Política

Agostinho Fernandes é o “RAPAZ” do KILIMANJARO

Jovem político lançado no Governo em 2010, Agostinho Fernandes, é mais uma prova de que na separação do trigo do joio a juventude tende a fracassar quando sobe para o poder. Em simultâneo com as funções de ministro do Plano e Desenvolvimento, criou uma empresa privada, que tinha como alvo os sectores sob a sua tutela.

Os “RAPAZES” chamados para administração pública ou para à Governação do país, sobretudo a partir de 2010, tendem a agir sem ética na criação de negócios próprios, numa incompatibilidade total, com o cargo ministerial que ocupam.

Um impulso de rapina, que tira transparência nos seus actos, porque ninguém pode ser bom juiz em causa própria. Um impulso que talvez visa o enriquecimento célere, e de forma mais devastadora do que as acções cometidas no passado pelos mais velhos, e que são permanentemente condenadas pelos mesmos RAPAZES.

Afinal, Agostinho Fernandes, jovem político que começou a granjear respeito na sociedade são-tomense, e no seu partido ADI, sendo mesmo indicado como figura mais credível para liderar a ADI, face ao desaparecimento físico do Presidente do partido no território são-tomense, também criou uma empresa comercial.

Grave é que criou tal empresa, enquanto exercia as funções de Ministro do Plano e Desenvolvimento no anterior Governo de Patrice Trovoada.

No dia 19 de Abril do ano 2012, enquanto Ministro do Plano e Desenvolvimento, Agostinho Fernandes passou a ser também sócio de uma empresa privada que opera nas áreas do Comércio, Indústria, Agricultura, Importação e Exportação, prestação de Serviço em todos os ramos de actividade económica, Actividade Imobiliária, Gestão de Participações Sociais, etc etc.

Uma empresa privada, que tem como objecto de negócio os sectores que estavam sob a tutela do então  ministro do Plano e Desenvolvimento. Uma promiscuidade que pode ter dado frutos e dividendos, uma vez que a empresa privada do então ministro Agostinho Fernandes, com capital social de mil milhão de dobras, existe desde abril de 2012 e o tempo da sua vigência é ilimitado.

A empresa que Agostinho Fernandes criou enquanto ministro chama-se “Kilimanjaro Investimentos Limitada” .

O sócio de Agostinho Fernandes na empresa Kilimanjaro vocacionada para negociar  no comércio, nas indústrias, na agricultura e em todo o resto da actividade económica, é  Carlos Olinto Stock, nem mais nem menos, o também na altura Ministro da Defesa e Segurança Pública do Governo de Patrice Trovoada.

Portanto em abril de 2012, dois ministros do Governo, ambos juristas de profissão, criaram uma empresa para negociar “quase tudo” que estava ligado ao Ministério do Plano e Desenvolvimento tutelado por Agostinho Fernandes.

Caberá talvez a Justiça procurar esclarecer a opinião pública são-tomense se a cumplicidade entre os dois ex-ministros, e a promiscuidade dos mesmos como ministros do Estado e ao mesmo tempo operadores privados, não tenha lesado os interesses do Estado são-tomense.

O Téla Nón disponibiliza para o leitor, o texto da constituição da empresa de  Agostinho Fernandes e de Carlos Olinto Stock, enquanto Ministros do Décimo Quarto Governo Constitucional.  CLIQUE –  Primeiro / Segundo c

Abel Veiga

    85 comentários

85 comentários

  1. António Silva

    20 de Janeiro de 2014 as 6:42

    Apraz-me dizer o seguinte:
    -Isto é uma república das bananas.

    • Verdade é so uma

      20 de Janeiro de 2014 as 8:35

      E agora ADI? O que têm a dizer sobre isso? Tudo farinha do mesmo tacho. O Agostinho que até tinha imagem de um gajo sério. Afinal é dos maiores bandidos.

      • Justiça

        20 de Janeiro de 2014 as 12:24

        Também quero ouvir os senhores oscar Medeiros, Jete Moniz, Carlos Menezes e o Abilio da RDPÁfrica sobre esse assunto. Passaram a manha toda a falar sobre o caso do Ministro Osvaldo Abreu. Agora quero ver como vão tratar deste caso também. Cambadas de engole-moedas.

    • fiquei indignado

      20 de Janeiro de 2014 as 9:38

      Na notícia anterior, relativamente ao Jovem Ministro Osvaldo Abreu e os outros rapazes, fiz um comentário que se seguinte. Assino o mesmo comentário, em tempos diferentes, para a situação do Agostinho Fernandes.
      Aguardo o comentário do Sr. Zeme Almeida a respeito do caso Agostinho Fernandes. Veremos se fala pelo povo ou se pelo partido.

      A criação de uma empresa por si só não pode ser considerada de corrupção. Entretanto, nessas circunstâncias, diria que foi criada uma auto-estrada para corrupção desmedida.

      Além da obtenção de informações privilegiada na luta concorrencial, temos a agravante do nosso ministro, com poder decisório, vir a beneficiar as suas empresas e/ou vir a estar na situação de ele mesmo representar o comprador e vender ao mesmo tempo num mesmo negócio. Dito de outro modo, o ministro poderá vir a representar o Governo e ser ele mesmo o cliente num mesmo negócio. Isso poderá ser muito mas muito lesivo para os negócios do estado e consequentemente para os nossos cofres. Tinha muitas expectativas com este ministro pelo trabalho que tem feito mas confesso que fiquei muito indignado. No entanto, para mim não está em causa o actual governo nem a presidência da república mas sim as pessoas/indivíduos nesse negócio

    • Bingo

      20 de Janeiro de 2014 as 18:48

      Triste, triste, triste…
      Revoltante, revoltante, revoltante!!!
      E fica tudo em águas de bacalhau, não è?

    • catia

      22 de Janeiro de 2014 as 12:34

      So agora percebeste disso Saotome sempre foi pais das bananas.

    • Verdade

      22 de Janeiro de 2014 as 15:39

      Eu sempre vós dizia que os podres viriam para cima. A lista é grande (Salvador dos Ramos, Arlindo Ramos, Américo Oliveira Ramos, Carlos Stock)…por aí.

      Mas o pior de todos é mesmo esse Agostinho que parecia ser muito serio, a sua fraca visão nunca me enganou… olha daí a pouco vamos trazer o CASO GEOPESCA. PREPARA-TE AGOSTINHO OU VAI TER COM O TEU CUMPLICE PATRICE TROVOADA! O FORAGIDO.

  2. kwatela

    20 de Janeiro de 2014 as 7:09

    Bom dia.
    Pode o Tela non facultar-me algum instrumento jurídico saotomense que inibe servidores de cargos públicos exercerem alguma actividade empresarial??

  3. Esperanza

    20 de Janeiro de 2014 as 7:10

    É revoltante, mas nós temos que unir contra esses abutres. Quer dum lado quer do outro lado não se encontra um politico sério e honesto. Como ja foi dito eles não tenhem vergonha de ter vergonha. O parlamento tornou uma casa de negocio para muito. Servem-se dos cargos politicos para inriquesserem. Como eu digo o dia desses corruptors está a chegar, eles vão pagar um por um o que andaram a fazer e a lezar o país. Parabens tela non, washington post de stp por dar-nos mais uma preciosa informação. .

  4. toresdias

    20 de Janeiro de 2014 as 7:27

    Aí está. Afinal de contas ele(s) não marcam golos tão limpinhos como disse o treinador do Benfica. Limpinhos, limpinhos….

  5. Luis Carlos

    20 de Janeiro de 2014 as 8:29

    Afinal o ADI apareceu a criticar os outros também fizeram o mesmo ou pior? Acho que essa novela ainda não terminou haverá muitos capítulos… Bandidos!

  6. Kanimambo

    20 de Janeiro de 2014 as 8:38

    Pronto, ai está o equilíbrio do Abel! lololololol. Gostei. Limpinho, limpinho!

  7. feijoada

    20 de Janeiro de 2014 as 8:46

    Atenção;

    1. É proibida a nomeação ou a manutenção no cargo para que hajam sido nomeados, Pessoas que tenham, directamente ou indirectamente, por si ou por intermédio de terceiros, quaisquer interesses económicos, financeiros, participativos ou de qualquer outra natureza, nas actividades relativas às Receitas Petrolíferas, ou que ocupem cargos em órgãos sociais, sejam representantes, procuradores, mandatários, comissários, ou que a qual- quer outro título, actuem em representação de qualquer Pessoa na qual estejam depositados ou investidos as Receitas Petrolíferas depositadas nas Contas do Petróleo. 2. Qualquer Pessoa que se encontre na situação prevista no número anterior, deve recusar a sua nomeação, ou pedir a sua demissão do cargo para que haja sido nomeado, conforme o caso.

  8. Maria Zinha

    20 de Janeiro de 2014 as 9:04

    Quem diria! Afinal os meninos com telhado de vidro andaram a atirar pedras ao vizinho?
    Pouca vergonha.Essa gente do ADI sempre posam de bom rapazes mas nunca me enganaram.Nós que estamos aqui na diáspora rezamos por esse nosso belo país. Corruptos do ADI, os piores de todos os tempos.

    • Vicente Carlos

      20 de Janeiro de 2014 as 15:27

      É assim que se convencionou fazer política cá em S.T.P. Assim que o caso do Abreu saiu, toda a gente do ADI começou a esfregar as mãos de contente. Falaram, fartaram de mandar bocas, injuriaram, maltrataram fizeram trinta por uma linha. Estavam no seu direito. Eu como não tenho partido político nenhum escutei e até cheguei a dar a minha opinião demonstrando que não poderia concordar com estes comportamentos num país dito democrático.
      Até o imparcial Abilio Neto, analista da R.D.P-África condenou o acto em causa e chegou a afirmar, no faceboock, que iria falar de forma aprofundada sobre o assunto no próximo debate africano.
      Todavia, hoje aparece outra notícia, com contornos idênticos, só que com protagonistas contrários.
      Ou seja, soube-se que o anterior ministro das finanças, Agostinho Fernandes, quando era governante, no governo do Patrice Trovoada, (ADI) fez a mesma coisa tendo como sócio o senhor Carlos Olimpio Sctock.
      Portanto da mesma forma que condenei o acto do actual governante acho que devo fazer o mesmo em relação ao senhor Agostinho Fernandes.
      O ADI não pode ter uma postura condenatória e assertiva quando se trata de governantes dos outros partidos e, todavia, ser brando ou protector com os seus militantes e governantes. Isto não credibiliza o ADI.
      Da mesma forma também espero sinceramente que o senhor analista Abílio Neto trate deste tema no debate Africano e não se esqueça também de mencionar o caso que aconteceu com o Agostinho Fernandes. Se ele quer ser respeitado terá de ter esta conduta. Caso contrário terei de concordar com aqueles que dizem sempre que ele é do ADI e só defende os interesses do ADI nesta rádio. Um analista independente tem de ter esta postura.
      Da mesma forma também que acabei de ouvir o correspondente da R.D.P-África referir o caso do Osvaldo Abreu hoje nesta rádio, espero que ele, para ser respeitado pelos ouvintes e pelos seus superiores hierárquicos que escutam esta rádio, ele deveria, também, referir nos próximos dias o caso do senhor Agostinho Fernandes. Caso contrário só posso concluir que existem dois pesos e duas medidas.
      Atentamente
      Vicente Carlos

  9. Cassuma

    20 de Janeiro de 2014 as 9:10

    Ê sá cada kuá. bacuê san tomé cu santa Antoni…. iném ladrón…ja ja mé áua fiô cabi sá cula…

  10. Malapê_Téma

    20 de Janeiro de 2014 as 9:18

    Isto é prova que são todos uma cambada de Sami sunga do povo, aí esta uma altura certa para o povo fazer valer a sua voz saindo a rua exigindo que os tribunais funcionam e façam o seu trabalho, não só para caso actual como para o caso anterior.
    Até quando meu povo, assistimos de braços cruzados esses gatunos arruinando o crescimento do pais??

    • Esperanza

      20 de Janeiro de 2014 as 17:32

      concordo plenamente

  11. armando

    20 de Janeiro de 2014 as 9:33

    Em quem poderemos confiar para organizar o futuro do nosso Pais? Pinto da Costa, Gabriel Costa? Os filhos aprendem com os pais e vale o ditado: o que nasceu torto… (ainda tem solucao). Mas digo-vos sinceramente que a comentar desta forma, nao ha palavras: ESTAMOS ENTREGUES A BICHARADA. O que e isto? Como se descreve este estado de coisas?

  12. Fernando

    20 de Janeiro de 2014 as 9:45

    Meus caros,

    Interessantes as opiniões sobre o assunto em análise. Isto vem trazer ao de cimo as fragilidades de que padece a nossa administração. Se estivéssemos pensando na estruturação do nosso lindo e belo país, já haveriam bem definidos e publicados, princípios diretores, para os funcionários públicos em geral e muito particularmente, das incompatibilidades, devido ao conflito de interesse, entre o público e o privado. Agora, deixemos de “joguinhos” e pensemos no nosso país…
    Fernando

  13. Poto Zamblala

    20 de Janeiro de 2014 as 10:17

    Agostinho Fernandes com essa sua cara de pateta alegre nunca engenou a ninguém. Ele faz recordar os chamados “corno manso”. Ou seja, recebe o corno não reclama porque em situação de fraqueza dos outros vai tirando dividendo. No governo da ADI Agostinho Fernandes foi um esperto manso, se calhar foi o ministro que mais se fez, porque ele tem habilidades para isso.

  14. Felisberto Bandeira

    20 de Janeiro de 2014 as 10:24

    Isto vem confirmar mais uma vez que na política e o local onde as pessoas querem enriquecer a custo zero sem fazer nada, os tribunais em S.TOME E PRÍNCIPE tem que funcionar para fazer face a essas situacoe que tendem a surgir,isto e mais um exemplo que para ser ministro partir dos 45 anos para cima, os jovens andam muito mais muito ambicioso

  15. Brillho

    20 de Janeiro de 2014 as 10:26

    Maus caros Leitores é bom que saibam também que para além da Empresa Kilimanjaro este safado é Sócio da SIMPA a ex-SOMEX representante da Cerveja Super-Bock

  16. Besta

    20 de Janeiro de 2014 as 10:34

    Eu,respeito o artigo do Sr Abel veiga com todo respeito,mais se sabia desta empresa do Augustinho Fernandes pk,ñ publicou antes? Agora o senhor vai buscar provas como ADI tem feito.

  17. Le di Alami

    20 de Janeiro de 2014 as 10:44

    CORRRRRRUPTOS………………..

  18. Brillho

    20 de Janeiro de 2014 as 10:50

    Quiz dizer “Meus Caros”

  19. Verdade

    20 de Janeiro de 2014 as 11:04

    Há noticias que de noticias não tem nada, até parece que este é um fenómeno novo em STP. Dirigentes, Juízes e alto funcionários públicos com empresas e negócios criados. Si formos fazer uma lista, os leitores terão que passar dias a ler, desde primeiros ministros até juízes, o mesmo Gejé que anda a se fazer de bonzinho, era juiz e candongueiro a mesmo tempo.
    O grande problema deste País, é que ninguém quer realmente resolver os problemas. de facto é falta de ética que o servidor publico tenha interesses privados, sobretudo em matéria a sua alçada. Mas isso é uma prática que se vem verificando a vários anos e pior ainda, noutros casos com implicâncias gravosas para estado, já que essas sociedades foram beneficiadas em actos de concursos. No entanto nunca houve tal repercussão nos meios de comunicação. Si grave foi a atitude deste prestadores públicos, mais grave ainda é a forma como tudo isso está sendo tratado. Em vez de levar o assunto a entidades competentes, tem-se feito é o aproveitamento politico para atingir única e exclusivamente o Ministro Osvaldo,e em nenhum momento se tentou diligencias no sentido de se estancar esta prática que já vem de longos anos com a conivência de todos e que pelos visto, alem do aproveitamento politico que se esta fazendo agora, não passará disto mesmo.
    Tudo isso porque neste País quase todos os dirigentes e ex-dirigentes têm telhado de vidro e não podem atirar pedra ao vizinho.

  20. geração decepção

    20 de Janeiro de 2014 as 11:20

    Geração ADI-Corruptos.

  21. fla só

    20 de Janeiro de 2014 as 11:25

    até que ponto nosso jornalismo ficou…parvo lança contra troika…telanon procura para lançar contra ADI..eleiçoes 2014, partido que te ver melhor jornal ganha

  22. Falar-nao-pode

    20 de Janeiro de 2014 as 11:25

    Afinal havia outra?! Temos que parar este país e repensa-lo…ooooohhh

  23. lupuie

    20 de Janeiro de 2014 as 11:36

    Ahahahah falta de vergonha ! S td iguais!!

  24. O abutre

    20 de Janeiro de 2014 as 11:39

    Porquê perder tempo com filmes cómicos
    quando temos a politica sãotomense.
    E ainda acho estranho o espanto de muitas pessoas quando no nosso país
    capítulos desses já são quase banais e ainda não foram bem recapitulados muitos que ainda estão no passado.Mas isso não interessa,e esse vai ser só mais um caso que acabara abafado daqui a uns meses como tantos outros.

  25. Paracetamol 500mg

    20 de Janeiro de 2014 as 11:40

    O Estado que o país chegou! Sem comentários.

  26. António Menezes

    20 de Janeiro de 2014 as 11:53

    Que coisa?
    Bom já sabemos, os dirigentes vão dizer, “vocês quando estavam no governo fizeram assim e nós também vamos fazer a mesma coisa”. Meus caros, parem de pensar, pois um dia isso vai acabar…não tenham duvidas. Só para vossa informação, sabem do antigo presidente do Egipto? Pois, está sendo julgado e dentro de uma jaula, como se fosse um animal qualquer feroz.

  27. Carlos Santos

    20 de Janeiro de 2014 as 11:54

    Feteceiro acusou ladrão mas esquecendo que os dois andam durante a noite.
    ADI e Oscar Medeiros nao tenhem vergonha essa noticias RDPAfrica anuncia a primeira mão porque nao anuncio desvio de fundo na TVS na gestão de Oscar Medeiro,jornalista corrupto anuncia a corrupção.

    • hayta

      20 de Janeiro de 2014 as 19:29

      Falaste bem, gostei

  28. B-13

    20 de Janeiro de 2014 as 11:57

    Segundo a Filosofia Confuciana,que diga-se de passagem conhecera o seu apogeu neste seculo,numas das suas recomendacoes dirigidas a classe politica ele dizia:
    – “Benevolencia nos Governantes, lealdade nos ministros e nos suditos”
    Infelizmente em Saotome verifica-se o contrario, vivemos inseridos numa anarquia em que cada um faz o que lhe apetece as pessoa sestao constantementes a tirar o seu divedendo a partir do Estado, quando na verdade deveria ser um pouco acontrario ,e pior de tudo estamos constantementes a apontar o dedo ao nosso vizinho esquecendo das nossas falhas.
    Estamos a ser constantemente decepicionados por pessoas que nos trasmitem uma certa confianca e isto e muito perigoso, e bem provavel que estas pessoas sejam mas “maaquiavelicas” em relacao aos que nos ja conhecemos.

  29. fla só

    20 de Janeiro de 2014 as 12:04

    mas o problema é k a nossa lei das sociedades comerciais n o proíbe,mas no caso contrario era a propria lei de petroleo k o proibia…isto é que o Telanon esclarecer o povo

  30. Eusebio Neto

    20 de Janeiro de 2014 as 12:13

    Pelos vistos, só o povo vernáculo tem sido enganado! Nenhum, repito nenhum desses tipos que sobem ao poder em S. Tome são idôneos, antes, são puros gangsters preparados para delapidar o pais e os pobres cidadãos. Oferece-me perguntar:

    – Com quem poderemos nos, os eternos governados confiar para salvar a nossa nação? E mais, desafio todos os partidos da esfera governativa santomense a atirar a primeira sobre os telhados dos seus vizinhos. Qual sera o primeiro? Qual deles tem cobertura em laje? Nenhum! Tripulações de bandidos e que nos tem transportado para o desaire nacional.

    Mas a luta continua e o povo vencera!

  31. zeme Almeida

    20 de Janeiro de 2014 as 12:39

    Já comecam surgir os contragolpes{justificacoes} para quererem defender os rapazes do atual governo e da presidencia envolvolvidos nos casos de corrupcoes!concluo:{Fizemos porque os outros tambem fizeram}Com isto querem nos dizer que voces ja sabiam do caso que passou com o anterior governo e tambem preferem seguir o mesmo caminho?Aonde vamos com este STP.Um governo formado pelo pai grande com tanta POMPA e um jurista que surge para lutar contra corrupcao,branqueamentos de capitais,a droga,enriquecimentos faceis e mais os seus colaboradores estao envolvidos em actos ilicitos?Que tamanha vergonha.Quem prometeu combater os actos de corrupcao que tomou conta do País?Hoje os ditos rapazes com a qual o senhor primeiro ministro Gabriel Costa depositou lhe fez VERGONHA.Convenhamos meus senhores teremos que deixar de uma vez por todas,esta forma de pensar:{Se os outros fizeram tambem temos que fazer ou seguir o mesmo caminho.A lingua é que nos mata é o que está a passar com o Gabriel Costa.Prometeu muito e os ditos rapazes lhe fez VERGONHA.

    • zeme pelo poder

      20 de Janeiro de 2014 as 16:14

      Pois é zeme, a língua é que nos mata. Ela já deve mesmo estar a pesar na tua boca sempre pronta para atacar os outros partidos e defender o ADI nas suas sujeiras.

      Numa noticia demostrando ilegalidades de um ex-ministro do ADI, o menino zeme tem a língua afinada para vir apontar dedo ao Pinto da Costa e Gabriel Costa. Que granda diferença entre o seu comentário nesta noticia e a do Osvaldo Abreu.

      Vê-se logo que os de ADI não tem preocupação com o bem estar do povo mas somente com o poder e os barcos a calada da noite. Por isso alguém aqui comentou que ADI é um inimigo do povo. Estava a espera do seu comentário para se ver o quanto é imparcial e louco pelo poder do seu partido que muito ama o povo. Agora veremos o que falará o Sr. RTP Africa.

  32. feijoada

    20 de Janeiro de 2014 as 12:46

    Atenção Pessoal:

    É proibida a nomeação ou a manutenção no cargo para que hajam sido nomeados, Pessoas que tenham, directamente ou indirectamente ……………………

    ”nas actividades relativas às Receitas Petrolíferas”…….

    O Osvaldo Abreu e demais sócios pecaram por se tratar de empresa ligada a actividades petroliferas. De resto é conversa embora seja também proibido por influencia de decisão.

  33. zeme Almeida

    20 de Janeiro de 2014 as 12:47

    Erro:Hoje os ditos rapazes com a qual o senhor primeiro ministro Gabriel Costa depositou toda a confianca,lhe fez VERGONHA.

  34. Santola

    20 de Janeiro de 2014 as 13:10

    É preciso acabar com impunidade contra todos estes sacanas permita me o termo mais não há outro adjetivo a considerar seja do partido A ou B, a nossa constituição e as demais Leis são bem claras nestes aspetos, agora o que importa é julgar estes casos alguém tem de o fazer desde logo a começar pelo Ministério Público, Policia judiciária, Tribunal de Contas estas entidades têm que fazer o seu papel, se não o que será das próximas gerações o Estado Santomense tem que mandar anular tudo que tem a ver com este negócio até apurar os factos e condenar aquele que terá de ser condenado e sem medo e não só para este caso como para os casos em que quando se entra para Administração Pública deve se avaliar os bens existente e os adquiridos quando se deixa do cargo sobre tudo para aqueles que desempenham altos cargos políticos e de direcção

  35. Kuá flogá

    20 de Janeiro de 2014 as 13:16

    Santo não, santinho.
    Quero saber do Sr. Levi e da Tecnobase.

  36. Esta no Sangue

    20 de Janeiro de 2014 as 13:21

    Tendo em conta que a corrupção é uma questão de oportunidade, então para que possamos minimizar este flagelo,é preciso alterar a nossa constituição,criando leis que puni severamente os autores destes delitos.Apesar de desconhencer as leis constitucionais vigente no nosso pais,acredito que ela não contempla um individo que comete um ato ilicito ao serviço do estado ou do Governo com impedimento difinitivo de ocupar cargos administrativos ou governamentais ao serviço do Estado e do Governo.Mas acredito que um dia isso vai mudar

  37. Kuá flogá

    20 de Janeiro de 2014 as 13:23

    Quero saber também de muitos que utilizam cargo de Estado para estar aqui a fazer parceria de negócio e muita das vezes “qui sá” utilizando o carro dos contribuintes para o efeito.

  38. zeme Almeida

    20 de Janeiro de 2014 as 13:26

    O pai grande Dr.Manuel pinto da Costa e o jurista e primeiro ministro Gabriel Costa,quando assuminaram o poder prometeram combater a corrupcao como o flagelo que vem enfermando o nosso desenvolvimento os ditos RAPAZES lhes fizeram VERGONHA.Procuremos todos combater sem tergua este flagelo,seje os de ADI MLSTP/PSD,PCD MDFM/PL sem excecao.O que está em causa nao é o partido A,B ou C,o que está em causa sao alguns elementos destes partidos que comentaram os tais actos,é que devem ser explusos.Houve alguns comentários infelizes que anteceram,sem razao de ser,em acusar de forma grosseira um partido{ADI} como mal destas desgracas.Porque?Convenhamos meus compatriotas,STP deve viver destas pessoas que pensam em enriquecer a custa do estado e do poder.Abaixo a todos aqueles que aproveitam do poder que o povo lhes conferem para se enriquecerem.

  39. toresdias

    20 de Janeiro de 2014 as 15:03

    São os de ADI oe Geração Esperança. Não percebo ta td uma mistura. Vcs de Geração esperança engoliram o Sapo. Então, ou sao do ADI os de Patrice Trovoada? Quer um lado ou outro muito cuidado com estes tipos são arquitetos de truques malabaristas

  40. Ano Velho

    20 de Janeiro de 2014 as 15:17

    Tudo isso, faz sentido um “PACTO DE NÃO AGRESSÃO”, para se partir de uma nova base para a moralização de COISA PUBLICA em São Tomé e Príncipe. O “Diálogo Nacional” precisa-se. Os Adeitas tem que deixar de arrogância e de ódio e participar de forma seria em tudo que é proposto para o bem do Pais. Doutra forma, não vejo a saída para essa pouca vergonha que só deixa mal o Pais.

  41. acacio dias

    20 de Janeiro de 2014 as 16:05

    AGUARDO comentários da RDP-África e seus lacaios.

  42. geste

    20 de Janeiro de 2014 as 16:48

    Excelente serviço do Tela Non.
    Parabéns. Força ao jornalismo em STP.

  43. flôli canido

    20 de Janeiro de 2014 as 16:49

    Boa tarde., fraude em são tomé esta ser comparado a um jogo! fazem como se fosse uma competição,. quem leva mais dinheiro do povo. em cada 1 nóticia boa vem 10 péssima!
    o caso intitulado é quase sempre roubo do dinheiro do povo, hospital esta uma miséria. sorte é que esse povo é mesmo muito paciente.

  44. carlos

    20 de Janeiro de 2014 as 16:53

    Melhor Dr Posser Maria das Neves Rafael branco em vez desse jovem ambicioso de mais k kerem bons jeep e boas mulheres stome e poderoso um dia mesmo

    • Esperanza

      20 de Janeiro de 2014 as 18:10

      Disculpa que lhe diga esse comentario é uma aberração. Não podemos estar a pensar em corruptos como alternativa para corruptos. Esse pensamento não deve existir. Eles todos sem excepção deveriam ir a justiça se este fosse um país sério. É por esta e por outra que estamos onde estamos.

  45. jose soares

    20 de Janeiro de 2014 as 17:21

    perante todos estes supostos casos de ilegalidades que infelizmente se proliferam na nossa terra,necessitamos de um s’olido poder judicial para fazer frente a corrupcao generalizada.

  46. Põe boca não tira

    20 de Janeiro de 2014 as 17:33

    Infelizmente dédo na cá pontá ubuê dê fá sélaá iá lá lá, é o que esses sangue suga de ADI estava a fazer e esqueceram que tunham janela de vidro…..AGORA TOMA, BEM FEITO, QUEM MANDOU CRSIFICAR O OUTRO….

  47. VIOGO

    20 de Janeiro de 2014 as 17:53

    Há jovens e alguns menos jovens que querem enriquecer, ter forunas, e viver as mil maravilhas da vida. Talvés querem ir para lua também. Curiosamente, esses gananciosos que se armam em politicos que de nada têm disso, é que são os “competentes” para os tais como eles bandidos que dominam o poder chamar para “dirigir”. Eles não piores que os que lhes chamam. Como bem referiu alguém os Rafaieis, possers marias das neves e mis ganaciosos e o mais cadastrdo PATRICE é que são os ideologos e inspiradores desses jovens descarados e gaanciosos. Inem só ça supeto!!!

  48. Aristides Barros

    20 de Janeiro de 2014 as 18:07

    Isto não constitui novidade nenhuma. O que me entristece é que os jovens que deviam ajudar a mudar o estado de coisas estão a proceder como verdadeiros delapidadores dos bens públicos perenizando desta forma a maldade contra este povo.

  49. BRUTO COSTA

    20 de Janeiro de 2014 as 18:41

    esta quente a nossa politica, depôs disso o que podemos esperar da nossa justiça…?

  50. Brigadeiro Malamza Mazemzem

    20 de Janeiro de 2014 as 19:35

    Mais não percebo pk que estão a falar dessas pessoas= Óscar Madeiros, Abilio Neto, Carlos Menezes, Jete Moniz gostava apenas de saber o que a pessoa desses senhores tem a ver com isso alguém que possa tirar-me essa duvida? Agradeço!

    • C.F

      20 de Janeiro de 2014 as 21:31

      Tem tudo a ver. Estes profissionais da R.D.P.-África são, grande parte das vezes, parciais. É triste porque alguns deles até têm capacidade como profissionais neste sector e até com provas dadas cá em S.T.P e lá em portugal. Mas no entanto, eu nunca compreendi porquê mantêm uma postura parcial no tratamento das notícias de S.T.P. É triste constatar isto. Não vou fazer juízos de valor, como já se faz cá em S.Tomé, sobre estas pessoas dizendo que receberam dinheiro para ter este comportamento. Isto eu não faço. Não é a minha forma de estar na vida nem é a educação que recebi.
      Ainda hoje ouvi o senhor ÓScar Medeiros falar do caso do atual ministro das obras públicas durante largos minutos fazendo referência que a notícia em causa é do Téla Non.
      Será que ele também vai falar deste assunto amanhã invocando o caso do Agostinho Fernandes?
      Será que o Abílio Neto vai abordar este assunto no debate Africano?
      É por isso que as pessoas falam disto. Existe dois pesos e duas medidas.
      Alguma vez, por exemplo, alguém ouviu o Abílio Neto ou o óscar Medeiros falarem do caso de contratos assinados pelo governo do ADI que andaram a dizer inicialmente que não assinaram mas que se veio a confirmar que assinaram?
      É isto que descredibiliza estes profissionais de S.Tomé e Príncipe desta rádio. É triste que assim seja. Porquê que eles fazem isto só Deus saberá. Um dia todos nós saberemos. Quando a esmola é muita o pobre desconfia. E eles têm feito tudo para as pessoas desconfiem que têm uma agenda parcial e politica nesta rádio.
      Fui

  51. Anab

    20 de Janeiro de 2014 as 21:17

    E dos políticos mais honesto e competente que alguma vez governou este pais. A empresa foi criada muito antes dele entrar no governo. Vejam o adidigital

  52. Mario Boulervesé

    20 de Janeiro de 2014 as 21:41

    Tua reputação esta associada aquilo que as pessoas pensam de ti. Não consegues controlar. O que podes controlar é o teu carácter. E isto todo mundo sabe que tens. E por isto que es temido e respeitado por muitos.

  53. Vencha

    20 de Janeiro de 2014 as 22:40

    Esses rapazes dao a sociedade uma certa aparencia de serios. Mas, de serios nao tem nada!! Esta geracao apelidade de “adi esperanca” sao mais maos e corruptos que a anterior geracao do pinto, leonel mario de alva, dr. Guadalupe, one pires dos santos e outros. Basta ver como levy nazare revela essa malvadez no seu discurso. Poem o poder nas maos deles e voces vao ver o que e bom para tosse gente. Eles, como o grande lider biem aime patrice trovoada sao corruptos mor. Pinto, cuidado com esses rapazes!!. Eles querem tudo para eles. Boas vivendas, carros de luxo, mulher branca e ” prostitutas” finas.

  54. Lesado

    21 de Janeiro de 2014 as 7:13

    Que abuso!
    Que desilusão!
    Que ambição!
    Que burrrrosss é que são essas jovens que sempre soube que são vergonha para os outros jovens que não têm nada a ver com esses daí.
    Macularam a juventude!

  55. uma vista

    21 de Janeiro de 2014 as 9:43

    QUEM DIRIA!!!!
    AGOSTINHO FERNANDES!
    Afinal um grande CORRUPTO.
    Todo mundo que entra no inferno envolve com diabo,tem que TORNAR IGUALZINHO ao diabo.

    • Cabo Verde

      21 de Janeiro de 2014 as 15:41

      Eu não percebo tanta incoerência. O ADI passa a vida a criticar os outros e afinal de contas são iguais ou piores do que os outros?
      Este país está desgraçado. Não se pode confiar em ninguém. Eu não confio em ninguém. Isto já é demais.
      Como é possível que o ADI mais o senhor Abílio Neto no debate africano passem a vida a criticar o governo e os partidos da governação e agora ouvimos uma coisa desta, um comportamento irresponsável e reprovável por um dos elementos do ADI que já foi falado para dirigir o partido em causa. É triste tudo isto. Vamos confiar em quem se esta gente toda só está interessada nas suas vidas? O ADI, MDFM, PCD, MLSTP são todos farinha do mesmo tacho. Vocês já não me enganam. Só quem não vos conhece é que vos compra. Malditos!!!!!!

    • Daniel

      21 de Janeiro de 2014 as 16:40

      Todos eles são iguais. Desde o MLSTP, ADI, MDFM, PCD são a mesma moeda que está a dar cabo deste país. Só estão interessados na corrupção. Querem ficar ricos depressa. Quer sejam jovens, mais velhos, mais novos, são todos corruptos.
      Quem diria que o Agostinho Fernandes acabaria conhecido como um autêntico corrupto, fazendo das suas quando foi ministro? Quem diria que o Vila Nova acabaria como acabou fazendo das suas quando foi ministro? Quem diria que este Osvaldo Abreu acabaria como acabou fazendo das suas neste pouco tempo que foi ministro? O país não arranca com esta qualidade de homens. Quem diria que o governo do ADI gastasse 74 mil Euros em telefonemas durante uma semana em Portugal? Tudo isto estamos a conhecer agora e vamos conhecer muito mais coisas. Quem diria que o governo do ADI assinasse contrato relacionado com petróleo e andasse a dizer que era memorando e agora soubesse que eram contratos? Uma quantidade de corruptos que são autênticas ervas daninhas para este pobre país.
      Um dia isto vai acabar.

  56. Militar

    21 de Janeiro de 2014 as 12:17

    Enfim,Enfim!!
    Será que esses Senhores Políticos de STP são mesmo Políticos?
    O meu modo de ver STP nao é um País pobre, os nomeados ao poder em seis mês são ricos,para denselvovel o PAÍS denselvolvel eles e seus famíliares. Em STP NÃO existe Politicos serios são todos corruptos.

  57. Eusebio Neto

    21 de Janeiro de 2014 as 12:29

    Caro amigo Agostinho Fernandes, os teus esclarecimentos padecem de varias insustentabilidades e por isso, desprovidos de pilares suficientes para te afastar da conduta do agora também ex-ministro Osvaldo Abreu. Vejamos, ter empresa privada durante o mandato num órgão de soberania, nomeadamente ministro, não e legal. E mais, nao e labutar pois, inevitavelmente leva ao mais santo dos homens a não resistir ao aproveitamento do seu estatuto para beneficiar o seu negocio. Por isso, o que devias ter feito, alias a lei assim obriga, era solicitar e oficializar o teu afastamento da sociedade enquanto exercias as funções de ministro. A data da criação da empresa não e importante pois o que conta e a incompatibilidade entre as actividades do empresario Agostinho Fernandes e as do Ministro Agostinho Fernandes em simultâneo. Não coloco em causa a tua honestidade mas, meu caro amigo, devias ter-te afastado da empresa enquanto estivesses no governo. Mas a verdade e que, em STP ninguém ou muito pouca, pouquíssima gente,parece estar interessado em respeitar essa implicação das normas legislativas e do bom senso. Pelos vistos a confusão que as tuas declarações deixaram transparecer são muito semelhantes aquelas que o Osvaldo Abreu também publicou. Meus senhores ex-ministros, enquanto estiverem a tutelar um ministério não podem estar ligado oficialmente a instituições privadas cujos interesses colidem/ligam-se aos interesses públicos. Em suma, ter criado a empresa antes da nomeação ao cargo ou ter uma empresa detentora ou não de alvará, CA, Gestor, ter participado em concursos públicos ou não, não interessa!Ou sera que ainda nos querem continuar a enganar ou chamar de parvos? Melhor sera se preocuparem com as vossas empresas privadas e deixarem as funções publicas para pessoas que conseguem distinguir o pessoal do publico.

  58. menino mimado

    21 de Janeiro de 2014 as 13:16

    o Telanon deve também pesquisar ou perguntar ao sr Kiney sobre a empresa na área da construção civil que executa todas as obras da camara distrital de Agua Grande.

    não se esquecendo da extinta empresa JS construções.

  59. qua li

    21 de Janeiro de 2014 as 13:46

    no comments

  60. Morcego

    21 de Janeiro de 2014 as 15:49

    Não se compara este caso ao do Osvaldo Abreu! O caso do Osvaldo Abreu é de facto grave, grave! Pois a Lei- Quadro das receitas petrolíferas, que ele próprio ajudou a criar, veda qualquer tipo de acção desta natureza! E ele não é inocente nenhum! mas como entendeu que estava protegido por seu pai grande e o sr Gabriel costa, quis fazer das suas! Esqueceu-se da incompatibilidade, ou seja, como estamos na república das bananas, como dissera um assessor da presidência, decidiu fazer o que apetecesse! O Osvaldo Abreu meteu pernas entre as mãos por ganância e fúria ao enriquecimento fácil, tanto ele como os comparsas!!! Brevemente o futuro ditará o destino este poder instalado!

    • Pão com Chouriço

      21 de Janeiro de 2014 as 20:30

      Peço imensa descupas. Mas não tente tapar o sol com peneira. Os casos são idênticos e eu até acho o do Agostinho Fernandes mais grave ainda porque ele já era ministro quando pediu empréstimo ao banco para a sua empresa e a empresa já desenvolvia atividade comercial quando ele ainda era ministro. Por favor, não me venham com anedota de dizer que são casos diferentes só porque o senhor é do ADI.
      Na minha humilde opinião os casos são iguais. Eu como não sou de partido nenhum posso dizer isto e ninguém me vai matar ou bater por causa disto.
      Cá no nosso país estes partidos políticos são todos iguais. Quer o ADI, MLSTP, PCD ou MDFM são todos iguais. Querem ir para o poder para resolveros seus problemas pessoais e do respetivo partido.
      Como é possível que este Agostinho Fernandes, por exemplo, mais o Vila Nova ou o Osvaldo Abreu ou mesmo o senhor Liberato Moniz, andaram a dizer que são diferentes, que não são corruptos, etc., e agora fazem uma coisa desta? Uma autêntica vergonha para outros jovens quadros que são pessoas sérias e quer ajudar o país a crescer.
      Estou muito desiludidos com estes gajos. Maldita hora que eu votei ADI.

      • Daniel

        22 de Janeiro de 2014 as 12:01

        Sãom todos iguais e só pensam em corrupção assim que chegam aos governos. Esta gente não engana mais ninguém. Desde Patrice Trovoada, Fradique Menezes, Jorge Amado e outros são todos corruptos e têm uma quantidade de corruptos jovens que eles estão a criar nos seus respetivos quintais. Como é possível que este Agostinho Fernandes, que fingia que era sério e honesto, ou o senhor Vila Nova, que passava a vida a gabar que era sério, de repente transformaram em autênticas aves de rapina. Ou o senhor Osvaldo Abreu, ou o senhor Liberato Moniz que estão a espera de uma boa oportunidade para sacarem o seu pé de meia.
        Este país está entregue aos bichos. Deviam ser todos julgados e presos.

      • conobia cumé izé

        22 de Janeiro de 2014 as 14:03

        Qual é a difenrença entre o macaco e o xipanzé ? Fui…

      • conobia cumé izé

        22 de Janeiro de 2014 as 14:12

        Agostinho Fernandes, Carlos Stok, Osvaldo Abreu, Gika, Diallo e outros, beberam a mesma fonte do macaco e o xipanzé !… Esqueceram de usar a camisinha. Quem anda a chuva, molha-se …Fui

    • Ponte Tavares

      22 de Janeiro de 2014 as 13:34

      Isto é desculpa. Todos estes políticos do ADI, MLSTP, PCD e MDFM, são todos caloteiros e corruptos. Nenhum escapa.Todos já demonstraram que só sabem viver a custa do povo. Quem diria que o Vila Nova fizesse o que fez? Quem diria que o Osvaldo fizesse o que fez? Quem diria que o Agostinho Fernandes fizesse o que fez? Todos são bandidos. Querem ficar ricos. É esta a moda que está em S.T.P agora. Estou a espera de eleições para virem com conversas bonitas.
      O ADI andou a dizer uma data de banalidades: que era diferente, que iria fazer isto e aquilo e transformou-se no pior partido que existe cá em S.Tomé. Bandidos!!!!!

  61. Kuá flogá

    22 de Janeiro de 2014 as 9:51

    ” Zemé bá fotchi bili bòca bá degledu”
    ” Boca flá na senfá “.

  62. zeme Almeida

    22 de Janeiro de 2014 as 10:35

    Pao com chourico eu ti comi,mas sabe-me a um chourico fora de prazo ou mal PREPARADO. Quando os outros tambem ti, comerem também irao notar a mesma coisa.O senhor nem consegue matar a fome a ninguem com o seu justificativo,de tentar defender o seu {CLA}.

  63. voto certo

    22 de Janeiro de 2014 as 15:18

    Força hermanos!
    A…….. sempre do vosso lado, doa a quem doer!!!
    Esses pivetes, bandidos de esquina, sempre andaram na sombra dos ditos barões da troica, agora de desmamaram foram apanhados de saia justa…..ó coitadossssss…..
    Se existisse alguma lei que falasse de incompatibilidade na agricultura tudo bem, não sendo assim, estamos e estaremos sempre do vosso lado….eu, meus amigos e meus familiares vamos sempre apoiar-vos….

    • Riboqueano

      22 de Janeiro de 2014 as 23:44

      Uma pessoa vê cara deste rapaz na fotografia pensa que ele é muito sério e honesto. Sinceramente!!!! Quem diria???
      Este país está entregue aos bichos maus. Uma autêntica podridão.
      Agostinho Fernandes, Carlos Sctock, Vila Nova, Osvaldo, Liberato Moniz, Abílio Neto, Diarra, etc. Todos jovens e já com rabo na estrada. Onde é que nós vamos parar com isto? É a nova geração de corruptos de S.T.P.
      Sempre a subir….

  64. Judge Dread

    23 de Janeiro de 2014 as 8:11

    Quem não for C…… que atire a primeira pedra…

  65. Idalécio Stock

    23 de Janeiro de 2014 as 14:14

    Caros leitores!
    Muita pena , é continuarmos a lidar com primiscuidade na nossa sociedade e que todos sabem , e ninguém põe cobro a estas poucas vergonhas , tanto os da 1ª Republica , 2ª e tantos outrfos são farinhas do mesmop tacho por isso o nosso, querido país continua presso a uns tantos bandidos , que os mesmo deveriam estar é na <cadeia para servir de exemplos para a nova geração. Vejamos os casos do Sr RB , GP que não fazem outra oisa senão estar sempre a correr a traz do poder , claro que esses miudos , que estão suegindo agora , vão continuando fazer as mesma s poucas vergonhas , Pergunto aonde está o tribunal de conta , a PGR Vamos por ordem neste ciclo carvanalesco para o bem da RDSTP.
    Idalecio Stock

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo