Desporto

Eusébio jogou 90 minutos em São Tomé a morte do Pantera Negra entristece o arquipélago

Na década de 80, a quando da visita do então Primeiro Ministro de Portugal Cavaco Silva à São Tomé e Príncipe, Eusébio fez parte da delegação portuguesa e participou num jogo de futebol entre o 6 de Setembro e o Vitória do Riboque.

Jogou 45 minutos como avançado do Vitória do Riboque e outros 45 minutos como avançado do 6 de Setembro. O jogo decorreu no Estádio 12 de Julho, que ficou repleto de espectadores, que queriam ver ao vivo o astro do futebol mundial.

O então Presidente da República Manuel Pinto da Costa e o então Primeiro-ministro de Portugal Cavaco Silva, assistiram o jogo na tribuna de honra.

Idalécio Pachire, o actual Presidente da Federação São-tomense de Futebol, era na altura treinador adjunto da equipa militar do 6 de Setembro. «Na segunda parte do jogo, quando ele vestiu a camisola do 6 de Setembro, disse assim : Olha agora é que vou jogar na minha equipa, o equipamento do 6 de Setembro era vermelho», relatou o Presidente da Federação de Futebol.

Segundo Idalécio Pachire, Eusébio da Silva Ferreira, é imortal, « é um símbolo do futebol mundial», frisou.

No jogo entre as equipas do 6 de Setembro e do Vitória do Riboque, a vitória sorriu ao 6 de Setembro, tendo Eusébio sido o autor do passe que deu o golo de vitória a equipa militar. Foi na década de 80 do século passado. O então campo de terra batida do Estádio Nacional 12 de Julho, guardou para eternidade os dribles de Eusébio.

O desporto são-tomense está de luto, segundo Idalécio Pachire, nos próximos dias todas as actividades desportivas vão obedecer um minuto de silêncio em honra ao Pantera Negra.

Abel Veiga

    16 comentários

16 comentários

  1. fome

    6 de Janeiro de 2014 as 12:09

    Olha gente, é uma perda para todos os amantes do desporto, e não só.

    Ele jogou em S.Tomé!? Não vi porque era muito novo.

    MAIS PELA IMAGEM O NOSSO ESTÁDIO ESTAVA MUITO BONITO. E HOJE?

    Abraços.

    • C_Miguel

      6 de Janeiro de 2014 as 14:18

      Essa imagem não era do nosso estadio.

  2. som

    6 de Janeiro de 2014 as 13:13

    É gratificante mostrar o nosso e maior apego e afecto,ñ só para o grande Eusébio. Mais convenhamos ter um pouco de atenção!morreu tal do Daniel Aguiar e ñ pude ver nenhuma demonstração no jornal(Téla Nón),serra q. estamos só para expor o q. outros nos fornece?Abraço

    • António Menezes

      6 de Janeiro de 2014 as 17:49

      Sabes de uma coisa meu caro. Essa é como os ditos santomenses sentem STP. Muitos que estão cá, estão apenas cá para ganhar dinheiro, não sentem essa terra como deles, só servem de STP. Nada se faz ou se escreve sobre STP, mas quando uma equipa , p.e. as de Portugal jogam, tudo para, pois parece que sentem mais portugueses que santomenses e tão pouco africanos. Pois, já aconteceu que deixaram de passar na TVS, os jogos da taças das nações africanas para passarem jogos de Portugal. Assim, nunca seremos uma nação. Será que alguém faz algo para isso? Porque será?

  3. xd

    6 de Janeiro de 2014 as 14:26

    Achas isso estádio de S.Tomé.

  4. Floli Canido

    6 de Janeiro de 2014 as 15:25

    Antes ele do que a minha mãe

    • torresdias

      6 de Janeiro de 2014 as 15:55

      Isto não tem preferência. cada um tem a sua vez. Por isto é muito deselegante este pronúncio.

  5. Herminia dos Santos

    6 de Janeiro de 2014 as 16:23

    Meu caro amigo Som, assim é STP, só vale o que é de lá, o que é de aqui, nada vale.
    De facto Dany tb merece um reconhecimento.

  6. clandestino

    6 de Janeiro de 2014 as 21:21

    o Eusébio foi uma figura incontornável do desporto do seculo xx.Que o Universo lhe reserve um canto onde não haja calor nem frio. que universo esteja sempre com ele, de forma que ele possa descansar em paz

  7. dragaodeaguaize

    7 de Janeiro de 2014 as 23:49

    O Eusébio não merecia o clube onde esteve, o Benfica.

    Ainda hoje se soube que adeptos do grande FC Porto e Sporting prestaram homenagem a Eusébio deixando cachecois dos seus clubes junto da sua estátua no estádio e veio um grupo de Indios do SLB durante a noite e tentaram vandalizar tudo.

  8. Ludmilo Aguiar

    8 de Janeiro de 2014 as 13:31

    então e fotos do acontecimento onde esta?

  9. FC Porto

    9 de Janeiro de 2014 as 0:41

    Vi imagens na RTP Africa de missa realizada em STP por Eusebio e pessoas dentro da igreja com cachecois do Benfica

    Como é possível tamanho sacrilégio, deixar entrar cachecois do Benfica dentro de uma igreja…

    O mundo está a acabar

  10. djhonny mends

    10 de Janeiro de 2014 as 8:16

    ele foi um grande lider de futobol.

  11. djhonny mends

    10 de Janeiro de 2014 as 8:22

    eu ñ teve essa oportonidadepara ver esse jogo, mais sinto k naquela era ele ñ so foi um grande lider de futobol,mais como tambem,um espelho para o seu pais.
    obrigado por tudo k vc deu por esse pais.
    djhonny;

  12. minus

    12 de Janeiro de 2014 as 20:34

    pena mesmo que nao poderemos jamais fintar essa desditosa realidade que e a morte, por mais poderosos os feitos dos homens, a morte sai sempre vencendo I so nos resta esquecer, esquecer, que brevemente tambem seremos esquecidos, nos pobres mortais cheios de palavreados inuteis…

    • Neves Cilio

      22 de Janeiro de 2014 as 22:59

      Eu fui muito fã de Eusébio
      Nós perdemos um grande herói
      Que Deus da-lhe interno paz
      Amem

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo