Cultura

Calema quer a consagração

O duo que forma a banda Calema quer conquistar mais espaço na cena musical são-tomense. Os irmãos de Angolares no sul de São Tomé, já estão a trabalhar no segundo álbum, que garantem vai ser uma agradável surpresa para o público.

Há quem os trata por “Leandro e Leonardo são-tomense” mas é como Calema que Fradique e António Mendes Ferreira querem ser reconhecidos.

“É sempre muito bom ser comparado a cantores como Leandro e Leonardo, mas preferimos ser chamados de Calema porque só assim as nossas musicas terão a magia que têm, só assim nos identificariam”, afirmaram.

A dupla que vem do extremo sul de São Tomé mais concretamente de Angolares, tem relativamente 3 anos de carreira oficial, no entanto explicaram ao reporterstp.info que o início fora dos palcos tem pelo menos 7 anos.

“Nós começamos muito cedo a fazer playback das músicas que tínhamos em casa e também as que passavam na rádio. Depois de um tempo começamos também a mostrar o nosso lado artístico na escola. Antes era apenas um hobby, mas depois, foi necessário mostrar ao país o que fazemos melhor”, explicaram.

E o que fazem melhor é subir ao palco, cantar e encantar.  Foi o que aconteceu após a gravação do primeiro disco com 10 faixas. Denominado “Ni Mondja Anguene”, algumas músicas cedo caíram na boca do povo, a mais cantada foi Santomé. Ainda assim o álbum de acordo com o duo não teve o sucesso esperado, por isso, almejam mais espaço na senda musical das ilhas. Para isso, já está em fase de produção um novo trabalho.

“Queremos fazer um disco que tenha mais a nossa presença. Nomeadamente nas edições, nas produções, tudo. Só assim podemos dar o nosso toque pessoal, e de certeza que será uma agradável surpresa para o público” pontuaram.

O género romântico vai continuar a ser a preferência para o novo álbum que poderá traduzir-se na consagração da dupla no seio musical do arquipélago.

Brany Cunha Lisboa

    9 comentários

9 comentários

  1. ANCA

    14 de Fevereiro de 2013 as 16:06

    Para um País(Território/População),São Tomé e Príncipe, seria bom cumprir seus compromissos, com a comunidade internacional, das quais é membro, parte integrante, e jamais somente ficar de braços estendido a esperar de donativos para referir que vai solucionar o problema das quotas.Dá Impressão que o Estado São Tomense, jamais sabe, nem conhece, nem assume os compromissos que assina.

    Por outro lado, haver vamos se este donativo de seis milhões de dolares chega, aos verdadeiros destinnatários, ás cooperativas agricolas, ás cooperativas dos pescadores, aos agricultores, e pescadores nacionais, com um projecto estruturado e estruturante para o futuro, se jamais haverá desvios de fundos de donativo de seis milhões de dolares, de modo a que agricultura, a pecuária e o sector pesqueiro nacional, possam produzir, para colmatar a carência alimentar da população, e assim assegurar a tal falada segurnaça alimentar, pois que mais de metade da população vive com menos de um dolar, na pobreza extrema, com fome e na miséria, basata ver os dados do País, com reflexo na alimentação infantil.

    Pratiquemos o bem

    Pois o bem

    Fica-nos bem

    Deus abençõe São Tomé e Príncipe

    • Contribuição

      15 de Fevereiro de 2013 as 9:41

      Posicina-te meu jovem!

  2. Mina Téla23

    14 de Fevereiro de 2013 as 17:25

    Xe, ANCA, o que o teu comentário tem a ver com a matéria?
    Um país não é só política, economia… é também cultura.
    Cultura é música, dança, costumes, culinária, história…. cultura é identidade.
    Então, vamos aproveitar o espaço para refletir e opinar sobre isso e não trazer assuntos “alheios”. Divulgar nosso São Tomé e Príncipe.

    Meninos, PARABÉNS pelo esforço e dedicação.
    Um abraço amigo 🙂

  3. dhaniel Pires

    15 de Fevereiro de 2013 as 2:06

    STP agradece e acredito que voces podem contar com o apoio da população em geral para a compra e divulgação do vosso album, quer ao nivel das Ilhas, quer ao nível dos Santolas residentes fora das Ílhas! SUCESSO, é o meu desejo!

  4. dhaniel Pires

    15 de Fevereiro de 2013 as 2:07

    SUCESSO, é o que eu vos desejo!

  5. Vane

    15 de Fevereiro de 2013 as 3:22

    Parabéns…a beleza de STP se revela na forma de cantar de Calema!

  6. JoseRufino

    15 de Fevereiro de 2013 as 13:21

    Muita coragem.Sucessos

  7. pirosco

    18 de Fevereiro de 2013 as 22:23

    esses putos vão ai e fazem um fiasco e ja querem ser Reis. ha mt que trabalhar ainda não se convenção ok ser criativo perplicas e surpreendam o publico

  8. Vane

    19 de Fevereiro de 2013 as 1:58

    Gostaria q este jornal fizesse matéria com Alcino da Estrelas, Garrido e Sebastiana três ícones da cultura santomense!

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo