Sociedade

Governo e SIMPRESTP assinam memorandum de entendimento

O acordo rubricado reflecte a melhoria das condições salariais dos professores e perspectiva a entrada em vigor  do estatuto remuneratório da classe em 2013.

A recente assinatura do memorandum de entendimento entre o sindicato dos Professores e Educadores de S.Tomé e Príncipe – SIMPRESTP e o Ministério da Educação, Cultura e Formação  deitou por terra, a greve que estava prevista para a passada quinta-feira, 29 do corrente, resultante  de  um pré-aviso entregue ao titular da pasta, Olinto Daio, em Janeiro último que dava 45 dias para o cumprimento das reivindicações.

No caderno reivindicativo, os professores exigiam melhoria de condições salárias, de trabalho, o pagamento de horas extraordinárias e dos subsidios de transportes.

Gastão Ferreira, líder do sindicato, anunciou  acordo entre as duas partes.«Tanto o subsidio de transporte como o subsidio de horas extraordinárias serão pagos apartir do mês de abril, tendo en conta que terminamos as negociações em 27 de Março», explicou.

Os professores também puseram em cima da mesa das negociações, a questão relacionada com o não pagamento das contribuições à segurança social, desde 1991 à 1998.

Segundo o Sindicato, o Ministério da Educação, Cultura e Formação, comprometeu-se em encontrar uma solução junto à Direcção Geral da Segurança Social, ainda neste ano 2012.  « Segundo o levantamento que nós fizemos juntos ao departamento de segurança social de 1991à 1998 não existe nenhum depósito com relação aos descontos feitos aos professores. Encontramos uma solução para que no decorrer do ano 2012 esse processo possa encontar seu termino; regularizar e fazer o lançamento dos descontos que foram processados aos professores», precisou.

Durante três dias de negociações as partes decidiram igualmente que em 2013 entrara em vigor o novo estatuto remuneratório dos professores.

Carlos Tiny

    13 comentários

13 comentários

  1. Brasil

    30 de Março de 2012 as 12:38

    Alguem pode me dizer qual o ordenado de um professor em STP?

  2. burka

    30 de Março de 2012 as 23:52

    Alguem pode me dizer qual o ordenado de um professor no Burkina Faso ?

  3. urioso

    30 de Março de 2012 as 23:54

    Alguem pode me dizer qual o salario de um limpa fossas em STP ?

  4. santomense

    31 de Março de 2012 as 3:13

    Caros Srs.

  5. santomense

    31 de Março de 2012 as 3:42

    Caros Professores/Educadores!
    Por fvr e por amor a Educacao dos vossos filhos, simplifiquem as vossas msgssns.
    SIMPRESTP,um palavrao q.niguem entende.Seria por ex:(UNP)-Uniao Nacional de Professores/ou {SNE}-Sindicato Nacional dos Educadores/ou simplesmente falem em palavras/termos menos mais claros(menos eruditos/classicos/complexos) para os vossos filhos.!!??
    Fui professor!!!

  6. Justino Manuel Abreu dos Ramos

    31 de Março de 2012 as 11:49

    Caros irmãos, gente que luta, organiza, para que haja alguém que viesse a substituir para o progresso de amanhã, espero que a vossa luta venha a ter sucesso de uma melhoria dos vossos sacrifícios, que tem vindo dia a dia.
    Digo isso porque uma pessoa que tenha a capacidade de tornar alguém, numa situação evolutiva que amanhã virá servir a sociedade, essas pessoas deveriam ser bem pagas, afim de equilibrar os vossos sacrifícios.Felizmente temos no nosso país os governante que não reconhece esse sacrifício. mesmo com esses protesto que tem vindo a protestar os dirigente nunca dão ouvido no momento próprio, e reconhecendo na devida altura. Espero que tenha força e coragens de não baixar os braços até conseguir os objectivos.
    Digo isso porque essa luta não é fácil de alcançar, dado que os nossos dirigente nunca dão valor pelos sacrifício que tem vindo a dar.

  7. santomense

    2 de Abril de 2012 as 2:08

    Cambada de Incompetentes a Governar/Administar o meu lindo Pais. Qual foi o pecado q. estamos a pagar???
    Como se nao fosse suficiente, trouxeram de volta ao poder o “velho Maniaco, Esquizofrenico” de volta ao baile.
    Boa sorte a todos.

  8. agua viva

    2 de Abril de 2012 as 8:55

    felicitações ao governo que mais uma vez conseguiu evitar uma paralizaçãp nos estabelecimentos de ensino. a nova grelha salarial e a atribuição do novo subsidio de transporte e horas extas ao professores não vão substancialmente resolver os problemas que os educadores enfrentam
    o sindicato deve organizar melhor de modo a discutir problemas reais do ensino aprendizagem no nosso país.

  9. cabo verde

    2 de Abril de 2012 as 11:46

    o Olinto Daio quer que os professores e educadores paguem agora o pecado que ele cometeu enquanto era Padre??? agora que é minstro só anda a filosofar. é o que ele mais aprendeu e sabe fazer muito bem.

  10. cabo verde

    2 de Abril de 2012 as 11:50

    Penso que os professores querem medidas concretas, resolução de problema e não continuar a adia-los. é o que muitos governantes santomenses sabem fazer bem, adiar e acumular problemas e não resolvê-los concretamente. falta de pragmatismo.

  11. cabo verde

    2 de Abril de 2012 as 11:53

    Tomam exemplo de Cabo Verde meus senhores!!!!

    • DIASPORANO.CV

      8 de Abril de 2012 as 12:40

      Se o Sr ” Cabo Verde” pudesse ser mais claro, talvez facilitasse os leitores a compreenderem a comparação.
      A verdade é que a classe” professor” é muito mal pago, muito mal servido em muitas latitudes do mundo, apesar de todos reconhecerem a importância dessa área profissional. Portanto, em Cabo Verde , a classe também não se sente justiçada tanto na remuneração como nas condições.

  12. Amor a stp

    5 de Abril de 2012 as 11:30

    Do meu ponto de vista os sectores da educação e de saúde devem ser de uns seçtores, muito bem pagos tendo em conta que esta encarregado de cuidar Sá sociedade sao- tomense. E quando a segurança social desde que um trabalhador seja efectivo e nao só, mesmo aquele que levanta de manha cedo para trabalhar, desde o primeiro dia da uma vida que começou a trabalhar ao fim de mês deve ser descontado na seg.social

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo