Política

Coreia do Norte reactiva cooperação com STP

A República Popular e Democrática da Coreia, que construiu o Palácio dos Pioneiros de São Tomé e Príncipe em 1986, promete reabilitar o edifício que apesar da degradação, passou a albergar o Instituto Nacional da Juventude e o Comité Olímpico de São Tomé e Príncipe.

O antigo palácio dos pioneiros é a marca visível da intensa cooperação que marcou o relacionamento entre São Tomé e Príncipe e a Coreia do Norte durante os primeiros 15 anos da independência nacional.

Médicos coreanos estiveram destacados no hospital central Ayres de Menezes, e actividades desportivas e culturais, animavam as relações entre os dois países.

Jo Pyong Chol, novo embaixador da Coreia do Norte, acreditado esta semana pelo Presidente da República Evaristo Carvalho, visitou a antiga sede dos pioneiros no bairro da quinta de Santo António, e garantiu ao Ministro da Juventude, Desporto e Empreendedorismo, que o edifício emblemático da cooperação bilateral, será reabilitado e modernizado com fundos da República Popular e Democrática.

Abel Veiga

    16 comentários

16 comentários

  1. Jacir Leon pa

    22 de Fevereiro de 2019 as 7:55

    Muito bem Correia do Norte. Sejam bem vindos.

  2. Renato Cardodo

    22 de Fevereiro de 2019 as 8:10

    Aconselharia o Titular da Pasta que é jovem a inflectir o caminho nestas ações
    de cooperação e introduzir novas abordagens;ao invés de trilhar os caminhos dos antecessores cuja montanha está parindo sempre rato.
    Este parceiro construiu está infraestrutura e apetecia.Foi mal conservado e nunca foi reparado.
    No mínimo deveríamos assumir a reparação e negociar outros projetos..
    Sejamos mais responsáveis e ambiciosos.

    • Jacob

      11 de Junho de 2019 as 15:48

      Negociar outros projetos, como o quê? Poderias sugerir…por outro lado ser ambicioso não é ser pedinte…Ser ambicioso é sonhar alto, trabalhar arduamente e com objetivos traçados, ser ambicioso é copiar o que é de bom e tentar competir, ser ambicioso é ser inovador. Lê histórias do desenvolvimento da economia de Singapura, Dubai, Gana, Ruanda, Cabo Verde, Japão etc. Esses são países q saíram de nada a potências e outros em vias. Ser ambicioso é pedir q nos ensinam a pescar e não a nos dar peixe, basta desta mentalidade. Um bem aja

  3. ANCA

    22 de Fevereiro de 2019 as 8:30

    A par desta iniciativa de cooperação, outra das áreas, onde se deve explorar iniciativas da cooperação, com a Coreia, tem haver com a saúde, desporto(reabilitação apetrechamento dos recintos desportivos), o ensino da matemática, química, física, indústria marinha naval, pesca semi-indústrial) .

    Pratiquemos o bem

    Pois o bem

    Fica-nos bem

    Deus abençoe São Tomé e Príncipe

    • Rapaz de reboque

      22 de Fevereiro de 2019 as 11:56

      Es da igreja do reino de deus ou de outra ceita que vos esta a enganar ? Sempre com deus abençoe são Tomé para com isso rapaz se o povo não trabalhar não a deus nenhum que ajude

      • ANCA

        22 de Fevereiro de 2019 as 15:40

        Assim Deus também está a enganar o Presidente do Estados Unidos de América.

        Vê-se mesmo a mentalidade.

        Ou será que em vez de Deus devia dizer

        “Diabo abençoe São Tomé e Príncipe”

        Que sejas ateu aprenda a respeitar a opinião e diferenças

        • Rapaz de reboque

          23 de Fevereiro de 2019 as 22:53

          Nao sejes bobo rapaz , não existe diabo diabo somos nós com as maldades que fazemos , estws sempre com Deus abençoe são Tomé, pois são Tomé foi um santo ja esta abençoado, falta e o povo mudar de entalidade

        • Jacob

          11 de Junho de 2019 as 16:26

          Não te confundas meu caro porque a fé sem trabalho não funciona, não sou eu quem o diz mas sim a Bíblia sagrada. Veja o livro do Jaimes 2:14-26 e teras a prova dos 9. Por outro lado o bom camponês vê a chuva e lembra do seu campo mas o preguiçoso lembra o que está entre as perninhas da madame.
          Fui amigos

  4. Eddy

    22 de Fevereiro de 2019 as 8:38

    Isso governo nao para de buscar apoio temos que lutar a coreia de norte tem bons medicos e boas escolas

  5. Gentino Plama

    22 de Fevereiro de 2019 as 8:50

    O substrato nao me constitui divida.Trabalhei junto com os especialistas correanos na altura, em diversos locai de atendimento de saude, nos hospitais de todas as empresas agricolas do pais, Centro de saude ( posto medico) ,embra as condicoes do local de trabalho em certo casos nao passava disso “Quattro Paredes” Portanto, nem tudo estava mal ; nao havia a falta de medicamentos e os tecnicos deslocavam com o espirito de cumprir com a sua obrigacao. “Atender quem esta doente”. Tambem, o regime Socialista estava a solidificar nos paises africano da lingua portuguesa.Perem a cooperacao vale o que vale; mas duque recoperar a cede da Quinta de Santo Antonio, devia exigir a construcao de um Hospital.

  6. Cansado do Intrigas

    22 de Fevereiro de 2019 as 14:21

    Engraçado como a corrida ao armamento e a construção de uma nova ordem política mundial está a tornar São Tomé e Principe num país estratégico e apetessível para o mundo. Não consigo perceber como que um país como a Correia do Norte que não consegue até mesmo garantir alimentos para o seu próprio povo e acaba de pedir apoio a comunidade internacional para combater a fome no seu próprio território pretende investir em obras desta invergadura num outro país, neste caso, STP.
    Sugiro que os nossos governantes estejam bem atentos as verdadeiras razões por detrás destes interesses que seguramente vão continuar crescendo e ameaçando o desenvolvimento sustentável de STP e as futuras gerações. Já Basta a China que praticamente já ocupou 40% dos países da Africa central e ocidental, com a sua política de monopólio.
    A proxima vítima da China, Será STP.

  7. Rapaz de reboque

    22 de Fevereiro de 2019 as 20:25

    Estao la a morrer de fome e querem ajudar os outros ? Estranho

  8. Ramos

    24 de Fevereiro de 2019 as 8:52

    Os nossos dirigentes que ajam com muita prudência e que não “Coloquem a carroça na frente dos bois”.

  9. Alberto de morais

    24 de Fevereiro de 2019 as 17:09

    Mais do mesmo
    Sao Tome sempre de mão estendida
    Desta vez deve ser para bala ou missil
    Porque comida….népia

  10. apavorado

    26 de Fevereiro de 2019 as 16:04

    realmente para fabrico de grandes misseis terra mar intercontinental eles têm, mas de nos ajudar não vejo onde nos ajudar .A dada altura o povo vivia na miséria, fome e mais coisa , dai que o nosso governo deve ter atenção o Tomás Sankara ” nosso JBJ ” deve ter muita atenção , com esses acordos.

  11. Jacob

    11 de Junho de 2019 as 15:34

    Eu acho mas é q não temos vergonha e deveríamos ter vergonha. Muitos Drs, engenheiros e ministro sem pasta. Pouca vergonha, um país como Korea do Norte sofrendo embargos q nem sei como sobrevivem é o mesmo país q tamos a espera de mundos e fundos. O homem parou de pensar e os santomenses pararam de enxergar e como resultado é a miséria.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo