Sociedade

Traumatismo Craniano é a causa da morte de “Lady”

A ministra da justiça e dos direitos Humanos, Ivete Lima, apareceu na televisão na terça-feira, para manifestar condolências do Governo à família de Nelson Rita das Neves, vulgo Lady.

Um Jovem de 23 anos, que esteve quase 2 meses foragido da polícia. No entanto foi declarado como morto no dia 26 de Março, após ter-se entregado às autoridades no dia 25 de Março.

A Ministra Ivete Lima, informou a nação santomense, que a autópsia ao cadáver indicou traumatismo craniano como sendo a causa da morte do cidadão Lady.

«De acordo ao resultado de autópsia tem como a causa da morte o traumatismo craniano», referiu

Ivete Lima, acrescentou que está em curso dois inquéritos para o apuramento das responsabilidades. O inquérito disciplinar está a ser realizado pela inspecção geral da administração pública e o segundo inquérito é criminal e está sendo realizado pelo ministério público enquanto detentor da acção penal.

«Com base no resultado dos inquéritos os infractores serão responsabilizados e serão punidos de acordo com a lei», precisou a ministra da justiça e dos direitos humanos.

Agentes da Polícia Judiciária e da guarda prisional são alvos dos inquéritos em curso.

Abel Veiga

    17 comentários

17 comentários

  1. Vanplega

    30 de Março de 2021 as 22:20

    Jà devia estar concluido esse inquerito. Sabemos quais os policia implicado neste crime. Jà deviam estar preso e senhora Ministra da Justiça, nāo nos faça de parvo.

    O director da PJ, deve ser demitido, porque mentiu a sociedade.

    A PJ è uma instituiçào, nāo è um brinquedo nas māos de mentirosos

  2. Gregorio Furtado Amado

    30 de Março de 2021 as 23:32

    Muita ironia, hipocrisia e muita contradição das autoridsdes. Será que depois desse traumatismo este infeliz ainda chegou ao hospital com vida? O erro nao se corrige com erro.

  3. Sem assunto

    31 de Março de 2021 as 7:15

    Contraversos! Qual seria a serventia deste meliante para a sociedade? Estaremos diante da “banalidade do mal”? Ou seja os horrores cometidos e expostos por um tal de Lady deixou de chocar a sociedade e a sua morte enquanto mostro passa a criar sensibilidade.
    Vai se lá, saber, entender o porquê!

    • Comentador

      3 de Abril de 2021 as 10:43

      Falta-lhe mais esclarecimento.
      A questão em causa não é o indivíduo. É a forma como uns certos fazem do estado coisa sua. A polícia não foi feita para matar um cidadão desarmado. Como cidadão de um país onde tal acontece, pode estar em risco também a sua vida. Por uma ou outra razão qualquer um pode parar num interrogatório policial, e ser sentenciado e executado.

  4. Verdade

    31 de Março de 2021 as 8:19

    Nem a PJ nem o ministério público andam numa desordem total. Sabem quem matou o rapaz e deviam apresentar o assassino ao juiz.
    Essas conversas são para o boi dormir e quando tudo ficar concluído já terá passado tanto tempo que nem os implicados serão responsabilizados.

  5. Cundu muala ve

    31 de Março de 2021 as 8:24

    Num país onde todos mandam e qualquer um pode ser dirigente dá nisso.

  6. vergonha

    31 de Março de 2021 as 10:49

    A PJ deve ser constituída apenas por agentes com cadastro limpo, cuja idoneidade e competência sejam reconhecidos. A PJ não pode de forma nenhuma estar nas mãos de criminosos, assassinos, burladores, corruptos e alcoólatras, que apenas entendem como técnica de investigação, o espancamento e tortura, muitas vezes de inocentes que por não suportarem mais tortura, acabam assumindo a culpa, como foi o caso do crime da jovem em Santana. Na altura o porta-voz da PJ apareceu na comunicação social, com o maior sinismo dizendo que a PJ não recorreu a qquer método coercivo…. e que o autor do crime confessou de livre vontade a autoria do crime. Sabe-se lá a tortura a que esse jovem passou, a ponto de confessar uma culpa que não tinha!…Forjou-se provas e evidências… mil e um aparato, tudo montado e falsificado. Ficou-se a saber depois dele (o inocente), ter passado cerca de meio ano na prisão como homicida).
    Haja vergonha!!!! FAVOR DEMITAM TODOS ESSES LIXOS, E COCOQUEM AÍ, GENTE QUALIFICADA PARA INVESTIGAR!!!
    Assassinos devem ser devidamente sansionados, Contudo não devem servir de aperitivos para sanguinários vestidos de agentes.

    • vergonha

      31 de Março de 2021 as 10:53

      O jovem passou mais de seis meses na prisão como homicida, e no fundo era inocente!!!!

  7. Cobra branca

    31 de Março de 2021 as 11:54

    O criminoso bateu ele propio sua cabeça na perede.

  8. Flipotchi godo.

    31 de Março de 2021 as 12:40

    Pelo que eu sei traumatismo craniano não acontece sem uma pancada.
    A função da polícia não é matar.
    Num estado sério demissão com todos, incluindo as chefias.
    É isso que chamam respeito pelos direitos humanos?

  9. severino alves

    31 de Março de 2021 as 13:34

    Meus senhores, será que ninguém em STP vê isto. Essa sra ministra da justiça é uma desgraça. A senhora não percebe absolutamente nada mas nada mesmo da justiça. A sra não diz coisa com coisa. Muitos atropelos. Nós os santomenses merecemos coisa melhor. Enfim, até quando?

  10. Zalima

    1 de Abril de 2021 as 7:19

    Quando um Estado ou agentes de Estado põe se a matar seus cidadãos os outros vão fazer a mesma coisa e a justiça pelas próprias mãos é que vai reinar.
    Com esses actos estão a provocar mais violência.
    É repudiavel o terrorismo de Estado seja qual for a sua natureza ou propósito.

  11. Focoto

    2 de Abril de 2021 as 7:51

    Senhora ministra a reforma urgente tem que se fazer na policia judiciária e não apenas nos tribunais.
    Estamos cansados de ver agentes a matar e agredir os cidadãos. A tortura é quase quotidiana naquela polícia. Até os inocentes levam porrada.
    É isto os direitos humanos?

  12. Chacota

    2 de Abril de 2021 as 13:30

    Xie.
    O rapaz é morto na polícia judiciária e quem é demitido é director da cadeia e não director da polícia judiciária.
    Muita brincadeira.

  13. Nanana

    2 de Abril de 2021 as 22:10

    Mas pode alguém, seja ele quem for, vir falar do resultado de uma autopsia legal de um caso de suspeita de assassinato, quando o processo ainda está a decorrer???
    Mas que palhaçada de “Ministra da justiça” é essa???

  14. Clemilson brasileiro

    4 de Abril de 2021 as 20:39

    Ele deveria ser preso e julgado pelo crime que cometeu com vida ,a punição eterna ele sertamente vira perante Deus !!

  15. Bonaparte

    5 de Abril de 2021 as 12:53

    Essa daí tem cara de bandida!

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo