Anúncios

PADRHU pretende recrutar 2 técnicos para projectos ligados a formação e emprego

O Projeto de Apoio ao Desenvolvimento dos Recursos Humanos do Ministério das Finanças e Cooperação internacional,  pretende recrutar um técnico de formação e inserção profissional, e um Assistente Administrativo, ambos para o Fundo para a Formação e Emprego. Pode ler os dois anúncios abaixo.

(Unidade-Disciplina-Trabalho)

MINISTÉRIO DAS FINANÇAS E COOPERAÇÃO INTERNACIONAL
PROJECTO DE APOIO AO DESENVOLVIMENTO DOS RECURSOS HUMANOS

AVISO DE CONCURSO PÚBLICO

O Projeto de Apoio ao Desenvolvimento dos Recursos Humanos do Ministério das Finanças e Cooperação internacional, a ser desenvolvido com o apoio do Banco Africano de Desenvolvimento, pretende recrutar um técnico de formação e inserção profissional para o Fundo para a Formação e Emprego – FFE. São por este meio convidados os interessados a endereçarem as suas candidaturas à Célula de Execução desse projeto, o mais tardar até ao dia 14 de maio, em envelope fechado, com a menção: Candidatura ao posto de técnico de formação e inserção profissional para o FFE”, contendo a carta de motivação acompanhada do Curriculum vitae devidamente datado e assinado; comprovativos das habilitações académicas, nomeadamente a cópia dos diplomas e certificados mencionados no CV; a cópia do Bilhete de identidade válido.

Os candidatos devem:

  • Ser cidadãos nacionais, titulares de Licenciatura em Ciências sociais, Ciências da Educação, Gestão de sistemas e redes de formação profissional, Formação de formadores ou Gestão de recursos humanos;
  • Ter experiência profissional comprovada de pelo menos cinco anos no domínio da Formação e inserção profissional;
  • Possuir um domínio comprovado da língua francesa ou inglesa, falada e escrita;
  • Ter bons conhecimentos de informática na ótica do utilizador, mormente nos instrumentos do Microsoft Office.

Apenas serão consideradas as informações sustentadas pelos respetivos comprovativos.

Os Termos de referência e informações complementares podem ser solicitados à Célula de Execução do Projeto sita no Largo das Alfândegas, C.P. 843, telefones nº: 222 73 33 / 222 25 66, Correio electrónico: padrhu1@yahoo.com.br

II

(Unidade-Disciplina-Trabalho)

MINISTÉRIO DAS FINANÇAS E COOPERAÇÃO INTERNACIONAL
PROJECTO DE APOIO AO DESENVOLVIMENTO DOS RECURSOS HUMANOS

AVISO DE CONCURSO PÚBLICO

O Projeto de Apoio ao Desenvolvimento dos Recursos Humanos do Ministério das Finanças e Cooperação internacional, a ser desenvolvido com o apoio do Banco Africano de Desenvolvimento, pretende recrutar um Assistente Administrativo para o Fundo para a Formação e Emprego – FFE. São por este meio convidados os interessados a endereçarem as suas candidaturas à Célula de Execução desse projeto, o mais tardar até ao dia 14 de maio, em envelope fechado, com a menção: Candidatura ao posto de Assistente Administrativo para o Fundo para a Formação e Emprego – FFE, contendo a carta de motivação acompanhada do Curriculum vitae devidamente datado e assinado; os comprovativos das habilitações académicas, nomeadamente a cópia dos diplomas e certificados mencionados no CV; a cópia do Bilhete de identidade válido.

Os candidatos devem:

  • Ser cidadãos ou cidadãs nacionais com a décima primeira classe concluída e titulares dum diploma de formação média em Secretariado, Administração ou domínios afins;
  • Ter experiência profissional comprovada de pelo menos cinco anos no domínio das técnicas de Secretariado e Administração;
  • Possuir um domínio comprovado da língua francesa ou inglesa, falada e escrita;
  • Ter bons conhecimentos de informática na ótica do utilizador, mormente nos instrumentos do Microsoft Office.

Apenas serão consideradas as informações sustentadas pelos respetivos comprovativos e, para além da avaliação documental, serão considerados outros mecanismos de avaliação.

Os Termos de referência e informações complementares podem ser solicitados à Célula de Execução do Projeto sita no Largo das Alfândegas, C.P. 843, telefones nº: 222 73 33 / 222 25 66, Correio electrónico: padrhu1@yahoo.com.br

    2 comentários

2 comentários

  1. Ôssôbô

    30 de Abril de 2012 as 19:14

    Oxalá que apareçam jovens que democráticamente consigam ganhar o concurso sem padrinhagem nem por vias travessas como é normal acontecer em stp.

  2. Potencial

    1 de Maio de 2012 as 23:42

    Quanto será que pagam?

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo