“O Governo continuará a mudar quem o Governo entender para que este país avance”

Declaração do Primeiro-ministro Patrice Trovoada em resposta as críticas e denúncias feitas pelo partido MLSTP, em relação a exoneração de 3 membros do conselho de administração do Banco Central, sendo dois deles militantes do partido.

Segundo Patrice Trovoada, mesmo que o MLSTP, reaja com críticas após cada reunião do Conselho de Ministros, «o Governo continuará a mudar quem o Governo entender para que este país avance».

O Chefe do Governo, que presidiu o conselho de ministros onde se decidiu pela exoneração dos 3 membros do conselho de administração do Banco Central, acrescentou que o seu Governo tem mandato para corrigir os vícios, hábitos e histórias mal contadas do país real que é São Tomé e Príncipe. «Quero dizer a população são-tomense que este governo não é um governo de exclusão. Esse Governo está preocupado com a justiça sobretudo dos mais fracos», frisou.

Um governo inclusivo, que na perspectiva do Primeiro-ministro, a decisão tomada acabou por despolitizar o Banco Central. «O MLSTP se considera que tiramos quadros do MLSTP do Banco Central, então o Banco Central estava politizado. No Banco Central não há MLSTP, não há ADI, não há MDFM. Há quadros técnicos que devem servir o Estado. Daí que eu não tirei nenhum quadro do MLSTP. Tirei quadros técnicos porque o governo achou que na dinâmica que queremos impregnar esses quadros que serviram para uma coisa já não servem», enfatizou Patrice Trovoada.

Segundo o líder do governo, a sua decisão trouxe sangue fresco e competência para darem resposta a nova dinâmica. «Fomos buscar outros quadros cuja filiação política, para ser honesto, conheço apenas um que posso dizer mas ou menos, onde ele vota. Mas os outros, eu não sei. Só sei que são bons técnicos nacionais, que são valores que o país precisa que já deram provas, e que para aquilo que pretendemos em colaboração com a Governadora do Banco Central esses quadros servem», precisou.

Abel Veiga

 

 

 

Notícias relacionadas

  1. img
    Original Responder

    Mude tudo equanto é tempo e mude também o nome de S.Tomé e Príncipe porque este País como está não merece este nome.

  2. img
    Jão Pinto Responder

    Um dele é tão competente que foi a TVS explicar sobre o bilhete de tesouro com fosse crédito as palaiês, pescadores e pequenos agricultores. Que grande técnico e a competência que tem. Devia-se ter vergonha quando se abre a boca para falar de competência. Quem tem competência não cometa tamanho erro fazendo comparação de bilhete de tesouro e crédito para pequenos negócios.

  3. img
    catia Responder

    Nao foi em vao que O sr foi atraz da Govenacao eletronica, para depois exonerar os 3 membros do conselho de administração do Banco Central, sendo dois deles militantes do partido. assim o gito saira directamente para su casa.

    Burro e quem acredita nestas frazes «o Governo continuará a mudar quem o Governo entender para que este país avance».
    «Quero dizer a população são-tomense que este governo não é um governo de exclusão. Esse Governo está preocupado com a justiça sobretudo dos mais fracos» mas sendo assim esparemos que tudo se compra como disse.

  4. img
    O Revolucionário Responder

    «o Governo continuará a mudar quem o Governo entender para que este país avance». Bem só posso dizer que gostei, simples e direto, curto e grosso, sem tagarelice e firme naquilo que diz.. Precisamos de um governante que faça mais e fale menos, diferente daqueles que andavam por lá durante 40 anos da independencia e não fizeram coisa nenhuma a não ser explorar os mais fracos. Um governo que cumpra as suas promessas, não seja de palavra e meia, que dê valor a todos e sobretudo os mais pobres, aquele que pense e faz algo para que possamos sentir na pele o calor da mudança – que seja para melhor. «Quero dizer a população são-tomense que este governo não é um governo de exclusão. Esse Governo está preocupado com a justiça sobretudo dos mais fracos». Mudança é o que queremos e não bandos de incompetentes, ladrões e vigaristas, que so pensam em si e no poder, enquanto o povo verte lágrimas de sangue com esperanças de dias melhores…

  5. img
    sina Responder

    Este papo de sangue novo, só convence o povo pequeno.Esta claro que esta substituição é perseguição politica, tanto é que os novos admnistradores são todos do ADI. Job for the boys, garantia de bons tachos para os rapazes que fizeram campanha p ADI.

  6. img
    Maria Ricardo Responder

    Déça kwá ´t’awa xilá sálu….

  7. img
    Nilton Garrido Responder

    Como São-tomense que sou, gostaria que as pessoas fossem mais sérias nas análises que faz. Vi atentamente a entrevista da sua Excelência o 1º Ministro, é penso que de facto falou a verdade. Dos 3 Administradores ora empossados, apenas um talvez seja do ADI, os outros dois, eu os conheço, e são de facto jovens com excelente percurso académico, com grande potencial e que têm dado provas. Mas desconheço as suas corres partidárias, se é que as tem. Não me digam que não existem santomenses sem cor partidária! Sem querer me alongar mais sobre o assunto, penso que Tela Non perdeu uma grande oportunidade de informar com zelo e rigor aos São-tomenses coma fazia no passado recente, porque esta entrevista concedida pela sua excelência o 1º Ministro, no meu ponto de vista foi de facto, das melhores que assistimos nos 6 meses da governação, em que foi anunciada medidas bastantes positivas, e as boas perspetivas para o futuro do País. A razão para acreditarmos que é possível mudar este país. É tempo de Tela non, mudar de atitude e deixar de sensacionalismo ao invés de Jornalismos.
    Como diz sempre o outro aqui no fórum,
    Pratiquemos o bem
    Que só nos fica bem,
    Bem-haja à todos!

    • img
      Nilton Garrido Responder

      Como São-tomense que sou, gostaria que as pessoas fossem mais sérias nas análises que fazem. Vi atentamente a entrevista da sua Excelência o 1º Ministro, é penso que de facto falou a verdade. Dos 3 Administradores ora empossados, apenas um talvez seja do ADI, os outros dois, eu os conheço, e são de facto jovens com excelente percurso académico, com grande potencial e que têm dado provas. Mas desconheço as suas cores partidárias, se é que as tem. Não me digam que não existem santomenses sem cor partidária! Sem querer me alongar mais sobre o assunto, penso que Tela Non perdeu uma grande oportunidade de informar com zelo e rigor aos São-tomenses como fazia no passado recente, porque esta entrevista concedida pela sua excelência o 1º Ministro, no meu ponto de vista foi de facto, das melhores que assistimos nos 6 meses da governação, em que foi anunciada medidas bastantes positivas, e as boas perspetivas para o futuro do País. Há razão para acreditarmos que é possível mudar este país. É tempo de Tela non, mudar de atitude e deixar de sensacionalismo ao invés de Jornalismo.
      Como diz sempre o outro aqui no fórum,
      Pratiquemos o bem
      Que só nos fica bem,
      Bem-haja à todos!

  8. img
    sereno Responder

    Considero que este governo tem todo o direito de fazer as mudanças que precisamos neste, temos um pais muito doente onde o sistema de bloqueio atingiu o nível crónico. Nenhum pais do mundo se desenvolve com a forma anacrónica com que se pensa e atua neste pais.
    Há muitos que pensam que o pais é dele, que o cargo que ocupa é só seu, só ele pode e sabe fazer, mas o resultado é o que se vê; um país degradado, um país “donoxado”…
    O nosso Primeiro Ministro está e vais mostrar ao Américo, que quem não “conhece terra pode governar terra”
    Viva STP, nosso Primeiro Ministro força
    Deus abençoa STP

  9. img
    hj Responder

    o melhor emprego do mundo, é ser politico em pais de hipócritas.

  10. img
    Betty Anders Responder

    Cinceramente. Um pais con um primero ministro assim. Povo esta doente mesmo. Grande virgonha. Nao faz revolucao porque?Nao a partido oposicao?

  11. img
    Blaga-pena Responder

    Quem n conhece é q acredita neste 1ºministro FANFARÃO. Divide pra reinar, apela pra coesão social mas cria convulsão social, fala da justiça mas pratica injustiça! Pra refrescar a memoria daqueles como Nilton Garrido, ADI já chefiou 5 Governos e Miguel Trovoada andou nas esferas do Poder durante o período d partido único + 10 anos como Presidente d STP e o Patrice foi sempre o seu assessor. Qdo se referem aos 40 anos d governação, eles têm q ser tbm incluídos. Patrice está + preocupado com as suas negociatas do q tudo

    • img
      sereno Responder

      Pergunto, quem acha que pode governar este pais, aqueles nem ideias claras para o pais têm e que só querem estar lá para sustentar os seus?
      Peço a todos que façam um diagnostico da atual situação do país, circulem nos bairros mais pobres e analisem qual tem sido o comportamento dos nossos dirigentes face a situação destas pessoas…
      Temos um país muito doente não é uma simples mudança de Administrador do BC que há caus no país, tanto porque a oposição já fez coisas que considero pior do que isso e ninguém disse nada porque não o afetava.
      O país não precisa de governos sem ideias, cuja a governação é “IMPIRICA”, em pleno Séc. XXI a preocupação de um governo passou muitas vezes por fazer negócios com arroz que é doado ao país, se um investidor não responder aos interesses doentes dos nossas dirigentes não lhe é permitido investir no país, muitos investidores abandonaram a ideia de colocar o seus capital em STP, ora porque o clima político não é favorável, ora porque a justiça não funciona e ninguém está realmente preocupado.
      O país precisa de um Primeiro Ministro com mente aberta, capaz de modernizar, estruturar, atrair investidores, projetar o país perante o mundo, que olhe para jovens dando lhes oportunidade, que traga projetos estruturante, para fazer avançar o pais.
      O nosso Primeiro Ministro é a pessoa capaz de dar a esse povo o que ele precisa desde que haja estabilidade, uma oposição responsável.

    • img
      seabra Responder

      Betty Anders e Blaga Pena, vocês disseram o que é real sobre a triste situação de STP,e a péssima conduta do pm P.Trovoada…e eu acrescento,o seu SÓCIO A.Varela,ambos corruptos e larapios com o que é do estado e do povo, desviado para as algibeiras dos 2 vagabundos.
      Betty,é imprescendivel que haja uma grande REVOLUCAO em STP,para pôr termo a esta rapsodia de GATUNOS oportunistas.
      Quantos aos 40 anos de mandato,o Blaga fez muito bem em refrescar à memoria daqueles que à têm curtas. Os Trovoadas ,assim como o grande militante da JOTA- MLSTP,A. Varela,fazem parte íntegra, dos dirigentes que governaram desde a primeira hora da independecia,cujo Miguel Trovoada desempenhou um cargo muito importante no seio deste mesmo partido M L S T P, que todos hoje deitam a pedra. Foi gracas a este partido politico,que STP ganhou a sua liberdade,a independência.
      Em vez de ir conselhar o povo da Guiné Bissau(pouco apreciado neste país),deveria era ficar em STP, país que mais precisa,e orientar (talvez) o filho,tirando lição dos êrros monumentais que ele cometeu,tentando remediar a catástrofe que o filho pródigo Sãotomense e dele,PT,tem cometido…o pais está dando queda vertiginosa, que não terá reparacao.
      A não ser que se deixe STP afogar-se…

  12. img
    wê téla Responder

    Esta na hora de mudar de tudo, mesmo ate Pinto da Costa…Alguém um dia falou, se queres remendar não faça por cima de um tecido maroto…
    Da forma como alguns, já bem viciados querem governar este país, não dá…
    Reflitam sobre actual situação desse país sem afectos de ignorância, e diz alguma para si mesmo ou um amigo de lado.Obg.

  13. img
    DESCAMIZADO Responder

    Santomense acordai-vos. O País está transformado em exclusão. Todos nós sabemos, quer dentro e fora do País que durante os festejos de 12 de Julho e noutras ocasiões da necessidade de estamos todos unidos, darmos as mãos, despirmos todos e cada verificar entre si o seu defeito ou erros cometidos. O Senhor Américo Barros já era o elemento apontado pelo Senhor Primeiro Ministro, alvo abater há muito tempo por ter lido apenas um comunicado do seu Partido. tanto é, que foi demitido das suas funções pelo próprio ADI antes da queda do Governo do seu governo e reconduzido depois pelo último governo liderado pelo jurista Gabriel Costa.
    A senhora Ângela Viegas que muito contribui na estabilidade cambial entre Euro e Dobras. Ninguém está a pôr em causa a competência dos novos elementos, mas sim, pela forma com foi feita.É desta forma, não pensem ao contrário, que amanhã o, se o ADI deixar governo continuaremos com esta prática.
    Um governo que está contra os idosos,pondo os jovens contra os velhos leva o país à desordem a desunião Com a saída destes elementos o senhor Primeiro Ministro juntamente com a sua prima directa, Maria do Carmo Trovoada, GOVERNADORA DO Banco CENTRAL TERÁ O CAMINHO LIVRE PARA NEGOCIATA.Vem aí as eleições e o governo terá o dinheiro suficiente para as campanhas e compra de consciência.

  14. img
    arelitex Responder

    esta dinâmica está implantada ,em qualquer país evoluído .apenas em S Tomé acaba por ser uma linguagem estranha . porque durante estes 40 anos os políticos nâo tiveram capacidade para ensinar nada ao povo , educar o povo ,incutir regras no povo ,dizer o que podem e nâo podem fazer .por culpa dos fracos políticos o povo ficou inculto e sem regras . neste momento nâo é fácil por muita culpa do MLSTP , incutir a mudança e ensinar que a partir do momento em que somos empregados ou do estado ou de firmas particulares .somos apenas ferramentas de trabalho e nada mais .ou temos valor e demonstramos na prática esse valor .caso contrário nâo servimos para a nova dinâmica nem para essa firma particular .até o nosso primeiro ministro é uma ferramenta de trabalho que têm que demonstrar o seu valor e marcar essa dinâmica .

  15. img
    Samponha Responder

    A competência é competência, por mais idade que tenhamos. Veja só, senhores Santomenses.Se o Director do Ambiente que é militante do ADI, senhor Arlindo de Carvalho, não tivesse competência, o Governo do Senhor Gabriel Costa o teria demitido. Não o fez. É assim que os governos devem funcionar. Quem não sebe fica a saber, que o governo é sequência do outro governo. Ou seja, o Estado é sequência do Estado.
    O senhor Primeiro Ministro não se senta frente à frente com o Senhor Pinto da Costa, Presidente da República para discutir os vários problemas que o País confronta.Evita e Foge os encontros com o Presidente da República. Quando o Presidente da República peça ao Parlamento autorização para se ausentar do Pais, na véspera da sua partida, já o senhor Patrice Trovoada viajara para não se despedir do Presidenta da República.É isto que o povo Santomense quer. Um Primeiro Ministro que não passa confiança ao chefe do Estado?

  16. img
    LÔÇÔ TLÊZÊ CONTO - IRMÃO P.TROVOADA Responder

    Patrice apenas foi ao poder pra cobrar vinganças. Acreditam q é com rancor q se constrói este país? Entende-se q esta onda de perseguição tem como objectivo visa afastar todos aqueles q podem trazer ao publico as maiores asneiras q Patrice tem estado cometer, como por exemplo:1-venda d titulo d tesouro ao seu Banco para beneficiar d juros de Estado; 2-Compra d ex-Benfica pelo triplo d preço, 3-Emissão d passaportes à pessoas proibidas em circular pelos Estados considerados sérios; 4- Branqueamento de capital!

  17. img
    Ell Justiceiro Responder

    O povo votou no PM para efetuar mudança, o pequeno precisa sair desta miséria em que vive e para isso existem vários caminhos a percorrer dentre estes estão alguns despedimentos. Se o bom peixe for misturado com o mau peixe todos estarão estragados por conseguinte deixe o PM agir, estou a gostar, força meu PM.

Deixe um comentario

*