Política

China prepara Desenho para obras no aeroporto de São Tomé em 2023

O projecto de ampliação e modernização do aeroporto internacional de São Tomé e Príncipe, foi assinado entre São Tomé e Príncipe e a China no ano 2020.

«É um projecto prioritário na nossa cooperação bilateral», garantiu Xu Yingzhen, embaixadora da Chine em São Tomé e Príncipe.

Num encontro com os jornalistas, na embaixada da China, a diplomata disse que o alargamento da pista do aeroporto internacional, é um projecto de grande dimensão e tecnicamente difícil.

Difícil, porque segundo Xu Yingzhen, sendo uma ilha, São Tomé tem limitação territorial. «Por isso a extensão da pista fica complicada. Vai ser necessário fazer um aterro marítimo, ou escavar a zona montanhosa», precisou a embaixadora da China.

Limitações territoriais que obrigam a execução de vários estudos. Segundo Xu Yingzhen, no ano 2021 uma equipa técnica chinesa fez o levantamento da situação, e realizou estudos topográficos, hidrográficos e marítimos.

Pista do Aeroporto de São Tomé

«Agora posso informar que se encontra aqui, uma nova equipa de técnicos da China para junto aos peritos são-tomenses, definir as modalidades de concepção preliminar do projecto», acrescentou.

Apesar do condicionalismo criado pela Pandemia da Covid-19, a embaixadora da China, manifestou-se confiante de que ainda nesta semana, São Tomé e Príncipe e a China deverão assinar o acordo para implementação do projecto de modernização do aeroporto internacional.

O acordo de implementação do projecto, define novas tarefas. A República Popular da China, terá a missão de fazer o Desenho do projecto de modernização do aeroporto. Com o desenho concluído, será aberto o concurso público para selecção da empresa chinesa que deverá executar a obra de construção.

«Para alargamento da pista do aeroporto, há residências que deverão ser demolidas…Se a parte são-tomense concluir os trabalhos de estudo de impacto ambiental, e a indeminização das pessoas…podemos dizer que no próximo ano daremos início as obras de construção», explicou a embaixadora da China.

2023, é o ano indicado pela embaixada da China, para o início das obras de alargamento e modernização do aeroporto internacional.

O projecto de modernização do aeroporto internacional, é financiado pela República Popular da China, e pretende estender a pista de aterragem dos actuais 1800 metros para 2800 metros. A maior parte da nova pista será estendida sobre o mar.

Um projecto considerado estruturante para o arquipélago, que poderá desta forma receber aviões de grande porte.

Abel Veiga

FAÇA O SEU COMENTARIO

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.

To Top