Estudantes são-tomenses em Moçambique estão desesperados

Nós os estudantes universitários São Tomenses, a estudar na República de Moçambique, em diferentes áreas de ciências, enviamos mais uma vez, a nossa insatisfação para todos os órgãos de soberania da República Democrática de São Tomé e Príncipe.

Excelentíssimos, Sr. Ministro da Educação, Sra. Directora de Ensino Superior, Sr. Ministro das  Finanças e Cooperação Internacional, as nossas mais sinceras e cordeais saudações.

Nós os estudantes universitários São Tomenses, a estudar na República de Moçambique, em diferentes áreas de ciências, enviamos mais uma vez, a nossa insatisfação para todos os órgãos de soberania da República Democrática de São Tomé e Príncipe, e para toda a sociedade civil santomense, como forma de alertar ao novo executivo e em particular o ministro da educação e a directora de ensino superior para viabilizar o pagamento do nosso subsídio de bolsa em atraso, referente aos nove (9) meses.

Visto que, os estudantes depende desse valor para pagar as suas despesas de estadia, como visto de estadia (estudante), despesas académicas, aluguer de casa, alimentação, saúde, entre outras despesas, e com a falta de pagamento do subsidio de bolsa a nossa vida neste país tem se tornado cada vez mais difícil, uma vez que, nós como estudante não temos permissão de trabalhar ca neste país. Se fosse possível trabalhar, as nossas dificuldades assim tornariam menores.

Pelo que pedimos aos líderes de nosso maravilhoso país se dignem a resolver a nossa situação o mais rápido possível, pois esta, está a tornar-se insuportável, visto que estamos dependentes da caridade de alguns bons amigos e colegas da faculdade.

Sabemos das dificuldades financeiras que o país vem enfrentando, motivo pelo qual consideramos que os representantes do povo deveriam ser mais rigorosos, responsáveis e sobretudo  repensarem um São Tomé e Príncipe com mais  dignidade.

Sem mais delongas e cientes de que V. Excias se sensibilizarão com esta lastimável situação que nós Estudantes Bolseiros na República de Moçambique vivemos, aguardamos urgentemente pelo vosso retorno, pois o sucesso dos nossos estudos depende da minimização das nossas dificuldades, que transcendem a ordem financeira.

Queira em nome de todos os Estudantes receber os nossos sinceros cumprimentos.

Esta carta foi elaborada pelos estudantes bolseiros São-tomense radicados na República de Moçambique,

Edney Castelo David

Maria de Rosário

Bruno Osnader

Maputo aos 10 de Outubro de 2013

  1. img
    António Silva Responder

    Por todos cantos desde mundo onde esteja um estudante santomense (bolseiro)surgem gritos de socorro!?
    Que estado irresponsável!
    Muitos dirigentes que passaram em diferentes governos deste país de certeza que tiveram de prosseguir os seus estudos fora. Será que os mesmos não têm consciência das dificuldades que um estudante tem nestas circunstâncias!?
    Sejam mais responsáveis e dignifiquem o estado e evitem estas vergonhas.

    • img
      Benzema Platini Responder

      A vossa revindicação é legítima, mas permita-me deixar aqui um conselho.

      Enquanto estudante universitário, penso eu que foram ensinados a fazer investigação na internet. Por isso, antes de endereçar qualquer carta à uma entidade pública, seja de que país for, procure saber o nome da instituição ou do indivíduo ao qual endereçam a carta. Pois, é uma cortesia que deve tomar muito em conta. Daí, por favor, de acordo com a actual orgânica estrutural do governo de STP, não existe Ministério das Finanças e Cooperação Internacional, mas sim, Ministério do Plano e Finanças.

      Com este lapso, o Ministro goza de faculdade de não acusar a receção da vossa missíva.

      Aprendemos todos os dias. Abraços!!!

  2. img
    Santomense Responder

    Senhores, ou fecham este país ou parem de deixar sofrer filhos desta terra!!!!! Nem os que estão fora a estudar, sem ter lá familiares vocês perdoam!!!!!!!! É demais!!Onde é que está tanta promessa?? Onde é que está a varinha mágica! Isto está a ficar muiiiito mal, meus senhores!!

  3. img
    zeme Almeida Responder

    A quando da governacao do XIV liderado pelo patrice trovoada,tantos reclamavam dos pagamentos das bolsas.E agora?,Gabriel Costa que resolva!

  4. img
    Santomense Responder

    Uma vergonha! Irresponsáveis, esses dirigentes que só passam tempo a falar! São filhos deste povo que andam a sofrer!

  5. img
    B-13 Responder

    Senhor Zeme Almeida, demegogia aqui nao- O Estado Saontomense sempre teve dificuldaes para fazer o pagamento de estudantes bolseiros no exterior.Penso ser a altura de criar-mos a nossa Universidade interna como forma de evitar a colocacao do nome do pais na boca do Mundo pelo pior motivo.

  6. img
    Bang Responder

    Essa é a carta dos estudantes de Mocambique ainda falta dos estudantes de Cuba e Brasil e outras partes, que com todos os meses em atraso vivem como mendigos e vestindo roupa suja para ir as aulas porque nao tem ao menos sabao para lavar as roupas, passam fome como animais da rua.Enquanto que os dirigentes estao nas viagens de cima para baixo no continente buscando apoio que nunca aparece para o pais, parecem mas turistas que dirigentes. O Sr. presidente Pinto Da Costa vai a Angola somente para monstrar ao presidente Angolano o fato novo que comprou e sabendo que so com um pedido podem resolver essa situacao dos estudantes. Sinceramente isso é uma vergonha nao sei o que fazem esses dirigentes no poder. Senhores Dirigentes os estudantes e o povo necessita de uma resposta imediata, basta de promessas e falar barrato e resolve os problemas. Cobra ao cabeceiro(Delfin)o dinheiro do arroz podrido(mal para o consumo) uma parte do dinheiro com que o mesmo encheu o seu bolso e paga aos estudantes. Estafadores……

  7. img
    pontual diz Responder

    Eu só quero lembrar Zeme Almeida que o XIV Governo tirou ajuda de custo aos alunos de formação profissional e isso fez com que muito deles pasaram fome e não concluiram formação profissional.Por outro lado quando este Governo iniciou as funções o XIV tinha divida de bolsa de um ano, é XV ( actual) Governo que vem pagando.

    • img
      Benzema Platini Responder

      Falou e disse!!!

      Fui……………

  8. img
    Indignado Responder

    Isso é uma verdadeira vergonha. Os sucessivos governos não olham pelos seus jovens, seja fora ou dentro do país. Enviam os jovens para fora para estudar, deixam-nos à miséria. Quando os coitados regressam ficam desempregados e sem perspectiva de futuro. Uma VERGONHA!

  9. img
    melhor cala Responder

    nao so eles a quem nao recebe desde momento que esse gorveno entrou quase dois anos melhor eu calar assim vai dar bum seu gorveno de uma lata e nao querem falar

  10. img
    gritodosolhos Responder

    Vergonha,meresse a revolta do povo, vamos soportar isso até quando, os estudentes passam fome e os dirigentes engordam, festejam no pestana, o povo vai tomar um dia seu destino nas maõs e botar fora para sempre essa geração de dirigentes.

Deixe um comentario

*