Política

Debate entre o MLSTP e Secretaria de Estado da Juventude e Desportos versus linha de crédito

Por causa das declarações do Secretário de Estado na TVS, o MLSTP acusou Abnildo Oliveira de pretender utilizar a linha de crédito para satisfazer a sua clientela política. O maior partido da oposição foi mais longe e acusa o Secretário de Estado de apropriação de terrenos que foram concedidos pelo Estado a favor da juventude e do desporto.

Na declaração à TVS, o Secretário de Estado da Juventude e Desporto, Abnildo Oliveira, pôs em causa a decisão da maioria parlamentar em transferir a linha de crédito que estava sob a sua tutela para o ministério das finanças e cooperação internacional.

O Secretário de Estado deixou claro que esta acção punha em causa a execução dos projectos por si eleitos como prioritários a favor dos jovens. «Estamos perante duas repúblicas. Uma que é a República Democrática de São Tomé e Príncipe com os problemas que tem, e uma que é a República democrática dos partidos da oposição, ou dos deputados da oposição, e a duas velocidades», declarou Abnildo Oliveira, à TVS.

O MLSTP/PSD reagiu de imediato. «O Senhor Secretário de Estado da Juventude não está tão preocupado com os jovens e o desporto, como sistematicamente tenta convencer a opinião pública. O que ele pretende de facto, é ter os montantes no orçamento do seu gabinete para distribuir o dinheiro à sua clientela política, já que ADI fez promessas completamente irresponsáveis, aos jovens e à população em geral, a quando das últimas eleições legislativas de 2010», declarou o Secretário-geral do MLSTP/PSD, Fernando Maquengo. 

O partido da oposição esclareceu ainda que «o que os deputados da oposição fizeram foi introduzir transparência no processo, opondo-se a manutenção desta verba no Gabinete do Senhor Secretário de Estado da Juventude e Desportos», sublinhou Fernando Maquengo.

Mas o Secretário de Estado da Juventude e Desportos, considerou que havia receio da maioria parlamentar em relação a capacidade dos jovens em gerir fundos. «Percebi que havia um receio na sala da República dos opositores. Um receio de que não podemos por dinheiro nas mãos dos jovens, não é possível. Temos que acreditar que os nossos jovens são sérios», precisou Abnildo Oliveira.

O MLSTP tem outra leitura da posição do secretário de Estado. «Trata-se pois de uma afirmação no mínimo patética e que revela a falta de maturidade política e de sentido de Estado deste membro do Governo. Porque tais declarações engajam o Governo do ADI, fica mais uma vez provada perante a opinião pública nacional e internacional a arrogância e incapacidade de diálogo por parte deste executivo, o que naturalmente inviabiliza qualquer possibilidade de busca de consensos que a oposição queira promover, em nome da estabilidade governativa e dos interesses nacionais», diz o partido da oposição.

O partido de Aurélio Martins tranquiliza a juventude e a população nacional, tendo acrescentado que «não houve corte de verbas destinadas à juventude. Antes pelo contrário, agora os jovens vão ter acesso a mais meios para o empreendedorismo, ou seja, dos 17 mil milhões inicialmente previstos passou-se para 21 mil milhões. Para uma melhor utilização dos recursos públicos, os deputados apenas propuseram a colocação do financiamento no Ministério das Finanças e Cooperação Internacional, para que a sua gestão seja transparente e criteriosa», sublinha.

Dadas as explicações o  MLSTP/PSD passou ao ataque. «Mas vamos mostrar quem é este senhor que fala tanto da Juventude. Nos governos anteriores do MLSTP/PSD, conseguiu-se um terreno em Uba Budo-Trindade, destinado a construção de um campo de futebol. para a população mezochiana. Era um compromisso do Estado para com os jovens de Mé-Zochi. Este governo do ADI preferiu entregar parte deste terreno ao senhor Secretário de Estado da Juventude e Desportos para a construção da sua habitação», pontuou o MLSTP/PSD.

O maior partido da oposição, manifesta-se também preocupado com a manipulação das informações veiculadas pelos órgãos de comunicação social estatais. «O Secretariado Nacional do MLSTP/PSD quer denunciar mais uma vez, a persistência do Governo do ADI, quanto a manipulação das informações veiculadas pelos órgãos de comunicação social estatal, nomeadamente a TVS e a Rádio Nacional, uma atitude que põe em causa a liberdade de expressão e de imprensa, e especialmente do necessário contraditório político que deve existir em sociedades democráticas como a nossa», frisou, Fernando Maquengo.

O Secretário-geral do MLSTP/PSD, deu exemplos dos casos de manipulação da informação nos órgãos estatais, nomeadamente o caso da declaração do Secretário de Estado da Juventude e Desportos. «Numa peça sobre as discussões na segunda comissão especializada da Assembleia Nacional na TVS, apenas ouviu-se uma parte, ou seja, deu voz unicamente ao governo através do Secretário de Estado da Juventude e Desporto», concluiu.

Abel Veiga

    30 comentários

30 comentários

  1. Mé-Zocheano

    15 de Dezembro de 2011 as 11:57

    Afinal? O secretário de estado me está a sair melhor que a encomenda. Agora onde é que eu vou jogar futebol quando no parque estiver ocupado?

    • Calibre-12

      16 de Dezembro de 2011 as 11:09

      Esse Secretário de Estado, como eu já tenho dito, está a ser a causa da desvalorização do ADI no mercado.
      Por favor Senhor Patrice, dê o fora aquele miudo e tente salvar o seu partido.
      para além de inconpetente, esse miudo faz inumeras confusões com tudo. Até mesmo o comunicado do governo que escrevem para ele ler, ele enfia os pés pelas mãos e le tudo trocado. O gajo é um fraco.

    • Têm os bandos de MLSTP moral para falar de coisa pública?

      19 de Dezembro de 2011 as 8:42

      Meus senhores,

      O MLSTP não moral pra vir aqui falar de apropriação ilegal de terras por parte do senhor Secretário de Estado. Pergunto aos senhores de MLSTP incluindo Fernando Maquengo, Célia Posser, e outros mais(todos eles de MLSTP) se não é má fé eles terem apropriado as casas sociais da zona de bairro dos casado (Uba-budo Praia), Santana. Pergunto e peço a eles pra indicar pelo menos um ocupante qualquer daquelas 12 casas que seja do ADI ou de PCD ou de, MDFM, CODO, FDC, etc… Todos os ocupantes são gentes de MLSTP apenas. Acham isso normal. O país não é do MLSTP.

      As casas sociais daquele bairro deveriam ser entregues ou vendidos a população residente de Cantagalo sobretudo aqueles que têm dado a sua vida a função pública de STP.

      Ao contrário de tudo isso, a senhora Célia Posser mais o senhor Maquengo que não são de Cantagalo e não residem em Cantagalo pegam nas casas e arredam-nas a Club Santana enquanto muitos jovens e quadros do distrito estão sem teto e a Deus dará.

      Mas acham que isso é correcto? Acham isso lícito? Disso tudo, acham que o MLSTP incluindo senhor Maquengo tem moral pra vir falar de apropriação de terreno?

      Vamos colocar cada coisa no seu lugar, deixar de magogia e falar verdade!

  2. luis Cesar

    15 de Dezembro de 2011 as 12:03

    Credo meus senhores. Isso é país????
    Toda gente quer roubar só? Credoéééé

    • Tomba Aly (Cantagalense)

      15 de Dezembro de 2011 as 12:17

      Meus senhores deixem de politiquisses.

      O jovem não tem casa e o Estado lhe atribuiu 20 m de largura e 25 de comprimento. Isso vai ao debate?! Convenhamos.

      e porquê que não se debate o espaço da quinta dos prazeres? Empresa bela vista? e outros terrenos agriculas que foram trasformados em quinta.

      Querem tentar desviar a opinião publica para tentar conotar o jovem como corrupto. É essa estratégia maldosa do MLSTP/PCD.

      Tenhos amigos na Trindade, o que se passa é que MLSTP/PCD querem algo para dizer/fazer. Força Abenilde. Quando falam de nós é porque alguma coisa passa. Você está a fazer os gajos calor e não gostam de ti. Mas força.

      Queremos debate para saber o andamento do processo de STP Trading, do barco Principe.

      Quem rouba Estado bilhões não se debate. O jovem com 20 metros quadrado já é debate. Que país estamos!!!!

      Abel, por favor há coisa que não é noticia. Eu quero mais inofrmação sobre a dimensão do terreno que foi atribuido ao Secretário de Estado. Se for um hectar eu serei o peimeiro a ir contra, mas se se tratar de 20 metros quadrados, dá direito. É filho da terra.

      Cantagalense.

      • João Beleta

        15 de Dezembro de 2011 as 12:43

        Eu também sou filho da terra e por isso vou reivindicar o meu pedaço de terra de 20X25m ao lado do espaço cedido ao Secretário de Estado. Afinal, de acordo com as palavras do Tomba Aly, eu também tenho direito.

      • Mé-Folimbô

        15 de Dezembro de 2011 as 13:14

        Seu pateta alegre,Tomba Aly (Cantagalense), basta ser analfabeto, para se abrir a boca e dizer asneiras. Sr. acha k 20 m quadrados chegam pra construir uma casa? Sr.começa a ser gente quando tiver a boca fechada. Seja como for, trata-se dum terreno que foi atribuido para contruçao dum campo de jogos. Se o secretario de Estado é assim tão honesto,pergunta-lhe porquê k tomou o terreno. Porquê k ele facilitou a fuga do seu eis Director de gabinet(Sr. Adelino, analfabeto de 7ª classe)! Sr.”Comedor de Ferro”, quer aproveitar desta verba distinada ao credito-jovem pra construir a sua casa.

        • Pedro Cassandra

          15 de Dezembro de 2011 as 14:16

          vc inteligente porque n dariam os 20 m quadrado para construir uma casa. rsrrsrsrs sem noção cara rsrsrsrs.

          • guedes

            16 de Dezembro de 2011 as 17:07

            Prestem atenção, é para aprender: 20mx20m=400m2, não confundam terreno de 20×20…

        • Voz da razão

          15 de Dezembro de 2011 as 16:14

          É verdade
          Porquê que este governo só recruta acessores e directores de gabinetes analfabetos? Pq não têm quadros?
          Meu Deus!

  3. celga

    15 de Dezembro de 2011 as 13:22

    Estamos todos de acordo com os direito que o mesmo cidadão tem, mas o que não esta certo é pegar no terreno que ja tem um objectivo concreto e desvia-lo. O Abenilde sabe que trindade futeboll clube não tem campo e este aspecto tem reflectido ano tras ano do mau resultado da equipa que já leva aproximadamente 20 anos na segunda divisão. Esta esta situação é lamentavel. Não se acretida a segunda cidade de São Tome não tem campo de futeboll.

  4. João

    15 de Dezembro de 2011 as 14:47

    Desculpa. Se for o terreno que foi dado à Trindade Futebol Clube, é melhor o Sr. Abnildo devolver. Aliás, o sr sabe como é que os mezochianos sao. Afinal? O sr é assim? Nao estávamos a espera dessa caro Secretário de Estado. So falta saber como é que em tao pouco tempo conseguiste o jeepaço.
    João

  5. Mimi

    15 de Dezembro de 2011 as 14:59

    Qua a Secretaria de Estado da Juventude e seus orgaos de suporte se organizem (e estruturem) no sentido de que os jovens empreendedores possam organizar os seus dossiers e candidatar-se junto às instituiçoes financeiras para obtençao dos tao necessários créditos que, espero, sejam postos à disposicao do empreendedorismo juvenil. Esta seria uma grade contribuiçao da Secretaria de Estado em prol da Juventude que tanto apregoa defender os direitos. Esta seria uma boa oportunidade de demonstrar o cumprimento do dever: cumprindo as regras de financiamento e ao mesmo tempo ensinando a Juventude a cumpri-las. Já é tempo de se sair do ciclo canceroso de ter fundos em instituiçoes nao vocacionadas para este fim. No lugar do Secretário de Estado e da sua instituiçao eu estaria feliz e de cabeça fria. Nao teria me importado: Pensando bem, nao ter a responsabilidade de gerir dinheiro alheio, é menos uma dor de cabeça!

  6. kua li

    15 de Dezembro de 2011 as 15:34

    A um ditado que se diz:
    Por detrás de um grande extremista está um grande oportunista,fazendo-se de Abnildo de Oliveira.Se de facto o terreno foi concedido pelo estado para a construção de um estádio de futebol,com que direito tem o Abnildo de ocupar o terreno para a sua construção? Em base a que Lei?

  7. Maiker

    15 de Dezembro de 2011 as 15:44

    este secretário de desporto não tem competencia, é um frango com ar de galo.

  8. Maiker

    15 de Dezembro de 2011 as 15:46

    abaixo secretario de juventude e desporto, o MLSTP e o PCD Agiram bem. ele não tem competencia parar gerir a linha de credito.

    • Discreto

      16 de Dezembro de 2011 as 16:02

      Eu nao concordo com o vosso comentario. Conheço muito bem a pessoa do senhor Abnildo. Ele nao é o que pensam.

  9. kua li

    15 de Dezembro de 2011 as 16:01

    Nós os jovens,também temos problemas de terreno e não é só Abnildo!
    O Sr.Abnildo está dando exemplos de desordem,porque sabe que é protegido pela estúpida política deste país!
    A onde está a autoridade de estado que tanto fala o Governo de Patrice Trovoada?
    A isto chama-se de autoridade de estado?
    Ou chama-se”Abusividade de estado” Abuso de Poder!
    Quantos direitos foram violados?
    A onde está o Ministério Público defensor da legalidade e dos bens públicos como fala o Sr.Procurador Roberto Raposo?
    Se fosse um desfavorecido,não protegido pela estúpida política deste país, a sua casa já seria demolida!
    A onde está a intervenção das Obras Públicas face a este oportunista Abnildo?
    Por outro lado o Sr Abnildo está formando uma tempestade quando não há motivo para tal,em nenhum lado a Secretria da Juventude está autorizada a conceder créditos,está formando uma tempestade fazendo-se de facto como diz o jornal de uma criança que lhe tiraram a chupeta!
    A verba não foi cortada como pretende demonstrar ao público o patético de Abnildo de OLiveira feito em porta-voz do governo, mas sim a verba foi transferida para o Ministério competente o Ministério das Finanças para a sua gestão e transparência,aliás a Lei SAFE define que todos os recursos do estado devem ser concentrados numa só conta!
    Por isso várias vezes critico este governo,não na pessoa do Sr.Patrice Trovoada,mas nos seus colaboradores, nos seus membros do governo que estão dando provas de imaturidade, e de trapalhadas! Fui…

  10. Digno de Respeito

    16 de Dezembro de 2011 as 1:20

    Ainda continuamos a perder tempo com “politiquices”……. Tenham dó e desenvolvamos o País que bem precisa de nós….

  11. santa catarina

    16 de Dezembro de 2011 as 8:37

    O MLSTP/PSD continua a utilizar os seus tentaclos para mais uma vez enganar o povo. Esta historia já comenhecemos a 3o anos. Só agora falam de terreno ainda bem que é para cosntrução.Pergunto a quem foram dadas as casas das ex-empresas(Vale Prazeres,BOA Entrada etc.) as melhores casas do estado da cidade capital, os terrenos de norte a sul de s.Tomé.
    Meus caros amigos basta de bricadeira. Estamos mais atentos e com olhos bem abertos. Tudo que o MLSTP/PSD e o PCD(MLSTP II) fizem e agora têm medo.Têm medo do GGA I e GGAII,STPTrainding,Barco Principe etc..
    Delfim Neves recebeu um grande terreno na mão do estado muito recentemente e ninguem fala disto, vêm falar dos 25X20.

  12. Espirito Santo

    16 de Dezembro de 2011 as 8:59

    A Assembleia ja tomou decisão acertada. Todo resto é politiquice. O MLSTP tem moral para falar de transparencia. Onde estava o dinheiro das mães carrenciada? Onde estava o dinheiro de projecto das pesca? Quantos terrenos e casas do Estado não foram delapidados pelos dirigentes do MLSTP.

  13. Pedro

    16 de Dezembro de 2011 as 9:13

    Estao a fazer tempestade num copo de agua com um pedacinho de terra. S.T.P tem espaco suficiente, um pequeno campo para desporto pode ser construido em qualquer local proximo porque zochi e grande. Porque nao solicitam ao Ex-Presidente Fradique que devolva um pedaco de terreno da roca Favorita que usurpou ao povo, e que esta la mesmo perto, para construirem o campo? Porque nao aproveitam a oportunidade para tambem levarem para discussao no Parlamento assuntos fraudulentos: STP Trading, dinheiro dos sacos de arroz retirados ao povo por certos politicos e outros assuntos que tem prejudicado gravimente o Pais.

    • realista

      16 de Dezembro de 2011 as 11:21

      pedro tou estou 90/cento acordo cotgo mais o senhor abnildo terra que se apresentar na procudaria geral pra justificar isto isto porque se o facto for real e de lamentar.

  14. Amely

    16 de Dezembro de 2011 as 11:53

    se nos formos a fazer um levantamento d patrimonio d aqueles senhores, vamos chegar a conclusão q tdos robaram ou robam. Então vamos crescer dxar d criticas baixa e criar uma estrategia para desenvolvimento d STP

  15. carlos

    17 de Dezembro de 2011 as 18:20

    eu sou de ubua budo não haverã campo de futebol la pergunta senhor Camblé kuando foi deputado da bankada parlamentar de pcd onde foi parar campo de futebol da trindade o terreno de ubua budo ta a ser distribuido para jovens makengo vai investigar teu terreno compraste a onde

  16. carlos

    17 de Dezembro de 2011 as 18:22

    secretario geral tem boa iniciativa como jovem não kerem deixar ele trabalhar pork mlstp nunka teve jovem no poder com esta iniciativa eles ta com medo do secretario geral deixa miudo trabalhar força Abnildo tou ctg reino unido

  17. carlos

    17 de Dezembro de 2011 as 18:25

    os comentarios contra o jovem secrfetario são de pessoas ded mã f~e v~e campo de milho casa de sessente presidente do mlstp este terreno como foi concebido não é um pedaço de terra k tão a destribuir para os jovens da localidade é caso de debate para Mlstp

  18. Engenheiro( LISBOA)

    19 de Dezembro de 2011 as 14:36

    Uma “corja” de sem vergonha e sem escrúpulo. Onde já se viu um dinheiro de estado ser manipulado directamente por uma secretaria de estado?
    Não apredem com os erros, por isso estamos onde estamos. Sempre a pedir aos estrangeiro por razões de incompetência e ganância.

    O que esse miúdo” que até foi meu aluno no secundário” está a fazer é mesma asneira que Noberto Costa Alegre cometeu (PCD) e Maria das Neves( MLSTP)( 5000 milhões de dólares dado pelo governo Taiwanês para crédito aos pequenos agricultores) que ela devia entregar ao projecto CIDR, que já estava no terreno e por questões políticas e de ganância, preferiu fazer no Mistério de Agricultura onde ela era Ministra e fê-lo, mesmo depois de ter assinado um protocolo de colaboração com o tal projecto…. cara larga. O que estou a afirmar é o que assisti por que fui técnico daquele Projecto.
    E hoje, por causa dessa falta de raciocínio positivo que as pessoas ditas formadas têm, os pequenos agricultores caíram em miséria extrema… Pois a invés de ensinar as pessoas a pescar, ensinam-nas a comer peixe,de modo que se tornem pedintes eternos.

    Menino Abnilde, não se esqueça que o povo vai te julgar daí a pouco e não brinca com o povo de Mé-Zochi!
    Se quiseres carregar o fardo para o resto da tua vida, podes continuar com a tua teimosia, mas se não, entregue o dinheiro a quem de direito por norma(Ministério das Finanças) para que depois de bem avaliados os projectos no teu ministério,os jovens possam ter o necessário para desenvolver o seus empreendimento.Nada de clientelismo.

    Procure, marcar a diferença e não seja como um BURRO VELHO que já não aprende línguas.
    Está lançado o aviso!!!!!!!!!!!
    Mesmo sabendo que os outros governos pecaram,não nos dá o direito de pecar,ok?

  19. Engenheiro( LISBOA)

    19 de Dezembro de 2011 as 14:45

    Atenção! Eu quero que os jovens governem e governem bem e com seriedade e não caiam nos mesmos laços dos antigos do MLSTP,PCD,MDFM e ADI( uma “corja de maquiavélicos, bodes velhos,cornudos e cornudas).

  20. Sufli cloçon.

    20 de Janeiro de 2012 as 23:05

    Na minha opinião, os senhores do MLSTP deviam estar calados porque a base da corrupção tem suporte no MLSTP. Estes senhores não teriam outro nome senão corja de egoístas e oportunistas.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo