Política

“O que eu quero é poder tocar, alcançar eleitores que não são da ADI”

Para chegar a tão desejada maioria absoluta nas eleições de 25 de Setembro, Patrice Trovoada tem vontade de tocar no eleitorado que não é da ADI. Um toque, para alcançar a consciência do eleitor.

Por isso o líder da ADI, está com pé na estrada, no meio do pó da gravana a percorrer São Tomé por estradas, caminhos e atalhos (vuwá satá), ao encontro de gentes da ADI, mas com mais vontade de encontrar pelo caminho gentes que não são da ADI, para dar de beber a sua mensagem contra a fome, contra o custo de vida, pela inclusão e desenvolvimento.

«O ADI há mais de 12 anos tem um eleitorado fixo de 40%. Aqui eu tenho o meu eleitorado fixo. Mas o que eu quero é poder tocar, alcançar aqueles que não são tradicionalmente eleitores do ADI, e que podem estar a hesitar a ver quem é o melhor. Isso é que me interessa…» afirmou Patrice Trovoada num momento de pausa, durante a caminhada pela estrada da localidade de Changra.

Como se fosse  pão, Patrice Trovoada chama o eleitorado que não é da ADI para provar, para experimentar.  Como limão, Patrice quer que o eleitorado que não é da ADI, o esprema até sair todo suco.

«Quero que aqueles que não são da ADI possam acreditar em mim, e experimentar também. O povo da ADI que me recebe me dá muito prazer. Mas, fico preocupado em convencer os outros para que possamos ter maioria absoluta e trabalhar com estabilidade», confirmou.

PATRICE DESMENTE FUGA

Acusado pelos seus adversários de ciclicamente fugir de São Tomé e Príncipe, para o estrangeiro, Patrice Trovoada, que regressou ao país no último domingo, após 4 anos de ausência, é novamente indicado por vozes nas redes sociais, como estando a preparar para zarpar de São Tomé, já nesta sexta-feira.

«Completamente falso», declarou. Patrice Trovoada, explicou que está recenseado como eleitor em Portugal. Transferiu a sua residência eleitoral de Lobata, para Portugal onde exerceu direito de voto nas eleições presidenciais de 2021.

Agora para as eleições legislativas, autárquicas e regionais de 25 de Setembro, não vai poder exercer o direito de voto. Tudo porque não foi possível a Comissão Eleitoral Nacional, realizar o recenseamento eleitoral, e a actu8alização dos cadernos eleitorais.

«É uma pena não poder dar o exemplo cívico de votar. Estou aqui em São Tomé e Príncipe, estou inscrito como eleitor em Portugal. O voto de Portugal fica perdido», reforçou.

Está em São Tomé e Príncipe e pretende ficar até o resultado final das eleições de 25 de Setembro.

«Não posso enquanto Presidente do partido, e num momento tão importante, sair sábado para ir votar em Lisboa e regressar domingo. É uma especulação, é uma mentira».

No entanto, Patrice Trovoada reconheceu que vai viajar na sexta-feira.

«Sexta-feira vou ao Príncipe, não preciso passaporte para ir ao Príncipe. Vou de avião porque Príncipe é outra ilha. Mas estou no território nacional e com os militantes da ADI, para prepararmos aquilo que espero ser uma vitória no domingo», concluiu.

Abel Veiga

8 Comments

8 Comments

  1. Aaa

    22 de Setembro de 2022 at 19:44

    Quem não vota pode ser eleito?

  2. Carlos Alberto do Espirito Santo

    23 de Setembro de 2022 at 8:16

    O povo de Sao Tome e Principe, jà ti conhece como aldrabāo, bandido e mentiroso.

    Nāo è em vāo que ja là tiveste 3 vezes. O que de bom veio para o povo?

    Veio, uma māo cheio de nada, para o povo. Mais voçê e teus CAPANGA se deram muito bem, ROUBANDO O QUE NOS PERTENCE

  3. Xavier Guadalupe

    23 de Setembro de 2022 at 8:24

    Arroz vai baixar para 10 dobras numa altura em que o mundo entra em mais uma crise económica, em que a escassez de alimentos, sobretudo de cereais, vai ser uma realidade. Alias já se faz sentir. Isto é gozar coma inteligência dos santomenses.

    Se quando prometeu arroz a 13 dobras (13 contos) não cumpriu agora vem com arroz a 10 dobras.

    Onde foi a promessa de internet para os jovens saírem da escuridão ?

    Chama-se gozar coma cara do povo.

    O homem só veio buscar mais dinheiro porque sabe desta crise e precisa de um plano B para a sua vida. Se tem boas intenções, mesmo sem estar a governar não abandonara os seus seguidores, deixando-os a sua sorte

  4. Pierre Faleiro

    23 de Setembro de 2022 at 8:47

    Este Individuo, já explicou ao povo onde anda o dinheiro daqueles barcos enormes que andavam a fazer transbordo nas nossas aguas?

    E os € 500 mil de divida destes mesmos barcos a ENAPORT? O dinheiro do CATAMARAN que esteve a fazer PROCESSO no GABÃO? ONDE ESTÁ O DINHEIRO DO POVO?

    Explica Sem Complicar ao Povo pequeno.

    • Andorinha

      23 de Setembro de 2022 at 9:55

      Esta doer você né? Chora.

  5. stp

    23 de Setembro de 2022 at 9:37

    “PAPÁ CHEGOU FOME ACABOU… Xêeeeeêêee, boooooraaaaaaaa, isso é q? são-tomense não passa fome, São Tomé e Príncipe não tem fome, isso é abuso, insulto, mentira. sinceramente, fala outra coisa, bandos de bandido, São Tomé e Príncipe não é associação de PT, esse gaju está abusar de algumas pessoas de São Tomé e Príncipe, esse país tem espaço para cultivar e a sobrar, nós aqui não passamos fome, ok, Patrice Trovoada, bandido, arrogante, mentiroso… (vem com outra política, vi nos dizer que este país pessoa passa fome, brincadeira tem hora, sinceramente. Poderias dize pobreza, mas qual país do mundo que não tem pobreza? Qual país do mundo que não tem analfabeto? Diz….

  6. FCL

    23 de Setembro de 2022 at 9:50

    Me devolva PT meu Pinta Cabra.

    Eu sei que ele bom de roubo, vai 1 vão dois vâo 30 milhões. Toda semana viaja, mas também tem suas qualidades

  7. Lupuyé

    23 de Setembro de 2022 at 13:27

    Esse povo merece o que tem. Como é que podem aceitar que um homem que realmente ama a pátria, desaparece porque perdeu, durante 4 anos e só vem para governar? E ainda por cima diz que se não tiver maioria absoluta vai-se embora para portugal porque é la onde está a sua vida, a sua família e o seu negócio? Sinceramente! Só em São Tomé podemos ter gente que aceite coisa idêntica. Até parece que não têm orgulho de quem os governa. Não sou de nenhum partido, é só uma análise do que está a passar na minha terra. Absurdo!!!!

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.

To Top