Greve paralisa sistema de justiça

Os funcionários dos tribunais e do ministério público, avançaram na quarta – feira para uma greve por tempo indeterminado. Reclamam pela actualização dos salários conforme define a lei que regulamenta o poder judicial, e melhoria das condições de trabalho.

Segundo o responsável sindical, durante as negociações que se arrastam desde 2016, os conselhos de administração dos Tribunais e do Ministério Público reconheceram os direitos dos trabalhadores, mas não conseguiram regularizar a situação.

Para os grevistas Justiça tem que imperar nos Tribunais. «Estamos na casa da justiça. Não se pode cumprir a lei para uns e esquecer dos outros. Temos que cumprir na íntegra o que está na lei», referiu o líder sindical dos funcionários dos tribunais e do ministério público.

O sistema de justiça, que praticamente não funcionava, acaba agora por paralisar de facto. A falta de condições de trabalho é gritante. «Temos necessidade urgente de uma viatura adequada para condução dos reclusos a cadeia central», reclamou o líder sindical.

Mais dificuldades. «Temos dificuldades no que tange a uma viatura para diligências relacionadas com capturas embargos ou arrestos. Muitas vezes o funcionário judicial realiza uma acção de embargo na viatura do advogado. Isso não é justo», pontuou.

Sentimento de injustiça reina no sistema de justiça onde os magistrados judiciais e do ministério público receberam do Governo, viaturas topo de gama. «Só queremos o que é nosso por direito. A lei estabelece a percentagem da actualização salarial», reforçou o líder sindical.

A greve na justiça é por tempo indeterminado. O sindicato prometeu garantir serviços mínimos nos primeiros 5 dias de greve. Depois não haverá nada mais  até que a justiça seja feita nos tribunais.

Abel Veiga

Notícias relacionadas

  1. img
    derley pietro Responder

    Muita petulância destes senhores, fazer greve!!! Quando um cidadão se dirige as varias secretarias e eles não fazem nada, por outra fazem tudo comem,vendem roupa,fala da vida e as secretarias amontoadas de processos para dar andamento.
    Aumemento salarial,viaturas!!! Se fosse PM despedia um por um recrutava gente com sangue novo que queira trabalhar evoluir nem que para isso tivesse que recrutar gente de fora gente com garra espírito de sacrifício amor a camisola

    • img
      boca pito Responder

      Oh derley pietro,
      O teu comentário é muito infeliz e descabido. Porque tu não és certamente um funcionário público que, vive do trabalho do qual tens que receber o salário mensal, para sustentar a família e cuidar dos filhos em idade escolar com outras despesas do dia a dia.E tu não sabes que para se desempenhar com eficiência algumas funções, é necessário ter-se algumas condições que são previstas na Lei.
      Se fosses o PM despedias um a um, deixavas os juízes e magistrados que foram contemplados com viaturas de luxo e recrutavas gentes com sangue novo, sem experiências de trabalho, para fazerem a máquina funcionar e para não pedir salário nem regalias decorrentes da Lei? Ficariam ali com os olhos abertos como peixe no frigorífico. Muito bem. Seja ser pensante. Os pais para exigirem que os filhos estudem e sejam dedicados na escola, é necessário dar-lhes refeições, uniformes, livros e outros materiais, e cuidar da saúde deles, portanto é assim o aparelho do estado. Antes de exigir-se, deve dar as condições previstas na Lei, para depois se avaliar a competência e eficácia.

  2. img
    EX Responder

    Agora são elas.

  3. img
    santomensse Responder

    vcs não fazem nenhum e quem tudo isto ate que merecia mas se a vossa instituição mostrase o bom serviço… os vossos atendimento são orivel só passam a vida na conversas no horario de trabalho não há zelo pelo trabalho não produzem nada ao paiz a justiça cá não funciona aos cidadão que paga os impostos para vos fazer salario .. sinceramente para o que vcs ganham e o que vc trabalham estão a receber uma furtuna isto sim esta mal

  4. img
    boca pito Responder

    Houve muita falta de coerência e vontade na gestão desta greve.
    O sector está cheio de problemas por resolver, a distribuição destas viaturas que custaram tanto dinheiro do povo foi com que propósito?
    Para resolver estes problemas agora elencados? Nada disso.
    Isso foi uma forma de tapar o sol com a peneira.
    Sempre a reclamar que a Justiça não funciona, justiça não funciona. É com estas viaturas que a justiça vai funcionar? Muita hipocrisia.
    Há mesmo uma intenção deliberada para que a justiça não funcione. Porque senão vejamos: cada um desses prados, dava para se comprar dois carros novos mais modestos e rentabilizar-se os recursos. Com o excedente do montante disponível, poder-se-ia adquirir outros bens e resolver outras situações correntes. Pagar deslocações para formações dos funcionários.
    A questão é que a carruagem passa e os cães ladram, mas não só devem ladrar, mas morder mesmo a sério a todos os níveis para vermos se este País andam para frente para todos os são-tomenses. Não só para uma minoria e outros não.

  5. img
    PEGA-PEGA Responder

    Porque razão uns são tratados como Réis e outros como autênticos lixos, se todos estão sob o mesmo tecto devendo trabalhar para o mesmo fim? Se o “PÃO” é pouco, ele deve servir para matar fome à todos!Isto só pode ser o fruto da politica de descriminação, perseguição, injustiça e de nepotismo, praticada pela EMPRESA-ADI!Uns com fartura, outros com fome! Kidalê…ôô Patrice!

  6. img
    Até que enfim Responder

    Meus parabéns aos funcionários de justiça, até que em fim, pois antes tarde do que nunca!!!! Todos os que estão falando sem conhecimento de causa, devem ser ignorados…. Quem tem sua casa é que sabe aonde molha, quem passa fome é que conhece o ataque da lombriga…. Todos gritam pela justiça, justiça e mais justiça, mas ninguém presta atenção para as faltas de condições de trabalho que não se tem nas Instituições de Justiça, como os funcionários se viram para responder as exigências diárias (computadores cheios de problemas, bloqueando a toda hora, uma única impressora para todas as secções, resma de papel A4 entregues a minguas, o funcionários anda de sala em sala solicitando empréstimo de papel para trabalhar, oficiais de justiça fazem capturas sem protecção nenhuma, comprando bala com seu próprio dinheiro, não têm nem algemas para algemar os reclusos, vivem emprestando algemas a terceiros (Cadeia Central, Ministério Público, Tribunal e vice-versa) para condução dos reclusos, Secretarias não tem armários para guardar os processos que deveriam estar bem organizados consoante a natureza e evolução de cada caso…… funcionários judiciais não têm nenhum privilégio nos serviços públicos, como por exemplo nos hospitais, “até” os agentes policiais têm mais privilégios dos que os agentes judiciais, funcionários judiciais são os que mais descobertas (avanços salariais) solicitam as Instituições Bancarias, porque o salário não é condigno, eles vivem endividados, em apuros…. enfim, enfim e sem fim, são tantas coisas que até não da para falar… mesmo assim há quem diga que os funcionários de justiça não têm razão para greve???!!!! Oh credoooooo paaaaa. Ja basta a injustiça que vivem apesar de trabalharem nas casas da justiça!!!! A todos os funcionários de justiça, desejo força e coragem, vão em frente, não se deixem abater pelos comentários doentios nem pelas ameaças ou coisas de género que venha com intenção de vos amedrontar e fazer-vos calar. Quem luta pela justiça Deus o protege e defende, que Ele vos guie e anime nesta greve e vos dê respostas positivas no fim da greve. A União faz a força, a Victória é certa. Um bem-haja a todos.

  7. img
    derley pietro Responder

    Boca pito por o teu comentário vê se logo que és funcionario publico, mas vocês sabem o que é ser funcionario publico?
    Vocês tem de crescer muito mentalmente, vocês nem sabem falar corretamente a vossa língua, vocês não sabem representar o estado da nação o vosso serviço publico é do mais medíocre que pode haver funcionario sai no meio do serviço para ir fazer compras no mercado para ir por criança na creche e o povo que espere, vocês só sabem exigir mas trabalhar faz calos e da dor nas costas e se concordo c as viaturas top de gama que foram entregues a juízes e outros NÃO um carro em 2 mão servia muito bem muito menos concorda que se circule com carros do estado fora das horas de expediente. Ponham os olhos no governo da Tanzânia
    Somos pobres mas querem fazer vida de ricos depois é a miséria que se ve

  8. img
    Preto Responder

    Telanon, em STP ha algum sistema de justiça? Qual? São os funcionarios mas preguiçosos que temos no país. Assuntos que podiam tratar numa semana, demora um ano ou mais. Muitos passam o tempo no Facebook e no fim de mês têm um salario, coisa que muita gente em s.tomé não tem. Para o desempenho que demonstram ja ganham muito.

  9. img
    Martelo da Justiça Responder

    Alguém pensou que apetrechar os Juízes com viaturas top gama esquecendo do resto dos funcionários da justiça isso ia resolver o problema da justiça em São Tomé e Príncipe. Aí está o resultado!!!
    Enquanto não se estabelecer regras justas nas resoluções dos problemas, este Pais não terá um futuro promissor.
    Depois admiram porque que esta tudo está a correr mal. Falta de seriedade, ética, profissionalismo e sobretudo respeito pelas Leis em vigor. Isto serve para toda gente desde o Presidente da Republica até o mais humilde cidadão deste martirizado Pais. Bem haja.

  10. img
    Pumbú Responder

    Esta greve paralisa o paralisado???
    Francamente…

  11. img
    FCL Responder

    Vendam o carro do Bandeira, coloquem o dinheiro no banco e paguem nos juros e paguem os funcionários

  12. img
    dtt Responder

    Tinha k ser um tal de maison para derubar a macionaria.forca sr presidente….vamos por a justica a funcionar.sabemos k os curuptos nao querem dar condicoes para justica funcionar

  13. img
    olha la Responder

    Tem tempo para td….e agora e dar os funcionarios da justica condicoes para justica funciornar….tds nos sabemos k od nossos tribunais nao tem condicoes…. Isto nao e novidade, mesmo eu k vivo fora do pais ,sei k as condicoes de servico nos tribunais e nos hospitais e vergonhoso…

  14. img
    claudia Responder

    Finalmente abrirao os olhos. Algumas bandidas nao querem a justica a trabalhar bem para conrinuarem ,na macaquice

  15. img
    claudia Responder

    Isto e uma vergonha, o que esta a acontecer na pic,no mp, nos tribunais e nas policias, falta de meios rolantes, falta de condicoes, os funcionarios andam a pe, vivem mal e mt mal, enquanto k outras instituicoes nao fazem nenhum e ganham rios de dinheiros, têm bons carros e outras condicoes

  16. img
    tia Responder

    Vamos dar organizar isto sindicatos dos funcionarios ….nao tenham medo. Pois o sr. Jesus vai vos orientar. Mt bem e mt forca

  17. img
    vergonha Responder

    Isto em s.tome esta mal disseram k os edificios dos tribunais molham, alguns amais entram no tribunal de neves..
    .falta de meios ,como algemas para prender os infractores da lei. Mas ja sabemos que os npssos politicos nao querem justica a funcionar, mas o povo espera por dias melhores

  18. img
    Original Responder

    Pensei que ao atribuir carros novos aos juízes a justiça passaria a funcionar em pleno.Afinal Tribunal não são apenas juízes?
    Não existe um cofre no tribunal que dá ao menos para atender despesas correntes?O pessoal administrativo só está aí para fazer ponte aos Srs Doutores? Greve é o meio legal para revindicação dos direitos dos trabalhadores portanto força.

  19. img
    seabra Responder

    …a GREVE deve ser feita com legitimidade.
    Os funcionàrios da justiça de STP devem é ficar sossegadinhos, porque têm um salàrio todos os meses, sem fazer “patavina”, para além de terem por cima outros negocios que lhes dà muito lucro.
    Uma GREVE torna-se respeitàvel e considerada, quando hà razoes vàlidas e justas. Como por exemplo:
    - os funcionàrios que trabalham conscienciosamente, com responsabilidade, seriedade e pontualidade,
    - ter os dossiês dos processos e a administraçao em dia,
    - nao filtarar informaçoes confidenciais para o exterior…
    Mas nao é o caso. Hà muita incompetência neste sector…começando pelos juristas, magistrados etc. O Afonso Varela, é um dos piores juristas de STP, porque laràpio, cambalacheiro e corrupto.

  20. img
    boca pito Responder

    AGER

    Anda silenciando a voz do cidadão intelectual,
    Gente que não tem voz que vale para o desenvolvimento do País,
    Em vez de contribuir, dando-lhes oportunidade de
    Reforçar a participação com opiniões, na vida nacional como cidadão.

  21. img
    boca pito Responder

    Meus compatriotas,
    A situação é séria e muito séria.
    Falando da justiça, tínhamos que ver todo o sistema e que é complexo. Viremos para os caso criminais: Um acto crime , tem um actor e ter um ofendido no mínimo e precisa de uma participação (queixa). Relativamente aos casos criminais, o sector mais vocacionado para instrução preparatória é a PIC que, deve concluí-lo no prazo previsto na Lei e remeter ao Ministério Público que posteriormente faz o seu trabalho e encaminha aos Tribunais. Então vejamos, se a PIC não tiver elementos competentes, devidamente formados e capacitados, com as condições laborais, sociais e financeiras para o fazer, já começa o castelo de areia a desmoronar-se. Se os funcionários do MP e dos Tribunais não tiverem as suas condições também, o destino do castelo será o mesmo. Portanto, é necessário haver uma política nacional para o sector, se é que se quer uma justiça justa para todos neste país.
    A título de exemplo, a PIC embora com um gerador e meios informáticos, por falta de uns 15000000 de dobras, não se compra a peça do gerador, e o agentes têm que lavrar os Autos manuscritos devido a falha de energia, ou adiar as diligências mantendo os detidos para além de 24 horas que a Lei prevê.
    Meus senhores.
    Há muita falácia nesta terra e populismo barato.

  22. img
    Nuno Miguel de Menezes Responder

    Greve paralisa sistema de justiça;Concordo

    E ja agora essas fotografias sao do Tribunal de Sao Tome e Principe?
    E essas Pessoas Sao Testemunhas?ou sao réu?

    Normalmente em Portugal,as existe sala dentro do tribunal para assim as pessoas ficarem.Dia 8 de Marco foi dia internacional da mulher,atravez da TVS acompanhei a reportagem que assim fizeram e deram apenas no dia 9 de Marco de 2017, e essa mesma reportagem Uma senhora Portuguesa Branca assim falou que Sao Tome e Principe um Pais muito pequeno esta no segundo lugar com a taxa de taxa de alcoolemia.

    Falaram de Angola um Pais 30 vezes maior de Sao Tome e Principe essa taxa de taxa de alcoolemia nao existe concerteza os mesmos por la bebem sumo sumol.

    Mais acredito eu de que;
    ouvi mal o que falaram ou entao ando eu bebado alguem procurando alguma justificacao para justificar algo.

    Nuno Menezes
    Reino Unido,Lincoln

    • img
      Original Responder

      Caro Nuno Miguel,se Angola é 14 vezes maior que Portugal, segundo o que aprendi na Geografia ainda na Escola Primária,como é que pode ser 30 vezes maior que S.Tomé? Para estabelecer esta relação,deve dividir a superfície do teritório de Angola que é de
      1.247.000 Km2 por 1001Km2 que é superfície de STP e dá quase 1246 (1.245,7542457542….) vezes.Resumindo Angola é quase 1246 vezes maior que S.Tomé e Príncipe.Contudo,deixo este cálculo ao Vosso critério caso queira recorrer a outra fonte de informação.

  23. img
    boca pito Responder

    Senhores,
    Melhores soluções para as divergências, precisamos.

  24. img
    STPalerta Responder

    Meus caros colegas,
    Vamos aproveitar essas férias e fazer um cívico no teibunalnde lembá, ja que não conseguimos mandar os prevaricadores desse distrito fazer.

  25. img
    azeite não fica baixo d'Água Responder

    O próprio ABÍLIO NETO da RDPAfrica disse na sexta e ainda hoje que os funcionários têm razão.
    Perguntem quem ouviu o debate africano.
    Porque ele faz esta afirmação?
    Sendo uma pessoa muito próxima de Patrice Trovoada?

  26. img
    glolo Responder

    força funcionários judiciais, vocês vão conceguir.

  27. img
    Huhum Responder

    “Para melhor administrar a justiça, é preciso dar aos juízes e magistrados, condições condignas”, R.R.
    Aí está o resultado da decisão de se investir em carros topos de gama aos magistrados e juízes que estão administrando a injusta justiça.
    Os utentes dos serviços públicos quando, na necessidade de resolver alguma pendência, se deslocam aos serviços do M.P. os mesmos são tratados como portas, sendo enviados no vai-e-vem dos magistrados e pessoal de atendimento desta instituição. Enquanto alguns perdem horas do seu precioso tempo, esperando ser atendidos por indivíduos que, ora não se encontram de serviço quando estão de serviço, ora simplesmente estão de serviço mas não atendem, ora estão de serviço mas estão tomando café no passante, ou ainda encontram-se de serviço a passear na viatura do estado, e por vezes, as suas esposas/maridos estão usufruindo do conforto dessas mesmas viaturas.
    E nós é que pagamos por elas. Sinceramente.
    Eita gente preguiçosa.

  28. img
    Anabel Responder

    Muito show o conteúdo. Mas meu problema são essas dores. Quando enfrentei uma crise de dores de cabeça, o médico me indicou desse colchão kenko patto. Alguém daqui já usou? Falaram que melhora até insonia.

Deixe um comentario

*