Política

Aliança Patriótica quer que o CALULU de São Tomé e Príncipe seja cozinhado por apenas um cozinheiro

A Organização da Sociedade Civil que congrega 3800 membros, considera que a actual constituição política promove a corrupção e tem entravado o progresso do país. Foi numa conferência de imprensa que os órgãos Estatais gravaram mas não publicaram a notícia.

Temor e tremor, dominam as redacções dos órgãos de Comunicação Social sob controlo do Estado. A Aliança Patriótica, organização da sociedade civil com 3800 são-tomenses como membros, está a promover debate a nível nacional sobre o sistema de governação.

Convocou uma conferência de imprensa. Rádio e Televisão são-tomenses, marcaram presença. Registaram as posições da organização da sociedade civil. Mas o público não teve acesso a notícia. Declarações caricatas proferidas pelas direcções dos órgãos Estatais, para justificar o silenciamento da Organização da Sociedade Civil, chegaram a redacção do Téla Nón.

Temor e Tremor, porque a Aliança Patriótica, responsabiliza todos os partidos políticos pela situação de desordem, impunidade, e corrupção que reinam em São Tomé e Príncipe. A Organização da Sociedade Civil composta na sua maioria por Jovens estudantes do Liceu e das Universidades privadas, diz que a Constituição Política em vigor de cariz parlamentar, transformou o país numa cozinha com vários cozinheiros.

Quando um põe sal na panela do CALULU, outro faz o mesmo. Quando é preciso diminuir o lume, um cozinheiro realiza a operação e outro faz o contrário aumentando a intensidade do lume. «O CALULU nunca sai bem. Estamos numa situação em que ninguém é responsabilizado por nada que acontece aqui», referiu Okini Conceição Presidente da Aliança Patriótica.

A organização da Sociedade Civil, defende a revisão da Constituição Política, que concentrou o poder no Parlamento. Órgão de Poder Legislativo que nos últimos anos se transformou no principal centro da instabilidade no país. A actual convulsão parlamentar que ameaça lançar o país em mais uma crise, foi apontado como exemplo.

Certo porém é que o actual texto constitucional  propõe a sua revisão 5 anos após a entrada em vigor. A actual constituição política entrou em vigor no ano 2003. O prazo para a sua revisão expirou desde o ano 2008.

A Aliança Patriótica acrescentou que os legisladores são-tomenses, que criaram a actual constituição política, não tinham como alvo a melhoria do sistema de Governação em São Tomé e Príncipe, mas sim queriam apenas condicionar a acção do antigo Presidente Fradique de Menezes. «Prepararam uma camisa de força para o anterior Presidente. Será que o actual Presidente e o futuro Presidente deverão ficar na mesma situação?», interroga a Aliança Patriótica. «Defendemos um regime presidencialista no nosso país, e uma constituição política que vai de encontro a nossa cultura. A grande maioria dos são-tomenses com os quais falamos, não se identifica com a actual constituição em que o Presidente da República não manda». Pontuou Okmi Conceição.

Posição e opinião, de uma organização da sociedade civil, que o Temor e Tremor instalados nos órgãos de comunicação social sob controlo do Estado, não permitem ecoar para o grande público. Aliança Patriótica fez saber que não tem qualquer ligação com partidos políticos, nem actua a mando de qualquer entidade política nacional.

Apesar da censura a Aliança Patriótica não baixa os braços. Promete luta até ao fim. O facto de ser composta na sua maioria por jovens, é um indicador claro de que mais tarde ou mais cedo, o Presidencialismo será realidade em São Tomé e Príncipe, como aliás pensa e sente a grande maioria da população do país.

Abel Veiga

    40 comentários

40 comentários

  1. jaka doxi

    16 de Março de 2012 as 17:07

    Qual a opinião do Pai Grande sobre esta matéria?

  2. jaka doxi

    16 de Março de 2012 as 17:11

    Meus senhores sejamos sérios.Alguém que tenha 3800 seguidores em São Tomé e Príncipe não precisa de comunicação social para publicitar as suas ideias.
    Fui

    • Rapaz do Tribunal

      16 de Março de 2012 as 17:51

      Estou de acordo consigo Jaca dóxi. Só lamento que uma grande maioria destes seguidores não sejam de corpo e alma defendendo uma causa. Basta acenarem-lhes uns maços de dobras que mudam logo de tribuna.

  3. Fijaltao

    16 de Março de 2012 as 18:03

    Subscrevo o artigo e milito-me como apoiante das ideias da aliança patriótica.

    • Santana Grande

      16 de Março de 2012 as 22:16

      Mas quais ideias, meu Deus?! As ideias de Calúlu e do lume??? Eu não descortino nenhuma ideia política nesta declaração ou entrevista. Peço imensas desculpas mas eu não vejo ai nenhuma ideia digna deste nome. Estava na expectativa, até pelo facto de se tratar de uma iniciativa de jovens, que pudesse aparecer três ou quatro ideias chaves em defesa do presidencialismo e de apresentação de um projecto alternativo para o desenvolvimento do país. Onde é que estão as ideias? Onde é que está o projecto alternativo? Onde é que está um modelo de organização política e administrativa do estado? Sinceramente, eu esperava este grito de mudança com coisas mais concretas e substantivas e não esta história de Calúlu e Lume. Assim não dá… Cresçam e apareçam, por favor.

      • zamvé

        18 de Março de 2012 as 15:20

        Minha cara Madelena como não somos unidos por isso o pais está assim como está e quando alguém tenta dar um passo pessoas como voce critica. Espero que o grupo continue e que não pare por ai. Que deus proteja-os.

      • Fidelio Castro

        19 de Março de 2012 as 8:18

        se queres tanto conhece ideias, eixos baselares, porquê não te transformas em seguidor 3801? Quem sabe até com as tuas ideias melhora-se o que já existe. Lembre-se de quem tem muitas ideias idiota em … se transforma.

      • Fijaltao

        19 de Março de 2012 as 15:57

        Santana grande, você quer um programa do governo ou você quer ler proposições de ideias para mudança de um determinado regime governativo? Não venha para aí chamar burros às pessoas que o não merecem! sejamos inteligentes pelo menos! Devagar se vai a longe!

  4. dr agnaldo

    16 de Março de 2012 as 20:03

    com presidencialismo o presidente escolhe o primeiro ministro, que normalmente é do seu partido, neste caso nao se corre o risco de quedas de govenos.

    quanto au risco de ditadura, é dificil porque segundo a constituiçao, o mximo de mandatos é 2 anos,
    viva stp melhor
    para os que criticam, ou nao perceberam as vantagens ou beneficiam do estado actual de instabilidade.

    • Anca

      17 de Março de 2012 as 14:57

      E quanto a corrupção será que o Sistema Presidêncialista comalta?

      Ou será que o problema do sistema político constitucional está na consciência dos Homens São Tomenses?

      Será que resolve grandes, questões estas que assolam a nossa sociedade, como a fome, a miséria, pobreza extrema, questões do desenvolvimento social, cultuiral, desportivo, político, ambiental, económico e financeiro?

      E sempre bom debater questões sociais, culturais, desportivas, políticas, ambiental, económica e finaceira, que constituem entrave, ao desenvolvimento sustentável.

      Pratiquemos o bem

      Pois o bem

      Fica-nos bem

      Deus abençoe São Tomé e Príncipe

      • dr agnaldo

        17 de Março de 2012 as 22:08

        sem estabilidade governativa nada que mencionou pode ser levado a cabo porque os governos caem antes mesmo de elaborarem um plano.

        eu aconselho os membros da civica a escreverem um artigo explicado o que é um sistema parlamentar e dar exemplos de paises que o adoptaram, e quais as conséquencias, e tambem definir os sistema presidencialista e dar exemplos de paises que o adoptaram, porque a impressao que tenho é que mesmo as mentes exclarecidas ignoram todos os feitos e defeitos de um ou do outro sistema politico.

        para os criticos antes de criticarem informem da voça parte o que é cada um deste siste (o nosso amigo wikipédia e google podem ser um optimo guia, mas aconselho obras academicas que tratam o tema)
        fui

      • dr agnaldo

        17 de Março de 2012 as 22:12

        um sistema politico com corrupçao zero nao existe!!!!
        o maior forte de presidencialismo nao é so lutar contra corrupçao, mas sim garantir a estabilidade governativa.

    • Fijaltao

      19 de Março de 2012 as 16:04

      dr. agnaldo, desculpe corrigí-lo! O presidente da república não vai escolher o primeiro ministro ou coisa nenhuma do seu partido! O primeiro ministro é escolhido pelo partido que ganhou as legislativas e o presidente da república limita-se a aceitar ou não! O presidente da república a patir daí será o coordenador máximo de toda a legislatura, pedindo responsabilidades a cada um que faça parte dela.

      • Fijaltao

        19 de Março de 2012 as 16:08

        E outra coisa dr. agnaldo! Depois de tudo isso o presidente, após pedir contas aos seus, deverá prestar por último, contas de cada um ao povo e prestar também a sua própria conta ao povo!É este o regime que queremos para que o Primeiro ministro Patrice Trovoada não ande por aí a praticar o malabarismo político como essa última agora do Kosovo!

  5. Carlos Ceita

    16 de Março de 2012 as 21:56

    Meus amigos isso é interessante. E hoje vou alongar na escrita apesar dos compromissos profissionais.
    Julgo que todas a iniciativas que visam por cobro a todas as poucas vergonhas que temos assistido no país principalmente na ilha de São Tomé é sempre bem-vindo. Porque no Príncipe o Governo Regional tem um plano do desenvolvimento estratégico fundamentado para crescimento económico e a todos os níveis sectoriais.
    É discutível a questão do presidencialismo e terei todo o tempo do mundo e gosto para um dia vir aqui falar disso. Mais o que o homem e mulher santomense precisa na verdade desde os governantes até ao comum do cidadão é de uma urgente reforma de mentalidade. Pois a nossa é bastante tacanha. Vivemos ainda infelizmente a nossa idade media. Continuamos a perseguir idosas solitárias por causa dos baiás.
    Como estamos em Africa é motivo suficiente para acreditamos nas maldiçoes de petróleo.
    Viajamos pelo mundo fora esquecemos rapidamente a nossa forma de viver a nossa cultura e adoptamos sem pestanejar os costumes e hábitos dos outros (não confundir com adaptação quando estamos num país que não é nosso). O pais é o mais pequeno de Africa sem contradições étnicas e religiosas e portanto com excelentes condições para desenvolvimento. Infelizmente não é aquele paraíso do equador como gostamos de nos exibir para os estrangeiros. Somos isso sim um pequeno paraíso de corruptos. Vivemos um autentico e eterno carnaval onde todos parecemos perfeitos bobos da corte neste mundo global e em crise
    Falta de patriotismo dos saotomenses é uma evidencia comparados com os nossos irmãos da CPLP. Parece até que temos vergonha de nós mesmos. E resumindo e com muita pena minha devo dizer que somos um povo pessimista preguiçoso, intriguista, invejoso e ignorante. Faço votos que esses jovens não venham a ser sequestrados por personalidades corruptas como aconteceu com a famosa Geração Esperança.
    Abraços e coragem meus amigos e compatriotas

    • l

      19 de Março de 2012 as 9:22

      Grupo Terra Mae + Geracao Esperanca = Nova forma de corrupcao

    • Fijaltao

      19 de Março de 2012 as 16:13

      Carlos, pensei que ia falar do assunto em epígrafe! Foi com muita pena que perdi o meu precioso tempo em ler a sua crónicazinha!

  6. Justino Manuel Abreu dos Ramos

    16 de Março de 2012 as 23:12

    Caros amigos jovem santomense espero que vocês tenha muita coragem de levar as vossas ideias até o fim. Não cair na tentação, de engessar na conversa desses senhores existente no nosso país que dizem são políticos, como vocês sabem são políticos de politiqueiro não politico de verdade. como sabem, todas as pessoas que levam uma ideia ao contrario desses senhores, nunca são bem vista.isso porquê, só são eles que querem governar esse país, deixando para os seus filhos. Isso já é a terra que os pais desses ladrões morreram deixaram ficar. Quero dar-vos um conselho, acho que devem reunir, procurar uma pessoa adequadas com capacidade de tornar essa organização que vocês criaram, levar ao Cartório, tornar isso uma coisa pública organizada com fundamento, para que não haja um ponto aberto deles pegarem. Estou do vosso lado até final, isso porque também sou da vossa opinião. Já há muito tempo que venho a reclamar, pedindo aos jovens que tomasse uma medida adequada, respeitada,organizada, afim de fazer frente aos senhores políticos desse país.
    Já saõ abituados, que quando chega altura de votos vão enganar os nossos irmãos com dinheiro, afim de comprar as consiencia deles, sem lhes explicar as consequências que irá ter posteriormente. Mas como voçês estãso analizar assim dessa forma, tão justa acho muito bom. devem correr de norte ao sul, conversar com os outros jovens doutros distritos, que transmitisse aos outros, que devem reunir a cabeça por o pensamento no lugar de saber o que devem fazer, naltura própria.
    Lembro-vos que aquí em Lisboa teve um grupo de rapazes que começou a enfrentar o governo de Rafael Branco e os outros anteriores, o que esses senhores fizeram Chamaram-lhes ao país, prometeram-lhes lugar de uma forma muito amistosa, afim de lhe selenciar as medidas que estava sendo a tomar.
    Sem analizar os pros er contra, cairam na rede desses corrupto, ficartam calados até hoje.
    Isso, porque também enfelheiraram na mesma estrada, tudo ficou nessa situação.Cada pessoas tratou a sua vida e santomé está da mesma e nunca vai a frente, cada vez está a fundar-se, de uma forma tão galopante. Espero que tenham muitas coragens, não dar ouvidos a esses senhores, porque senão essas vossa intensão não vai a frente.
    Desde que esteja bem vinculada organizada terá os pés para andar.
    Há grupos desses senhores politicos que manda alguns inflintados, de vos convencer, cair na rede deles, tenham os olhos bem abertos., para não cair na tentação deles.

    • Leucadio

      19 de Março de 2012 as 8:34

      Acho que os jovens não estão sós! Aliás, eles são apenas a “testa de ferro”. Por de trás ha outros. Não será esta Aliança Patriótica a mesma do ex-candidato às últimas presidenciais, de nome Jorge Coelho e que vive tambem nos E.U.A???

      • Fijaltao

        19 de Março de 2012 as 16:15

        Leucádio, Não venha para aí arranjar bode espiatório. Vamos discutir o que está agora em cima da mesa!

      • Fijaltao

        19 de Março de 2012 as 16:28

        Eu penso que muitos santomenses estão a incorrer a erros crassos em afirmar que o projecto presidencialismo ” que não é projecto nenhum” mas, sim uma simples ideia de opiniões de muitos santomenses que acham por bem o país ser muito mais bem dirigido por um presidente com todo poder que a constituição lhe dará para dirigir este país à um bom porto. O regime presidencialista não exclui o parlamento, não exclui o primeiro ministro e muito menos os partidos! O que muitos santomenses querem é que o presidente da república tenha mais poderes futuramente dos que a constituição lhe atribui presentemente! E besta ordem de ideias a frente patriótica foi mais corajosa e se fez representador por ela própria os santomenses apologistas do regime presidencialista!

        • Fijaltao

          19 de Março de 2012 as 16:31

          corrijo: besta, quiz dizer nesta.

  7. Madalena

    17 de Março de 2012 as 15:03

    Não podemos, dar voltar sempre e quando nos convém. Tinhamos batalhado bastante e dito que o F. B.M.M, presidente, tinha abusado da constituição, deitando abaixo muitos governos, inclusive o actual. certo ou errado?
    Mas como ele, ja não podia recandidatar-se abriu mão à constituição deixando se fazer ajustes e mais ajustes. Como o actual, presidente, tambem , se calhar, derrubar governos, alguém esperto vem em nome de alinça para fazer rombos na constituição. deixem de tretas, vamos trabalhar independetemente de que la estiver. Regime parlamentar é mais sólido, de base mais mais alargada. temos é que saber que vai a lista de deputados, que critérios, pode ter um sãotomense para ser eleito?

  8. pagagunu

    17 de Março de 2012 as 20:00

    E então teremos um unico Homem,( Presidente) com todo o Poder,para istos outras resalvas teriam que ser tomadas na constituição para que este presidente, todo poderoso, não transforme STP em sua roça. Para tal deveriamos ir as eleições , pois tratando-se de uma mudança de regime, esta transição só si pode dar por via democratica( eleições), será que o povo votaria PC para ter o poder Totalitario em STP? Ss memorias ainda não si apagarão!!!
    Bom fim de semana a todos.

  9. ADELINO DOS SANTOS

    19 de Março de 2012 as 6:48

    Eu acho que o grupo tem toda razão para o nosso pequeno país o poder presidêncialista é o ideal(extrutura presidêncial e extrura do governo é de mais para nosso pequeno país)força Aliança Patriotica

    • Conóbia cumé izê

      19 de Março de 2012 as 11:34

      STP já foi vítima do Presidenciamo.Seria ouro sobre o azul se nós os santomenses não tivessimos o defeitos que temos.Espero para ver o projecto de sociedade tem ALIANÇA PATRIOTICA para País. Quais os contornos terá o País em caso o poder se tonar agressivo como no passado? Um passado recente ainda fresaco na memória de muitos SANTOMENSES ?Teremos um parlamento a duas camaras ? Como será tudo isto ? Afríca;estou confuso.Espero ver para crer;dizia,Santo Tomé…Món na ca lagá macacu ni pó dôçu vê-fá…Defendo a revisão constitucional os mais urgente possível,mas é preciso uma revisão que sirva defacto STP e seu POVO. Já não temos direito a aventuras nem loucuras !…FUI !…

  10. Filho da Terra!!!

    19 de Março de 2012 as 8:40

    Será que a seguinte equação é certa:

    Aliança Patriotica = Movimento Politico = Geração Esperança.

    O tempo dirá…

    Prezados temos ao nivel dos PALOP dois exemplos para podermos analisar:
    1. Angola e Moçambique têm o regime presidencialista;
    2. Cabo Verde tem o regime mais Parlamentarista;
    É possivel desenvolver tendo esses um destes regimes? Acho que nunca é demais fazer uma discussão aberta sobre estas questões mas, antes devemos fazer um estudos dos riscos e vantagens deste ou daquele regime.
    Entretanto quero concordar com a pessoa que mencionou que o problema de STP está na mentalidade do Homem e da Mulher destas ilhas. Mudemos o que quizermos…se não apostarmos seriamente na educação para promovermos a mudança da metalidade do cidadão desta terra continuaremos aqui, durante varios anos, a discutir tipos de regime, composição dos governos e outros elementos que pouco irão contribuir para o desenvolvimento deste STP.
    Bem haja a todos

    • Fijaltao

      19 de Março de 2012 as 16:38

      A mentaldade não se muda de um dia para outro nem de anos para anos! ninguém muda ninguém, quanto mais mudar um povo!Esqueçam essa história de mudanças de mentalidades! Por essa mentalidade não mudar conforme nós todos desejamos, é por isso que temos que mudar de regime da governação!

  11. ele

    19 de Março de 2012 as 9:14

    Viva STP
    STP a crescer

  12. nora

    19 de Março de 2012 as 9:21

    Alhas a presente Constituição está ultrapassada já a 9 ano o tempo suficiente para a sua revisão… E se já não serve aos actuais culturas politicas vividas no País, VAMOS ALTERA-LA PARA O REGIME PRESIDENCIALISTA. PORQUE O PARLAMENTAR JÁ DEU O QUE TINHA PARA DAR.
    O PRESIDENTE DA REPÚBLICA NÃO PODE SER MERO ESPETADOR DA ACTUAL SITUAÇÃO POLITICA REINANTE.

  13. maria chorona

    19 de Março de 2012 as 9:57

    É de louvar a ideia dos jovens de se organizarem e pronunciarem acerca de assuntos que a todos nos dizem respeito, chama – se a isso participação cívica da sociedade civil organizada.
    As ideias que defendem naturalmente não é consensual, mais isso de per si não pode retirar o mérito da iniciativa, e não pode permitir que os mesmos sejam marginalizados e perseguidos porque vivemos na Democracia e na democracia, a pluralidade de ideias e o contraditório são instrumentos necessários para o seu fortalecimento.
    Eu sou defensor acérrimo da realização do referendo para se escolher o regime que melhor adequa a nossa realidade porque julgo que este direito é soberano é deve ser exercido directamente pelo povo e não pelos seus representantes na Assembleia que afinal de contas têm demonstrado que agem muitas vezes em nome do povo mais em defesa dos seus próprios interesses e nos dos seus grupos.

  14. Maiker

    19 de Março de 2012 as 11:24

    Estou de acordo, está na hora de mudar a nossa constituição, seria melhor um regime presidencialista no nosso país, o presidente da república pode ter varias ideias e imaginações para mudar o rumo do nosso país mas não consegue porque o presidente não tem o poder de governar, ou seja o presidente da república é tipo “cota fitas”.
    Defendo um regime presidencialista.

  15. António Martins Gomes

    19 de Março de 2012 as 12:52

    Da República de Cabo Verde-os meus parabéns à “Aliança Patriótica”-aguardo o vosso endereço a fim de vos enviar uma reflexão pareceida com o caso, cujos autor e títulio:Gene Sharp e “Da Ditadura à Democracia”.OB: marttas_102@hotmail.com

  16. Mina Tela

    19 de Março de 2012 as 12:59

    Hi, hello a todos
    A comecar quero aí pedir desculpa de erros tendo em conta o meu teclado. Olha n quero ai dizer k a ideia n é boa mais eu vejo isso como um projeto sendo assim as coisas tem k ser composta n simples…
    Eu gostaria de saber ok com o sistema de Justica k temos quem nos garante k O com sistema PRESIDENCIALISMO as coisas vao andar? corre risco ser o mesmo ou pior sendo assim vamos fazer o projecto para depois arancarmos ao fundo… imaginem ok entra o sistema k querem hoje acha k vai correr tudo mar de ROSA? havrá problema com certeza… do meu modo de ver essa demanda deveria estar para Justica País.. podes crer um país k o povo n tem confianca n sua JUSTICA nada funciona…
    exemplos sao claros todo mundo viu o k passou ultimamente. ja esta entrar no caminho de esquecimento…. O procurador da republica ate hoje n falou nada da entrevista k passou em portugal k ele recebeu grana na mao de Advogado….
    seja como for… tou a gostiativa dos jovens…
    meus cumprimentos
    fuiiii

  17. hernane

    19 de Março de 2012 as 13:28

    Meus caros compatiotra, estou muito feliz, as pessoas nao a sair deste marasmo, mas nap si esqueçam que somos pacificos façamos o que tivermos a fazer mas com paz amor e muita sabedoria. Contem com migo.

  18. Carlos Ceita

    19 de Março de 2012 as 18:52

    Meus caros amigos peço desculpas por ter de voltar aqui coisa que não faço sempre para o mesmo assunto para contraditar um dos intervenientes activos deste fórum que ao não mencionar o meu nome propositadamente também não o farei. Gosto disto é o que torna este fórum vivo. A opinião dele em relação a questão de mentalidade não é muito clara. Ainda assim merece respeito se fosse diferente da minha pelo que discordaria frontalmente. Pelo que percebi das suas palavras não é favor nem contra a mudança de mentalidade do homem e mulher saotomense. É um nim. Mas la foi dizendo que seriam precisos muitos anos para a desejada mudança de mentalidade. Eu não desejaria tantos anos. Não me conformo. Eu quero já esta mudança de mentalidade. Lá diz o ditado não podemos deixar para amanha o que podemos fazer hoje. Poderá ser muito tarde. Eu quero e agora que os saotomenses (políticos) mudem a sua forma de pensar perante a gestão de coisa pública ou a forma de fazer política. Eu quero e agora que cada saotomense (do Governante aos governados) tenham como desígnio ou objetivo último a ambição e o orgulho para o desenvolvimento e bem estar do seu país. Em suma eu quero o patriotismo dos saotomenses em evidência. De contrário não estou a ver a não ser que alguém me elucide que outra forma de governo possa ser a tabua de salvação face ao actual regime constitucional. E eu que sou a favorável ao um regime presidencialista porque julgo que se adapta muito a nossa realidade.
    Abraços e coragem

  19. Pepetela

    20 de Março de 2012 as 2:10

    Tanta confusão nessas cabeças pensantes! Uma coisa é a Revisão da Constituição e outra é a Mudança de Regime, e por conseguinte, uma Constituição nova!

  20. Tito

    20 de Março de 2012 as 10:28

    Maus caros e caras compatriotas.

    Nenhum regime vai nos salvar. O problema de STP está no seu povo, em nós os santomenses. Um povo indisciplinado, egoista, que não tem respeito por nada, nem por si mesmo. Regime presidencialista? Já o tivemos durante cerca de 18 anos (1975-1993), o que é que deu? E foi um regime presidencualista acompanhado de chicote…
    Regime presidencialista, com uma corja de ladrões e corruptso, como politicos?

  21. Aristides Barros

    20 de Março de 2012 as 11:17

    Não sou um presidencialista. Entretanto, apoio a iniciativa desses jovens. Ao menos levantam um debate necessário para nossa democracia. Mesmo que se cale a comunicação social estatal, a verdade é que isso é pouco relevante se esses jóvens quizerem levar avante os seus propósitos. Precisamos de uma sociedade civil forte e capaz de contrapor os propósitos muitas das vezes prejudiciais dos nossos governantes.

  22. Barão de Água Izé

    22 de Março de 2012 as 11:48

    Sim ao Presidencialismo (democrático9.
    A nova Constituição deve considerar normas que impeçam o Presidente vitalicio ou descendência familiar. Também deve considerar o referendo como um dos instrumntos para avaliar os resultados do Presidencialismo.
    Deve também constar como crime público, os politicos que impeçam ou naão executem a realização de eventuais referendo(s) de avaliação governativa que podem, em extremo, levar á exoneração da presidência. STP tem que acabar com conflitos institucionais que matêm o País na pobreza.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo