Sociedade

Parque Popular está a ressuscitar

Foi um dos principais palcos de lazer, desporto e de promoção cultural de São Tomé e Príncipe. O Parque Popular, que nos últimos anos praticamente ficou reduzido a escombros, está a ressuscitar pelas mãos do Presidente da Câmara de Água Grande, Ekeneide Santos.

Os mais velhos recordam o tempo da “Embaixada da Alegria”. Um momento de festa, de promoção cultural, que transformava o parque popular da cidade capital, num berço por excelência da santomensidade. Gentes e grupos culturais do interior do país, do Príncipe, da cidade de São Tomé e vindas do estrangeiro convergiam para a embaixada da alegria, que tinha o parque popular como palco principal.

Enfeitada com cores de São Tomé, o parque mostrava as forças produtivas, a arte e cultura de São Tomé e Príncipe. Arquipélago cujo mapa em miniatura podia-se percorrer com os olhos num aquário localizado próximo da porta de entrada do parque. O mapa construído engenhosamente no centro do aquário com pedras negras do arquipélago, era beijado por peixes que desfilavam no aquário.

Mais ao centro do Parque eram cisnes, e outras aves que nadavam na grande piscina. A volta da piscina, se destacava outras espécies da fauna do arquipélago, enjauladas como macacos, papagaios e até uma grande cobra preta, tinha sido exibida ao público no parque popular.

Tempos que pareciam nunca mais voltarem. Tudo tinha sido destruído, vandalizado, quebrado. Com mãos nas ruínas do parque popular, a câmara distrital de Água Grande, decidiu arregaçar as mangas para devolver à cidade capital um pouco de dignidade que perdeu sobretudo a partir de década de 90.

O parque popular está a ser reabilitado. O salão de jogos, que no passado enchia de gente sobretudo aos fins-de-semana para ver jogos de futebol 5 entre várias equipas como Malembê e outras, foi reabilitado numa parceria entre a câmara distrital de Água Grande e um dos bancos comerciais, o BISTP. Custou mais de 700 milhões de dobras, incluindo a construção de um balneário. O banco privado assegurou 80% do valor e o poder local de Água Grande, garantiu 20%.

Ekeneide Santos, Presidente da Autarquia, disse ao Téla Nón que a reabilitação do salão de jogos, foi a primeira fase do projecto de requalificação. Neste momento decorrem obras de reconstrução da antiga piscina dos cisnes. Neste espaço está a ser construído 2 aquários onde os visitantes poderão contemplar a riqueza das espécies piscícolas do país. Ligado aos dois aquários está a ser construída uma piscina pública.

A volta da piscina estão a ser lançadas sementes para jardins, preenchidos com assentos para o público apreciar a piscina e os aquários. Ao mesmo tempo o visitante poderá navegar na net, porque toda a zona do parque vai ser coberto com internet sem fios.

Diante dos aquários estará patente a vida animal do arquipélago. Pelo menos 7 jaulas estão a ser erguidas para dar moradia as espécies endémicas da fauna são-tomense. Flores vão contornar o centro do parque, com espaço para crianças divertirem, mas também com salas para estudos e investigação, como o espaço da UCCLA, que está a ser reabilitado alguns metros adiante.

Ekeneide Santos, explicou ao Téla Nón que para execução das obras em curso e que fazem parte da segunda fase do projecto a Câmara Distrital de Água Grande está a investir mais de 1 bilhão de dobras. Fundos do OGE. Todo o acesso actualmente esburacado vai ser reconstituído com asfalto.

Na cabeça do Presidente da Autarquia de Água Grande, já estão delineadas várias acções culturais a serem desenvolvidas após a ressurreição do parque popular em 2012. Pode ser que os são-tomenses venham a viver no parque popular, os prazeres da antiga embaixada da alegria.

Abel Veiga

    28 comentários

28 comentários

  1. Colomba

    12 de Dezembro de 2011 as 16:51

    E quem construiu este parque quem foi?
    – Foram os colonos e chamava-se parque Silva Sebastião.
    Saber não ocupa espaço.
    Cumprimentos

  2. MÉ SOLO

    12 de Dezembro de 2011 as 17:08

    Só um Cego é que não vé o Ressuscitar do Parque Popular da Capital. Como costuma-se dizer, Mais Vale Tarde do que Nunca. Assim sendo os meus parabéns ao Presidente de Câmara de AG não só pelo ressuscitar do Parque Popular mas também pelo novo rosto que a capital tem tomado.

    O que no meu entender não esta correto é a Placa Publicitária(difinitiva) sobre a tribuna do recinto de jogos em nome do BISTP. Alguém que chega a este recinto fica com ideia que o recinto é pertença do BISTP.

    Das diversas opiniões que tive oportunidade de colher junto de diversas personalidades, todos estão em desacordo com o tal facto.

    No fim de semana passado deu-se o arranque do campeonato de futebol salão e o Srº Secretário de Estado da Juventude e Desporto esteve presente, espero que tenha reparado deste pequeno detalhe, e tenha abordado o assunto com o Presidente de Câmara.

    • Valentim Cravid

      13 de Dezembro de 2011 as 8:28

      Pessoal pobre e mal agradecido, se O BISTP “deu” 80% para a requalificação do Parque acho que no “mínimo” merece uma placa!!!

      • opiniao realistica em geral!!!

        13 de Dezembro de 2011 as 10:52

        és portugues infiltrado ou que faz dinheiro no meu pais, enquanto o teu também rui na miséria?

        esteja calado, placa pra que?

        já nao basta os antigos e abismais bustos dos ex colonizadores que ainda estao em pé na praia da ilha?

        agradecimento é sempre com bustos?!

        és vago de mente!

        • Truqui Sun Dêçú

          13 de Dezembro de 2011 as 22:33

          (Português infiltrado)… Está na miséria mas ainda dá este ano, pelo menos 50 milhões de euros para o vosso Orçamento de Estado, além do restante apoio na cooperação. É só o maior contribuinte na ajuda e apoio a S.Tomé. Os (antigos e abismais bustos), não são de colonizadores, mas sim de quem achou ou descobiu as Ilhas. Em Cabo Verde que também é um País independente e mais desenvolvido, está tudo bem conservado e resguardado (não há complexos). O passado não pode nem deve ser apagado, para o bem e para o mal. A História não pode nem deve ser ignorada ou esquecida. Quem financia ou dá 80% para a recuperação de qualquer obra, merece e deve ter o seu nome publicitado. De qualquer maneira o nome do recinto, é “PARQUE POPULAR”.

        • josé

          13 de Dezembro de 2011 as 23:16

          Olá boa Noite o Que vou escrever não tem nada contra são tome ou seu povo pois sei que á maioria não penssa o mesmo que este Senhor.
          primeiro o Parque esta la Graças á um portugues

        • josé

          13 de Dezembro de 2011 as 23:47

          Boa noite o que vou dizer sei que a maioria das pessoas desse belo pais não pensa o mesmo que este senhor-

          Caro senhor venho informar que sou português que vou todos os anos de ferias ao seu pais.

          Não me vou aproveitar do quer que seja ao
          contrario levo divisas para o seu pais.

          Tomara eu que um banco fosse ele português ou estrangeiro reabilitasse o jardim da minha terra e que la metesse uma placa.

          Se o meu amigo for ver quem mais ajuda são tome.
          portugal esta entre os primeiros.
          Mais vivo num Pais pobre e com dificuldades não vejo as pessoas a reclamar as ajudas que dão ao seu pais.

        • Valentim Cravid

          14 de Dezembro de 2011 as 10:22

          Sou santomense, mas sei ver as coisas e não sofro de colonismo crónico com tu.

  3. hernane ferreira

    12 de Dezembro de 2011 as 17:11

    Muito bem meu presidente , estou muito contente com seu trabalho , continue e mostre aos outros que o seu interesse eé apenas trabalhar em prol do desenvovimento da comunidade e do pais , felicito-te , primeiro porque tenho ja um carisma por ti em segundo por seres um bom presidente da camara , obrigado por seres um grande lider, ..

  4. Lupuye

    12 de Dezembro de 2011 as 17:35

    Muito bom trabalho, sr. Presidente da Autarquia de Agua Grande. O sr. esta no bom caminho.
    Mas ja que estamos falando de trabalhos sociais que vem dar vulto a nossa cidade e consequentemente ao nosso pais, porque nao pensar em construir um parque aberto ao ar livre, com relvado, arvores, flores e com bancos, para que as pessoas possam caminhar, correr, sentar, respirar e desfrutar da natureza? Sao Tome tem muita terra e alguma pode ser usada para esse fim. Nos fins de semana as pessoas precisam sair de casa e regalar-se da natureza que e muito bonita. Obrigado

  5. Moço Lazon

    12 de Dezembro de 2011 as 19:00

    Iniciativa empreendedora que deve ser acariciada por todos e que nós Santomenses e não só saibamos fazer bom uso do património público.

  6. filhp prodigo

    12 de Dezembro de 2011 as 22:55

    nao se dalimpeza e saneamento do novo mercado que até abril quando estive em sao tome ,é um autentico fonte de doença tropicais ,cuida da saude deste povo que é mais prioritario que lazer

  7. non cu non só

    12 de Dezembro de 2011 as 23:39

    boa ideia, fico feliz por isso, ñ parem por ai.

  8. Alguem

    13 de Dezembro de 2011 as 6:05

    obaaaaaaaaaaa! 😀

  9. Mimi

    13 de Dezembro de 2011 as 8:35

    Bom trabalho! Vê-se a obra feita! Espero que consiga continuar e depois do parque possa reflorir os jardins da nossa capital para mostrar que afinal de contas S. Tome tambem e lindo! Força!

  10. Espirito Santo

    13 de Dezembro de 2011 as 8:35

    Demostra que os jovens querem o desenvolvimento. Continua assim senhor Presidente que estais num bom caminho.

  11. Malanza

    13 de Dezembro de 2011 as 12:12

    Quero dar os parabéns ao presidente da autarquia pelas iniciativas tomadas, e esperemos que continue a dar vida a cidade de São Tomé.

  12. MÉ SOLO

    13 de Dezembro de 2011 as 15:43

    Srº Valentim Cravid,

    O Srº é pobre de conhecimento e mais pobre ainda porque não valoriza o que é nosso.

    Em momento nenhum disse que o BISTP não podia fazer publicidade, tem todo o direito de deixar a sua marca já que foi um dos maiores patrocinadores como o sr. disse, tanto é q não questionei a fixacão de placares e pintura com a marca do BISTP. O que continuo a defender é a placa fixada.

    A placa em vez de estar em nome do BISTP devia estar em nome da CDAG isto sim estaria correto porque o Parque é pertença da CDAG e não do BISTP.

    Se a memória não me falha, o cinema marcelo da Viega foi requalificado pela china Taiwan, o srº ficaria contente se estivesse uma placa fixada no topo do cimena ‘CHINA TAIWAN’?

    • Женалду Монтейро

      14 de Dezembro de 2011 as 9:38

      Entendo a sua preocupação compatriota, mas habitualmente quando se financia ou patrocina uma obra seja ela privada ou pública há uma parceria criada com as duas entidades e a que disponibilizou o capital financiador deixa a sua marca como a contribuição. Não quero atribuir razões por quem sou eu para o fazer, mas gostaria de saber na clareza como está essa placa…?

      Obrigado

  13. madalena

    13 de Dezembro de 2011 as 16:51

    Não importa o nome, quem construiu, mandou construir, etc.
    O Importante é que existe um jovem , uma equipa de jovens, com visão do futuro. Apenas gostaria que colocassem um finess Park, ai. logo a entrada.
    A juventude é a força da mudança.

  14. Francisco Ambrósio Agnelo

    13 de Dezembro de 2011 as 17:09

    Antes, o Parque popular era um espaço que dizia respeito a todos, sem ter em conta a sua proveniência. O Parque popular, era o único local onde realiza-se eventos de envergadura.
    Com a divisão administrativa do PaÍs, o Parque popular, localizado do centro da cidade, passou a ser infra-estrutura do Distrito de Água-Grande. Pelo desconhecimento daquilo que era a competência do distritos, a falta de informação ou outro, fomos partilhando o mesmo como sendo uno. Desta feita, vem o multipartidarismo, e consequentemente às Autarquias, que clarificam o que pertence a quem. Porém, o Parque Popular é da Câmara de Água-Garnde, e outras Câmaras? Já é tempo para que cada Distrito tenha espaço semelhante; este espaço de lazer foi desde muito explorado, e que a falta de conhecimento a esta parte, não foi dado a devida atenção.

  15. Male

    13 de Dezembro de 2011 as 19:58

    Foi ai onde arranjei primeira namorada,ou seja primeiro beijo.

  16. Madalena

    14 de Dezembro de 2011 as 12:17

    Malé! Essa parte foi boa.
    A primeira vez que fui a este recinto…, lembro bem, era ao local de exposição. Levaram para o local uma cobra preta bem grande dentro de um frasco. Esta é a imagem que ainda guardo. Temos da malograda Dona Alda Espirito Santo.

  17. Chiquinho

    14 de Dezembro de 2011 as 12:45

    Mais Kiney..no poder
    São Tomé e Principe rumo ao progresso

  18. Chiquinho

    14 de Dezembro de 2011 as 12:48

    Proximo passo..se possivel reabiltação do jardim 1ºde Maio-acho eu que merece uma atenção particular.

  19. terra longe

    15 de Dezembro de 2011 as 11:26

    pelo menos se meu parque na cidade de st antonio fosse reabilitado pelo BISTP eu não importava se pozessem nem se fosse mil placas do BISTP, não sei qual a vosa maca, se é a placa em nome do banco,ou então, o banco não financiava a obra…

  20. Esperança de ver o país a crescer

    15 de Fevereiro de 2012 as 8:10

    KINEI FORÇA BOLA PARA FRENTE
    NÓS QUE SOMOS JOVENS TEMOS QUE DEMOSTRAR ESSES MAIS VELHOS QUE SOMOS MOTOR DA REVULUÇÃO .Somos ambisiosos e temos projecto para o desnvolvimento do país.
    Pouco a pouco eles irão sair dali aonde estão para dar espaço aos jovens.

  21. joel santos

    10 de Abril de 2012 as 10:37

    Epra saber que existem jovens formados com putenciais de contribuir para melhor do STP..etc.
    O que tenhem que fazer e reformar esses sr.zinhos la stp que nao andam a fazer patavina nenhuma e nem querem deixar os outros fazerem.
    ass:joel santos

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo