Leonel Varela pinta movimento de cores inspirado nas lavadeiras do rio Manuel Jorge

Vida e cores, dominam a obra artística de Leonel Varela, exibida na galeria Teia d´Arte na capital São Tomé. O artista que na infância contemplou as lavadeiras do rio Manuel Jorge, levou para a tela as cores vivas de uma vivência que perdura até os dias de hoje.

Num país de rios e riachos, o acesso a água canalizada e potável continua a ser difícil para a maioria da população. O recurso aos riachos para lavar a roupa é uma actividade de todos os dias, principalmente as mulheres.

Manuel Jorge, é nome de um rio que separa os distritos de Mé-Zochi e Cantagalo. No passado e no presente, todos os dias as mulheres de Almas, Monta e outras localidades de Cantagalo e de Mé-Zochi se cruzam no rio que lava todas as roupas.

Leonel Varela jovem com 13 anos de actividade artística a nível da pintura, foi uma das crianças que testemunhou a vida de um rio inundado de mulheres e de roupa. «Quando era mais novo ia para o rio Manuel Jorge, ao passar na ponte via um movimento de cor muito bonito. Então decidi levar esta realidade para tela, baseando nas lavadeiras de Manuel Jorge», referiu o pintor.

As cores que dão vida a realidade vivida no caudal do rio Manuel Jorge, foram expostas na galeria Teia d´Arte na capital São Tomé. São no total 14 quadros que mostram o ritmo das cores que até hoje pintam o rio Manuel Jorge.

Abel Veiga

  1. img
    FC Responder

    Força Leonel!!

  2. img
    luis filipe Responder

    É com mto orgulho que eu apreciei seu trabalho artistico,aproveito pa felicitar a sua inteligência e dom que tens para execução destes lindos quadros.Continue, aperfeiçoando mais cada dia que passa.

  3. img
    Medeiros Responder

    Força e muita curagem .. e muito espírito de luta ..

  4. img
    José Maria Cardoso Responder

    É registo de realce que o Mé-Zóchi extravasa o verde do mato e consola nas telas dos nossos homens da arte. Parabenizar um filho do distrito que viu na rotina das nossas “labandelas” a pura alma do rio Manuel Jorge, não é o suficiente para notabilizar tudo que nos regressa a casa e nos transporta a infância perdida na liberdade natural das nossas ilhas.
    Na cena cultural são-tomense (dança, rituais, bligá, bisca e tudo do mais), o hábito do altar ser o patamar, é o padrão dominante na expressão musical que oraliza as nossas tradições e dá nota positiva ao Mé-Zóchi, diferente, sempre diferente dos demais distritos do nosso lindo País.
    Passar as cores que flutuam no rio Manuel Jorge a tela, é tão grande o pensamento que casa os filhos ao seu Mé-Zóchi. O banho recebido do rio Manuel Jorge, fez o jovem que dá provas do seu talento no seu próprio espaço e as novas tecnologias encurta a distância que nos oferece a informação.
    Daí, é de associar a devoção de elevar os devidos parabens ao artista de combinação das cores, o jovem Leonel Varela.

    • img
      Osama bin Laden Responder

      Deixa dessas coisa de Mé-Zóchi, Lobata, e por ai fora, o homem é São-tomense e pronto.. Tribalismo aqui não…

  5. img
    José Quintino Responder

    Parabéns Leonel, vou acompanhando a tua obra.Sempre a subir.
    Abraços

  6. img
    mé pó feladu Responder

    Va lá Leonel espero k seja desta vez,e k DEUS te mostre o caminho a seguir.

  7. img
    Hugo Lima Responder

    Força Leonel a muito que aprecio o teu trabalho sempre a subir, não deixe que as dificuldades te atrapalhem enfrente-as

    Boa sorte

  8. img
    Agner Mota Responder

    Força Ney. Você é um artista de mão cheia
    É pena que o nosso país é pequeno e vazio

    Vá em frete que atrás vem gente

  9. img
    adilson Pinto Responder

    parabens varela, continue assim…..

  10. img
    hernane ferreira Responder

    man ta-se bem sempre acreditei em tu vais conseguir levar a tua voz ao cimo, força mano esta estrada tem muitas curvasmais tu vais consegir desifra-las todas, nuno prazeres, ti desejo de fundo de coração sucessos na tua vida e na tua carreira…sempre ti admirei e vou ti admirando

  11. img
    assis mata Responder

    eu estou acompanhando a sua obra,muitos parabens,meu amigo,e continua firme e forte ,

Deixe um comentario

*