Vídeos

Mudanças Climáticas em STP

    2 comentários

2 comentários

  1. Fuba Cu Biçu

    5 de Julho de 2014 as 15:13

    Efectivamente não pode haver comentários porque os comentadores na sua maioria são os que obtiveram terrenos com promessas de cultivar e afinal o objectivo era outro. A de contar árvore, destruir a floresta e logo se vê. A verdade é que o preço vai ser muito alto. Pena são os inocentes que irão pagar o preço dos seus antecessores. O que aconteceu na Santa Catarina é apenas uma alerta. Não esqueçamos que somos ilhas de origem vulcânicas. Preparem a arca como Noé preparou.

  2. Barsilsa Soc. Construção S.T.P

    2 de Agosto de 2014 as 19:20

    Concordo com o comentário do anterior leitor,mas o grande problema è que 95% das casas são feitas em madeira.
    Primeiro porque são mais económicas para construir, não é necessário licença.
    Para se conseguir reduzir o abate de arvores será necessário apoiar a importação de madeiras,baixando as taxas alfandegárias para 2.5% e de maneira nenhuma continuar a pagar 20%
    Como todos sabem o transporte maritimo,(unico possivel) é muito caro,e depois aplicarem esta taxa alfandegária ,não é possivel alguem importar madeira.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo