Política

Rafael Branco diz que a CNE da Guiné Bissau ” fez um trabalho isento e transparente”

Reação da União Africana: CHEFE DE MISSÃO DE OBSERVADORES AFIRMA QUE A CNE FEZ UM TRABALHO ISENTO E TRANSPARENTE

Artigo do JORNAL – “O Democrata” da Guiné Bissau

O antigo primeiro-ministro são-tomense, que dirige a missão de observadores da União Africana no país, fez estas considerações aos jornalistas depois da publicação dos resultados provisórios da segunda volta das eleições presidenciais realizadas no último domingo, 29 de dezembro, que ditou a vitória do candidato do MADEM, Úmaro Sissoco Embaló, com 53,55 por cento de votos contra 46,45 por cento do seu adversário, Domingos Simões Pereira.

“As instituições são credíveis. O povo confia nas suas instituições, portanto o processo será muito mais fácil se o povo confia nas instituições do seu país”, referiu para de seguida, assegurar que a Guiné-Bissau começa hoje uma nova página no novo ano.

“Penso que são criadas as condições para que o povo guineense e o novo Presidente eleito bem como outras instituições do Estado se unam para aproveitar esta oportunidade e dar um passo importante no processo do desenvolvimento da Guiné-Bissau para a melhoria das condições de vida do povo”, sublinhou.

Por: Assana Sambú / Jornal O Democrata – Guiné Bissau 

    2 comentários

2 comentários

  1. Odair Santos

    2 de Janeiro de 2020 as 11:33

    Grande homem

  2. Flávio Cravid

    2 de Janeiro de 2020 as 20:17

    Esses corruptos são sempre assim. A União Africana incluindo o nosso Mambo Rijo sempre caucionaram as eleições em Angola como sendo Livres, Justas, imparciais e transparentes. Em Fevereiro passado o Higino Carneiro do MPLA quando apertado pela PGR, veio dizer de viva voz que as eleições foram fraudulentas. Eu não acredito em eleições nenhumas. Os observadores de todos quadrantes do mundo recebem o seu vintém na calada da noite e de dia caucionam as eleições, como sendo as mais justasdo mundo. Vão ao YouTube e vejam as declarações do Higino Carneiro e vejam as declarações da UA sobre as mesmas eleições. Todos famintos a procura de vinténs e cheios de muita banga.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo