Diversos

José Luiz Martins, emigrante são-tomense reage a reflexão do doutor Manuel Vaz Fernandes e anuncia a intenção de criar um novo partido político em São Tomé e Príncipe

No espaço análise o Téla Nón dá voz ao antigo Ministro da Justiça de São Tomé e Príncipe, que analisa o momento actual da democracia no arquipélago. Surgem várias reacções dos leitores, a mais recente é de José Luiz Martins, que já está a criar um partido político, para nacionalizar as empresas e tentar credibilizar a política são-tomense.

Senhor Director, bom dia
Agradeço pelo facto deste jornal constituir uma referência em São Tome. Se reparar, o antigo dirigente do País, pessoa, que tenho grande respeito e admiração, aliás eu fazia a imitação da voz dele, faz um diagnóstico do seu próprio partido, o que revela, apenas que não souberam comandar este belo povo, na óptica do respeito, liberdade e garantia. Este é o somatório de políticas desajustadas, o que fazer?

Vamos salvar a nossa democracia. Anuncio desde já a criação de uma força politica, para breve, denominada PS(Partido Socialista)de São Tome e Príncipe.
A nova Nacionalização das empresas.
Jose Luiz Martins

Recentemente

Topo