00 239 - 9906263 contact@telanon.info

Get Adobe Flash player

Sociedade Civil debate o papel da Governação do país

SOCIEDADE CIVIL EM CONFERÊNCIA DE DOIS DIAS

PARA DEBATER O SEU PAPEL NA GOVERNAÇÃO DO PAÍS

 

“Sociedade Civil e Governação” é o nome da conferência internacional que a Federação das ONG em São Tomé e Príncipe (FONG-STP) e a Associação para a Cooperação Entre os Povos (ACEP) promovem a 28 e 29 de Junho, no Centro de Formação Profissional Brasil, em São Tomé.

Ao longo de dois dias, irá debater-se o papel e o espaço que a sociedade civil santomense ocupa na governação do país, através de um painel de convidados nacionais, entre membros da sociedade civil, jornalistas, deputados e representantes do Governo, e também internacionais, provenientes de países como Angola, Cabo Verde e Moçambique.

No primeiro dia, a discussão da parte da manhã centra-se na importância da Comunicação para o Desenvolvimento, e em particular das rádios comunitárias, para a promoção da participação cívica. A tarde é dedicada ao papel que os cidadãos e o parlamento podem desempenhar para uma melhor gestão dos recursos e para uma maior prestação de contas por parte das instituições do Estado.

Já no segundo dia são apresentados alguns exemplos de iniciativas de monitoria de políticas públicas, desde a experiência da Rede de Sociedade Civil pela Boa Governação, em S. Tomé e Príncipe, à do Centro de Aprendizagem e Capacitação da Sociedade Civil, em Moçambique. E, à tarde, a advocacia social e as formas de trabalho conjunto entre organizações da sociedade civil para promover os direitos dos cidadãos estão em discussão, a partir de experiências realizadas no país e também fora, como é o caso da Plataforma de ONG em Cabo Verde.

A sessão culmina com a leitura da Declaração Final da Conferência, que pretende ser um compromisso renovado para um maior envolvimento da sociedade civil no escrutínio da governação democrática no país.

Para Eduardo Elba, coordenador do projecto, esta conferência é uma oportunidade para insistir na “mobilização das OSC para fazerem monitoria e advocacia no domínio das políticas públicas, influenciar a agenda política no sentido de incorporar as preocupações da sociedade civil e incentivar os media a colocarem na sua agenda, temas relacionados com a boa governação.”

Esta conferência acontece no quadro do projecto Sociedade Civil pelo Desenvolvimento – Comunicação, Capacitação, Advocacia, realizado pela ACEP e pela FONG-STP, com financiamento da União Europeia e da Cooperação Portuguesa. Esta iniciativa em particular conta também com o apoio do Hotel Avenida, do Grupo HB e da TVS. Mais informações podem ser encontradas no sítio oficial do projecto em www.sociedadecivilstp.blogspot.com.

Para mais informações, contactar Alexandro Cardoso, telemóvel 9972442, email: comunicação.fong.stp@hotmail.com.

Fonte – FONG / STP

Notícias relacionadas

  1. img
    jovem semfuturo Responder

    Desde o final do mes passado que o banco central colocou o banco equador a venda e ninguem diz nada????

  2. img
    FOCOTO Responder

    Tudo isso é bluff. Que impacto terá na governação do bando do PT. Nada…boa governação é igual a transparência. 30 milhões/Chinês/CGD?
    Essas farsas de conferências não dizem nada assim como um chamado seminário internacional que algumas juizas fingiram organizar a gosto de PT e tudo isso é zerô! Um PT que não respeita nada, não dá satisfação ao parlamento nem ao PR, descobre um grupo de cidadão que ele encana “POVO PEQUENO” ele na realidade engana com água luz, estrada, polos desportivos, chafarizes etc. E a construção e um Estado não s faz com isso. Fingindo que está a fazer coisa e nada. As instituições do Estado são uma farsa, nenhuma funciona bem, nem parlameno que ele domina com o Baluba,m administração pública não existe, só funciona com os putos ex-indignados que não percebem nada da Administração Pública e afastou-se todos os que compreendem um pouco de funcionamento da vida do Estado. O tipo nunca usa na sua linguagem Democracia, Direitos Humanos, Estado de Direito Democrático etc. Ele aproveita-se da TVS e RN para intoxicar o povo, sobretudo o povo dele que é o “POVO PEQUENO”, conceito mais prodigo, miserável e despresível que pode-se inventar num país. Não há dois povos num país. o povo é só um, todos os cidadãos iguais perante a lei e nada de descriminação para aldrabar as pessoas menos esclarecidas para ganhar votos. Vejam só o que ele está a fazer nos tribunais! Manipulou os bandidos do CSMJ e o falso Inspector Nacional Leite, o bananas quem foi beneficiado com uma viagem de um mês com familia pago pelo Gabinete de PM, não formado em direito (falso) e quer dominar o país…a historia do BE que foi referido é mais uma bandidagem dele-
    Portanto essa conferência de boa governação é para fazer boi dormir. e vão ver quem são os intervenientes? Os inteletuais sérios nunca querem meter em badidagem que se monta a mandoi do PT

  3. img
    SAMPONHA Responder

    Esta Coferência é uma farsa e ao mesmo tempo uma fantochada.
    Você se lembra ,que neste momento no nosso País não existe liberdade de expressão, quando você tenta contrariar ou apresentar as suas ideias diferentes ao do Governo. É mais uma conferência para que o Governo vai te marcando para depois despedir-te.
    Se no País houvesse contraditório, troca de ideia este País teria um dia melhor.O governo que não discutir com outros órgão de Soberania os Dossiers do País, passando tempo em passeatas como quer ser governo de salvação Nacional?
    Quanto ao Banco Equador gostaria de saber como é que a Governadora do Banco Central vai descalçar a bota. Sempre garantiu aos seus clientes que a sua poupança está segura.

Deixe um comentario

*