Economia

São Tomé e Príncipe poderá em Novembro próximo, beneficiar dos fundos do Millennium Challenge Corporation

Uma delegação do departamento do tesouro norte-americano, está a analisar com as autoridades são-tomenses, o nível de implementação das medidas que podem conduzir o país para a fase conclusiva do programa MCC.

Reforma do sistema fiscal, modernização dos serviços da direcção dos impostos e das alfândegas e a melhoria do ambiente do negócio. São as medidas que São Tomé e Príncipe vem implementando desde 2008, para ter acesso aos fundos do programa financeiro norte-americano, Millennium Challenge Corporation.

Nesta fase preliminar o tesouro norte-americano, disponibilizou 8 milhões de dólares para execução das reformas fiscais e aduaneiras.

São Tomé e Príncipe já criou um guiché único para melhorar o ambiente de negócio, mas a equipa norte-americana, não dá garantias de que em Novembro o arquipélago passe a beneficiar dos fundos que deverão ser aplicados em projectos que reduzam a pobreza e fomentem o crescimento económico.

Malik Chaka, chefe da delegação norte americana, a saída do encontro com o Primeiro-ministro Patrice Trovoada, disse «vamos ver».

Se São Tomé e Príncipe for eleito em Novembro entrar na fase de execução do programa Millenniun Challenge Corporation, o arquipélago deverá receber uma injecção de cerca de 50 milhões de dólares, valor que corresponde a metade do orçamento geral do estado.

Novembro é o mês de grande expectativa para São Tomé e Príncipe em relação aos fundos do programa financeiro norte-americano, para os países mais pobres.

Abel Veiga

    42 comentários

42 comentários

  1. Carlos Ceita

    19 de Outubro de 2010 as 15:30

    Meus amigos que bom seria para o país receber e gerir com transparecias esses fundos. Numa altura de conjuntura global difícil e de crise económico-finaceira receber ainda que seja apenas 8 milhoes de euros é uma grande ajuda. Mas por outro lado estamos perante um teste para este novo governo que tem de fazer trabalho de casa “como manda a lei” para mostrar aos parceiros de desenvolvimento e aos saotomenses que de facto as mudanças vieram para ficar. Desejo bom trabalho ao governo e espero que tenham sorte e que estejam a altura deste novo desafio para atrair esse fundo . A sorte que será também para os saotomenses. Que Deus abençoes São Tomé e Principe. Abraços a todos

  2. Matabala

    19 de Outubro de 2010 as 16:20

    Seria realmente bom para STP mas, USA podem ser tudo menos burros…
    O que penso que vão fazer é exigir, exigir..durante mais alguns anos de forma que a credibilidade do Governo esteja menos manchada e quem sabe ai sim poderá sair alguma coisa, mas mesmo assim será sempre na companhia de auditorias permanentes e severas…
    Esse “vão ver” deles é uma forma de estimular o querer fazer dos são-tomenses podem crer

  3. Venâncio

    19 de Outubro de 2010 as 16:27

    Espero que não iludamos que a Millennium Challenge Corporation atua em interesses dos poderossos e do mercado.

    sabemos que tais ajudas tem sido usadas como ferramentas para promover os interesses dos doádorres.

    Vamos tomar cuidado que a cooperação não se transforme e, cooptação.
    Essas “ajudas” tem co-optados os países “menos avançados” a adotar níveis globais e ideologias estabelecidas pelos países ricos.
    OBS: essas são palvras do GUTERIANO NICOLAU S. NEVES LA’A HAMUTUK, NO ARTIGO “O PARADOXO DA COOPERAÇÀO EM TIMOR-LESTE.

  4. observador

    19 de Outubro de 2010 as 16:37

    se trabalhasem mais e falasem menos voces estavam melhor do que nao estao eramos tao pobrezinhos hoje temos um pais em vias de desenvolvimento e crescimento voces ai nao é so falar crticar e falar mar de quem muitas vezes vos ajuda por isso estao nesta pobreza extrema e se nao mudarem de mentalizaçoes nunca mais sairam dele estavam habituados que os caboverdianos trabalhassem para voces agora que a geraçao caboverdiana esta a acabar vesse o estado que a vossa terra esta tenham vergonha deixam de palavras passam a açao trabalhando porque graças a deus a vossa terra é uma terra rica em tudo falat é quem a trabalhe garganteiros nao faltam ai o forro gosta muito de aparecer trabalhar nada trabalham deixem de aparecer com conversas fiadas tenham vergonha nao esperem sempre pelos outros aregassem as mangas e trabalhem para bém dos vossos filhos e da futura geraçao deixem de polemicas por tudo e por nada se virem um policia de mascara na cara a exercer as suas funçoes ja ém espanto porque? amanha se criarem uma tropa de elite ai com paraquedistas e comandos vai ser uma grande confusao nestas cabeças vao logo dizer que é guerra olha que quando começarem a extrair o dito petroleo vai ter mesmo que haver muita segurança e se nao houver estao em maus lençois

    • Venâncio

      20 de Outubro de 2010 as 10:08

      pesso para que deus ou qualquer forças superior lhe tire do meio da escuridão e mostre a luz para iluminar seu caminho

      só ele pode fazer isso

    • JorgeK

      20 de Outubro de 2010 as 11:25

      grande observador que tu és!
      es cabo-verdiano ou… cabo-vermelho?
      se nao sabes escrever nao comentes, o teu portugues ta no vermelho. que tal falares crioulo de CV? ES IGNORANTE E ANALFABETO.
      se nao tens respeito pelos santomenses entao nao comente, ainda por cima com “boca suja”

      • observador

        20 de Outubro de 2010 as 15:00

        boca suja nòs? vocês que nen racionao agua dos rios, que nem ijiene pessoal fazen cherao todos a catinga. estive no vosso aeroporto e estas instalacoens (ou baracao)cheira muito a catinga. queres comparar a o nosso aeuroporto? vai trabalhar malandro.

        • Edson

          24 de Outubro de 2010 as 12:35

          Eu comprendo que por respeito a democracia e a liberdade de expressão, o jornal tela non deixe passar até mesmo comentàrios “indicentes” como o teu. Porém, em nome de todos os santomenses queria te pedir que lavasse a boca com petròleo e lixivia quando falares de S. Tomé e Prìnicpe! Se não gostas do povo santomense, então porque te da o trabalho de vires aqui comentar? Patético!

          • observador

            25 de Outubro de 2010 as 10:07

            LA VEM MAIS DE M.L.S.T.P OLHA TEMPO DE CENSURA JA ACABOU TU NAO PASSAS DE UM PUTO DO SISTEMA LOCAL,LAVAR BOCA COM LIXIVIA LAVAS TU POR CAUSA DE AGUA CONTAMINADA QUE BEBES E PETROLEO TOMAS BANHO PORQUE OS TEUS CURANDEIROS USAO COMO REMEDIO.VOCES SAO MESMO ASSIM,MESMO BEBENDO CERVEJA COM BARATA
            E COMENDO COMIDA PODRE BRASILEIRO NAO SAO CAPAZES DE RECONHECER QUANDO AS COISAS ESTAO MAL.DEIXAO-ME PERPLEXO COM ESTA VIDA DE CORDEIRO. E PARA NAO ENTRAR MAIS EM CONFLITO JA NAO IREI POSTAR AQUI.PARA FELICIDADE DE MUITOS. MAS DIGO-VOS OS QUE EU CONHEÇO CA TODOS CRITICAO O ESTADO DO PAIS (OS SANTOMENSE NA DIASPORA )QUEM NAO GOSTARIA DE GOZAR A SUA REFORMA NA TERRA NATAL? MAS COM ESTE CLIMA DE INTRIGA SEM ELECTRICIDADE SEM AGUA SEM UM SISTEMA DE SAUDE (PRINCIPALMENTE) QUANDO SOMOS VELHOS FAZ NOS MUITA FALTA UM BOM HOSPITAL. MAS VOCES SO QUEREM OSTENTAR 4X4 ROUPAS DE MARCA BENS MATERIAL FUTEIS EM DETRIMENTO DE BENS SOLIDO E COMUNITARIO PREFEREM DESVIAR AGUA PARA VOSSAS CASAS E DEIXAR HOSPITAL SEM AGUA AEROPORTO TAO PEQUENO QUE QUASE QUE SO ATERRA AI UM PARAPENTE E UM SEM FIM DE COISAS. QUE CORRA TUDO DE BOM PARA VOCES (EMBORA TENHA DUVIDAS) FUI.

    • Polvo Paul

      20 de Outubro de 2010 as 12:27

      Tu calas oh cabo de nem sei o quê. Fala do teu país e mais nada. Não esqueça que os teus camaradas vieram para STP para serem escravos dos Portugueses, andaram a trabalhar para Portugal, e agora nós é que estamos a levar com as despesas todas.
      Deves dar graças a Deus por ter um país como STP que acolheu os seus camaradas..

      • observador

        20 de Outubro de 2010 as 21:56

        nos fomos o motor daquele pais . quando começamos a ir embora voces começarao a paçar fome e a dormir com cobras. preguiçosos,malandros. voces so pensao em apoios com braço esticado para o mundo como mendigos.

        • Polvo Paul

          21 de Outubro de 2010 as 13:44

          Foram motor de Portugal, tudo que vocês escravos trabalhavam era para construir Lisboa.

    • Zinane

      20 de Outubro de 2010 as 12:40

      Meu caro!

      Era bom que revisses a tua escrita porque cheira-me a burriçe. Ó jovem, tu não andaste na escola? Aconselho-te a fazer muitas leituras, cópias e ditados. Só assim estarás à altura de seres bem interpretado nos teus comentários que diga-se de passagem, são um atentado a língua de camões. É um atropelar constante do português.

      Tenho dito!

      • observador

        20 de Outubro de 2010 as 22:02

        entao? o teu portugues nao fez teu pais andar para frente.a minha burice planta couves e batata para o meu povo comer,e voce senhor dotor de obras feitas?teu povo continua a passar fome,e pior, teu governo ja vendeu ate vossa alma e ipotecou vossa indempendencia, e agora comes uque’? AFINAL BURRO SAO VOCES E VOSSO LIDER.QUE VOS ALDRABA E VOS TIROU O FUTURO.

        • Zinane

          22 de Outubro de 2010 as 11:18

          Jóvem!

          O que vale é que tu não sabes o que falas! A ignorância leva-te ao ridículo. Dou-te descontos. Vá te informar antes de vires pra aqui destilar o teu veneno. Há coisas que transcendem esta cabeçinha de couves e batatas. Continue a plantar couves e batatas para alimentar o teu povo que o teu lugar é aí. Não estiques demasiado a corda…ela pode cortar.

          Tenho dito!

          • observador

            22 de Outubro de 2010 as 18:17

            tipico de santolas vive de ameaças e intimidaçoens nao sao capazes de enfrentar a realidade . nao vivo en STP la a tua mafia (polvo)realmente da medo mas ca forra a algo que desconheces,temos direito de falar e escrver como quisermos.nao gostas da minha escrita nao leias.para a tua informaçao,sei muito mais duque poças imajinar.JA AGORA USAS TEMINOLOJIA DE UM CERTO COMENTADOR “TRISTE´´ SABES QUE ELE E UM CABUVERDIANO TAMBEM? TENHO DITO.
            JA AGORA,PORQUE QUE OS QUE NAO ESCREVEN CORRETAMENTE NAO PODEN COMENTAR?ESTE SAITE E RESERVADO PARA US BOIS DOS SENHORES PODEROSOS QUE USARAO DINHEIRO DO POVO PARA SE FORMAR NO ESTRANGEIROS OU TODOS PODEN POSTAR CA NO SAIT?ESPERIMENTA POR UMA LIGAÇAO AERIA COM QUALQUER PAIS GRATIS OU QUE DESSE PARA IR A NADO PARA EXTERIOR VERIAS COMO A CORDADA CORTAVA NO TEU PAIS.NAO FICAVA LA NINGUEN,SEN FALAR NO VOSSO JOGADOR QUE FOGEM,GRUPOS MISICAIS QUE FOGEM,ATE CORPO DIPLOMATICO FOGE PORQUE SERA?

  5. Ze Maria

    19 de Outubro de 2010 as 19:34

    Toda ajuda financeira é bem vinda, desde que provenha de Instituições sérias e que seus representantes saibam que devam fiscalizar a devida aplicação desses recursos.

    Do meu ponto de vista, essas entidades já não deveriam dar, emprestar, financiar…qualquer tipo de ação governamental sem antes condicionar ao Governo em contrapartida a transparência.

    Que o Governo publique nos sites oficiais as formas pelas quais esses recursos estão sendo utilizados[Governo discriminar detalhandamente quanto gastou, como e porquê]. Se necessário fazer cópia da nota fiscal.

    Porque se continuar do jeito que vem sendo feito há 35 nesse país, nos próximos 20 São Tomé e Príncipe entrará novamente na lista dos países mais endividados do planeta como já ocorreu outrora,[é uma forma de se evitar que em nome do povo faça-se promessas, empréstimos etc., que beneficiem meia dúzia de políticos. Aliás, fato cuja experiência já mostrou que não deu certo.

    Não é novidade para ninguém que meia dúzia de políticos construiram seus patrimónios às custas do povo, em nome do povo fizeram infinidade de emprestimos financeiro que deixou o país mais pobre.

    E são esses descarados mesmo que andavam aí com o discurso “país é pobre, deve demais”. Ouvia-se sempre:”cada santomense que nasce, já nasce endividado”.. Não vamos nos esquecer des várias rodadas de negociações feitas,das dificuldades encontradas para que o tão desejado perdão de dívida externa chegasse.

    O santomensezinho que nasceu até o ano de 2003 foi ao FMI e Banco Mundial fazer empréstimo para ter recebido o título de devedor? Óbviamente que não.

    Então, vamos refletir sobre a forma correta de “parceiros” internacionais ajudarem São Tomé e Príncipe sem jogar o povo na lama. Já vimos esse filme, certamente não queremos revê-lo, não foi bom para ninguém.

    Aproveito a oportunidade para propor ao PM Patrice Trovoada a fazer parte da corrente “Publiquem o gastam”.

    O povo precisa saber o que está sendo feito em seu nome, como está sendo feito e para quê.É um direito do povo e um simples dever que pode e deve ser realizado pela Vossa Excelência e os seus Ministros.

    Gostaria imenso que o PM Patrice Trovoada e o seu elenco fizesse a diferença. Adotasse como bordão na sua gestão:Organização, Transparência e Exemplo. Palavras que jamais fizeram parte dos diferentes governantes que administrarem esse país nos últimos 35 anos apesar do bordão oficial de São Tomé Príncipe ser: UNIDADE-DISCIPLINA E TRABALHO.

    O povo tem consciência que esse governo não o “Salvador da pátria”, mas pode fazer a diferença e a diferença é sempre recordada diferenciadamente.

    Portanto, sr.Patrice Trovoada, o convite a Transparência está feita. Como mina téla, um scá guadá sum fé vonté sum da pôvó.

    E aos Países e Instituições Públicas e Privadas, gostaria que não dessem costas a essa terra linda por causa de deslize [corrupção, falta de transparência,nepotismo, superfaturamento etc.]daqueles gatunos que afundaram o país ao pretexto de ajudar o povo.

    Que continuem ajudando o país. O povo já aprendeu a fazer a lição de casa, não elendo novamente aqueles gatunos ao poder.Peço-vos encarecidamente, que apenas condicionem essa ajuda a criação mecanismos que permitam ao povo fiscalizar a aplicação desse recurso que está sendo doado para o povo.

    Somente assim, poderão promover a igualdade nesta sociedade tão desigual e o bem estar para aqueles que realmente precisam sem demagogia barata que se vê e ouve durante as campanhas eleitorais.

    Apesar de ser quase certa a tão famosa frase:”cada povo tem governante que merece”. Acredito que o povo São Tomense é que jamais foi merecedor dos governantes que teve nos últimos 35 anos.

    • Polvo Paul

      20 de Outubro de 2010 as 9:22

      Discordo, o povo de STP merece tudo que está acontecer em STP. São mesquinhos, e deixam se levar pelas pequenas migalhas que lhes são oferecidos….

      • observador

        20 de Outubro de 2010 as 22:07

        POVO DE SAO TOME TEN QUE APRENDER QUE NINGUEN DA NADA A NINGUEN,SE TE DAO 20 ESTAO A ESPERA DE RECEBER 40,PAREN DE ESTAR SEMPRE A PEDIR TUDO A TODOS,CONTENTEN COM UQUE TENHEN,TENHEN POUCO MAS QUEREN VIVER COMO LORDES,ISTO VAI FICAR COMO SUMALIA VAO VER.

  6. Madalena

    20 de Outubro de 2010 as 11:24

    Boa iniciativa,
    MCC tem interesse nesta Sub região africana. temos de fazer o nosso trabalho de casa(TPC), devemos informar os quadros de STP, que vivem nos EUA, para se envolverem de cabeça aos pés no projecto. Tenho quase a certeza que vamos conseguir os fundos e serão utilizados para segurança costeira, modernização de aeroportos e portos.
    Porto Alegre(aeroporto). Quanto a transparencia dos fundos, fiquem calmos! Não haverá desvios, pois MCC, assegura a sua gestão, com avaliação permanente.
    Agricultura podia sr uma area importante, mas creio que não!!
    O petroleo faz mover a montanha!!

  7. Nikols

    20 de Outubro de 2010 as 16:12

    Como os outros paises têm beneficiados dessas ajudas,STP também pode,mas é preciso que Sao Tomé trabalhe reformando diversos sectores por forma a convencer os Americanos a injectar essa importancia.Nos podemos tomar como exemplo o nosso amigo cabo verde,utilisou esse pacote nas infra-estruturas dos sectores estrategicos para aumentar a receita do estado e assim fazer também aumentar o PIB.Sao Tomé tambem podera fazer o mesmo!Selecionar sectores que faz aumentar a economia do pais,gerando emprego e assim reduzindo a pobreza no Arquipelago.

  8. Carlos Ceita

    20 de Outubro de 2010 as 19:11

    Meus amigos geralmente quando intervenho aqui procuro evitar personalizações. Prefiro o debate de ideias. Isso sim é o que interessa. Mas vou abrir excepção e só hoje por causa do tom provocatório do senhor que se autodenomina de Observador quiçá Caboverdiano.
    O observador ou caboverdiano teve o espaço de exprimir o seu ponto de vista apesar de ofensivo para com os saotomenses e não foi censurado e só por isso tenho de felicitar o Abel Veiga o que mostra que este espaço é democrático.
    Num mundo cada vez mais intolerante veja-se o caso dos ciganos em França e ainda há pouco a morte de uma romena grávida por um cidadão italiano. Nos africanos negros e brancos estaríamos a perder tempo com coisas pequenas. Penso que o tempo dos nacionalismos bacocos, os ressentimentos, os radicalismos e orgulhosamente sós só nos fizeram perder tempo. Hoje no mundo global mais do que nunca precisamos de aprender e cooperar uns com os outros.
    Que temos que aprender com o pragmatismo dos caboverdianos sem dúvida. Que temos de aprender com os nossos erros claro. Mas dai teorizar uma suposta superioridade de um povo em relação ao outro para justificar sucessos e fracassos de uns e de outros é coisa do regime Nazi. Aliás por causa do perigo e o preconceito de generalização sobre um povo a humanidade conheceu várias tragédias e genocídio tanto na Alemanha Nazi na Bosnia como no Rwanda. E hoje é preciso estarmos vigilante porque com a crise economiza na Europa actual e no mundo um pouco como na crise dos anos 20 tem subido ao poder líderes populista com discursos xenófobos anti-imigrante que deveria nos inquietar. Sobretudo nós africanos.

    • observador

      21 de Outubro de 2010 as 16:20

      tens rasao meu caro. tudo isto è so para jogar coversa fora.tenho empregados sao tomenses e confio plenamente neles um ate esta de ferias neste momento la e vai ma trazer farinha de mandioca.e pena vosso pais estar assim , mas nao queria ofender directamente ninguen se tal sucedeu as minhas cinceras desculpas.
      mas ademita DE REPENTE O NACIONALISMO SAO TOMENSE APARECEU UQUE NAO SE VIA POR AI A MUITOS.A POLEMICA FAZ MILAGRES.
      CUMPRIMENTOS A TODOS.

  9. pidu cu salo

    20 de Outubro de 2010 as 20:21

    pronto mais um tema para os espertos comentarem o que nao falta em stome é gestores comentaristas,doutores,jornalistas, alguns quando viram aquele monte de dolares lemberam-se todos a dizer ai se eu fosse um membro do governo comprava lindas coisas para as minhas senhoras nao é verdade? Porfalar nisso quem vai girir estes dolares todos até possogerir que tal? nao sou cpmilao como e deixo os outros comer nao levem a mal mas temos que ter um pouco de diovertimento também nao quero ofender ninguem mas sou um grande gestor das minhas poucas contas sabem porque porque nao tenho nada e agora

  10. Digno de Respeito

    21 de Outubro de 2010 as 1:50

    Toda a ajuda é benvida. Resta conhecer as contrapartidas dos diferentes tipos de ajuda.

    O sucesso é garantido quando se tem pela frente um bom negociador e conhecedor da verdadeira realidade face aos interesses contrários. A política de desenvolvimento faz-se perante o diálogo e a cooperação económica (entre outros aspectos inerentes).

    Bom trabalho a todos….

  11. Macarofe

    21 de Outubro de 2010 as 10:15

    Cada povo tem dirigente que merece…Todos paises passaram essa nossa triste amargura. Mas temos esperança que estaremos um dia nas alturas e gritar bem alto… ” somos felizes”.

  12. Polvo Paul

    21 de Outubro de 2010 as 13:40

    Espero que alguma dessa quantia possa dar uma saltada até a ilha do Príncipe. Para não ser sempre os mesmos a comer as ajuda que chega ao nosso país.

  13. Lúcio Pinto ( CSPQ)

    22 de Outubro de 2010 as 11:19

    Nós não precisamos disso…
    eles dão 50 milhões e recebem 500 milhões. Isto não é nada…
    STP precisa sim de gente de boa Fé,
    Se continuarmos assim vamos cair no abismo. STP no coração

  14. CARLOS NOBRE CARVALHO

    22 de Outubro de 2010 as 11:37

    OI,meus amigos,habitualmente acompanho os comentários,feitos neste espaço e ainda bem que o existe para que cada um exponha o que pensa.Aliás nos ajuda acordar.Li o comentário do nosso compatriota caboverdiano,como Santomense não gostei de tanta agressividade utilizada,pois os caboverdianos devem saber que nós santomenses temos um passado comum com eles e por esse facto é preciso haver respeito pelas cidadanias.Gostaria de alertar também ao mesmo caboverdiano que embora ele seja caboverdiano,ao mesmo tempo também ele pode ser santomense.Portanto é preciso acima de tudo haver respeito pelas identidades.Gostaria também de acrescentar que STP é um País rico em culturas porque é constituido por vários povos”MULTICULTURAL”Seja mais benevolente.

  15. Madalena

    22 de Outubro de 2010 as 16:23

    Observador tem empregados?
    O quel del rei!
    Tens que fazer Ditado, mas muito ditado.
    Olhem só para um empregador, o perfil, sem o conhecer podemos afirmar que de escrita tem muito pouco. O culpado disso tudo são os politicos da terra, a começar pelo 1º presidente, não sob educar o povo, dar escola, promover o ensino e aprendizagem. Somos ultimos da tabela IDH.
    O somos todos iguais, não promoveu a competitividade. lembro de aulas de recuperação, exames extraordinários, etc, etc.
    Um colega teu reprova o ano, mas coim estae arteficios, quando menos espera estamos na mesma sala!
    Eu passei na aula de recuperação, eu fiz exame extraordinário.
    Coisas incalculaveis, dos anos 70, 80.
    Temos que encontrar um lider com idéias, com energia.
    OVO COZIDO, NÃO DA PINTO!!

    • observador

      22 de Outubro de 2010 as 18:28

      mas coim estae arteficios—— CHEIRAS A ESTURRO. COMO VES COMETES ERROS O EXPERTO.
      VOCES SAO TODOS SABICHONS NAO””’?????

      • Edson

        24 de Outubro de 2010 as 12:46

        Não deves bater bem da cabeça!

  16. realista

    23 de Outubro de 2010 as 16:23

    voce ai badju tenha calma na alma porke tas a comportar como uma porca faminta k mete focinho onde nao e chamado tens k penssar no vosso povo k descreminan-se os k sao da mesma nassao caboverdiana dentro e fora da patria caboverdiana a porke eu sou da ilha de SAL a porke sou da ilha de santiago a pork sou da ilha de praia afinal de contas quantos caboverde existem PORRAAAAAAAAAAAAAA para de substimar santola e observa este problema k abrange caboverde a bues a tua casa ta cheia de sarna k e pra cossar tas kereres voar vo territorio do outro sem VISTO. Este saite foi criado pra todo os santomense tu k es estrangeiro so tens k limitar a observAR TABEM. TOU DE OLHO EM TI SAMPAJUDA MAIS BURRRRRRRRRO e INVEJOSO K JA CONHECI .

    • observador

      25 de Outubro de 2010 as 10:26

      OLHA NAO DEVE SER DE TEU TEMPO, MAS PROCURA SABER,A COISA DE 30 ANOS FOI UMA EQUIPA DE ANGOLA (MAMBROA) JOGAR CONTRA GUADALUPE E GUADALUPE PERDEU POR 4-O, E TODO O SAOTOME COMEÇOU COM UM GOZO QUE ERRA (UMA FINTA DE MAMBROA GUADALUPE FICA A TOA,) AXAS QUE GUADALUPE È OUTRO PAIS?OU NA VERDADE SAOTOMENSE ESTAVA A GOZAR DE SI PROPRIO? NAO ESTOU A ESPERA QUE ENTENDAS ISTO POIS ESTA FORRA DE TEU ALCANCE. FICA BEM.

      • Arnaldo

        11 de Outubro de 2012 as 21:56

        O problema é saber gerir os fundos, realmente ninguém da nada a ninguém, se STP recebe é porque tambem vai ter suas dívida.Então melhor saber gerir pra ter como paga as dívidas.

  17. rapaz de riboque

    23 de Outubro de 2010 as 23:51

    digno de respeito , observador grandes gestores para gerir este dolares

    • observador

      25 de Outubro de 2010 as 9:32

      TU SABES QUAL È O ROTULO QUE SE DA A RAPAS DE RIBOQUE, NAO SABES?

  18. rapaz de riboque

    24 de Outubro de 2010 as 0:07

    ja começaram as picardias deixem disso por favor fica tao feio esses comentarios porque se um escrever a provocar e ninguém responder ele deixa de escrever burrices se respondermos é pior o despreso é melhor amigos nao deem troco a comentarios provocatorios e ignorantes

  19. caboverdiano

    24 de Outubro de 2010 as 0:59

    este rapazinho do riboque deve ser muito esperto para roubar galinhas e bananas quem es tu para aconcelhares os outros vives num pais de miséraveis e no riboque que é o espelho da tua terra vens dar concelhos nem daqui a 100anos voces vao sair da miséria porque voces sao malandros só estao a espera que os outros vos de alguma coisa e depois falam mal como portugal que esta a viver momento dificil ainda manda coisas para ai e medicos os portugueses também nao prestam porque tanto que voces os odeiam ainda ajudam ai eles sao iguais a voces que so falam e tem inveja da minha terra porque esta desnvolvida voces so falam em petroleo o que vai ser a vossa pior desgraça tarbalham malandros vocers e aqueles brancos que estao ai e ainda vao passar férias ai malandros

  20. josé Manuel

    24 de Outubro de 2010 as 9:02

    PARA O CABOVERDIANO

    Nao lutamos apenas contra a ignorancia,também lutamos contra o erro: E, por motivos diversos que os interesses humanos dizem respeito somos induzidos a iggnoranciae erros contra os quais nao estamos inumes e precisamos de precaver. Travamos estas lutas interminaveis, com os instrumentos que dispomos de observaçao e de analize e, na duvida, com reservas á defeza, adevertidos, da falibilidadedas promissas, das conclusoes e do proprio processo intelectual do conhecimento. Para já nao falar do reducionismo e das condiçoes da cominicalidade do conhecimento e do respeito pelos outros

    • observador

      25 de Outubro de 2010 as 9:26

      iggnoranciae —– qual o significado desta palavra ? VAS COMEÇAR A LUTAR CONTRA TI MESMO ? PARA COMEÇAR.

  21. Ke kwa

    25 de Outubro de 2010 as 13:14

    Estava lendo e observando atentamente os comentários tanto ou quanto provocadores do OBSERVADOR e cheguei a uma conclusao preliminar de que ele pode nao ser um «analfabeto» como pretende dar a entender e até pode nao ser nenhum caboverdeano, pois em algum momento ele escreve tao bem em portugues e noutro ele exagera nos erros e há que ter em conta o dominio que ele tem da informática. Ele pode até ser um santomense e bem letrado. Se for o caso é pena que ele esteja a criar tanta confusao nas pessoas (caboverdeanos e santomenses), embora nalgumas coisas ele tenha uma dose de razao. Ja o disse e volto a repetir que estudei com santomenses na Europa e que quando entendessem deixavam de se falar sem mais nem menos e todos estranhavamos esta atitude. Alguns deles já sao dirigentes tenho os visto pela RTP Africa. Os Santomenses precisam investir muito no amor ao próximo e na irmandade como um povo, a diferença de ideologias politicas, nao pode ser razao para se tratarem como inimigos.Tenham também algum respeito para com a vossa classe politica para que eles também possam vos respeitar. Corrupçao e má gestao existem em todo o lado, nos EUA e na Europa houve bancos que afundaram por causa destes males. «Pobre nao faz salada russa» porque nao tem dinheiro para comprar tantos ingredientes, os nossos governos tamém tem pouco para tanta coisa.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo