Política

Patrice foge e fica em causa compromisso com Ulisses Correia de Cabo Verde

No dia 5 de Junho passado, o Primeiro Ministro de Cabo Verde, Ulisses Correia e Silva, visitou São Tomé e Príncipe, e convidou Patrice Trovoada para visitar Cabo Verde em 2019.

O convite do Primeiro Ministro de Cabo Verde à Patrice Trovoada provocou alguma curiosidade no seio da opinião pública são-tomense, e sobretudo da imprensa caboverdiana e são-tomenses que acompanharam a visita do Chefe do Governo Cabo-verdiano.

Tudo porque, as ilhas verdes de São Tomé e Príncipe, estavam em fase de pré campanha para as eleições gerais de 7 de Outubro. A imprensa cabo-verdiana questionou o Primeiro Ministro Ulisses Correia e Silva, sobre o sentido do seu convite à Patrice Trovoada, tendo em conta que os eleitores são-tomenses iriam em outubro decidir sobre o futuro do governo de Patrice Trovoada.

Ulisses Correia e Silva, respondeu dando garantias a imprensa que o seu homólogo Patrice Trovoada, estaria com toda a certeza em Cabo Verde no ano 2019, e na qualidade de Primeiro Ministro de São Tomé e Príncipe, para juntos celebrarem a cooperação bilateral e lançar as bases para sua dinamização. O Chefe do Governo de Cabo Verde, que visitou vários pontos da ilha de São Tomé e do Príncipe, manifestou-se seguro de que o seu amigo Patrice Trovoada, teria já garantidos mais 4 anos de mandato como Primeiro Ministro de São Tomé e Príncipe.

Estávamos em junho de 2018. Ulisses Correia e Silva, teria avaliado o sentimento do eleitorado são-tomense, e estava seguro sobre o que o futuro reservava ao seu amigo Patrice Trovoada.

Mais ainda, Ulisses Correia e Silva e Patrice Trovoada, firmaram o compromisso de se reunirem anualmente, para estreitar laços de amizade, e fomentar a cooperação entre os dois países.

O Chefe do Governo de Cabo Verde que deixou São Tomé depois de quase uma semana de visita, terá ignorado todos os outros actores políticos e as outras forças políticas do país.

O mês de outubro chegou, e o povo são-tomense, retirou maioria absoluta à Patrice Trovoada. O Primeiro Ministro que advertiu ao eleitorado são-tomense de que não governaria sem maioria absoluta, cumpriu a sua advertência.

Antes da divulgação dos resultados definitivos das eleições, abandonou o país. No estrangeiro declarou que estava disposto a retirar-se apesar da maioria simples de 25 deputados conquistada por si nas eleições legislativas.

Patrice Trovoada que foi sempre o único rosto de campanha eleitoral em nome do partido ADI, regressou ao país um mês depois da ausência. Chamou os seus dois jornalistas habituais de conversas entre amigos, e anunciou que não vai mais ser Primeiro Ministro, porque não está disposto a negociar infinitamente a sustentabilidade do próximo governo, que estará sempre dependente da vontade de 1 deputado à Assembleia Nacional.

O povo soberano atreveu-se em não acatar a sua advertência, de que só governa São Tomé e Príncipe com maioria absoluta, então bateu com a porta. Entregou a decisão ao ADI, que segundo informações ligadas ao partido, Olinto Daio, actual ministro da educação, é a figura já indicada, ou a ser indicada ao Presidente da República Evaristo Carvalho, para ser o primeiro ministro do décimo sétimo governo constitucional.

Após o anúncio no território são-tomense da sua retirada, Patrice Trovoada, apanhou outro voo e desde o passado fim de semana que não se encontra mais em território são-tomense.

Mas, Ulisses Correia e Silva de Cabo Verde, homem que manifestou muita fé e certeza de que Patrice continuaria para mais 4 anos, aguarda na cidade da Praia pela visita do seu amigo em 2019. Isso conforme o compromisso de junho de 2018 em São Tomé.

Será que após o Presidente Evaristo Carvalho, nomear Olinto Daio, homem de confiança de Patrice Trovoada, como Primeiro Ministro, ao que tudo indica no início do mês de Dezembro, haverá tempo para pelo menos o delfim de Patrice Trovoada ir ao encontro de Ulisses Correia em Cabo Verde?

É melhor deixar o futuro responder, do que manifestar certezas e assumir compromissos, cuja execução pertence a Deus- O FUTURO-

Abel Veiga

    12 comentários

12 comentários

  1. Sidi

    21 de Novembro de 2018 as 15:58

    Isso acontece quando se confunde relações entre os povos e Estados com as relações entre amigos e partidos. Ulisses Correia e Silva não tinha nada que imiscuir-se nas eleições em STP, pois trata-se de assunto interno do país irmão. Esperemos que o sentido de estado prevaleça e as relações entre os dois países irmãos saia fortalecido sejam quais forem os governos em cada um dos países.

  2. SEABRA

    21 de Novembro de 2018 as 16:41

    Apenas para chamar a atençao dos ADEPTOS do Guru Patrice Trovoada, diante dos fatos que confirmam a verdade sobre o ex primeiro ministro, em como ele nao se sente saotomense,tao pouco gosta de viver em STP…é flagrante a atitude do rebento TROVOADA, que se ausenta tao logo de STP, desde que deixa de ter o PODER, e é por outro lado verdade também, que este DITADOR e mafioso PT, enquanto està no PODER, vive de passagem no pais, pois que passa mais tempo no exterior do que em STP. Serà que os seus adeptos nao reconhecem tal? Aliàs, mesmo eles, os adeptos FIEIS do Guru sao abandonados por ele.
    Certo, que o PT tem contas e muitas, a render ao povo e ao pais. Mas é de admitir que com ou sem contas a dar, STP é para esta mafiosa familia, a galinha dos ovos de ouro…UM POTE DE MEL, é so ir CATAR KUMBU, para comprar bens em todo o lugar do mundo, é a sede do PODER, é BASOFARIA, é mesmo gente mediocre, mesquinha, baixa e sem indola.
    O Patrice Trovoada, terà o mesmo DESTINO que o seu mano vizinho do Gabao, na pessoa do senhor ALI BONGO. Ninguém lhe farà MAL é a propria natureza quem lhe farà Justiça. Estàmos aqui para ver PT….é pena , que os bens que você desviou de STP ficarao fora para sempre (TALVEZ), mas você nao os gozarà.ACREDITEM!!!

    • Rapaz de reboque

      22 de Novembro de 2018 as 12:57

      Então pá qual é a pasta que vais ocupar assim que a coligação derrubar o ADI ? Espero que ocupes uma boa pasta nem que seja de faxineiro um dia quando for ai quero ver-te no teu novo catgo um abraço vai dando noticias.

      • Seabra

        23 de Novembro de 2018 as 11:25

        …a sua linguagem é DECADENTE ,rapaz de reboque “entao pà…”, é BAIXARIA, e diz tudo sobre você.
        Allez, bon vent, pauvre type!!!

  3. Canguru de mato

    21 de Novembro de 2018 as 17:18

    Ulisses Correira foi visionario, senao VIDENTE. Prognosticou e deu certo. 4 meses antes das eleicoes Ulisses confirmou a futura Vitoria do ADI nas eleicoes de 2018. 4 meses antes. Is to e obra. Nao fosse a ganancia pelo poder Dos partidos da oposicao (todos eles PERDEDORES ISOLADAMENRE), se houvesse uma consciencia moral e inrelectual e nao mercantil dos 4 patidos perdedores, o ADI nem teria anecessidade de transferir o Banho para a BOCA DO PARLAMENTO, por Ser o justo vencedor days eleicoes. Portanto o ULISSES Ja pose Ser considerado um “BRUXO VIDENTE”. Parabens ULISSES. Com videntes deste calibre, Cabo Verde so epoderia estar no patamar onde she encontra. Agora para o azar de Sao Tome e Principe, com partidos perdedores de forma justa, livre e transparente a quererem formar governo, a pedirem ao Presidente da Republica para queimar etapas, violando a Constituicao, puro mercantilistas, STP so pose estar no patamar onde esta. Patrice nao figiu. Patrice conhecedor da ordinarice Dos deputados a serem empossados pelos.opositores, lembrando da mocao de censura de do passado, nao the resta outra opcao. NAS URNAS O POVO DECIDIU POR, O PARLAMENTO VAI TIRAR, entao nao rests outra coisa ao Patrice. Apenas VIAJAR, FUGIR NAO, VIAJAR SIM. Os desordeiros que de danem. Ficaram sem alvo para dispararem contra. E agora senhores desordeiros?

  4. Madredeus.igreja

    21 de Novembro de 2018 as 17:28

    Vêm mais um Judá, com batina do padre

    São Tomé, tudo poderoso, não nos deixei cai. Levanta -nos, põe suas mãos sobre esses malditos ADI.
    Justiça, justiça, justiça

  5. António cunha dos santos

    22 de Novembro de 2018 as 8:05

    Canguru e Mato, será mesmo que ADI ganhou e limpo? Jogou um jogo limpo? Tenho dúvidas.

  6. WXYZ

    23 de Novembro de 2018 as 6:41

    Mas quando ele saia pa i busca comida pra gente, nao se usava a palavra “fugiu”. Porquee o uso da palavra “fugiu” neste momento. Quer dizer ele foge tantas vezes quantas voces festejam vitoria antecipada. O bloco da oposicao sempre tissando fogueira. OHh Sr. jornalista CAMPANHA JA TERMINOU. Nao esteja atirando mais carne aos teus leoes famintos.

    • Onde mesmo?

      24 de Novembro de 2018 as 19:01

      Isto não é uma questão do jornalista ou não. Vocês sabem perfeitamente que o Pinta Cabra fugiu. Das outras vezes ele não ia a procura de comida pra ninguém, ia sim depositas os roubos que fazia ao povo. Agora fugiu sim e com medo de para nã ser preso por motivos de desvios de vários milhões de dólares que nós todos sabemos inclusive vocês que tanto defendem o Pinta Cabra. Conforme vocês mesmo inventaram, dói lá mas passa.

      • Seabra

        25 de Novembro de 2018 as 21:29

        Agradeço imenso, ONDE MESMO.Você respondeu muito bem, dizendo a verdade, em nome de todos os sãotomenses.

  7. Angel Alison

    23 de Novembro de 2018 as 10:48

    Que Deus te acompanhe e te faça esquecer o caminho de regresso para a nossa terra querida São Tomé e Principe!

    Que Deus todo poderoso quebra todo poder maléfico que este homem exerce sobre certos compatriotas filhos da terra!

    Que Deus todo poderoso coloca sabedoria na cabeça de Levy, Diogo e companhia limitada para ser Homem de verdade e agirem de cabeça própria e deixam de serem coagidos e olharem só para os seus narizes e barrigas!

    Que Deus liberta São Tomé e Principe de todo lobo vestido com pele de cordeiro!

    AMÈM!!!!!!!!!!!!

  8. Seabra

    25 de Novembro de 2018 as 12:13

    Lévy criou à toa, não tem educação é de natureza bruta, VIOLENTA e selvagem…ele não tem postura tão pouco personalidade.
    Quanto ao Diogo, é um “pauvre type” , que vive para comer e beber, ele tem a cabeça vazia ,o congolês basofo.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo