Sociedade

ONU proclama 20 de maio como Dia Mundial da Abelha

Celebração quer aumentar a consciência sobre importância das abelhas e de outros polinizadores; Assembleia Geral também adotou Década da Agricultura Familiar e Ano Internacional dos Camelídeos.

Dia Mundial da Abelha será observado a partir de 2018. Foto: Banco Mundial.

Eleutério Guevane, da ONU News em Nova Iorque.

As Nações Unidas proclamaram 20 de maio como o Dia Mundial da Abelha, em resolução que pretende “aumentar a consciência sobre a importância dos insetos e alertar sobre o número cada vez menor” de abelhas.

A decisão adotada esta quarta-feira pela Assembleia Geral determina que a data será observada a partir de 2018. A proposta da Eslovênia teve o patrocínio de 155 Estados-membros.

Ameaças

Com a decisão, pretende-se promover ações de educação e atividades para aumentar a conscientização sobre a importância das abelhas e de outros polinizadores, as ameaças que enfrentam e sua contribuição para o desenvolvimento sustentável.

A Assembleia Geral também adotou 2019 como o início da  Década da Agricultura Familiar e 2024 como Ano Internacional dos Camelídeos, grupo do qual fazem parte camelos, lhamas e dromedários.

Fome

Em nota, a Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação, FAO, destaca que estas decisões estão ligadas a temas de atuação da agência “em termos de organização e compartilhamento de informações”.

O diretor-geral da FAO, José Graziano da Silva, saudou as resoluções sobre o que chama “questões importantes que ajudarão a aumentar a atenção sobre o impulso global para dinamizar o alcance da fome zero até 2030”.

A agência da ONU estima que os pequenos agricultores são responsáveis por mais de 80% da alimentação mundial, mas paradoxalmente “são muito mais vulneráveis à fome”.

Camelídeos

Já os camelídeos são o principal meio de subsistência de milhões de famílias pobres em 90 países que muitas vezes vivem em ecossistemas mais hostis do planeta.

Estes mamíferos “têm uma contribuição direta para a segurança alimentar, são fundamentais para a conservação da biodiversidade e outra pedra angular dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável”.

De acordo com a FAO, os camelídeos são uma fonte principal de proteínas, leite, fibras para roupas e também fornecem fertilizantes, além de servirem como animais de carga e de transporte.

Notícias relacionadas:

FAO diz que 37 países precisam de ajuda alimentar

FAO empenha-se no combate à seca e mudanças climáticas em Cabo Verde

FAO alerta para aumento da degradação dos solos a nível mundial

    Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo