Política

Mé-zochi festejou independência nacional marcada pela ausência da ADI

Presidente da Autarquia de Mé-Zochi, é militante da ADI. Organizou a festa da independência no distrito, o governo central e todas as forças políticas do país marcaram presença menos o seu partido, apesar de ter sido convidado. Nelson Carvalho, condenou as querelas políticas fúteis que comprometem o desenvolvimento nacional.

«Mé-Zochi apela à concórdia nacional, a efectiva mobilização para apaziguar os espíritos da sociedade civil são-tomense», declarou o Presidente da Autarquia de Mé-zochi(na foto), no acto central das celebrações do 38º aniversário da independência nacional, que tive lugar no último sábado no coração da cidade da Trindade.

O Presidente da Assembleia Nacional, Alcino Pinto, marcou presença na tribuna de honra erguida no centro da cidade histórica de São Tomé. Deputados a Assembleia Nacional, e membros de todos os partidos políticos do país, com excepção da ADI, marcaram presença.

Nelson Carvalho, Presidente da segunda autarquia mais populosa do país, pediu «entrega total e completa de todos os detentores de cargos políticos, com a participação de todas, organizações religioas e partidos políticos sem excepção, sindicatos e a sociedade civil organizada, no ressurgir de um novo patriotismo nacional adaptado as nossas exigências em busca de uma justiça social para todos», referiu.

Membros do Governo sob a liderança do Primeiro Ministro Gabriel Costa, juntaram-se a festa da independência, organizada pela autarquia de Mé-Zochi. O Presidente do Supremo Tribunal de Justiça José Bandeira, disse sim assim como as diversas congregações religiosas do país.

Nelson Carvalho, militante da ADI, partido que venceu as eleições autárquicas em Mé-Zochi, está cansado das querelas políticas. «Já basta de querelas políticas e de actos corruptos institucionalizados que matam o nosso povo e toda a geração. Porque mé-zochi foi, é será o berço de onde partiu a luta pela independência, São Tomé e Príncipe pode, contar com Mé-Zochi na luta pela paz progresso e desenvolvimento», sublinhou o Presidente da Câmara distrital de Mé-Zochi.

ADI foi convidado para a festa dos mé-zochianos, mas não compareceu. O Primeiro Ministro Gabriel Costa, usou da palavra. «Hoje a forma como fazemos política, tem desnorteado a nossa população. A classe políitica ainda não entendeu que o que mais importa, é a satisfação dos interesses das populações, não as querelas políticas como muito bem disse o Presidente da Câmara de Mé-zochi», frisou Gabriel Costa.

A Câmara de Mé-zochi tem sido um exemplo brilhante de unidade de esforços para a satisfação das necessidades das populações. Sob a liderança de Nelson Carvalho do partido ADI, outros autarcas do MLSTP, do PCD e militantes de vários partidos políticos trabalham em concertação e harmonia, para dignificar a região que foi berço das revoltas que conduziram o país para a independência nacional, com destaque para os acontecimentos de 1953. «Tem sido uma pessoa dinâmica na câmara de Mé-Zochi, que tem trabalhado para o interesse de todos os mé-zochianos independentemente da sua cor política. Que tem procurado congregar os me-zochianos na luta pela transformação desse distrito guerreiro, num distrito mais organizado, num distrito onde o povo tenha água, luz, transporte, saúde, é o que mais interessa, resolver os problemas que mais afligem as populações», pontuou o Primeiro Ministro.

Mé-Zochi está unido na luta pelo desenvolvimento, distanciando-se das querelas políticas fúteis.

Abel Veiga

    20 comentários

20 comentários

  1. Santosku

    15 de Julho de 2013 as 9:56

    Estando no exterior e sendo me-zochiano quero agradecer de coração o compatriota Nlson de Carvalho pela iniciativa de organizar a festa de aniversário de independência. Nelson os ADI embora ser deste Partido não estão a te dar valor como alguém que de facto quer apenas bem para os seus compatriotas. Fazem politica em tudo e por tudo e com este comportamento eu não chamo isto de politica mas de politiquisse. Meu irmão frente é o caminho. Quem ficou envergonhado não é você mas sim os dirigentes cegos do ADI. Um abraço.

    • vergonha

      16 de Julho de 2013 as 12:54

      Quem Ficou invergonhado são os dirigentes do MLSTP/PSD, PCD e MDFM/PL por fazerem festa só para os dirigentes e os convidados e não para o povo Santomenses. Isso é que é uma vergonha. Nunca houve em STP.

  2. Rambo

    15 de Julho de 2013 as 10:01

    A festa parecia uma “tragédia sem renado” ou um “danço sem bobu”. Estava lá o poder, mas o POVO esteve ausente. Devido a onda de intimidação instalada n país pelo governo d Gabriel Costa, impunidade, e a solidariedade com a corrupção.

  3. Desgraçado

    15 de Julho de 2013 as 10:37

    Eu duvidava muito deste presidente mas o gajo está a me surpreender pela positiva, é pena que muitos do ADI não tenha uma personalidade positiva.

  4. Felisberto Bandeira

    15 de Julho de 2013 as 10:41

    Na verdade STP carece de Homens como presidente de camara de Mezoshi a frente do destino do Pais, Homem que pensa no desenvolvimento na base da unidade e na partilha do bem comum para o povo
    .

  5. Felisberto Bandeira

    15 de Julho de 2013 as 10:48

    Só tenho a desejar parabéns ao Presidente de camara de Mezoshi muita forca e saúde, coragem e persistência na sinceridade na verdade e no bem

  6. Faminta

    15 de Julho de 2013 as 10:52

    Não noticias nada a favor do ADI. Que tipo de perseguição, meu pai!?

  7. Eduardo dos Santos Trovoada

    15 de Julho de 2013 as 10:55

    Os Mé-Zochianos querem estar bem longe dos ASSALTANTES DO PODER, e já pediram desculpas ao Nelson Carvalho. Eles nunca esqueceram que Oca nasce com sua pinha e morre com ela.

  8. zeme Almeida

    15 de Julho de 2013 as 10:56

    Nao se pode imaginar coisas que vao na cabeca do presidente da camara destrital de Me-Zochi.É muito normal ele como presidente em convidar todos orgaos de soberanea, nao significa que ele apoia a politica do governo chefiado por Gabriel Costa e o presidente da assembleia nacional Alcino Pinto e os actuais deputados que sustentam o atual governo?Este ato é um ato historica da nossa independencia nacional ele deve convidar os atauis governantes do PAÍS. Se os membros do ADI nao compareceram,nao significa que o presidente,mudou de partido ou porque nao defende a estragegia do seu partido?Ele é militante do ADI.Nas eleicoes para seu partido,a coisa irá ser outra.Podem crer.

    • Zuba kue^

      16 de Julho de 2013 as 10:46

      Ele Nelson Carvalho, tem mentalidade nova com
      ambição de unir o Povo de São Tomé e Príncipe,
      num so caminho para o retardado desenvolvimento
      do nosso Pais. Olha meu amigo Zeme Almeida, se
      todos do ADI tivessem esta nobre mentalidade este
      cantinho do Equador não estaria onde esta’ hoje. Se
      Os de ADI, não mudarem mentalidade tosta e a cegueira que os atinge jamais serão um grande Partido de oposição que garante o equilíbrio para o desenvolvimento desta Nação e com esta atitude so esta’ a cavar a sua própria sepultura.

  9. zeme Almeida

    15 de Julho de 2013 as 10:57

    É um ato histórico{quiz eu dizer}

  10. Samtos Ferreira

    15 de Julho de 2013 as 14:23

    Sr. Primeiro Ministro, surgiria que se informar e depois para fazer o discurso bonito de treta.
    Todo Mé Zochi tem Agua?
    Não veja agua em Caixão Grande Melhorada Agua lama, Margarida Manuel , este locais onde conheço bem. Por isso gostaria que Fala o que sabe. Não estou a referir na época da gravana, ao longo dos 12 meses.
    Santos Ferreira.

  11. arlindo fernandes

    15 de Julho de 2013 as 17:08

    O ADI esta a fazer tudo para que o Patrice nao regresse ao pais eles sabem muito. Boa estategica

  12. sol

    16 de Julho de 2013 as 8:52

    ADI preocupa-vos tanto mais que governar.

  13. virgem

    16 de Julho de 2013 as 9:05

    esse sim, e o partido que gosta do povo , eles sao tao santo que nao mesturam com os mortais ,so fez falta quem la esteva ,esse partido nao tem nada a ver com o povo o que lhes entereça e a ideas deles , nao gonseguem faser sacrificio em nome do povo e da comcordia nacional . meu voto nao terao jamais

  14. jovem de 90 anos

    16 de Julho de 2013 as 9:08

    eu so sei de uma coisa quem deve demora o tempo que for, tera de pagor .

  15. zeme Almeida

    16 de Julho de 2013 as 10:43

    Está no poder em Africa transforma-se em todo aspecto.Por favor dé uma olhada na barriga do Gabriel Costa.Isto é que se leguelá como se diz na nossa lingua de S.Tomé.

  16. vida de surpresa

    17 de Julho de 2013 as 11:15

    Muito bem Sr Presidente Nelson!!!
    Gostei do que vi, sou Trindadense e tenho por obrigação de felicitar pela esta iniciativa,nossa cidade necessita algo deste género,embora eu esteja distante da terra mas fiquei impressionado.
    Sei que para se fazer algo no nosso Pais e não só é necessário ter poder económico, mas com força e vontade, paciência conseguimos chegar a meta.
    A minha área funciona também juntamente comas Câmaras e assim que estiver pronto estarei a dar o meu contributo em prol da nossa cidade que nos todos amamos, força aí parceiro.
    Obrigado.

  17. Felisberto Bandeira

    19 de Julho de 2013 as 10:42

    Existe trez coisas bem distinta no adi 1-Os Militantes que querem bem do Pais e mostram cara 2- E os Militantes que querem bem do Pais mas que não mostram cara 3- E OS que não querem bem do Pais nem do partido os que estão louco pelo poder fazendo besteira na praça publica criando clima de instabilidade trazendo ma imagem a nível internacional achando que assim alcançam alguma coisa, Quando se põe criança a frente do Partido da no que da ,e o que esta acontecendo, tendência da criança e chora pão chora leite, rebuçado, bolacha etc e na política esta chorando constantemente o poder ,esquecendo eles que poder vem do céu,.joao-19-11.,Deuteronomio 4-39.

  18. Carlos Lopes

    19 de Julho de 2013 as 15:24

    Parabéns!
    Caro Presidente Nelson Carvalho, assim se constrói um País… Votos de muita força, determinação, saúde e felicidades nessa jornada.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo