Cultura

10 anos do Centro Cultural Brasil-STP: “É … realmente especial ”

Celebrar 10 anos de vida, é sempre um marco muito especial na vida de alguém, e de uma instituição, que tem a árdua tarefa de fomentar a diversidade cultural do Brasil, Centro Cultural Brasil- São Tomé e Príncipe, reconheceu a directora da instituição, Leila Quaresma, no discurso proferido na cerimónia oficial da celebração de uma década de serviço no país.

“10 anos. É uma data realmente especial. Foram tantas histórias e acções culturais organizadas, propostas apresentadas e, acima de tudo, as responsabilidades desde sempre assumidas pela construção de um papel activo na promoção da cultura brasileira como também da santomense”.

Embora nem tudo foram flores, como citou no seu discurso, Leila, reconheceu que foi gratificante o trabalho realizado nesta década, onde o trabalho de equipa foi preponderante na solução dos demais problemas encontrados nesta caminhada.

“10 Anos depois, o balanço efectuado é extremamente positivo! Construir uma história dá de facto muito trabalho e transparece enormes dificuldades, mas é verdade que, decorridos esses anos todos, a tarefa de construção manifesta-se para nós bastante gratificante”. 

Com o propósito de fomentar a cultura brasileira, o centro também serviu ao longo desta década, como a ponte da aproximação dos dois países, através de várias actividades, sublinhou Quaresma.

“Foram desenvolvidas actividades ao longo destes anos que aproximaram os laços entre Brasil e São Tomé e Príncipe: exposições de artes plásticas e de fotografia, palestras e debates, lançamentos de livros, cursos preparatórios, eventos gastronómicos, seções de cinema, festival de poesia, entre outras”.

O aniversário do espaço que foi sempre uma grande vontade do governo brasileiro, para apresentar e fomentar cultura no arquipélago, foi presidido pelo embaixador brasileiro, Vilma Coutinho, que nas suas palavras de boas vindas, reconheceu a amplitude que o centro ganhou nestes anos, acabando por se tornar na maior referência cultural no país, um mérito atribuído a actual equipa do organismo.

Para além de reconhecer verbalmente o mérito do espaço e da sua equipa, Coutinho também agraciou, [com entrega de certificados] os decanos da embaixada, Dircilene Almeida, Miller Castro, Hector Martins, e Leila Cristina.

O evento que decorreu no final desta semana, nas imediações da embaixada, contou com a presença do Ministro dos Negócios Estrangeiros, Urbino Botelho, e outras individualidades.

Para animar a noite, foram apresentados textos dos grandes nomes da literatura brasileira, por parte dos jovens convidados.

E por último, ficou o compromisso do Centro empenhar-se mais, para dar continuidade, e firmar mais ainda em prol do desenvolvimento cultural em São Tomé e Príncipe.

Gil Vaz

    Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo