Política

O Veto do Presidente à nova Lei Eleitoral

A carta do Presidente da República Evaristo Carvalho, com data de 30 de Dezembro de 2020, e endereçada ao Presidente da Assembleia Nacional Delfim Neves tem um e único assunto : Veto à Nova Lei Eleitoral.

Na missiva, o Chefe de Estado, apresenta várias razões para vetar a nova Lei Eleitoral aprovada em Dezembro pela maioria parlamentar que sustenta o governo(28 votos), e mais um voto da bancada parlamentar da ADI(deputados Levy Nazaré), totalizando 29 votos a favor.

«Não pode o Presidente da República, através de uma eventual promulgação, sobretudo sendo o principal garante da Constituição, dar o seu aval a um texto com o qual não está em total harmonia, mormente no que respeita aos limites ao exercício de direitos civis e políticos de forma livre», diz o Presidente da República na carta endereçada ao Presidente da Assembleia Nacional.

O Téla Nón coloca a disposição do público leitor, a carta do Presidente da República que veta a nova lei eleitoral.  Para melhor compreensão dos motivos legais, que sustentam a decisão do Presidente – Clique – Carta_Veto a Lei Eleitoral

Abel Veiga

 

    8 comentários

8 comentários

  1. Fuba cu bixo

    5 de Janeiro de 2021 as 20:01

    Veto e bem vetado é tempo de alguém por ordem neste desmando aqui em S.tomé não se pode continuar a assistir que esta gente queimem carro da juíza e chegam ao poder e começa a ficarem gordos e ricos fazendo leis que os beneficiá como lei de os deputados terem mais regalias e esta lei eleitoral para excluir adversário político para continuarem a sambacar avontade isso não pode continuar S.tomé não pertence a essa meia dúzia de pessoas S.tomé é de todos Santomenses.

  2. Andorinha

    5 de Janeiro de 2021 as 20:38

    Eu congratulo com o veto do senhor Presidente da República para repor a legalidade não pode haver Santomenses de primeira e Santomenses da segunda violando a constituição
    Alguém que mim diga uque que o governo de Jorge bom Jesus esta a fazer.
    A saúde melhorou?
    As condições dos nossos hospital melhorou?
    A vida dos agricultores e pescadores melhoraram?
    A vida das populações melhoraram? Claro que não pelo contrário piorou continuarmos a não ter medicamentos e materiais no hospital com falta de tudo
    Os pescadores continua com as suas pescas precárias desde canoa redes e pescas precárias o povo contínua na extrema pobreza.
    O Jorge bom Jesus ja não engana ninguém com palavras bonita enquanto ele e os seus camaradas vão ficando gordos e ricos.
    É tempo de correr com este governo de Jorge bom Jesus antes seja tarde.

  3. Caetano Moises

    6 de Janeiro de 2021 as 1:43

    De quem passou a vida a vender cabras no Gabao, nao de pode esperar o diferenente. Nao Basta usar fatos e gravatas Caro’s, viaturas de Altas cilindradas e.outras bujingangas de atualidade. E preciso antes de mais ter algo na.caximonia que possa servir ao paid e.seus cidadaos sem excepcao. Afinal os que pensavam que o Presidente e o ASSINA SO, vao ter que dar meia volta.
    Presidencia nao e, nem nunca foi a Quinta da Mae Joana.

  4. antónio abreu

    6 de Janeiro de 2021 as 8:39

    Tudo bem Senhor Presidente
    Diga a estes ditos deputadozinhos que deveriam pensar no país e não nos seus interesses pessoais.
    A saúde esta uma calamidade, a justiça está mais do que calamidade, o roubo generalizado nas casas, parcelas de terras, e nas empresas públicas como EMAE, ENAPORT, ENASA etc. passou a ser o emblema da governação.
    Por isso, num país sério, os deputados estariam a reunir várias vezes para aconselhar o governo a tomar as medidas para sanear estas poucas vergonhas que têm estado a assolar o pais. Mas não é assim.
    A prioridade dos deputados, é inventar leis para terem regalias vitalícias, afastarem pessoas para participar nas atividades politicas, e dividir o país e promover a vingança.
    A melhor solução seria mesmo dissolver esta Assembleia e mandar estas cambardas de preguiçosos irem trabalhar.

    • matabala

      6 de Janeiro de 2021 as 12:12

      Concordo 100%

  5. Sem assunto

    6 de Janeiro de 2021 as 16:09

    Já está na altura para o Senhor Presidente da República dissolver este parlamentar liderado pelo goge magoge de Delfim Neves e formar um governo de Unidade Nacional. Esta gente tem dado provas de quem com eles nada vai dar certo, a não ser agendas pessoais, gulas.
    Quanto a questão da nova lei é unânime de que está porcaria nunca deveria ser pensada muito menos aprovada , pior ainda é quando apercebemos de que cada secção parlamentar destes vagabundos é pago por nós os trabalhadores insta uma revolta inexplicável.
    Podem continuar iremos vos enxovalhar nas urnas.

  6. Rei amador

    7 de Janeiro de 2021 as 8:12

    Então os deputados não representam o Povo? Não foram eleitos pelo povo?

    Sociedade civil não elege os deputados? Não vota nas eleições? Não os elegeu ou deixou que fossem eleitos estes e não outros não votando?

    As ditas inconstitucionalidades não foram expurgadas? Não houve amplo debate com participação da sociedade civil, partidos sem assento e diáspora?

    Sr. PR, quais são os artigos que diz ainda serem inconstitucionais?

    Vetar Lei é com base em opinião, sem suporte legal, devidamente indicado e explicado?

    Enfim . . .

  7. SEABRA

    11 de Janeiro de 2021 as 8:47

    …presidente Téléguiado, télécomandado, fantoche. Eis o que é o sum Evaristo de Carvalho – TROVOADA.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo