Guiné Bissau – Entrevista com Miguel Trovoada

A Comissão da ONU de Consolidação da Paz para a Guiné-Bissau está preocupada com “tensões políticas e institucionais” no país. Segundo o grupo de diplomatas, a situação está a “causar um clima desnecessário de incertezas”.

A Rádio ONU conversou com o representante especial do secretário-geral para o país. Miguel Trovoada está em Bissau e falou sobre as prioridades de momento.

O representante foi entrevistado por Eleutério Guevane.

Tempo: 08’05″

Notícias relacionadas

  1. img
    Quem é Pai da Facção em São Tomé? Responder

    Este Miguel Trovoada desgraçou o país. Comeu tudo que era de Estado. Fazia cair Governo como um matagal se tratasse. Fez cair 9 Governos em 10 anos. É fundador e pai da instabilidade. Há quem diz que o é aquele pai do problema da Guiné porque como representante da ONU não tem moral para convocar as partes envolvidas de sentarem a mesa e chegarem à um meio termo.

    A democracia exige diálogo, e o Miguel Trovoada pai e fundador da desgraça e da instabilidade do país nunca gostou do diálogo e na Guiné Bissau também não está conseguir convencer os políticos a dialogarem por não tem exemplo para tal.

    Miguel Trovoada sai fora da Guiné Bissau, rua, rua. O senhor só está a impedir o processo de estabilidade política na Guiné Bissau. O senhor é verdadeiro pai que o povo santomense e tb da Guiné Bissau já sabe.

  2. img
    Explicar sem complicar Responder

    Mais eu li na internet os Guinenses já pediram para este Miguel Trovoada ABANDONAR a Guiné Bissau por ser ele um dos causadores da instabilidade com o José Mário Vaz,presidente da GB.
    Este homem ainda está lá?
    Os Guinenses já deram-lhe AVISO.

  3. img
    Original Responder

    Não é só lá,aqui também onde está o filho do tal peixe.

Deixe um comentario

*