Sociedade

Selecção Nacional de Basquetebol participa nos Jogos a Lusofonia graças a FAMA

A participação do Basquetebol santomense na segunda edição dos jogos da lusofonia, consumou graças a intervenção da fundação Aurélio Martins – FAMA. Confirmação do Presidente da Federação da modalidade, Guilherme Neto, que em Lisboa, indicou outras instituições e pessoas de boa vontade como tendo colaborado para o efeito. 

 

Segundo o próprio presidente da Federação Santomense de Basquetebol, Guilherme Neto, «deve-se reconhecer de viva voz este espírito patriótico do jovem empresário». Aurélio Martins proprietário da empresa Gibela, criou uma fundação com o seu nome. Apoio social, nas áreas do desporto, cultura, e formação profissional, é a principal missão da fundação.

 

A presença do basquetebol são-tomense nos segundos jogos da lusofonia, deve-se muito a intervenção da fundação FAMA. Guilherme Neto, vulgo Guigui, acrescentou ainda que é necessário que o País tenha cidadãos nacionais com esta iniciativa. Tanto é que como forma de homenagem, a selecção nacional do desporto de bola ao cesto, desembarcou no Aeroporto da Portela vestida com a camisola da FAMA.

 

Para além da fundação Aurélio Martins, o basquetebol são-tomense já eliminado da competição, destacou o apoio simbólico de algumas pessoas e instituições que permitiram a presença dos atletas nos palcos dos segundos jogos da lusofonia. «Designadamente, o Presidente da República, o Primeiro-Ministro, Ministério dos Desportos,  Embaixada da China-Taiwam entre outras pessoas singulares», realçou o Presidente da Federação de basquetebol.  

 

Jasi Ramos – Portugal

Recentemente

Topo