex que nao temos recursos, é mister que pedimos algo, mas que fosse: ajuda nos a pagar as bolsas para nossos estudantes na china, em angola, portugal e outros paises do mundo. ajuda nos a resolver o problema da luz e agua, etc etc….meus senhores governantes, pedir burros? convenhamos..pra que? porque nao pedir equipamentos modernos para nos ajudar? sinceramente ja nao sei o que os nossos governantes querem para esse País…mas sera que os nossos governantes nao sabem que o mundo é uma dinamica? basta de cooperacao com angola meus governantes…abra o Pais para uma cooperacao com os paises emergentes e do primeiro mundo….podemos continuar com angola por causa dos lacos historicos mas basta por favor…..se quiserem pedir dinheiro, que pecam nas escondidas mas nao facam pedidos loucos pra nosso querido Pais….foi por isso que tiraram Patricie? e vcs o que tao a fazer?

  69. deus preto

    30 de Agosto de 2013 as 18:57

    criticar somos todos bons mas fazer que é bom! ahahahahahahahahah
    burro é como outro animal qualquer e se conhecem bem são Tomé ao de perguntar quantos burros(animal) há em São Tomé…

  70. malebobo

    31 de Agosto de 2013 as 7:49

    cada pais tem dirigente que merece, é o caso de stp, o gente de má fé, estamos em pleno seculo xxi

  71. Trinta Mil

    2 de Setembro de 2013 as 14:11

    Não sabemos daquilo que falamos muitas vezes.
    Os burros podem ser um sinal, da nossa pouca vontade de aproveitar as oportunidades que Angola tem dado ao nosso STP, desde os primórdios da independência.
    Outro sim, esses animais consumirem cada um, antes do embarque, 1 kg de diamante?
    Faça as contas, do valor do digesto deste animal e logo deixaria de mandar bocas!!
    Valeu ou não a pena ter importado os burros!!!

  72. carlos

    5 de Setembro de 2013 as 7:29

    mas q granda porvalhi-se o pinto da costa jaz fez as pessoas de burro , hoje ja não esta a conseggue pedio burro em animal emprestado abri vista

  73. Marcio Silva

    23 de Março de 2014 as 6:25

    Olá!
    Sou Brasileiro e resido no nordeste do Brasil,aqui temos muitos burros…MUARES..(animais de carga)e eles estão na iminência de se tornar carne para os chineses,penso que estes animais possam ter uma destinação mais nobre pois depois e tantos seculos de uso utilitário em nosso País,acredito que deveria continuar sendo utilizados com animais de carga e tração em outras regiões deste nosso planeta terra.
    Tenho contato com uma ONG que pode destina-los á países que tenham interesse nos mesmos,caso haja interesse..por Deus..me contatem..afinal foi um deles que carregou o menino JESUS.e particularmente os considero sagrados.
    Att,Márcio

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo