00 239 - 9906263 contact@telanon.info

Get Adobe Flash player

Corrupção destaca-se no relatório dos EUA sobre Direitos Humanos em STP

O relatório produzido pelo Departamento de Estado dos Estados Unidos de América sobre os Direitos Humanos em São Tomé e Príncipe no ano 2015, revela que muitos cidadãos consideram o trabalho da polícia como sendo ineficaz, e denuncia que a polícia é corrupta. Isto apesar do aumento das acções de formação dos agentes policiais.

Os juízes também não escapam a denúncia de corrupção. Segundo o relatório norte-americano, apesar do aumento do salário dos magistrados, que é superior ao salário praticado na maioria dos sectores da função pública, supostamente os juízes aceitam subornos.

O departamento de Estado dos Estados Unidos de América apoiou-se nos indicadores de Governação Mundial, produzidos pelo Banco Mundial para assegurar que a corrupção é um problema em São Tomé e Príncipe.

A nível da comunicação social, o relatório deixa claro que há condicionamentos a liberdade de imprensa. «Jornalistas afirmaram terem ocasionalmente praticado a auto-censura, particularmente nos meios de comunicação social que são propriedade do Governo», diz o relatório.

Tais meios de comunicação social do Estado, são considerados pelo relatório como sendo as fontes mais importantes de notícias no país. A imprensa Estatal administrada pelo Governo, é indicada no relatório do Departamento de Estado dos Estados Unidos de América como tendo cortado intencionalmente a transmissão de discursos críticos feitos por deputados da oposição.

A nível da Internet, diz o relatório sobre os direitos humanos em São Tomé e Príncipe em 2015, que «o Governo não interrompeu ou restringiu o acesso a internet, nem tão pouco censurou conteúdos on line».  Diz ainda que o acesso a internet foi amplamente disseminado no país.

Em 2015, o Departamento de Estado dos Estados Unidos de América, não registou qualquer relato de que o Governo tivesse realizado escutas as comunicações individuais sem a devida autorização judicial.

Mais pormenores – Relatório

Abel Veiga

Notícias relacionadas

  1. img
    Salmarçar 2 Responder

    Caros compatriotas.

    Após a publicação deste relatório acima descrito,só posso é lamentar está situação.Os policias de São Tomé, em particular a PIC(Policia de Investigação Criminal) não tem meios Humanos nem legislação para serem investigadores na área de corrupção. Acrescido a isso, temos um Ministério Público que é totalmente inoperante e corruptos.Parece-me,que a corrupção aumentou em São Tomé desde 2015,também, o nível
    democracia baixou. TVS e RNSTP não devem ser objecto do governo para silenciar os críticos

    Para garantirmos alguma diversidade na democracia de são Tomé,os santomenses terão que eleger alguém que não seja da confiança do ADI.Só assim, teremos divergências de ideias que fará com que a nossa democracia cresça.

    Bem haja a todos.

  2. img
    Fulano Responder

    Ainda por cima querem um presidente do ADI. Estamos fodidos.

  3. img
    zeca afonso Responder

    Caros,
    aproveito para informat que afec a alguns expedientes da associaçao dos jornalistas a emae ja esta probta a,pagar a taxa de rádio e de tv aos profissionais da comunicação social.
    boa sorte a todos

  4. img
    seabra Responder

    …pôr um termo definitivo,à corrupção,permitir que STP seja um país que respeita os direitos humanos,basta que o povo tome consciencia da responsabilidade de VOTAR na pessoa certa (homem ou mulher),nao por influência ou simpatia…material ou outra.
    Votar errado=má governação.
    Para eliminar toda a hipótese de votar para eleger CORRUPTOS de todo o borde: ADI,MLSTP,PDS…todos os cúmplices ex.da JOTA , não devem fazer parte,de jeito nenhum,a um governo saotomense …definitivamente. A podridao no seio politico em STP nao tem razao de continuar a existir.
    Chegou o momento de limpar STP destas ervas daninhas,que têm obscurecido a paisagem politica do país. Por esta razão é que insisto,que não é só o partido e os AGENTES da ADI é que estão em questão,refiro-me a todos os outros corruptos que já foram dirigentes-responsaveis no PODER.
    Todos sem EXCEPÇÃO…

Deixe um comentario

*