Política

República da China – Taiwan celebrou 100 anos

Há quase cem anos atrás nascia a primeira República Asiática, a República da China. A revolução democrática protagonizada em Outubro de 1911 por Sun Yan Sen, fez cair a dinastia Chin. Nasceu a República da China, designação a que Taiwan, um dos principais parceiros de São Tomé e Príncipe, é reconhecido até hoje a nível mundial.

China, o país mais populoso do mundo, fez história em 1911. Sun Yan Sen foi o protagonista. Liderou a revolução democrática que pôs fim a monarquia, e criou a primeira República asiática. A Dinastia Chin que dominava a China há mais de 2 mil anos, foi derrubada no dia 10 de Outubro de 1911.

Nasceu a República da China. Uma república baseada em princípios democráticos que vigorou até 1949. A ilha formosa, também conhecida por Taiwan simboliza até hoje a República da China que nasceu em 1911. Assim é reconhecida a nível internacional, pois foi na ilha de Taiwan onde os nacionalistas chineses que fundaram a República da China, encontraram terreno fértil para prosseguir com a conquista democrática, após a revolução comunista que eclodiu na China Continental em 1949.

Desde 1997, que a República da China – Taiwan tem-se posicionado como um dos principais parceiros de São Tomé e Príncipe. Apesar da crise financeira internacional, que o mundo começou a viver em 2008, a República da China – Taiwan, cresceu. Na avaliação da competitividade mundial, Taiwan que se encontrava na vigésima terceira posição, cresceu no período da crise e hoje é o oitavo país mais competitivo do mundo «De acordo com o Instituto Internacional de Administração e Desenvolvimento, em 2010 a competitividade Mundial de Taiwan de vigésimo terceiro lugar avançou para oitavo lugar», realçou Juliana Jin em representação do embaixador de Taiwan, na altura ausente do país.

Apesar dos solavancos da crise mundial, a economia da ilha asiática continua a crescer. «O fundo monetário internacional, fez uma previsão de 7,7% de cresceimento económico de Taiwan para 2010», assegurou Juliana.

Apesar da dificuldade imposta nas Nações Unidas, pela República Popular da China, para o seu reconhecimento internacional, Taiwan, começa a participar em fóruns de importância mundial. « em Julho de 2009 participamos na assinatura do Acordo de Aquisição Governamental na Organização Mundial do Comércio. Em 2009 e 2010 fomos convidados para participar na Assembleia Mundial de Saúde. Em Agosto deste ano, tornamo-nos membros da Comissão Inter-americana de Atum Tropical. Estamos a esforçar-nos para sermos observadores da Organização de Aviação Internacional e Convenção- Quadro das Nações Unidas sobre a Mudança Climática», precisou.

Ao mesmo tempo a República da China-Taiwan, tem reforçado a cooperação com a República Popular da China. Ainda em Junho passado os dois países assinaram um acordo quadro de cooperação económica. « nos últimos tempos nós estabelecemos importantes medidas como o mecanismo de negociações, a promoção da ligação aérea e marítima directa entre os dois lados e a facilidade de entrada para os turistas chineses à Taiwan. No total assinamos 14 acordos, sendo o principal o “Acordo do Quadro de Cooperação Económica” assinado em Junho deste ano, que entrou em vigor em Setembro, para criar benefícios e êxitos para os dois lados Estreitos, e ao mesmo tempo diminuir a tensão de disputa política. Poderemos proceder para o começo de uma nova era na relação dos dois lados Estreitos de Taiwan e construir a prosperidade e harmonia no Oeste da Ásia», explicou Juliana.

No que concerne a relação bilateral com São Tomé e Príncipe, os resultados estão a vista. Na saúde, Taiwan foi o arquitecto da campanha de luta contra o paludismo lançada em 2004 que fez o índice da doença baixar de mais de 40% para apenas 4%. « cooperamos no projecto de luta contra o paludismo, e a epidemia que afetava da população 47% diminuiu para 4%, e assim, sem essa ameaça a sociedade santomense pode desenvolver-se no ritmo normal», sublinhou.

Para além da saúde, êxitos têm sido alcançados noutros sectores. «Na área de construção civil, apoiamos na construção da Planta Térmica de Santo Amaro, um projecto que teve o seu término no mês de Agosto, para melhorar a situação de falta de energia no país. Na área de Saúde e assistência técnica, a missão médica tem dado assistência para melhorar a qualidade de serviço e atendimento nos centros de saúde. A missão técnica tem dado formação aos agricultores, fornecendo o know-how para que eles possam aumentar o seu rendimento», enfatizou.  .

Novas tecnologias de comunicação e informação, e formação de quadros são outras áreas de cooperação onde Taiwan, se destaca. 30 estudantes são-tomenses estão a ser formados em Taiwan, país que anualmente recebe 5 bolseiros do arquipélago são-tomense. Intercâmbio entre quadros dos dois países, é outra valência da cooperação bilateral. « anualmente enviamos 20 agentes e técnicos do governo e das organizações civis para formações de curto período para ter a oportunidade de  troca de experiências entre os dois países», reforçou.

A nível cultural, para além do intercâmbio entre jovens dos dois países, a República da China- Taiwan, realizou em Agosto último em São Tomé, um festival de gastronomia chinesa, onde o público são-tomense pôde deliciar as iguarias da gastronomia asiática.

Aliás o Presidente Fradique de Menezes, visitou Taiwan esta semana, para reforço da cooperação bilateral, mas também para despedir-se das autoridades da ilha formosa.  Em Setembro de 2011 Fradique de Menezes deixa o palácio cor de rosa.

Abel Veiga

    2 comentários

2 comentários

  1. Baga-tela

    15 de Outubro de 2010 as 17:13

    Essa eh uma otima noticia, mas falhou alguma coisa no que concerne a existencia da Republica da China. Falhou alguns detalhes de maneira a deixar os eleitores melhor informado sobre a historia da Republica da China(Taiwan)
    Segunda a historia, a Republica da China foi fundada em 1912, pelo entao revolucionario reformista Dr. Sun Yat Sen em 1912 sob governacao do partido Nacionalista Chines(KMT)e que mais tarde viria a refugiar na ilha Formosa (Taiwan) com todo seu elenco governamental depois de ter sido escuracado e detorado na guerra civil que se caracterizou toda naltura. Batido pelo grupo de rebeldes liderado pelo entao revolucionario Mao Ze Dong do partido Comunista Chines, o governo da Republica da China liderado pelo entao Jiang Kai Sheck refugia-se na ilha de Taiwan em 1949 onde instala a sua autoridade, ontinuando assim a revidincar pela a legitimidade, advogando que so existe uma China, e que o governo legitimo eh o da Republica da China sedeada em ilha(Taiwan)e que a Republica da China inclui tb toda a China continental, salientando tb que o governo da Republica Popular da China liderado pelo entao rebelde revolucionario Mao Ze Dong eh inconstitucional. No entanto, o governo da Republica da China Popular pelo contrario revidicava e revindica como ate entao que so existe uma e unica China, e que Taiwan faz parte daquela China.

    Peco desculpa, so queria dar a minha contribuicao para melhor exclarecimento dos factos.

    Obrigado!

    • Baga-tela

      16 de Outubro de 2010 as 6:45

      So uns reparos:

      *…………….. Faltou alguns detalhes de maneira a deixar os leitores melhor………………..

      *………de ter sido escoracado e derotado na guerra civil que se caracterizou toda a China naltura.

      ………………..

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo