Política

Serviços de imprensa de Patrice Trovoada tropeçam na explicação do caso “Visita ao Brasil”

Numa nota de imprensa, que talvez pretendia confundir a opinião pública nacional e internacional, indicando o Téla Nón e o Jornal Kêkua como caluniadores, os serviços de imprensa do Primeiro-ministro, acabaram por complicar a situação do Chefe do Governo no caso “visita ao Brasil”.

Na nota de imprensa publicada no dia 9 de Julho, os serviços de imprensa do Primeiro-ministro, acabaram por reforçar a contradição na troca de declarações entre Patrice Trovoada e a Embaixada do Brasil em São Tomé e Príncipe.

O Téla Nón que desde 28 de Junho, emitiu as declarações de Patrice Trovoada no regresso da visita, e deu voz a embaixada do Brasil na carta emitida no dia 6 de Julho que desmente Patrice Trovoada, apresenta desta vez novas contradições entre as duas entidades, graças a nota de imprensa subscrita pelos serviços de imprensa do Primeiro-ministro.

No ponto 2 do documento, os serviços de imprensa do Chefe do Governo dizem que «o Governo registou com agrado, por um lado, a forma rápida como a Embaixada da República Federativa do Brasil, através do Ministério dos Negócios Estrangeiros, numa nota informativa desmentiu a notícia caluniosa veiculada pelos jornais Kêkua e Téla Nón no fim-de-semana passado, e por outro, pelo facto da mesma nota deixar bem claro que o Primeiro-ministro Drº Patrice Trovoada na sua recente visita ao Brasil, encontrou-se com importantes responsáveis do Governo brasileiro em BRASÍLIA, onde “foi-lhe informada da impossibilidade de abertura de linhas de crédito até a finalização do processo de renegociação da dívida são-tomense no Senado Federal Brasileiro», fim de citação. Pode ler a nota dos serviços de imprensa do PM-CLIQUE – comunicado pm

A nota da embaixada do Brasil, que agradou o Governo pela forma rápida como foi emitida, é a segunda que foi emitida, ou seja no dia 7 de Julho, para desmentir a primeira emitida no dia 6 de Julho, que por sua vez desmentia Patrice Trovoada, e que foram publicados pelo Téla Nón e pelo jornal Kêkua. Há a registar uma pequena diferença entre essas duas notas emitidas pela embaixada do Brasil. A primeira de 6 de Julho, está devidamente timbrada e assinada pelo responsável de imprensa da embaixada do Brasil. Esta punha em causa as declarações de Patrice Trovoada no regresso do Brasil. A segunda, que foi emitida em socorro da primeira, tem uma espécie de rúbrica, mas não tem nome do subscritor. O Téla Nón publica as duas notas emitidas pela embaixada do Brasil para que o leitor constate também esta diferença que é importante. CLIQUE – Carta do dia 6 / Carta do dia 6 continuação /Carta Brasil2

Sem nunca citar a carta da embaixada do Brasil de 6 de Julho que desmentiu o Chefe do Executivo, os serviços de imprensa do Primeiro-ministro, começam assim, por brindar o público como uma comédia. Afinal de contas o conteúdo considerado como calunioso, não é da autoria do Téla Nón ou do Kêkua, mas sim da Embaixada do Brasil.

O leitor deve fazer atenção também às últimas linhas da citação acima, referente  a nota dos Serviços de Imprensa do Palácio do Governo. Diz assim «O Primeiro-ministro Drº Patrice Trovoada na sua recente visita ao Brasil, encontrou-se com importantes responsáveis do Governo brasileiro em BRASÍLIA». Feita atenção nesta declaração, o leitor vai entender, a contradição com a posição da Embaixada do Brasil. «A viagem do senhor Primeiro Ministro embora de trabalho ocorreu em caracter privado tendo como destinos Rio de Janeiro e São Paulo sem agenda de trabalho com autoridades governamentais conforme informado pela própria primatura», diz a embaixada do Brasil na sua carta de desmentido do dia 6 de Julho.

A contradição da nota dos serviços de imprensa de Patrice Trovoada, com o posicionamento da Embaixada do Brasil, fica mais evidente quando, ontem terça – feira, após encontro de cerca de 45 minutos com o Primeiro-ministro, o próprio embaixador do Brasil em São Tomé, José Carlos Leitão, sublinhou que o Chefe do Governo são-tomense teve essencialmente encontros com o sector privado.  «Eu acho que ele conversou com várias personalidades do mundo empresarial e algumas poucas do mundo oficial, porque a visita do Primeiro-ministro Trovoada coincidiu com a cimeira Rio +20. Então várias autoridades com quem ele poderia conversar, estavam desarticuladas porque estavam contactadas para o final da conferência», declarou o embaixador do brasil, no átrio do Palácio do Governo, esta terça – feira.

Nesta novela recheada de humor, proporcionada sobretudo pelo comunicado do serviço de imprensa do Primeiro-ministro, o povo é alertado pelo Governo a estar atento as falsas informações «que têm sido divulgadas com o objectivo de criar um sentimento de instabilidade política no país», refere a nota dos serviços de imprensa do Primeiro-ministro.

O Téla Nón assim como o Jornal Kêkua, são apontados como órgãos de imprensa que estão a divulgar tais falsas informações. Uma comédia que promete mais episódios, porque é fácil perceber que os dois órgãos de comunicação social, apenas têm publicado as declarações, infelizmente contraditórias do Governo e da Embaixada do Brasil, em relação a uma visita que era para ser oficial e de trabalho, mas que segundo as declarações do Embaixador do Brasil em São Tomé, passou a ser de carácter privado.

Abel Veiga

    36 comentários

36 comentários

  1. DEUS PROVERÁ

    11 de Julho de 2012 as 7:38

    Infelizmente é o governo que temos!
    Interessado em fazer negócios propio,por isso é que tanto viaja,
    procurando apenas investimentos privado afim de ser sócio!

  2. gadhafi

    11 de Julho de 2012 as 8:04

    Muita confusao isto tudo! Mas temos de admitir que em todo o nosso trajeto como um pais livre ainda nao tivemos nenhum governo que prestasse, e sinceramente nao sei se este e pior que os seus antecessores.O nosso problema esta na mentalidade das pessoas. A bem pouco tempo um amigo disse-me que para vivermos em STP temos que ver e calar ou seja, de certa forma compactuar com a desgraca que esses senhores estao metendo o nosso pais.
    Precisamos sim de mudanca, mais para que haja desenvolvimento temos que mudar primeiro a nossa maneira de pensar, de agir, e de julgar os nossos conteraneos.Somos pequenos em dimensao e na mentalidade, mas acredito que as coisas vao mudar alias se continuar assim sera o fim do sonho de todos os Santomenses.

  3. freitas

    11 de Julho de 2012 as 8:24

    meus Sr. na Ilha do Príncipe isso ta a acontecer todos os dias e ninguem reclama. DEUS um dia ha de nos livrar de propaganda enganosa.

  4. João Bosco Menezes de Pinho

    11 de Julho de 2012 as 8:27

    Que Governo é esse. Que Primeiro Ministro é esse! Eu quero ver onde esta Zorra vai Parar… Patrice tem que regressasr a casa para fazer os seus negócios.

  5. Gui de Borgonha

    11 de Julho de 2012 as 8:39

    Esse Embaixador de meia Tigela não dá nada.Ou o homem é um atrasado mental ou falta-lhe muito traquejo diplomático. Na nota de imprensa afirma ““foi-lhe informada da impossibilidade de abertura de linhas de crédito até a finalização do processo de renegociação da dívida são-tomense no Senado Federal Brasileiro”. Na entrevista dada a TVS á saida do encontro com o 1º ministro diz:”Eu acho que ele conversou com várias personalidades do mundo empresarial e algumas poucas do mundo oficial”. Francamente esse homem envergonha a diplomacia brasileira.

  6. iazalde santos

    11 de Julho de 2012 as 8:50

    ESTE primeiro ministro mentirozo e falso, sem coração de pensa no noso povo.O noso povo pensa que ele quer fazer?CORER atras dos seus beneficio proprio.NO meu ver ale sabe muinto bem u que fais com esas artimanha.Mal de todo iso aquilo que adquirimos,por ganancia quando moremos so levamos os noso pensamento ruim.Mis que possuimos ficara neste mundo.Obrigado Tela Nón por ter nos concedido a maldição que persegue o noso povo.

  7. bbb

    11 de Julho de 2012 as 9:12

    Patrice tenha vergonha. Deixa de envergonhar veste povo. Dos 37 anos da independeência o seu governo é o pior, isto não há duvidas. Ponha o lugar a disposição.

  8. de coração

    11 de Julho de 2012 as 9:20

    Vamos epilogar os capítulos da novela “ viagem ao Brasil”:
    1-Declarações do PM PT no aeroporto e na entrevista sobre o Estado da Nação, publicadas na TV, radio, e jornais
    2-Carta com o desmentido ao PM PT assinada pela embaixada do Brasil
    3-Carta de socorro (dito pelo não dito) rubricada (?) pela embaixada do Brasil
    4-Nota de imprensa do PM contradizendo a carta de socorro.
    5-Entrevista do embaixador do Brasil baralhando tudo.
    6-PM PT põe o seu cargo a disposição e pede desculpas ao povo por ter defraudado a confiança que este depositou nele????

  9. bbb

    11 de Julho de 2012 as 9:23

    Teobaldo Cabral, não te deixe enganar por Patrice Trovoada. Nós do Príncipe de uma forma geral somos pessoas sérias. Não te misture com Varela, Vila Nova, Agostinho Fernanades, A mediocre ministra de saúde Angela,etc. Esta gente não vale nada. São lambe botas do Patrice Trovoada. Varela sou está engolir o sapo isto porque ele quer acabar casa de campo de milho. Mas como S.Tomé é um Santo poderoso esta casa não acabará.

    • Dos Santos

      11 de Julho de 2012 as 10:37

      Eu gostaria de saber em que parte serias melhor que Agostinho Fernandes,meu amigo cuidado com aquilo que falas voces cabalas do MLSTP e PCD querem ver este pais afundar-se.Fizeram isso na outrora cointado do nervoso Fradique caiu com pinta,Cuidado Patrice e muito inteligente,sera muito dificil voces lhe da volta.

  10. bomba

    11 de Julho de 2012 as 9:24

    Teobaldo Cabral, não te deixe enganar por Patrice Trovoada. Nós do Príncipe de uma forma geral somos pessoas sérias. Não te misture com Varela, Vila Nova, Agostinho Fernanades, A mediocre ministra de saúde Angela,etc. Esta gente não vale nada. São lambe botas do Patrice Trovoada. Varela sou está engolir o sapo isto porque ele quer acabar casa de campo de milho. Mas como S.Tomé é um Santo poderoso esta casa não acabará.

  11. binoculo seculo vii

    11 de Julho de 2012 as 9:28

    O Caldo desta vez entornou. O PT governa o país com mãos de ferro. Amedronta todos. Controla a TV a Rádio com as marionetes que ele encena. O Maximino Carlos perdeu as estribeiras até relembrou o combinado: Sr PM não esqueça de falar sobre a boa governação. Convenhamos, o Maximino bateu no fundo. O Bouças foi mais subtil mamou dinheiro mas apertou pelo menos o calo ao PT.
    Imaginem se o fantoche do Evaristo ganhasse a presidência? Aí comeríamos o pão que o diabo amassou. Chegou a hora deste monstro ir para casa. Mentiu de forma grosseira aos santomenses, mandou silenciar a nossa fonte de informação, está cheio de medo para não perder o poder devido a não vir a ser processado pelas inúmeras crimes que cometeu. Espanta-me como alguns Homens não corruptos do seu governo ainda estão aturá-lo e ajudá-lo a desgraçar o país.
    O PT joga com as palavras pensando ele que a elite santomense é analfabeta. A sua madrasta Helena Trovoada que ele diz que é sua mãe apoderou-se da roça Dona Augusta assim como o pai tomou Francisco Cabral e Ribeira Peixe. Deram alguns coitados da roça uma migalhas e o os homens apareceram na televisão como mendigos a suplicar: Papá dá gente SATOCAU… vem nos ajudar SATOCAU, palhaçada a boa maneira gabonesa. Que vergonha. O Homem não tem escrúpulos perante a Carta do Brasil a desmentir a sua versão. Com esta atitude, PT demonstrou ser um político baixo, mesquinho, sem caracter. Se este senhor honrasse as calças que veste deixava imediatamente o cargo e pedia desculpas ao POVO que ele desgraçou nestes dois penosos anos das nossas vidas.
    Este senhor e o seu Governo mandaram para casa centenas de funcionários santomenses no meio do ano para casa. Na Educação o senhor Olinto Diabo, com o Bruxo, seu director da DAF desgraçaram o Ministério, neste momento os técnicos foram para casa e estão na desgraça na mendicidade na rua da amargura e com dívidas nos Bancos. Muito obrigado PT. Deus tem poder sobre o demónio.
    Até aqui O Pai Grande estava no seu canto, mas agora é hora de agir por duas razões. O senhor PT humilhou e aviltou o Chefe de Estado no seu falso balanço e colocou o país na lama.
    O fim está a vista e nem o bruxedo gabonês o salvará.

  12. mavinga diz

    11 de Julho de 2012 as 10:04

    Muito obrigado meu amigo Teobaldo Cabral, parece-me que foste enganado tbm por este senhor na campanha a favor de Evaristo Carvalho, fazias parte do gabinete de imprensa e de certeza que eles não te pagaram pelos serviços prestados. Gritaste tanto no tempo de antena e deixaram-te no ar sem grana,meu amigo por favor vá a um santo do Príncipe e faz um feitiço a esses senhores, para que eles fiquem pior que (Dumper–Mula) que só carrega até enferrujar-se. Pergunta ao Kalu Mendes também passou pela mesma situação. Já vos disse que Patrice Trovoada está sem travão e só promove Bala…

  13. Resposta

    11 de Julho de 2012 as 10:07

    Fez-me recordar o meu tempo de meninice. Como gostava muito de passear, ia a casa dos amigos quando me apetecesse e por vezes eles estavam a mesa ou ocupados com seus deveres e eu era obrigado a esperar para brincarmos ou voltar para casa insatisfeito ou então ir procurar outro amigo para conversar.

    Pelo que pude perceber o Sr. PT, na qualidade de Primeiro-ministro, decidiu fazer o mesmo que eu fazia quando era menino. “Olha Nino, vamos à Brasil ver se nos podem atender e conversamos um pouco com a malta do outro lado do oceano. Aquilo mesmo ali ao lado e não tem custos nenhuns para os nossos bolsos! Mas se eles estiverem ocupados não faz mal, procuramos outros amigos e … inventamos umas desculpas ca para pessoal e …”

    Antes destas novas declarações da Embaixada do Brasil, eu pensava que as visitas a esse nível fossem previamente planificadas quer pelos visitantes quer pelos visitados. Como é que “… a visita do Primeiro-ministro Trovoada coincidiu com a cimeira Rio +20. Então várias autoridades com quem ele poderia conversar, estavam desarticuladas…”?
    Ou será que PM foi mesmo lhes bater a porta a ver se lhe atendessem?

    Sendo verdade, quem não desejaria atitudes mais responsáveis de um primeiro-ministro?

  14. mavinga diz

    11 de Julho de 2012 as 10:13

    Meu amigo afinal tambem fazes parte do tal gabinete de imprensa de Patriçe Trovoada? Teobaldo Cabral és um bom rapaz sai disto e meta-se no barco e vai para Principe.

  15. nilton almeida

    11 de Julho de 2012 as 10:27

    E impressionante como que so conseguimos ter primeiros ministros incompetentes desde a instalacao da democracia.

    • Ôssôbô

      13 de Julho de 2012 as 19:06

      É verdade!! Um caso que dá para pensar! Será que no arquipélago nunca apareceu homem competente para ser 1º ministro?

  16. TVSA-Televisão Santomense Aberta

    11 de Julho de 2012 as 14:20

    EM RESUMO:
    São todos “Mentirosos”:
    Patrice Trovoada e todo seu elenco!
    Embaixador de Brasil”Com mãos atadas”!!!
    E coitadinho desse Teobaldo Cabral que não tem onde cair morto,que está como acessor ” “,e que é vergonha de gentes honestas do Príncipe que já está totalmente na rede juntamente com Óscar Medeiro,Maximino Carlos,Ambrósio Quaresma e outros.Como será o vosso futuro profissional como jornalistas ” “,não sabemos.Voces estão acompanhar òscar,esquecendo que Oscar é afilhado deste malandreco!!!!!

  17. MASSA CRITICA

    11 de Julho de 2012 as 14:34

    CRIEM EMPREGO, AJUDEM OS JOVENS É DISSO QUE QUEREMOS….

  18. Carlos Amado Vaz

    11 de Julho de 2012 as 15:10

    Telanon, amo o vosso trabalho, mas uma vez mais, vcs pecam por colocar uma imagem que denota uma manifestação, quando noticia fala sobre outro assunto. Ha uma multidão na imagem que nada tem a ver com o conteudo.

  19. Anca

    11 de Julho de 2012 as 15:54

    Cada jornalismo!!!

    Jornalismo de disse que não disse?

    Como as mentes do País, podem desnvolver para a cidadania.

    Estamos entregues a bicharadas

    Pratiquemos o bem

    Pois o bem

    Fica-nos bem

    Deus abençoe São Tomé e Príncipe

    • Anca

      11 de Julho de 2012 as 16:02

      Autentica, trapalhada e palhaçada, com tanto que investigar á nível social, cultural, desportivo, político, ambiental, económico e financeiro, tanto para investigar, a nível das estatística, da fome, da miseria, da pobreza extrema, só práticas de jornalismo baixo, mediocre e pobre de disse, que não disse, que envergonha o País(Território; População), externamente.

      Tenham ao menos, práticas deontologia jornalísticas, para o bem do País(Território/População)

      Cresçam, façam progredir a mentes dos cidadãos.

      Sois o quarto poder. Assumam o vosso papel, com deontologia, ética, e moral profissional jornalística.

      Pratiquemos o bem

      Pois o bem

      Fica-nos bem

      Deus abençoe São Tomé e Príncipe

      • Resposta

        12 de Julho de 2012 as 11:31

        Caro Anca, concordo contigo no tocante ao investigar á nível social, cultural, desportivo, político, …

        No entanto camarada Anca, você não acha que além dessas investigações todas, esta informação mostrando o contraditório dos nossos líderes e potenciais lideres, nos poderá ser útil a medida que nos revela o caracter dos mesmos e nos dá grandes indicadores para que saibamos quem é quem é quem e a quem escolhermos para estar a frente do destino da nossa terra?

        Não será que a melhor maneira de investigar a fome e miséria, seria investigar a causa dos mesmos?

        Não acha que a fome e a miséria são consequência das mas escolhas que temos feito no tocante aos líderes da terra?

        Claro que todos temos a nossa cota parte na qualidade de vida que se vive em STP mas os líderes são eleitos exatamente para liderar o povo a boas praticas e conduzir a terra nos melhores caminhos. Pelos vistos estes não têm sido exemplos para o povo. É meu direito estar informado da qualidade da liderança que temos e é dever da imprensa me passar essas informações.

        Permita-me dizer:
        Pratiquemos o bem
        Pois o bem
        Fica-nos bem
        Que saibamos aproveitar as muitas bênçãos que Deus tem dado a S. Tomé e Príncipe.

        • ANCA

          12 de Julho de 2012 as 15:11

          Ante de mais, um grande abraço, irmão, irmã, SãoTomense.

          Bem haja

          Vou começar, por responder, à todas as questões, de uma forma generica e ampla.

          Os lideres, que escolhemos, são productos dos meios, onde vivem e convivem.

          O carácter de cada um dos nossos concidadãos é moldado, desde muito cedo, pelo o ambiente social, berço onde nasce, cresce, e desenvolve, pelo meio, ou envolvente social, cultural, onde se convive, interage, com outros, seus iguais.

          Nesta acepção, entento que a grande questãos, poderá estar, no como inverter, o modo de pensar, ser estar, desde de a infância, no processo, da adoleslência, de cada um dos nossos, cidadãos, para obtermos, cidadãos e líderes, capazes de compreender a dinamica social, que os envolve( não que os que nos têm, conduzido, jamais tenham apercebido, das questões, dos problemas, sociais, culturais, desportiva, políticas, ambiental, económicas e financeiras em que o País(Território;População), mas se calhar, porque factores culturais, de aprendizagem na infância, na adolêcencias, que moldam o modo de pensar, ser e estar, pesam/pesaram, mais do que os príncipios de deveriam e devm nortear, a gestão do Páis(Território; Mar; População).

          Neste sentido, como País(Território;População) como sociedade, como comunidade Santomense, como cidadãos SãoTomenses, temos um longo caminho a percorrer, na educação dos nossos, filhos, dos nossos concidadãos, a nível da educação/formação de qualidade, educação/sensibilização para questões da fome, da miséria, da pobreza, a níve social, cultural, desportivo, político, ambiental, economico e financeiro, esta é e deve ser antes de mais, deve ser resposabilidade, de todos os agentes políticos/privados, das intutuições, das famílias, da sociedade civil organizada, dos cidadãos Sãotomenses, para obtermos no futuro uma sociedade, um País(Território; Mar; População), justo, livre, honesto, transparente e desenvolvido, sustentável à todos os níveis, referidos anteriormente.

          Eu acredito

          Pratiquemos o bem

          Pois o bem

          Fica-nos bem

          Deus abençõe São TOmé e Príncipe

          Um grande abraço Irmão.

          • ANCA

            12 de Julho de 2012 as 15:16

            Diz-me com quem andas, dirte-ei quem és.

            Diz-me o que ensinaram-te, o que apreendeste, dirte-ei sobre o teu carácter, sobra a tua personalidade( modo de pensar, ser, estar).

            Pratiquemos o bem

            Pois o bem

            Fica-nos bem

            Deus abençõe São Tomé e Príncipe

          • Resposta

            13 de Julho de 2012 as 12:55

            Oi irmão Anca, obrigado e um abraço si também.

            Concordo consigo no diz respeito a formação do caracter e a necessidade de uma mudança de atitude por parte no sentido de preparamos os nossos filhos para melhores praticas com base em melhores caracteres. O caracter começa a se formar a partir do nascimento e é fundamentalmente influenciado pelo circo familiar mas os líderes, por serem líderes, também podem ter um peso muito importante quer positiva como negativamente.

            Por isso mesmo acentuo que seja bom conhecermos os nossos líderes e potenciais líderes, por informação do Tela Non e ou por outros meios, e percebermos se são capazes de inverter o rumo da situação atual incluindo exemplos de boas praticas que poderão influenciar, positivamente, na formação do caracter dos mais novos.

            Bem-haja a todos.

  20. Nando Vaz (Roça Agostinho Neto)

    11 de Julho de 2012 as 17:16

    Será Imaturidade Política!..

  21. mavinga diz

    11 de Julho de 2012 as 19:00

    Sr.Anca tem grandes dificuldades ortograficos. Escreve como um desviado….

  22. pedro

    11 de Julho de 2012 as 21:28

    só uma pergunta
    e qual seria a alternativa ao Sr. Patrice Trovoada para Governar o País?

    não é por nada, mas ao longo dos 37 anos, os outros para além de nada terem feito, só “complicaram” e em aproveito próprio.

    aguentem mais um tempo para recebermos os fundos dos M.C.C.

  23. Kebla

    12 de Julho de 2012 as 8:12

    Enfim, estas polêmicas demonstram claramente a irresponsabilidade dos governantes. Falhas tão basicas cometidas pelo executivo, k deixam-me perplexos com a situação.
    Então, o Governo ou melhor o Sr. PM nao solicita previamente encontros oficiais junto ao governo Brasileiro? O Sr PM via diplomatica não informa e agenda dos seus encontros oficiais as entidades a visitar?
    Estas trapalhadas são puras perdas de tempo desnecessarias. Contribuem apenas para descredibilizar pessoalmente o PM, Governo e a imagem do Santomense.

    As pessoas criticam muito estes senhores politicos e o Governo. No entanto no momento de escolher, isto é, votar votam sempre nos mesmos. Vocês não sabiam k o PM é um negociante? Desconheciam isto? Porquê k votaram nele?
    Em STP de uma forma geral todos nos conhecemos minimamente. Sendo assim, não consigo perceber porquê de tanta reclamação dos dirigentes k vocês conhecem bem e escolhem para vosso representante.

    Meus caros compatriotas! Nós precisamos repensar urgente no nosso sistems de governação, escolher adequadamente os nossos representantes e pedir-lhes ou melhor exigir-lhes responsabilidade na Governação. Como Fazer é possivel desde de k haja efectivamente espirito aberto para debater estas questões, k infelizmente neste espaço, não posso espô-las nem tao pouco debatê-las. Contudo estou aberto a espaços de debate sobre a situação do nosso STP.
    bem haja, boas festas e muita esperança no futuro longíquo a continuar assim.

  24. cao sem sorte

    12 de Julho de 2012 as 10:44

    Bom dia meus irmão, amigos filho desta terra Soa Tomé e Principe, gostaria de perguntar o que o senhor Patrice quer para esta pais, ele quer que o pais fica pobre para ele encher o seu bolço, mais isto tem que acabar, a gente nao pode esta a ouvir tanta mintira por parte deste governante assim voa nos levar a um misseria enquanto eles ficam ricos a custa do povo, temo que tomar uma dicisao para este caso, sempre andamos a ouvir besteira mas niguem toma uma posição, agradeceria que juntamos a força para terminar com isso. só que temos um problema nao somo unido, quando começamos a fazer uma coisa depois aparece um ou dois que vem nos entimidar, mais temos que ser forte para vence estes mal feitores que tenta destruir a terra linda que temos.
    um abraço e muita cioragem fuiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii.

  25. Emiratos

    12 de Julho de 2012 as 12:27

    Acho tudo isso uma farsa. Uma coisa são os 5 milhões de dolares, outra coisa é a cooperação Estado/Estado. As pessoas que cometeram o erro, ou seja desvio de verba devem responder por isso, os tribunais devem fazer o seu papel e a nossa diplomacia deve continuar o seu trabalho. O senhor P. Trovoada, foi pouco feliz, mas o trtará de resolver tudo. A imterpol pode prender os senhores metidos no negocio, a qualquer momento. Deve haver colaboração das instituições judiciais.
    A verdade é como azeite, quem não deve não teme.

  26. PAPOITE

    12 de Julho de 2012 as 12:35

    Oposição só critica..

  27. mosssad

    12 de Julho de 2012 as 18:22

    Agora todo mundo e Dr … Ate o Patrice Trovada ja e Dr … so falta mesmo o Nino Monteiro tambem ser tratado como Dr .. de Analfabetismo…..

  28. Adilson Pinto

    15 de Julho de 2012 as 13:35

    boa Abel, e esse tipo de Jornalismo que queremos, pisa quando tem que pisar. segue em frente que o povo precisa estar informado.

    Thank you

  29. sangué mu é

    20 de Julho de 2012 as 17:22

    O que está acontecendo nesta terra e neste Pais stp, exisge de cada de nós, maior reflexão,tranquilidade e seriedade. A responsabilidade profissional deverá ser exercida de forma vertical e horizontal.No Ministério da Educação, existem pessoas/dirigentes, excepto o seu responsável máximo e algumas almas que não merecem, porque existem tb pessoas/dirigentes que vale apena,mas, muita bufaria e fofoquice contra pessoas que não fazem parte dos seus grupos de gestão.Estamos num processo de contenção das despesas, mas, há uma má gestão financeira em todo nível onde há meios materiais e financeiros.É possível que estes meios são geridos de forma cautelosa em detrimento de outras direcções a fins, senão… há exploração do homem pelo homem.Se voce depositar um x valor na DAF e se fizeres uma requisição para que utilizasse este fundo,se o valor proposto ronda cerca de 40% do depositado só receberás 20% durante o ano da sua gestão e sem mais um apoio colaterais. querdizer que estás contribuir para outros sectores que não produzem e só vivem na base da OGE e OGE que se encontra tb falido, é necessário produzir, pagar o imposto e fazer ginastica financeira para ao menos garantir salários aos funcionários, tendo em conta a crise europeia, as coisas decorrem não como agente quer.E ainda com persiguições politicas e partidárias, as vezes pessoais porque o gosto é relativo,não consegues viver calmo e trabalhar calmo na terra onde naceste e vive.É necessário que temos que acabar com bufaria, e gozemos da democracia, de modo que cada um expresse livremente os seus sentimentos e as suas aspirações, dando a sua contribuição para melhoria deste pais. Há vozes que este Governo tem pernas curtas de vida, mas, se não parar com politiquices, perguições politicas e partidárias, vingaças pessoais,injustiças,falta de respeito, arrogância e falta de solidariedade social com os santomenses, velhos, desempregados e ainda com promessas de tirar mais funcionários em tempo de vida util para admitir pessoas incompetentes devido a promessa politica, aqui sim, os partidos de oposição deverão por ponto final a este Governo dizer não, basta… emitindo uma monção de censura e provocando a queda do Governo e automaticamente haverá um Governo da Unidade Nacional que deverá dirigir o Pais até as proximas eleições legistativas e autarticas e regionais. Tem que haver respeito e justiça, não só, responsabilidade politica com este povo.Um Pais com 4 partidos com assentos paralamemtares, 3 estão contra a gestão de um, evidente que este um tem pernas curtas para dar passos, só é necessário unir e convidar todos em torno da salvaguarda da Nação, discutir e analisar projectos que tragam desenvolvimento sustentado ao curto prazo para este belo Pais. E este processo deverá ser feito sem violência e sem guerras de palavras, apenas em unidade, paz e de boa governação. STP, precisa de paz e lado a lado, só assim que este pais avança e não porque sei mais que outro ou que sei tudo outros não sabem… nunca e nunca, conseguiremos atingir o milénio da paz e do desenvolvimento. bem haja.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo