Economia

Missão de Alto Nível do Banco Mundial Visita São Tomé e Príncipe e Perspectiva Reforço da Cooperação entre a Instituição e o País

A Direcção do Banco Mundial para Angola, Moçambique e São Tomé e Príncipe, faz questão de publicar o comunicado final da sua recente missão à São Tomé e Príncipe. Isso num despacho emitido a partir de Maputo e enviado ao Téla Nón. 

Maputo, 05 de Março de 2012 – O Director do Banco Mundial para Angola, Moçambique e São Tomé e Príncipe, Dr. Laurence Clarke, efectuou, de 24 de Fevereiro à 1 de Março de 2012, uma visita de trabalho à República Democrática de São Tomé e Príncipe. A visita do Dr. Clarke aconteceu conjuntamente com a do Dr. Agapito Dias, Director Executivo do Banco Mundial para a República Democrática de São Tomé e Príncipe, o qual se fazia acompanhar do seu assistente, Dr. Leopold Mba Mba e uma equipa técnica do Banco Mundial.

Esta visita teve por objectivo reforçar os laços de cooperação entre o Grupo Banco Mundial e a República Democrática de São Tome e Príncipe. As autoridades de STP expressaram, ao longo da visita, a sua total satisfação pelo trabalho conjunto ora em curso em STP.

Durante a estadia, o Dr. Clarke e o Dr. Dias reuniram-se com Sua Excelência o Presidente da República, Dr. Manuel Pinto da Costa, assim como mantiveram encontros de trabalho com Sua Excelência o  Primeiro-Ministro, Dr. Patrice Emery Trovoada; Sua Excelência o Presidente da Assembleia Nacional, Dr. Evaristo Carvalho; Sua Excelência o Presidente do Governo da Região Autónoma do Príncipe, Dr. José Cassandra, entre outras altas figuras e individualidades de STP. A estadia incluiu igualmente visitas a empreendimentos económicos e não só, e estendeu-se a todo o país, incluindo o território autónomo do Príncipe.

“Estou bastante satisfeito com o estado da nossa parceria com STP. A nossa carteira de projectos, embora relativamente modesta*, tem registado uma implementação satisfatória” disse Laurence Clarke. “Aguardamos esperançosos a aprovação nas próximas semanas de uma nova operação de apoio ao Orçamento Geral do Estado de STP. Com esta operação, o Banco Mundial tornar-se-ia no único apoiante ao Orçamento do Estado de STP, assim como num dos seus maiores parceiros de cooperação. Temos igualmente planeado a preparação da nossa Estratégia de Parceria com STP, a qual poderá perspectivar novas oportunidades de assistência nos próximos tempos,” concluiu.

O Dr. Clarke felicitou o Governo de STP pelos avanços alcançados no melhoramento do ambiente de negócios, uma vez que STP está entre os países que mais progressos realizaram nesta matéria em relação aos indicadores que constam do relatório Doing Business 2012, servindo assim de exemplo para o resto do continente. Outros assuntos abordados incluem a reforma do judiciário; o processo de consultas pública para a finalização da estratégia para a redução da pobreza de STP; as políticas e estímulos ao sector privado; eficácia na coordenação dos parceiros de desenvolvimento; e, preparação da Estratégia de Parceria do Banco Mundial e São Tomé e Príncipe a ser finalizada até o final de 2012.
###
* A carteira de financiamento do Banco Mundial é composta por 3 projectos:  Projecto de Adaptação às Mudanças Climáticas; Projecto de Apoio aos Sectores Sociais; e um projecto regional de cabo submarino que beneficia igualmente STP.

Para saber mais sobre a carteira de apoio a STP, visite http://www.worldbank.org/saotomeandprincipe

Abel Otacala
Communication Unit
Mozambique and Sao Tome e Principe
World Bank
Dep/Div: AFRSC – Room 323, Extension: 533+2323
Mozambique Country Office, 1224, Kenneth Kaunda Ave.
Maputo – Mozambique
Tel.: +258 21 482323, Fax: +258 21  492893
Cell.: +258 82 480 2610
E-mail Addrers: Aotacala@worldbank.org
www.worldbank.org/mozambique

    7 comentários

7 comentários

  1. conterrâneo

    7 de Março de 2012 as 7:54

    Esse relatório contém informações deturpadas e erróneas.

    Passo a transcrever:
    “Com esta operação, o Banco Mundial tornar-se-ia no único apoiante ao Orçamento do Estado de STP”

    Isso não é verdade!

    E o Governo Taiwanês que concede anualmente 15 milhões de dolares Norte Americanos ao STP?

    Não seria também um apoio ao OGE?
    Eu entendo que o Banco Mundial queira exibir-se.
    Mas, há que produz informações correctas ao respeito do nosso país.

    Não podemos esquecer que o Banco Mundial e FMI é que começaram com gravissimos problemas sociais (miséria)que até hoje enfrentamos, sob capa de Ajustamento Estrutural”

    Obrigaram o Governo da altura a despedir um conjunto de funcionários (que por sinal até hoje reclamam e recebem indemnização, através de sindicatos da função publica, por troca de uma ninharia de emprestimo, quando comparado com outros países.

    Em sinteses, o Banco Mundial e o seu parceiro FMI só contribuiram para o empobrecemento profundo do nosso país, com as suas politcas inadaptáveis às nossas realidades.

    O certo é que, se mudarem de estratégia, poderão fazer melhor.

    Até já.

    • Truki Sun Dêçú

      7 de Março de 2012 as 18:40

      Não é só o governo de Taiwan que concede ajuda (15 milhões) a S.Tomé. O governo Português, apesar da crise, há vários anos que concede várias ajudas a S.Tomé, através da Cooperação e não só. Só para o O.E. concedeu 50 milhóes de euros, conforme notícias publicadas no Téla Non, pelas autoridades de S.Tomé. Convém não esquecer e não ter memória curta. De qualquer maneira, toda a ajuda, venha de onde vier, é sempre bem vinda.

  2. Baga Tela

    7 de Março de 2012 as 9:06

    Venho realçar que tanto o Banco Mundial e FMI funcionam como um empresa cujo objetivo principal é maximizar os seu lucros.
    Pergunto se alguém conhece algum país onde essas instituições financeiras estão e que as sua populações vivem com rendimento suficiente para viver condignamente e a economia a crescer? Vejamos o caso recente de Portugal com a entrada do FMI.
    Portanto, essas instituições estão realmente preocupados unicamente em aumentar os seus lucro.
    Se de facto quizessem ajudar deviam fazer como diz o velho ditado: “ensina a pescar e não ande a dar peixe”.

  3. Baga Tela

    7 de Março de 2012 as 9:26

    Quem pensar neste mundo as coisas são dadas de graça está enganado. Tu tem um preço e tudo está à venda, apenas depende do valor. É como aquela promoção que diz. “leve trêz e pague dois”, tudo mentira. o valor do terceiro produto esta desfarçado em outros dois.

    • Mina Tela

      7 de Março de 2012 as 20:16

      gostei falaste bm

  4. Templa Seco

    7 de Março de 2012 as 11:20

    Tozé Cassadra nao é Doutor!

    • Coladura

      9 de Março de 2012 as 11:40

      Templa Seco, compreende-se gostas de participar, mas é mesmo assim, quem não tem não pode dar.

      Termo Doutor é muito vago, de que Doutor falas?

      O que pretende com tua participação?

      Doutor pode até ser nome da pessoa talvez não seja a tua intenção, agradecia difinir a que tipo de doutor referes. Mas se é que isso tem alguma utilidade e/ou contruição para este assunto.

      Obrigado…

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo