Política

Municípios de Cabo Verde contribuem para Príncipe conquistar educação de qualidade

Educação para todos e de qualidade, é o objectivo número 4 do desenvolvimento sustentável definido pelas Nações Unidas, e cuja meta é o ano 2030. Na ilha do Príncipe desde o ano 2009, que o governo regional elegeu o desenvolvimento humano como a prioridade central.

Para além da construção e reabilitação de escolas dos mais variados níveis de ensino, o governo do Príncipe investiu na garantia do acesso ao ensino pelas populações da ilha.

No ano 2021, e no âmbito da visita do Primeiro-ministro de Cabo Verde Ulisses Correia e Silva à São Tomé e Príncipe, o governo da região autónoma do Príncipe assinou com a Associação Nacional dos Municípios de Cabo Verde um acordo de parceria que permitiu a aquisição de dois autocarros para assegurar o transporte escolar na ilha do Príncipe.

Os dois autocarros novos foram entregues ao Governo do Príncipe no dia 30 de Janeiro último. Herménio Fernandes, presidente da Associação Nacional dos Municípios de Cabo Verde destacou a colaboração de Cabo Verde no incremento dos investimentos na educação e na melhoria da qualidade de vida dos estudantes da ilha do Príncipe e de suas famílias.

«Na concretização de um dos principais pilares para a construção de uma sociedade cada vez mais inclusiva e desenvolvida, sendo este o pilar da educação», referiu o presidente da Associação dos Municípios de Cabo Verde.

Filipe Nascimento, Presidente do Governo da Região Autónoma do Príncipe, considerou que a parceria com a Associação Nacional dos Municípios de Cabo Verde, contribui para «diminuir barreiras no sector da educação prevendo uma melhor inclusão, sem deixar nenhuma comunidade para trás».

Deotina Carvalho, embaixadora de Cabo Verde em São Tomé e Príncipe marcou presença na cerimónia de entrega dos dois autocarros. Cerimónia que aconteceu no largo da cidade de Santo António, a capital da ilha do Príncipe.

Largas dezenas de alunos das escolas do Príncipe testemunharam a recepção do transporte novo, e que recebeu bênçãos dos sacerdotes da igreja católica destacados na ilha do Príncipe.

Abel Veiga

4 Comments

4 Comments

  1. Soma

    1 de Fevereiro de 2022 at 18:25

    Força Filipe. Você é nosso futuro. Parabéns

  2. Edson Neves

    1 de Fevereiro de 2022 at 21:03

    A questão será manutenção, depois de rodar algumas centenas de quilómetros esses micro-ônibus estarão em oficinas perpetuamente. Infelizmente, no nosso São Tomé e Príncipe os gestores públicos não levam a sério a gestão da coisa pública. Exemplos desse descaso não faltam, podemos visualizar com diversos veículos doados que se encontram nas oficinas até sucatear, o painel eletrônico do Estádio 12 de Julho dentre tantos outros bens públicos. Esperemos que o atual gestor da Região Autónoma do Príncipe faça diferente e dê “um tapa na cara” dos demais gestores em termos de gestão e lhes faça sentir vergonha das suas péssimas ações.
    Bem haja.

  3. Frente

    2 de Fevereiro de 2022 at 7:05

    Com pandemia ou sem pndemia esse rapaz não para de lutar para a população de Príncipe. Filipe vai ganhar para continuar a trabalhar

  4. Ralph

    3 de Fevereiro de 2022 at 1:14

    Parecem ser veículos giros, novos e brilhantes! O problema será a manutenção a longo prazo.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.

To Top