Sociedade

Nota de pesar pelo falecimento de Paulo Neves, ex-líder da Cruz Vermelha de STP

Paulo do Rosário das Neves, nasceu em São Tomé a 21 de Agosto de 1948.

Fez os estudos primários em Angola e o liceu em São Tome. Concluiu os cursos de Técnico de Farmácia em Angola e o Curso de Técnico de Organização do Trabalho e Salário no Instituto Tecnologico Julian Grimau em Cuba.

Foi Técnico de Farmácia, Director de empresa estatal, serviu o Ministério do Trabalho Sãotomense e foi Primeiro Secretário da Embaixada de São Tomé na Bélgica.

Em setembro de 1984 é nomeado Secretário Geral da Cruz Vermelha de São Tomé e Príncipe onde permanece até 2011, idade da sua reforma.

Paulo Neves foi co-produtor e apresentador de programas radiofonicos e tambem relator desportivo na Radio Nacional de São Tomé e Principe.

Durante o seu longo percurso na Cruz Vermelha, defendeu sempre com altruismo, grande dedicação e lealdade, a bandeira de Henry Dunant, nome esse dado, à Rua da Entrada Principal do Palácio do Povo.

Alguém disse um dia:

Paulo Neves abusa da honestidade. Ele é honesto de abuso!

Homem simples, íntegro, humilde, consciente da nossa realidade, extremamente discreto e Humano, deixa-nos um exemplo de vida. Abençoados são aqueles que caminharam ao seu lado, nem à frente, nem atrás, mas ao seu lado.

Se mais não fez, foi porque não pôde.

À Família enlutada neste tempo de dor, que prevaleça o sentimento do dever sobejamente cumprido e que os justos se sentarão à direita de Deus.

Que eu faça o bem e de tal modo o faça

Que ninguem saiba o quanto me custou

Deus, espero de ti mais esta Graça:

Que eu seja bom sem parecer que o sou

Herculano Levy

    3 comentários

3 comentários

  1. Guiducha

    8 de Outubro de 2021 as 20:28

    Paz e repouso nos esplendores da luz perpétua. Que Deus dê consolação e reconforto aos familiares e amigos.

  2. José Eugenio Roca

    9 de Outubro de 2021 as 20:47

    A sua integridade e exemplaridade marcoume tendo a oportunidade e honra de cooperar com ele.Acompanhamento na dor a sua familia e amizades. A sua memoria permanecerá viva e inspiradora para imitalo.

  3. Rapaz de reboque

    13 de Outubro de 2021 as 18:32

    Os meus sentimentos a toda família e amigos que Deus lhe dê o eterno descanso, mas também ontem faleceu uma grande figura este jornal não soube ou nao tem lugar nas primeiras páginas? O nosso camarada Zuza foi esquecido

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo