Destaques

“Vinda dos Alunos São-tomenses a Portugal”

É tema de um trabalho da estudante são-tomense em Inglaterra, Netisa Borges das Neves. É aluna universitária do ensino superior Atlântico Business School, frequenta o curso Gestão Financeira  Fiscal, e coloca a disposição do leitor o projeto final para a conclusão do curso, que reflecte a questão da ” Vinda dos Alunos São-tomenses a Portugal”.

Leia o trabalho – artigo-cientifico.-Versão-para-arquivar-.2016-17.Netisa-Borges (1)

    10 comentários

10 comentários

  1. legi

    20 de Abril de 2017 as 8:38

    Optimo trabalho ….. É sempre bom que esses trabalhos seja divulgados aos publico.

  2. luisó

    20 de Abril de 2017 as 8:42

    Aconselho esta jovem ou outras que antes de publicarem estudos destes os façam chegar ás mãos de alguém para que sejam revistos no que toca á escrita em português.

  3. Arroz13contos

    20 de Abril de 2017 as 11:02

    A menina está com ar de quem anda a “atacar” por terras de Sua Majestade… 🙂

    • ZAGAIA

      20 de Abril de 2017 as 15:46

      Arroz 13 contos,na sua cabeça só tem maldade. Se ela tiver atacar o corpo é dela, não é seu, chegou a hora de abrir estas mentes e pensar antes de abrir s boca que só diz disparates… Haja deus para julgar os homens…..

  4. FIA Kundu

    20 de Abril de 2017 as 19:38

    Trabalho muito bem estruturado e de enorme valor…realmente, e pena os erros em português, que nao se sabe se e do BrasIl, de Portugal ou de Timor Leste. Para próxima peca uma revisão..

  5. FCL

    20 de Abril de 2017 as 19:43

    Um outro tema interessante para uma tese de doutoramente seroa: A vida dos estudantes santomenses em Portugal= A comer o pão que o diabo amaçou…..
    Sou eu sei porque e que fiquei na grota

    • luisó

      21 de Abril de 2017 as 11:36

      E a culpa foi de quem ?

      • FCL

        21 de Abril de 2017 as 23:25

        Foi sua..Gorduxo

  6. rapaz de Riboque

    20 de Abril de 2017 as 22:57

    ainda a quem fala mal da europa

  7. Falar não pode

    8 de Maio de 2017 as 11:54

    É de louvar a iniciativa!Ainda não li todo o trabalho, mas acredito que intenção seja boa e, é louvável. Por outro lado, numa opinião particular, atendendo à intenção da exaltação dos estudos estrangeiros, é importante termos cuidados com as incongruências ou “pequenos erros” no trabalho final. Por exemplo, na pág. 140, é a presentada duas datas de pesquisaS apontontando para Novembro de 2017, quando ainda estamos no mês de Maio. É importante vê essas gralhas! Só uma nota!

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo