Anúncios

Tribunal pede comparência dos depositantes do extinto Banco do Equador

Os depositantes que tinham valores não superiores a 100 mil dobras, deve comparecer nas antigas instalações do Banco do Equador, até o dia 31 de julho, para receberem os seus montantes.

O leitor deve seguir o documento abaixo para ter todos os detalhes sobre o processo :

    4 comentários

4 comentários

  1. António cunha dos santos

    14 de Julho de 2020 as 14:56

    Então os que têm mais como? Ficam a ver o vento?

    Brincadeira da governação

  2. San Maia Tindaji.

    14 de Julho de 2020 as 19:02

    Quase todos, se nao todos que tinham menos de 100 Mil Dobras, ja receberam esse valor.

    E o receberam por decisao unilateral do proprio Banco Central, antes mesmo ate de figurar/se este Banco posterior, ironica e sinicamente como o Autor isolado da ACCAO JUDICIAL contra o Banco Equador, uma vez que o proprio Banco Central, era credor, fiscalizador…etc.

    Porem e mesmo antes da ACCAO JUDICIAL, o BC decidiu pagar de forma aleatoria e sem consentimento de Tribunal nenhum, os tais 100 mil dobras ou menos aos credores dstas quantias. Atentando assim contra o Direito comum que teem todos os credores que andam no mesmo plano ( Quiriografarios) e nao teem privilegios em nenhum sentido enquanto eventuais credores privilegiados como seria o caso do Estado, seus orgaos e autarquias e outras entidades publicas.

    Piorando a situacao, o BC sendo muito astuto, constituiu o unico bem de maior valor do Banco Equador, o seu edificio como garantia individual e especifica do seu credito.

    Pelo que, o espectaculo do Ano passado com a abertura da hasta publica ou leilao, apenas permitiu catar mais uns trocos insignificantes para pagar o Grupo ou a Administracao da massa falida, bem como mais uns trocos para os actuais anunciados em receber mais troquinhos, enquanto que aos cedores que milhoes nem um vintem concedem.

    A ver, vamos, onde esta historia vai parar…

  3. VAI TU

    15 de Julho de 2020 as 13:51

    Quando é que o Tribunal, chama os que devem mais do que 100.000,00 Ndbs?

  4. Maria Alberta

    15 de Julho de 2020 as 14:41

    Dizem que o Pinto da Costa e o Delfim Neves ajudaram a falir o Banco do Equador.
    O Pinto da Costa levou mais de dois milhões de euros. Outros tantos foram levados pelo Delfim.
    Numa das conferencias que o Delfim tinha dado, ele disse que tinha levado sim o dinheiro, mas que não tinha nada no Banco assinado em seu nome. Então como é que ele levou o dinheiro.
    Uma parte importante do dinheiro levado pelo Pinto como Delfim foram utilizados para dar banho na campanaha presidencial. Se ganhassem as eleições o país iria pagar tudo. Mas como perderam, então são os clientes do Banco que irão pagar.
    Tribunal? Tribunal não pode tocar nestes dois mestres. Eles são os país grandes. Não se toca
    Assim vai S.Tomé e Príncipe

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo