Opinião

Um estudo sobre os camponeses de Monte Café em São Tomé e Príncipe

AGRICULTURA CAMPONESA, PRODUÇÃO AGRÍCOLA E REPRODUÇÃO MATERIAL: UM ESTUDO SOBRE OS CAMPONESES DE MONTE CAFÉ EM SÃO TOMÉ E PRÍNCIPE

 

POR ; Ayolse Andrade Pires dos Santos1
Joelson Gonçalves de Carvalho2

 

Resumo

A região de Monte Café é uma das mais antigas roças na era colonial em São Tomé e Príncipe, país localizado no Golfo da Guiné no continente africano. Monte Café é hoje uma localidade que guarda vestígios da era colonial, sendo habitada por um grupo de moradores com elevada vulnerabilidade que tem a agricultura camponesa como seu meio de reprodução social e material.

Com um solo fértil, a prática dos cultivos agrícolas tradicionais e a falta de recursos financeiros constitui o maior obstáculo para consolidação de uma agricultura organizada sistemicamente na região, para além da subsistência. Em termos gerais, no que se refere a realidade dos camponeses santomenses, como consequência do longo período colonial que se encerrou apenas em 1975, o país tem, ainda hoje, uma parte expressiva da polução vivendo na pobreza, condições de uma reprodução social e material dignas. Especificamente, sobre a região de Monte Café, ela é uma área rural, com reduzida infraestrutura, possuindo aproximadamente 30 mil habitantes, que se valem da produção agrícola para subsistência.

Metodologicamente, este trabalho se vale da análise de dados secundários e revisão bibliográfica associada a uma pesquisa de campo in loco (realizada nos meses de dezembro de 2017 e janeiro de 2018), na qual, por meio de observação participante e entrevistas e aplicação de questionários semiestruturados pôde-se alicerçar um diagnóstico sobre as estratégias de produção agrícola e reprodução material camponesa que buscamos visibilizar neste artigo.

Palavras-Chave: Agricultura Camponesa; São Tomé e Príncipe; Monte Café, Diagnóstico de Sistemas Agrários;

Leia o artigo na íntegra – Artigo A.

    Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo