Sociedade

Cooperação brasileira forma artesãos santomenses

O objectivo é proobras.jpgfissionalizar os artesãos nacionais.  Resultado de um acordo assinado entre os governos brasileiro e santomense, os artesãos nacionais estão a transformar resíduos em objectos de uso. Uma forma de aumentar o rendimento de centenas de pessoas. Trata-se de um projecto de desenvolvimento do artesanato local com interferência de designe. Os artesãos trabalham entre outros com cascas de árvores, folhas de cebola e de arvores para tingir os panos, e têm utilizado chocas de bananeira para fazer papel. « É um projecto de desenvolvimento do artesanato local com interferências de designe. Somos um grupo de professores especialistas em artesanato e designe que estamos desenvolvendo este projecto aqui em S.Tomé. Tem várias etapas. Estamos iniciando já com o papel artesanal da fibra de bananeira e também com tingimento natural da flora local. Além disso, temos um grupo bastante tenso com dois núcleos de produção, com bordado e também interferência de alguns especialistas de designe nas oficinas de artesanato de são Tomé», explicou Beatriz Carpanela, consultora de papel artesanal e tingimento.

Pretende-se com este projecto, aperfeiçoar e desenvolver técnicas de artesanato com o objectivo de gerar emprego e renda. Estão envolvidos nesta iniciativa 160 artesãos de são Tomé num curso sistemático nas modalidades de tingimento natural, bordado e papel artesanal.»Vamos  ter um momento de desenvolvimento de imprendedorismo  destes jovens de incentivo e também do aperfeiçoamento do que vai vir de associativismo e cooperativismo para que eles possam após este ano desenvolver o seu próprio negocio e dar continuidade ao que a gente esta fazendo aqui durante um ano» acrescentou Beatriz Carpanela.

O projecto que iniciou em Abril último, foi projectado há 3 anos atrás. Até 2010 os artesãos são-tomenses vão aprender novas técnicas da arte que tem o desenvolvimento do turismo como um dos principais mercados. A pesar  de pouco tempo, segundo a comissão organizadora, o trabalho tem sido satisfatório.

Ectylsa Bastos

Recentemente

Topo