Política

“Queima de lixo e fumo na Penha é de barbas brancas..”

A declaração é de Adelino Lucas, Secretário de Estado da Comunicação Social. À saída da reunião de Alto Nível sobre a Covid-19, na tarde de terça-feira, o secretário de Estado que recorrentemente é porta-voz do Governo, salientou as barbas brancas, de um fenómeno que é crime ambiental, denunciado recentemente no Téla Nón, pela cidadã Euridice Semedo Medeiros.

Trata-se da queima do lixo que é depositado, na Lixeira da Penha, e o consequente fumo que cobre toda a região de Água Grande. Fumo as vezes de cor branco. A mesma cor das barbas anunciadas pelo Secretário de Estado da Comunicação Social, que por sinal reside nas proximidades da lixeira da Penha.

«Estamos a falar de fumo que é um problema que não é de hoje…», afirmou Adelino Lucas.

Fumo que é inalado por mais de 70% da população do país, resultante de queimadas de barbas brancas. «A questão do lixo é muito antiga, e vem-se queimando há muito tempo. A queima de lixo na penha é um problema de barbas brancas..», pontuou o porta voz do Governo, e no caso concreto de terça feira, porta voz da reunião de Alto Nível.

Questionado por um dos jornalistas sobre o impacto ambiental, destas queimadas de lixo com barbas brancas, o secretário de Estado da Comunicação Social, preferiu descrever a história das lixeiras a céu aberto em São Tomé. Um processo que segundo as palavras do secretário de Estado, é comparado aos filmes de mutantes.

«Se conhecerem bem a história das lixeiras de São Tomé, lá(Penha) é a terceira lixeira. A primeira lixeira foi onde está agora o mercado de Bôbô Fôrro…. A segunda Lixeira é onde está hoje o hotel Omali Lodje. É necessário que reconheçamos que as coisas estão a sofrer mutações…..», explicou.

Lixeira a céu aberto, e no meio de bairros residenciais continua a sofrer mutações em São Tomé. «Os sucessivos governos têm este problema nas mãos como uma das prioridades. É necessário que se produza uma incineradora que dê resposta a esta situação….», acrescentou Adelino Lucas.

Enquanto porta-voz da reunião de Alto Nível, que analisou o comportamento da Covid-19 no país, o secretário de Estado da Comunicação Social, garantiu aos jornalistas que a questão da inalação pela população, do fumo da Lixeira da Penha carregado de dioxinas «esteve totalmente fora desta reunião de hoje», concluiu.

Abel Veiga

    12 comentários

12 comentários

  1. Até quando

    3 de Março de 2021 as 19:51

    Muita brincadeira

  2. Vanplega

    3 de Março de 2021 as 22:24

    Com tudo que estamos à ver, aonde o paìs nāo tem capacidade de respostas. Mesmo assim, houve uma palerma, orgulhoso por dinheiro, queria receber lixos da ITÀLIA, para ser queimado em Sao Tome e Principe.

    Ainda bem.

    Atè quando, vai is dirigentes deste Paìs, entender que estāo AP serviço do Paìs e nāo a contrario.

    Atè quando senhores? Se os senhores nāo pagarem agora por esse nal feito ao pais, vāo pagar vossos filhos ou netos e tirando alma que nāo merece

  3. Piado de zaua

    4 de Março de 2021 as 6:10

    O governo foi nomeado para quê? Não é para resolver os problemas da população?
    Se os problemas têm barba branca então o governo não os resolve? Brincadeira de governantes. Ainda bem que não vão ganhar as próximas eleições.

  4. Sotavento

    4 de Março de 2021 as 7:46

    Cada povo tem os governantes que merece ter.Muita incompetencia e muita burrice juntas.

  5. Matabala

    4 de Março de 2021 as 8:20

    Não falaram sobre isso na reunião? Não vos parece ser tema importante? Como é problema com muito tempo- com barbas brancas- vamos deixar estar?

  6. Birras

    4 de Março de 2021 as 8:47

    Esse adelino Lucas esqueceu os tempos em que era locutor da rádio nacional nos primeiros anos da democracia e tinha o programa chamado “voz jovem” em que o mesmo tinha liberdade de expressão para criticar tudo e todos. Bons tempos não é? Hoje como está do lado da governação já não se pode falar nem criticar. Muita hipocrisia.
    Fica a saber que são tomé e principe nao é Coreia de Norte.

  7. Toni

    4 de Março de 2021 as 13:20

    Com os milhoes (€ e $) que chegaram a STP desde a independencia, ainda não conseguiram montar uma inceneradora, mesmo com a cooperação internacional !!!

    Imcompetencia

  8. Bandola de Rafia

    4 de Março de 2021 as 14:51

    Ola a todos…
    Digam o que disserem, esse governante Adelino Lucas, na minha opinião “ainda um puto” tem sido uma das grandes revelações dessa governação. Se era critico no passado ou não, como referiu o internauta Birras, isso pouco importa, verdade porém é que em relação as perguntas oportunamente e muito bem colocadas pelos jornalistas, o governante da Comunicação Social e porta-voz da reunião de alto nível, saiu-se muito bem, pois todos sabemos que os sucessivos governos têm falado e muito na busca de soluções para o problema da lixeira de penha a céu aberto.
    Por outro lado ainda, não tendo o assunto sido discutido na tal magna reunião com o PR como poderia o governante produzir informações sobre o assunto. Mais ainda, na verdade as publicações das redes sociais nem sempre são crediveis, logo a actuação do senhor Adelçino Lucas foi extraordinária.
    Deixemos de desnecessáriamente atacarmos desnecessariamente uns e outros apenas por não gostarmos de uns e outros. Assim estaremos a dar razão aoa alertas do Ley Nazaré na Assembleia Nacional, ou seja se não esta comigo, é porque esta contra mim.
    Vamos crescer, vamos nos moderar, vamos ser democratas ….
    O país precisa de todos…..

  9. Andorinha

    4 de Março de 2021 as 15:57

    É muita incompetência e sem vergonhice deste governo de Jorge bom Jesus a única coisa que estão a fazer é criar queixada.

  10. Fuba cu bixo

    4 de Março de 2021 as 16:19

    Deus nos acuda se deus não etrar no meio nos povo de S.Tomé e Príncipe vamos morrer tudo.

  11. Mepoçom

    4 de Março de 2021 as 18:38

    É verdade que a história não se faz sem passado. Mas para o caso em apreço é absurdo a entrevista do porta-voz da Comunicação Social do Governo. É mesmo que dizer: quem não sabe dançar diz que chão está torto. Quando se muda o Governo é para prestar o melhor serviço à sociedade em relação ao que se antecedeu. Se os que antecederam não deram relevância ao problema, o governo em acção deve fazer o melhor para demonstrar o seu bom desempenho, e não trazer a história de “barbas brancas” como justificação.

  12. Jorge D'Alva

    4 de Março de 2021 as 21:20

    O Governo foi ao poder para resolver problemas. Não para classificar problemas em barbas brancas e negras. Então diga-me qual o problema com barba negra que vocês resolveram.
    Perguntem ao vosso Presidente da Assembleia como resolver o problema da lixeira. Quando Delfim Neves foi Ministro, a primeira coisa que ele fez foi importar lixo de fora para trazer para S.Tomé. Recordo ainda que isto tinha dado grande problema no país, pois ele queria descarregar lixo a força. Se na altura queriam trazer lixos de fora para S.Tomé, então ele deve ter soluções para o lixo de S.Tomé.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo