Destaques

Polícia Internacional já estará a procura da criança que os franceses levaram 

O Téla Nón apurou de fonte judicial, que a INTERPOL já foi accionada para procurar a menina Leopoldina Vitória Domingos (na foto) de 1 ano de idade que um casal de franceses levou de São Tomé, sem que tivesse concluído o processo de adopção, que ainda corre os seus termos nos Tribunais.

Enquanto isso, a Ministra da Justiça Edite Ten Jua, anunciou a abertura de um inquérito para apurar responsabilidades. «O que posso dizer é que o Governo fará todo o esforço para averiguar os factos, saber quem está envolvido, e o que está envolvido, e em última análise trazer a criança para São Tomé», declarou a ministra da justiça.

Segundo a ministra, um dos factos a apurar tem a ver com o destino da criança, se ela está efectivamente em França, ou não. Edite Tem Jua garante que o Governo está a acompanhar o caso da menina Leopoldina Vitória Domingos, e anunciou que já está na Assembleia Nacional um pacote legislativo, para protecção das crianças, com destaque para a nova lei que regula a adopção internacional de crianças.

Note-se que em Maio último, a Caritas de São Tomé e Príncipe, que tinha a tutela da criança, solicitou ao escritório de advogados que está a tratar do processo de adopção, a prorrogação do prazo dado ao casal de franceses para estar com a criança aqui em São Tomé. Para o espanto do escritório de advogados e da Caritas, a criança já tinha saído do país na companhia do casal francês, e sob os auspícios do cidadão e advogado José Carlos Barreiros.

Abel Veiga

    17 comentários

17 comentários

  1. adelino dias

    6 de Junho de 2014 as 8:41

    ” Polícia Internacional já estará a procura da criança que os franceses levaram ”

    Téla-Nón por favor!

    Não gostei do título da notícia:
    Sejamos sérios:

    O correcto deveria ser:

    Polícia Internacional já estará a procura da criança que o Juíz José Carlos Barreiros traficou”

    Muito obrigado e aguardo publicação.

    • adelino dias

      6 de Junho de 2014 as 8:44

      Corrijo: Advogado José Carlos Barreiros.

      • leoterio castro

        6 de Junho de 2014 as 11:54

        …e Militante de ADI

  2. .A. Gomes

    6 de Junho de 2014 as 9:24

    É muito bom tomarmos todas as medidas necessárias para proteger as nossas crianças
    No entanto torna-se também necessário criar melhores condições de apoio as instituições que ajudam a proteger as crianças abandonadas. As autoridades devem ter mãos bem duras para os país que fazem filho e depois abandonam. Não falo deste caso, onde por infelicidade a mãe moreu e de certeza que o pai não tem condições por si só de dar um futuro a esta criança.
    Também é necessário não precipitar muito para este caso particular. O mais importante seria as autoridades seguirem todas as crianças que foram adotadas e esta que foi levada para saber o paradeiro delas, e como é que estão a ser tratadas. Obrigar aos casais adotivos de ter que enviar de seis em seis meses foto da criança para caritas de modo a ter a absoluta certeza que a criança está viva e bem tratada.
    Trazer a criança de novo para continuar a sofrer como estava pode não ser o melhor.
    Mas é necessário ter um seguimento da mesma.
    Bem haja as crianças santomenses e do mundo inteiro
    Gomes

  3. Fia plocosom

    6 de Junho de 2014 as 9:35

    As autoridades do Pais devem ser capacitados para lidarem com o fenomeno de “Trafigo Humano” Pedofelia, etc, e a sua diversa forma de actuacao, assim como, o alvo a atingir. A Policia Fiscal para lem de se velar pela repressao Fiscal, tambem tera a responsabilidade quanto a pessoa ou pessoas que entram para o Porto, com o que a pessoa entrou, e para o que a referida pessoa entrou o Porto.
    O caso em questao, o Sr Barreiro ate sorri porque, o tribunal nao o vai condenar, nao obstante, o caso merecer a sua detencao. Antes de disso, a Ordem dos Advogados ja devia ter-se pronunciado sobre a questao, ao mesmo tempo anunciar o seu afastamento como o membro da Ordem ate que se resolva o problema.

  4. ddd

    6 de Junho de 2014 as 10:57

    O Senhor José Carlos Bandeira quem vendeu a criança sabe onde esta a menor, é so Interoga-lo o mesmo dirá aonde se encontra a menor que foi vendida. O estado São Tomense tem que estar mais atento a estas causa, torna feio nos olhos da Comunidade Internacional, ações do tipo que pões em causa o bom nome do estado e do País.
    Que seja feitas os inqueritos, os infratores do caso devem ser punidos para que não torne a repetir mais vezes.

  5. pai de filho

    6 de Junho de 2014 as 15:15

    CARTA ABERTA:

    Exmo Senhor
    Sr JOSÉ LUÍS HOPFFER ALMADA
    Comentador da RDP-Africa

    Eu como pai de filhos e alguém que umas vezes acompanha esta Radio-Pirata(quando sintonizo por engano)e que graças a Deus calha ser sempre o Sr estrangeiro e irmão Caboverdeano alguém que vê as coisa com olhos de ver sobre realidade Santomense,e que aliás sempre procura LINGUAGEM DE PAZ para esta terra,até há pessoas que pensam que o SR É SANTOMENSE,e temos alguém que foi Santomense desta Radio financiado pelo Partido ADI e o Sr Patrice Trovoada,o ABILIO NETO,que nos ultimos 2 anos tem DESUNIDO os Santomenses;
    Gostaria de pedir ao Sr um GRANDE FAVOR de interceder por nós aí,APELANDO pelo TRÁFICO DE MENORES que tem ocorrido ai em S.Tomé.
    Acontece que a notícia em S.Tomé decorrente trata-ser de um caso de trafico de menores em que está envolvido o Advogado JOSÉ CARLOS BARREIROS e çpor sinal Militante do ADI e que a RDPAfrica deveria aproveira a oportunidade para fazer campanha contra esta PESTE e não temos ninguém aí que nos pudesse ajudar nesta Radio.E ao lembrar do Sr José Luis,eis que tomo a ousadia em nome dos PAIS fectuar um trabalho nesta matéria A FAVOR das crianças Santomense. Porque o Sr é a única pessoa aí com quem podemos contar com alguma ajuda neste sentido.
    E que Deus lhe abençoa e abençoa todas as suas famílias.
    Nós os Pais Santomenses lhes ficamos grato.

  6. Peixe frito

    6 de Junho de 2014 as 19:51

    Este flagelo de trafico de crianca e a conciquencia da miseria e desespero que o povo vivi e sao alvos faceis dos traficantes de criancas travestidos de turista.
    Este nao e o primeiro caso, ainda a bem pouco tempo ouve uma portuguesa que foi detida pelo mesmo motivo trafico de crianca acontece em todos os paises onde existe miseria provocada pelos governos corruptos que comem tudo nao deixam nada.

    Nao acho justo algums quererem politizar este acontecimento porque pessoa podre existe em qulquer lado em qualquer partido ou mesmo em qualquer familia muitas vezes naquelas que menos esperamos vamos sim lutar juntos nenuciar e combater este problema…cuidado que nem todos turistas sao turistas.

  7. jercilina

    7 de Junho de 2014 as 18:05

    Temos que ser mais respunssaveis e protejer sempre as nossas criancas (as crinancas de stp) elais sao e serao sempre o futuro do nosso paiz principalmente na atoptacao estranjeirais em muitos termos como pelo exemplo pidoferia etc …….. que deus traz devolta todas as criancas para os seus pais e familiares Amem…………

  8. paparazzi

    7 de Junho de 2014 as 19:25

    Sinceramente eu estou baralhado.se o Carlos Barreiro diz que a criança está localizado teem contacto da pessoa que levou então aonde entra a Interpol a procura.ou somos todos cegos ou andamos a brincar a escondidas .querem localização prendem o Carlos Barreiro assunto resolvido

  9. LEOPOLDINA

    8 de Junho de 2014 as 22:23

    É muito triste, ver essa criança no meio dessa ganância, busca de protagonismo e raiva de algumas pessoas que, supostamente, deviam zelar pelos seus superiores interesses.
    Afinal, a criança é órfã e o pai não tem onde cair morto, e sendo adoptada por uma francesa -, que até prova em contrário reúne todos os requisitos para adoptá-la, pois em contrário não teria sido legalmente autorizada pelas autoridade judiciária competente a sair do território de São Tomé – traria de certeza vantagens a todos os níveis para essa pobre criança.
    Parece que quando esteve à Deus dará, cheio de piolhos no Caritas, ninguém apareceu para lhe estender a mão.
    Imaginem, dado o contorno que isso está a tomar, a candidata a adopção (adoptante), a Sr. Sílvia, resolver devolver a pobre criança, Leopoldina, à Caritas. Será que alguns desses defensores, estender-lhe-ão as mãos, porquanto, dando-lhe, um lar, comida, amor, afecto, educação, saúde etc, etc, etc….??? Parece que tudo isto é uma hipocrisia, quezílias e busca de protagonismo dos pseudo defensores dos interesses dessa pobre criança.
    Eu pergunto, se a declaração de saída da menor do território nacional, juntamente com a candidata a adopção, foi assinada pelo Dr. José Carlos, mas à rogo pelo pai, perante notário competente e bem como devidamente autorizada pelo Sr. Digníssimo Procurador, Miguel Carvalho qual é a drama que se pretende fazer com esse processo?
    Na minha humilde opinião, tudo foi feito em conformidade com as leis da República, porquanto a criança, Leopoldina, está devidamente autorizada a sai do território nacional na companhia da candidata a sua adopção, a Srª Sílvia, que segundo consta reúne todas as condições para adoptá-la. Vejam que no processo de adopção, considera-se sempre bom para a criança (adoptanda) que exista um laço de afecto, partilha e aproximação com a candidata a adopção (adoptante) antes da sentença final, porquanto com isso, a autoridade judiciária competente está munido de mais elementos que servirão para norteá-la a proferir uma decisão de mérito que melhor espelha os superiores interesses dessa criança.
    Ora, parece que foi esse o entendimento do Sr. Digníssimo Procurador, Miguel Carvalho, que mais uma vez, a nosso ver, uma decisão muito acertada e à coberto da lei e os princípios que norteiam o processo de adopção.
    DEIXEM A POBRE, LEOPOLDINA, TER UMA OPORTUNIDADE NA VIDA, DE SER ALGUÉM. NÃO BASTA JÁ TER PERDIDO A MÃE À NASCENÇA E TER UM PAI INDIGENTE? NESSAS CONDIÇÕES, QUAL É O SEU FUTURO?
    POR FAVOR…

  10. Sun Bebetlabá

    9 de Junho de 2014 as 10:16

    Por amor de Cristo! Quem garante que a Leopoldina esta fel8iz com os franceses, se queriam a felic8idade dela, porque viajaram com ela como se fosse propriedade deles, sem avisar ninguém ás escondidas de todos. Tanta pressa para quê, não podiam ir deixar a criança nas caritas e depois regressar a quando da sentença?
    Quem é o senhor Zée Carlos para avaliar se o casal gosta ou não da criança? Onde andam os filhos deste senhor. perguntem aos filhos quem é esse senhor.
    tenham SANTA PACIENCIA

    • anad

      9 de Junho de 2014 as 11:41

      falsos MORALISTAS…Para isso é que n há mesmo PACIENCIA

  11. Raimundo

    9 de Junho de 2014 as 12:00

    qualquer pessoa vê que a crianca está bem com os franceses. Amor, carinho, boas condiçoes de higiene e alimentacao, é tudo o que uma crianca precisa para ser feliz. BEM HAJA QUEM QUER FAZER O BEM||

  12. paparazzi

    9 de Junho de 2014 as 14:22

    Depois de ouvir in vídeo no telanon o pronunciamento do pai da criança sinceramente quero saber se temos ministério público ? Anda a espera de que para pedir esclarecimentos e esclarecer o povo saotomense sobre esta situação

  13. Independência diz

    10 de Junho de 2014 as 1:48

    Sinceramente este País é mesmo uma República das BANANAS.Será que o pai de menina não teve conhecimento que a filha viajou? Acho que a emigração tem uma palavra a dizer sobre esse caso.S.Tomé é tão pequeno, e com todo respeito que tenho pelos trabalhadores de várias instituições que trabalham no aeroporto, eu pessoalmente não acredito que que esta criança tenha saído do país sem conhecimento destas instituições.De certeza que ouve esquema e não é a primeira vez que isso acontece e se esse caso for levado a sério, tenho a certeza que muita cabeça vai rolar. “BEM HAJA”

  14. leoterio silva

    10 de Junho de 2014 as 9:46

    Basta falar em algo de tráfico para não ter alguém de ADI.
    Esses piolhos!

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo