Destaques

Ex-Búfalos combatem contra o Boko Haram na Nigéria

A imprensa africana especializada em questões de segurança e inteligência dá conta que operacionais do extinto batalhão de mercenários sul africanos – Búfalos, também conhecida por ex- Executive Autcomes entrou em acção na Nigéria no mês de Janeiro passado.

Foram contratados pelo Governo nigeriano para combater o Boko Haram. Segundo a imprensa especializada em segurança e inteligência, em apenas 3 meses os ex-búfalos conseguiram inverter o curso dos acontecimentos no terreno, tendo infringido pesadas baixas ao grupo islamita Boko Haram, que nos últimos tempos perdeu o controlo de várias regiões que tinha ocupado na Nigéria.

 

A imprensa explica que actualmente os mercenários que combateram em Angola, na Serra Leoa e noutros países africanos, operam sob a tutela de uma nova empresa sul africana sob a sigla que se chama STTEP, e é presidida por Eeben Barlow. Os mercenários ainda em acção têm idade compreendida entre os 50 e 65 anos, mas são exímios no manejo de armas de guerra e nas técnicas de combate.

 

Causaram baixas pesadas ao Boko Haram, mas o Governo Nigeriano decidiu não renovar o contrato com o grupo de 300 mercenários ex-búfalos que estavam a prestar serviço no solo nigeriano. Segundo a imprensa especializada, os mais bem pagos do grupo ganham cerca de 10 mil dólares por mês.

Abel Veiga

    7 comentários

7 comentários

  1. raposao

    21 de Maio de 2015 as 16:28

    O que e 10.000 dolares por mes, qdo esta em risco a vida humana…sinceramente, mercenarios sem juizos! Tinham que me pagar Este valor por dia pra la ir….e mesmo assim nao sei!

  2. luisó

    21 de Maio de 2015 as 18:16

    Para grandes males grandes remédios.
    Um país tão grande e com tanto petróleo acaba por contratar mercenários a quem toda a África chamou em tempos de racistas e imperialistas.
    Mas os amadores não podem meter-se com profissionais.
    O que é certo é que agora que não renovaram o contrato já há noticias que que o boko haram já começou a inverter a situação e ocupou zonas de onde tinha sido expulso.
    Enfim vão morrer mais uns milhares por inoperância de governos africanos.

  3. Justino Matos

    22 de Maio de 2015 as 0:18

    sr ”raposao”, quando se é BURRO não há nada a fazer. Muitos saiem da Europa para combater de borla no Médio Oriente. Já ouviu falar de Estado Islamico. Aprenda a dizer coisa com coisa. Take care.

  4. lato glêsa bombom

    22 de Maio de 2015 as 13:12

    não queremos saber assunto de Nigeria porque não somos Nigeriano, queremos saber assunto de STP q é mais im portante, esta informação não é da nossa importancia

  5. raposao

    23 de Maio de 2015 as 14:16

    Sr.justino Matos, burro e tua avo, bastard…don’t take care stupid. You must learn to accept other peoples comment’s.

  6. carro-mata

    23 de Maio de 2015 as 22:07

    Sinceramente, em vez de acompanharem os acontecimentos diário que passam dia a dia e darem vossa opinião,não, baseiam nesta oportunidade pra sacaneiar outro!! Como é que p País vai pra frente assim??

  7. Mina Zequentxi

    25 de Maio de 2015 as 10:28

    Admiro a forma como assuntos de caracter serissimos sao geridos e resolvidos em S. Tome. Sabe-se que a criminalidade aumentou de forma medonha no pais, sabe-se tambem que a incidencia de trafico deu um pulo assustador e algumas arbitrariedades teem ocorrido de forma critica, mas apenas ‘e noticiada nos primeiros dias dos acontecimentos; por exemplo, sabe-se que no mes passado o Armando Correia baleou um jovem de 17 anos por te-lo confundido com um ladrao, e a noticia so teve impacto no dia ou na semana em que aconteceu, e por isso, gostaria de saber qual o desfecho deste assunto? Sera que o Armandao Correia esta a contas com a justica? Sabe-se tambem que nao ‘e a primeira vez, e por isso seria bom saber-se o que tem sido feito para se evitar que situacoes do genero se repitam. Olha cu tende, ca fla olha cu na tende fa!

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo