Política

Portugal outorga condecoração ao Presidente da República cessante Evaristo Carvalho

Segundo uma nota da embaixada de Portugal, o Presidente da República de São Tomé e Príncipe, Evaristo do Espírito Santo Carvalho vai ser condecorado esta sexta feira por volta das 19 horas. A cerimónia de outorga de condecoração vai decorrer nas instalações da Embaixada de Portugal em São Tomé, e será presidida pelo Presidente de Portugal, Marcelo Rebelo de Sousa.

Presidente Marcelo Rebelo de Sousa, que vem a São Tomé e Príncipe para assistir a investidura já neste sábado 2 de Outubro, do novo Presidente da República de São Tomé e Príncipe, Carlos Vila Nova.

Abel Veiga

 

    5 comentários

5 comentários

  1. Rodrigo Estiveira

    1 de Outubro de 2021 as 14:56

    Como cidadão, deixa-me muito feliz, os nossos dois países gozarem de tão boas relações. Viva São Tomé e Princípe.

  2. Guiducha

    1 de Outubro de 2021 as 19:41

    Qual é o mérito do ex presidente Evaristo Carvalho que lhe dê este privilégio de receber uma distinção ?

    • Viva Portugal

      1 de Outubro de 2021 as 23:11

      Ter isso alguém adulto que colocou o interesse d país acima dos interesses dos grupos partidários. Evaristo nunca ficará na história do retrocesso de stp em matéria de quedas do governo. Vocês ainda não perceberam que a queda dos sucessivos governos é que deixou o nosso país nessa situação. Sr Evaristo está de parabéns um patriota, todos aqueles que andavam a lhe chamar de pau mandado devia pedir desculpas pública! Merece o meu respeito Sr Evaristo. Viva Portugal por ter reconhecido esse feito

  3. Antonio Martins

    1 de Outubro de 2021 as 19:51

    Boa tarde
    Ora cá está a boa treta
    Portugal o seu melhor
    Um cidadão e roubado vigarizado pelo estado de são Tomé
    E mesmo assim e condecorado o atual presidente
    E tudo a mesma merda tanto Portugal como sai Tomé

  4. Mepoçom

    3 de Outubro de 2021 as 11:21

    Esses néscios fazem comentários que melhor é desprezar. O Evaristo de Carvalho é o embrionário da independência que sempre a sociedade. É homem de paz que condenou a instabilidade governativa. Para quem tem o instinto de análise percebe que único objectivo de assumir o mais alto cargo da Nação foi apenas de dar estabilidade ao governo, e é o que aconteceu com o governo cessante. Se fosse homem de conflito tinha muitas razões para destituir o actual governo e não fez. Por isso esta condecoração é bem merida neste findo da carreira. Parabéns pelo troféu.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo